Veja todas as notícias do CIDDIC

segunda-feira, 22/05/2017   Por Divulgação Sinfônica da Unicamp

Concertos marcam os 20 anos do Grupo de Percussão da Unicamp

A Orquestra Sinfônica da Unicamp realiza dois concertos especiais, nos dias 24 e 25 de maio, como parte da programação dos 20 anos do GRUPU
Concertos marcam os 20 anos do Grupo de Percussão da Unicamp.pdf
Baquetas, fita magnética e uma rica pluralidade instrumental estão no programa especial que marca os 20 anos do Grupo de Percussão da Unicamp (Grupu). Ao lado da Orquestra Sinfônica da Unicamp, o conjunto, liderado por Fernando Hashimoto, se apresenta nos dias 24, às 20 horas, no Teatro Castro Mendes, e 25, às 19 horas, na Casa do Lago. Sob a batuta da regente Cláudia Feres, serão interpretadas obras de Joaquim Rodrigo, Sérgio Vasconcellos Corrêa e Joseph Haydn.

Para celebrar as duas décadas de atividade, o Grupu está com dois projetos especiais. O primeiro é a encomenda de seis obras para grupo de percussão de compositores brasileiros, que serão executadas em concertos no Brasil, Europa, Estados Unidos e América do Sul, finalizando com a gravação de um CD ao final da temporada. Os compositores convidados são Silvio Ferraz, Alexandre Lunsqui, Marlos Nobre, Roberto Victorio, Carlos dos Santos e Paulo Costa Lima.
O segundo é a execução de três concertos para percussão e orquestra de compositores brasileiros, que serão tocados por diferentes orquestras ao longo da temporada e lançados em CD ao final do projeto. As obras escolhidas são "Concertante para Percussão, Orquestra e Fita Magnética", de Sérgio O. Vasconcellos Corrêa, "Concerto para Percussão", de Mario Ficarelli, e o "Concerto n. 3 para Percussão e Orquestra", de Marlos Nobre.

Desde sua fundação, em 1998, o Grupu é um dos mais ativos conjuntos de percussão erudita do país, com uma agenda regular de concertos, gravações, aparições em programas de rádio e televisão, bem como participações em importantes festivais de percussão da América do Sul, Europa e Estados Unidos.

Em 2004, realizou sua primeira turnê de concertos na Europa. Em 2005, com patrocínio da Petrobrás, lançou o CD Configurações para Percussão Contemporânea e cumpriu uma série de concertos nos Estados Unidos. Em 2009, o Grupu fez sua segunda incursão na Europa com patrocínio do Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural do Ministério da Cultura. Além de incluir em seu repertório obras consagradas nacional e internacionalmente, o Grupu realiza estreias mundiais de composições comissionadas ou a ele dedicadas e concertos com a participação de solistas internacionalmente renomados, tais como Anders Astrand (Suécia), Michael Udow, Stuart Marrs e Frank Kumor (EUA), Angel Frette (Argentina), Igor Lesnik (Croácia) e Gerardo Salazar (Chile).

As apresentações surpreendem pela utilização da extensa multiplicidade de configurações para percussão que ressalta a ilimitada qualidade timbrística dos instrumentos.

Os projetos multidisciplinares são uma das características do Grupu, como o espetáculo Persephassa baseado na obra de Iannis Xenakis, em parceria com a companhia de dança Cia. Domínio Público.

A regente
Diretora artística da Escola de Música de Jundiaí, desde 1997, onde coordena a Orquestra de Câmara de Repertório, Cláudia Feres é formada em composição e regência pela Unicamp. Obteve o título de Mestre em música pela Northwestern University (Chicago) sob a orientação do maestro Victor Yampolsky. Estudou com Eleazar de Carvalho, Fábio Mechetti, Henrique Gregori, Teri Murai, Ronald Zollman, Gustav Meier, Robert Gutter e Jorma Panula. Recebeu medalha de Honra pela direção artística da Orquestra Jovem de Jundiaí.

Foi regente adjunta da Orquestra Sinfônica de Santo André e regente titular e diretora artística da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina (1991-1994).. Apresentou-se frente à Opera Giocosa del Friuli Venezia-Giulia, Northwestern University Orchestra, North Shore Chamber Orchestra, e outras, tais como a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, OSESP, Amazonas Filarmônica, Camerata Fukuda, Sinfonia Cultura e Orquestra de Câmara de Blumenau.

Participou do International Institute for Conductors em Kiev, onde regeu a Orquestra Sinfônica Nacional da Ucrânia. Apresentou-se à frente da Orquestra Filarmônica de Mulheres no Projeto AVON Women in Concert (2002-2006) no Teatro Municipal do Rio de Janeiro com as sopranos Barbara Hendricks e Kiri Te Kanawa e em outros importantes palcos. Nesse mesmo projeto, apresentou-se com Rita Lee, Paula Lima, Vanessa da Mata, Margareth Menezes, Milton Nascimento e Daniela Mercury. Foi diretora artística da Orquestra de Câmara de Jundiaí. Idealizadora dos projetos Concertos Matinais (Londrina/PR), Concertos Astra (Jundiaí), “Música e Cidadania” (Jundiaí), entre outros. Ensinou Regência na Faculdade Souza Lima. Foi regente titular da Orquestra Juvenil de Heliópolis do Instituto Baccarelli (2011-2014).

Programa
Joseph Haydn – Sinfonia nº 6 em Ré maior, Hob.I:6 “Le Matin"
Joaquim Rodrigo – Tres Viejos Aires de Danza
Sérgio Vasconcellos Corrêa – Concertante para Percussão, Orquestra e Fita Magnética

Serviço
Orquestra Sinfônica da Unicamp

Solista: Grupo de Percussão da Unicamp (Integrantes: Anna Layza, Kelly Florentino, Angelo Ostolaza, Vasny Florêncio, Vinicius Granado, Gabriel Peregrino, Gustavo Gazonato, Rafael Peregrino)

Fernando Hashimoto, direção artística do Grupu

Regência: Cláudia Feres

Quando:
Quarta-feira, 24 de maio de 2017, 20 horas, no Teatro Castro Mendes (Praça Correa de Lemos, s/n. Vila Indutrial. Campinas. Ingressos R$20 (inteira), R$10 (meia) e R$5 (comunidade Unicamp)

Quinta-feira, 25 de maio de 2017, 19 horas, na Casa do Lago (Unicamp). Entrada gratuita.

Fonte: Portal da Unicamp



LEIA TAMBÉM: