Terça-feira, 22 de novembro de 2016 - Por Carolina Neves
Coordenador do Labjor comemora Prêmio Jabuti e novo livro de poesias
A utilidade do conhecimento, do linguista e poeta Carlos Vogt, coordenador do Labjor, vai receber o prêmio Jabuti, principal prêmio literário brasileiro
Coordenador do Labjor comemora Prêmio Jabuti e novo livro de poesias
A utilidade do conhecimento, do linguista e poeta Carlos Vogt, coordenador do Labjor, vai receber o prêmio Jabuti, principal prêmio literário brasileiro
O linguista e poeta Carlos Vogt, coordenador do Labjor, vai receber o prêmio Jabuti, principal prêmio literário brasileiro, em sua 58a edição, pela obra A Utilidade do Conhecimento, que ficou em segundo lugar na categoria Ciências da Natureza, Meio Ambiente e Matemática. A entrega do prêmio será no dia 24/11 no auditório do Ibirapuera, em São Paulo. O livro é composto por ensaios e artigos acadêmicos escritos pelo autor nos últimos 20 anos. Nos textos, Vogt, que foi reitor da Unicamp e é o atual presidente da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), faz uma reflexão sobre a importância do conhecimento, a partir de temas que lhe são caros e que estão relacionados à contemporaneidade. Segundo ele, os artigos foram trabalhados, sendo reescritos e organizados para a publicação. “Foi uma felicidade ser indicado ao prêmio Jabuti,” conta Vogt. “Primeiro, saber que estava entre os dez livros da categoria e, segundo, que o livro foi premiado, tirou o segundo lugar”. O título do livro foi tirado de um texto que o integra, precedente à sua organização. Nele, Vogt aborda assuntos diversos, como uma reflexão sobre “A quem pertence o conhecimento?”. Muitos textos abordam a divulgação científica, a partir de artigos de Vogt publicados na revista eletrônica ComCiência, da qual é chefe de redação, além de ensaios sobre literatura e até sobre física. No dia 28 de novembro, o autor também lança Novos poemas, seu nono livro de poemas, pela editora Ateliê Editorial. Os poemas que o integram foram veiculados na revista eletrônica ComCiência e em seu site de poesias Cantografia. O livro é organizado em três partes: “Bandeirolas”, “Bolinhos de chuva” e “Dedo de moça”. Das três, as duas primeiras não tinham aparecido em livro e a terceira foi publicada em 2011. Segundo o autor, em nota na obra, “há poemas falando de poemas e há os que falam de outros para falar de si mesmo.” No mesmo dia o professor do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) e coordenador do Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb), Eduardo Guimarães, também lança o seu quarto livro de poesias, “Cicatriz” (Ateliê Editorial), resultado de uma seleção de poemas escritos desde 1995. O evento ocorrerá no Alzirão Empóro Bar, localizado à rua Francisco de barros Filho, 432, em Barão Geraldo, Campinas, a partir das 18:00h

Fonte: Labjor

Voltar
LABJOR
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Escreva sua matéria
Acesse pelo celular