Terça-feira, 07 de abril de 2020 - Por Bianca Bosso (Labjor/Nudecri)
Nudecri ajuda no combate à COVID promovendo a divulgação científica
Nudecri ajuda no combate à COVID promovendo a divulgação científica
As notícias falsas são um dos grandes desafios enfrentados por jornalistas e divulgadores de ciência na internet. Na medida em que espalham desinformação e dificultam a divulgação de orientações corretas, as fake news, com seu amplo potencial de alcance através dos compartilhamentos via redes sociais, distanciam a população de fatos verídicos e podem impedir que medidas e posicionamentos apropriadas sejam adotados em relação ao tema em questão. As notícias falsas ou imprecisas têm ainda uma outra face: podem decorrer das dificuldades causadas pela falta de preparo especializado do jornalista ou de falhas na comunicação com os pesquisadores. O fluxo de desinformação pode atrapalhar no combate a doenças. Atualmente, podemos citar como exemplos evidentes as notícias imprecisas disseminadas sobre a Covid-19, doença infecciosa causada pelo vírus SARS-COV-2, popularmente conhecido por Coronavírus. A doença, que causa uma infecção do trato respiratório com sintomas em diferentes níveis, vem sendo alvo de teorias sobre sua origem e possíveis curas que não possuem embasamento científico. Pensando nesse problema, as pesquisadoras Sabine Righetti e Germana Barata, do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), que compõe, junto ao Laboratório de Estudos Urbanos (LABEURB) o Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (Nudecri) integrantes do sistema COCEN/UNICAMP, decidiram pôr em prática estratégias para facilitar a disseminação e o acesso à notícias corretas e precisas sobre a pandemia de Covid-19, o novo Coronavírus. A produção e divulgação de notícias sobre o tema é uma das faces em que Righetti e Barata têm se empenhado. “Estamos coordenando o projeto Lab-19 com os alunos do curso de Especialização em Jornalismo Científico do Labjor-Unicamp, e alguns do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (Labjor e IEL), que tem várias frentes de atuação. Em uma delas, os alunos vão produzir conteúdo sobre coronavírus para a nossa revista de divulgação científica ComCiência” - esclarece Righetti. A produção dos alunos, que estão acompanhando em tempo real novos estudos sobre a Covid-019, é fundamental para que as informações cheguem até a comunidade externa à academia com precisão e agilidade, possibilitando a adoção de medidas de prevenção do contágio e disseminação adequadas. Além disso, as pesquisadoras têm atuado através da recentemente inaugurada Agência Bori, plataforma de disseminação de ciência nacional que visa facilitar a comunicação entre jornalistas e cientistas de todo o país. A plataforma conta agora com uma seção de artigos de opinião sobre o coronavírus com textos inéditos de pesquisadores. Somado a isso, a Agência tem promovido a unificação de informações sobre o tema: "Criamos um material de apoio à cobertura da Covid-19 para jornalistas (são mais de 700 de 23 estados do país) com estudos, fontes de informação e com contato de mais de 50 cientistas de todo o país que estão atendendo a imprensa sobre coronavírus". A parceria do Lab-19 se estende também para o Observatório da Imprensa, que é um veículo jornalístico criado especialmente para tratar da crítica da mídia. O projeto, uma iniciativa do Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo, que foi originado no Labjor, atua nessa área desde 1996 e diante dessa pandemia, criou uma seção especial para produzir material jornalístico que avalie a própria produção midiática sobre o Coronavírus. Outros Institutos da Unicamp também têm atuado no combate à pandemia. A Universidade criou, no início de março, uma Força-Tarefa, na tentativa de buscar soluções para evitar a disseminação da doença, bem como desenvolver tratamentos para pacientes acometidos pela doença. Nesse sentido, vários pesquisadores, docentes e alunos vêm colaborando nas ações, assim como está fazendo o Nudecri. Cientistas e pesquisadores que desejarem colaborar com a iniciativa do Núcleo através das ações promovidas pela Agência Bori devem entrar em contato através do e-mail bori@abori.com.br Assim como o trabalho que vem sendo desenvolvido durante a pandemia, o Nudecri desenvolve projetos relacionados com a problemática da vida nas cidades e projetos na área das artes, da divulgação científica e da produção cultural. Saiba mais sobre o Nudecri no vídeo Minuto Cocen. Voltar
NUDECRI
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Serviços Escreva sua matéria
Acesse pelo celular