Segunda-feira, 25 de junho de 2018 - Por Ticiana de Toledo Fernandes
Para Brito Cruz, pesquisadores devem conversar com a sociedade
Diretor da Fapesp foi o convidado do Programa Interdisciplinar Cocen
Para Brito Cruz, pesquisadores devem conversar com a sociedade
O pesquisador e professor Dr. Carlos Henrique de Brito Cruz, atual diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), participou na segunda-feira, 18, como convidado da segunda edição do Programa Interdisciplinar de Pesquisa Cocen. Em sua palestra, Brito Cruz deu ênfase à necessidade de ampliar a comunicação entre pesquisadores e demais setores da sociedade. Para ele, mais importante que o debate sobre disciplinaridade ou multidisciplinaridade, é expor os benefícios da pesquisa científica, esclarecendo como os resultados impactam na comunidade e tornam a vida das pessoas melhor. Segundo Brito Cruz, “estamos passando por uma transição no Brasil e em diversos lugares do mundo em que, por razões diferentes, a sociedade de hoje em dia tem menos boa vontade com a ideia de que pode-se usar uma parte do imposto pago para financiar pesquisa do que há 30 ou 40 anos”, afirma. De acordo com o pesquisador, há 3 tipos de impactos da pesquisa que traduzem aquilo que a sociedade espera do conhecimento e da atividade científica. O primeiro seria o Impacto Social, que se refere às ideias que ajudam na criação e manutenção de políticas públicas ou que trazem um benefício social no geral, como no caso de um novo tratamento para uma doença. Segundo Brito Cruz, esses “são casos difíceis de medir e demonstrar, porque acontecem no dia a dia das organizações. As coisas estão melhorando, mas ninguém pensa que é por causa da pesquisa”. A segunda dimensão de impacto é o Econômico, o qual engloba as ideias de pesquisas que ajudam a criar novos setores industriais, lançar empresas e fazê-las mais competitivas. Este é o impacto mais facilmente perceptível pelo público, o que carrega um perigo: é tão visível que, frequentemente, as pessoas acreditam que é apenas para isso que serve a pesquisa científica. Por fim, existe o Impacto Intelectual, ou seja, ideias cujo principal efeito é facilitar a criação de novas ideias. É quando um pesquisador descobre alguma coisa muito básica e fundamental que possibilita a formação de novas formas de conhecimento. Esta é a dimensão de impacto que trata dos objetos mais difusos e difíceis de serem mostrados, pois a aplicação da pesquisa nem sempre é direta e a concepção das ideias pode envolver uma vasta cadeia de pessoas. Brito Cruz ainda abordou as contradições e tensões que permeiam o sistema de ciência e tecnologia no Brasil. Para ele, o governo e as empresas e instituições privadas deveriam ter um papel mais ativo na ciência, não apenas utilizando os estoques de pesquisa das universidades, mas também colaborando para a produção de novos conhecimentos e investindo no setor. Além disso, essas instituições deveriam se envolver mais com as pesquisas orientadas para aplicação, tornando-as mais efetivas. Segundo o pesquisador, uma possível solução para tornar a ciência mais efetiva e gerar mais resultados é o Data Science, ou ciência de dados, campo interdisciplinar que associa grandes volumes de dados estatísticos a análises sociais com o intuito de encontrar respostas para questões específicas. Para Brito Cruz, “usar mais essa oportunidade do Data Science pode ajudar a conseguir criar programas de pesquisa que sejam mais impactantes para a sociedade no Brasil”, conclui. Também participaram do evento pesquisadores dos Centros e Núcleos Interdisciplinares de Pesquisa, além da coordenadora da Cocen, Ana Carolina de Moura Delfim Maciel, e o Pró-Reitor de Pesquisa da Unicamp, professor Munir Salomão Skaf na mesa de abertura. Para Ana Carolina, o discurso de Brito Cruz foi inspirador e deve abrir mais reflexões acerca da possibilidade de alguns Centros e Núcleos se unirem para a realização de novos projetos em conjunto. Voltar
COCEN
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Serviços Escreva sua matéria
Acesse pelo celular