Segunda-feira, 04 de janeiro de 2021 - Por Paula Drummond (CBMEG) e Bianca Bosso (Labjor/Cocen)
CQMED produz insumos para 400 mil testes de saliva para COVID-19
Desenvolvimento e produção da enzima sinaliza maior autonomia do país para a testagem em massa da população, com custos reduzidos
O Centro de Química Medicinal (CQMED/CBMEG) - filiado ao sistema de Centros e Núcleos Interdisciplinares de Pesquisa da Unicamp (Cocen) desenvolveu um protocolo de produção de enzimas de alta especificidade para ser usado na testagem de COVID-19 em amostras de saliva. A primeira leva gerou insumos para 400 mil testes e foi entregue para a empresa parceira Mendelics Análise Genômica, que está realizando a análise das amostras coletadas. A produção foi feita em menos de dois meses e meio e a expectativa é que se produza enzimas para mais 200 mil testes ainda esse mês. Em seguida, o CQMED pretende capacitar corpo técnico em todo o país para dar continuidade à produção. O projeto responde a uma demanda de nacionalização dos insumos contidos nos testes de saliva para COVID-19, visando torná-los mais rápidos e acessíveis. “Quase sempre a maior dificuldade para a realização de pesquisas é a dependência de reagentes importados. Insumos do exterior sempre são limitantes”, explica Katlin Massirer, pesquisadora do CQMED e coordenadora do projeto na Unicamp. “Durante o desenvolvimento das enzimas, nossa equipe simultaneamente abreviou o processo de produção e aumentou a pureza das enzimas. Desde o lote piloto realizamos testes que comprovaram que sua qualidade equivale às importadas”, acrescenta Massirer. As enzimas foram validadas para equivalência com as importadas pelo laboratório clínico Mendelics, utilizando amostras de saliva que chegam diariamente de todo Brasil ao laboratório no bairro Santana em São Paulo. O laboratório Mendelics está realizando atualmente 90 mil testes por mês e a produção nacional dos reagentes é um passo importante para a autonomia do país. Trata-se de um processo essencial para ampliar a capacidade de testagem em massa no Brasil, considerada ainda um dos gargalos para a definição de políticas públicas de enfrentamento da pandemia de SARS-COV 2, que já atingiu mais de sete milhões de brasileiros. O teste de saliva para COVID 19, denominado RT-LAMP, tem a mesma qualidade do PCR - considerado padrão ouro atualmente - e possibilita realizar testagens em locais com menos recursos no país. “O RT-LAMP é mais rápido e mais barato, pois baseia-se no uso de enzimas de alta especificidade e dispensa o uso de equipamentos caros”, explica o Dr Mario Bengtson, professor do Instituto de Biologia da Unicamp e pesquisador principal do projeto. O procedimento de teste RT-LAMP executado pela Mendelics foi recentemente publicado de forma aberta. O projeto é resultado da parceria do Centro de Química Medicinal com a empresa Mendelics Análise Genômica e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial - EMBRAPII. Voltar
CBMEG
Logo Unicamp Logo Coordenadoria Geral da Universidade Logo Cátedra
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisciplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912
Links
Voltar ao início Unicamp Documentos e Relatorios Teletrabalhos Serviços
Acesse pelo celular