Segunda-feira, 17 de julho de 2017 - Por Jaqueline Harumi - Correio Popular
Frente fria deve trazer chuva até quinta-feira
Uma massa de ar de origem polar chega nesta terça à região e deve derrubar a temperatura até o fim de semana, com possibilidade de chuva até quinta-feira
Frente fria deve trazer chuva até quinta-feira
Campinas registrou temperatura máxima de 27,1°C e mínima de 12,6°C ontem. (Foto: Leandro Torres/Correio Popular)
A maior estiagem do ano em Campinas, que completa 34 dias, está perto do fim. Uma massa de ar de origem polar chega nesta terça à região e deve derrubar a temperatura até o fim de semana, com possibilidade de chuva até quinta-feira, segundo a meteorologista Ana Ávila, do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). As chuvas podem melhorar a umidade relativa do ar, que entrou em estado de atenção nesta segunda-feira, com registro de mínima de 21,1% às 15h50. A previsão é que esta terça-feira já haja queda de pelo menos 7°C na máxima e amanhã, 3°C na mínima. “A máxima declina para 19°C a 20°C. A mínima ainda não vai ser tão baixa: espera-se 12°C. Na quarta, vai ser mais sentida a mínima, com previsão de 9°C, e a máxima deve ser de 19°C. Depois de quinta diminui a nebolusidade, mas as temperaturas devem permanecer baixas no fim de semana”, afirmou a meteorologista na segunda, quando a cidade registrou máxima de 27,1°C e mínima de 12,6°C. Conforme o Cepagri, há possibilidade de formação de nevoeiros nas primeiras horas do dia, nas áreas de baixada e próximas a rios e lagos. Apesar da previsão de chuvas até quinta, elas devem ser de menor volume e em pontos isolados, com 5% de probabilidade de registro de temporais terça e quarta. A última chuva registrada em Campinas, em 14 de junho, acumulou 3mm. Climatempo O Climatempo aponta 90% de probabilidade de chuva esta terça e quarta, sem sol e com garoas em todos os períodos do dia. A expectativa é que haja registro de 5mm e 9mm de chuva, respectivamente. Já na quinta-feira, a probabilidade de chuva cai para 20%, com registro de 1mm, e o sol deve aparecer à tarde, quando está prevista a redução das nuvens, mas à noite deve haver muita nebulosidade. Pelo site, as menores temperaturas mínima e máxima devem ser registradas amanhã, 10°C e 16°C, respectivamente. As condições do tempo mudam em todo o Estado também. De acordo com o Cepagri, os maiores volumes de chuva ocorrerão no Leste, Litoral e Sul. Assim como na região de Campinas, no Oeste e Norte são menores as chances, com chuvas de pouco volume e mais isoladas. Na madrugada desta terça, havia possibilidade de geadas nas regiões serranas e em pontos isolados no Pontal do Paranapanema, além de formação de nevoeiros nas primeiras horas do dia no Leste do Estado. Estado de atenção Sete cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC)entraram em estado de atenção na segunda, quando a umidade relativa do ar ficou entre 20% e 30%. Segundo a Defesa Civil, Campinas registrou o menor índice (21,1%), seguida de Americana (23,3%), Indaiatuba (24,6%), Monte Mor (25,3%), Holambra (28,3%), Hortolândia (28,3%) e Santa Bárbara d’Oeste (28,7%). A recomendação, enquanto a umidade relativa do ar não aumenta, é evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h, umidificar o ambiente por meio de vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água, e sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol ou em áreas com vegetação, além de consumir bastante água.

Fonte: Correio Popular

Voltar
CEPAGRI
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Serviços Escreva sua matéria
Acesse pelo celular