Quarta-feira, 02 de outubro de 2019 - Por Gabriela Villen
Viola e piano promovem encontro entre futurismo russo e modernismo brasileiro na Unicamp
Viola e piano promovem encontro entre futurismo russo e modernismo brasileiro na Unicamp
Recital Darya Filippenko e Gustavo Carvalho
A violista bielo-russa Darya Filippenko e o pianista brasileiro Gustavo Carvalho apresentaram obra de Camargo Guarniere, Mieczylaw Weinberg, Claudio Santoro e Nicolay Roslavets, além da estrei da Sonata do girassol vermelho do compositor brasileiro Harry Crowl. Os três artistas ocuparam o palco no Auditório do Instituto de Artes da Unicamp, na última quinta-feira (26). O recital fez parte das comemorações dos 30 anos da Coordenação de Documentação de Música Contemporânea (CDMC) da UNICAMP. Após o concerto, a musicista ministrou uma máster class, onde estudantes de viola do curso de música puderam apresentar suas obras e receber orientações sobre sua interpretação. “Estou muito interessada em ver e ouvir como arte da viola está sendo trabalhada no Brasil. Estou aguardando algo novo e interessante” afirmou Darya Filippenko ante do recital. Segundo ela, a proposta do repertório surgiu de colaborações com tenho amigos músicos brasileiros em Moscou. “Fui ouvindo as peças que me enviavam e gostei muito do Santoro e do Guarnieri”, contou. Gustavo Carvalho, que retorna ao Brasil após longo período na Europa, contou que a parceria surgiu do desejo de trabalhar um repertório que construísse um diálogo entre compositores russos e brasileiros, do final do século 20. “A turnê apresenta um repertório praticamente desconhecido, com obras que são pouco tocadas no Brasil e o retorno do público tem sido muito positivo”, comentou. Para o professor de viola do Instituto responsável pela organização do recital, Emerson De Biaggi, o contato com os dois artistas é uma oportunidade inestimável para os alunos e para a comunidade da Unicamp. “São artistas de carreira internacional. É uma experiência única esse contato tão próximo. Tanto ouvir a performance, quanto ter oportunidade de tocar para essas pessoas e ouvir suas críticas e conselhos”, ressaltou. Segundo ele, o recital foi possível por meio de parcerias com CDMC e a Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proec). “Estamos aproveitando que os artistas participaram de outros eventos no Brasil e os trouxemos aqui”, explicou. A tournê incluiu a participação do Festival Artes Vertentes em Tiradentes e uma estadia em Curitiba, após a passagem pela Unicamp. Wendel G. Silvério, estudante graduação de música, que tem a viola como principal instrumento, antes do recital estava ansioso para ouvir e ser ouvido. Ele prepar ra uma peça do compositor brasileiro contemporâneo Ernani Aguiar. “São experiências diferentes, ideias diferentes que podemos usar para montar nosso repertório e acertar nossa interpretação”, afirmou. O estudante, que começara a tocar violino na igreja, na Unicamp, fora cativado pelo timbre mais aveludado e grave da viola. Sonata do girassol vermelho Inspirada em um conto de Murilo Rubião, precursor do Realismo Fantástico no Brasil, a peça de Harry Crowl, que estreia no Brasil, fora especialmente composta para Darya Filippenko e Gustavo Carvalho. De acordo com o autor, sonata tem três movimentos traz a questão da imutabilidade presente no conto. “No último movimento, eu uso uma citação do próprio conto que fala: aqui ficaremos um ano, dez, cem ou mil. Os personagens, na hora que se dão conta de ter destruindo tudo em volta deles, percebem que o mundo deles é aquele e que não tem como sair dali”, refletiu. Crowl, também responsável pela programação artística dos 30 anos do CDMC, é professor aposentado da Escola de Música e Belas Artes do Paraná e diretor artístico da Filarmônica da Universidade Federal do Paraná (UFPA), em Curitiba.

Fonte: Portal da Unicamp

Voltar
CIDDIC
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Escreva sua matéria
Acesse pelo celular