Projetos
139 Projetos de Pesquisa (NEPO) Fonte: Avaliação Institucional 2009-2013
COLETA DE DADOS REPRODUTIVOS PARA PAÍSES LATINO-AMERICANOS

Coordenador Principal: Tomas Sobotka/Everton Emanuel Campos de Lima

Início: 01/2013


Resumo:

Tal projeto visa coletar informações de fecundidade de diversos países latino-americanos, com o intuito de promover e facilitar futuros estudos comparativos sobre níveis e padrões de fecundidade desses países. Ele visa colaborar com adição de informações históricas de fecundidade de países Latino-Americanos aos dados do Human Fertility Collection (HFC). O HFC é um projeto sob a co-direções do Dr. Vladimir M. Shkolnikov e Dr. Dmitri Jdanov, Max Planck Institute for Demographic Research (MIPR), e Dr. Tomas Sobotka, Viena Institute of Demography (VID).

Ocultar
A POLÍTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL – DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO RECENTE

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 08/2016

Término: 07/2018


Resumo:

O objetivo geral dessa proposta é contribuir para a realização de um diagnóstico abrangente do desenvolvimento regional brasileiro no período recente (2000-2015), através da identificação e da caracterização dos seus vetores e das suas dinâmicas, considerando que esses processos podem ser apreendidos através das dinâmicas demográficas. Para tanto serão analisados principalmente os processos migratórios e a mobilidade espacial da população, além dos outros componentes da dinâmica demográfica que interferem na redistribuição espacial da população.
A abordagem será realizada principalmente a partir de dois recortes territoriais principais: as micro-regiões que são objeto da Política Nacional de Desenvolvimento Regional; a rede de cidades médias.

Ocultar
ARRANJOS URBANOS-RURAIS REGIONAIS: A POPULAÇÃO RURAL NO BRASIL NO SÉCULO XXI

Coordenador Principal: Natália Belmonte Demétrio

Início: 08/2017

Término: 07/2018


Resumo:

O foco da pesquisa é o estudo das populações rurais nas diferentes regionais do Brasil, a dinâmica migratória e o emprego, a partir da construção de arranjos urbanos-rurais regionais: espacialidades articuladas ao processo de globalização do rural e as commodities.

Ocultar
EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA: INOVAÇÃO, SABERES APRENDIDOS E OFERTAS DE NÍVEL SUPERIOR

Coordenador Principal: Elie George Guimaraes Ghanem Junior/Marta Azevedo

Início: 06/2017

Término: 05/2020


Resumo:

Este projeto se situa numa linha de investigação orientada pelo seguinte problema de pesquisa: em quais aspectos a educação escolar indígena superou o caráter colonialista da escolarização? Entende-se por colonialista a pretensão civilizatória, catequizadora e o seu pressuposto de que os povos indígenas não têm conhecimentos passíveis de serem objeto de aprendizagem no ambiente escolar.

Ocultar
EFEITOS DE PARES NA UNIVERSIDADE: COMO O DESEMPENHO DOS COLEGAS PODE INFLUENCIAR OS RESULTADOS ACADÊMICOS DOS ESTUDANTES

Coordenador Principal: Laeticia Rodrigues de Souza

Início: 01/2018

Término: 12/2019


Resumo:

Há uma extensa e crescente literatura sobre os efeitos dos pares. Diversas pesquisas investigam o papel das interações sociais para explicar uma série de comportamentos individuais. As escolas são ambientes importantes para o estudo destes efeitos. Uma parcela considerável da acumulação de capital humano ocorre nas escolas e isso tem consequências sobre a produtividade individual e os salários, por exemplo. Este projeto propõe-se a investigar a existência de efeitos de pares em indicadores acadêmicos (como o rendimento semestral global (RSG), as notas em cursos obrigatórios, os créditos concluídos, as taxas de abandono e de retenção) em um país em desenvolvimento. Nós exploramos as especificidades do processo de admissão de alunos em uma universidade federal brasileira, o que funciona como um experimento natural. Indivíduos que são comparáveis em termos de seu desempenho acadêmico anterior - de acordo com sua pontuação no Vestibular - acabam tendo colegas com melhor ou pior desempenho na faculdade devido à regra de atribuição de alunos para turmas no primeiro ou no segundo semestre. Assim, nossa estratégia de identificação para estimar os efeitos dos pares sobre os resultados acadêmicos elimina a auto-seleção endógena para determinados grupos, o que de outra forma minaria a inferência causal dos efeitos de pares. Este projeto é um passo necessário para que investiguemos o impacto da qualidade dos pares nos salários usando o mesmo experimento natural. Esta agenda futura nos permitirá aprofundar nossa compreensão de como os efeitos de pares também podem ter impactos no longo prazo.

Ocultar
FAMÍLIAS E POLÍTICAS HABITACIONAIS: OS ARRANJOS FAMILIARES E DOMICILIARES NO UNIVERSO DA PRODUÇÃO HABITACIONAL DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL E URBANO (SP)

Coordenador Principal: Cimar Aparicio

Início: 04/2018

Término: 03/2019


Resumo:

O objetivo deste projeto é o estudo das características sociodemográficas das famílias residentes nas unidades habitacionais da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (SP) no Estado de São Paulo no contexto das mudanças nas famílias contemporâneas.

Ocultar
GESTIÓN DE AGUA POTABLE, ALCANTARILLADO Y SANEAMENTO FRENTE A LAS CRISIS HÍDRICAS EN MÉXICO Y BRASIL

Coordenador Principal: Miguel Hernández

Início: 10/2017

Término: 09/2019


Resumo:

La escasez de agua potable, los deficientes mecanismos de alcantarillado y saneamiento tienen fuertes repercusiones en la vida cotidiana de miles de ciudadanos en toda América Latina. La situación se vuelve más compleja para quienes habitan en las periferias de las ciudades, espacios sociales donde la deficiente calidad de los servicios públicos (agua, alcantarillado, saneamiento, energía eléctrica, pavimentación) es la expresión más evidente de la segregación socioterritorial. El objetivo de esta investigación es analizar cómo los ciudadanos que viven en las periferias de São Paulo y la Ciudad de México enfrentan complejos periodos de crisis hídrica. Por otro lado, se busca identificar la relación entre esos periodos de crisis con los modelos de gestión de agua potable, alcantarillado y saneamiento que se han diseñado y ejecutado desde los ámbitos institucionales en México y Brasil. De esa manera se pretende entender la crisis hídrica en una dimensión sociocultural e institucional.

Ocultar
LIVRES, LIBERTOS E ESCRAVOS: DINÂMICA DA POPULAÇÃO E DA FAMÍLIA NO BRASIL MERIDIONAL (1772-1872)

Coordenador Principal: Ana Silvia Volpi Scott

Início: 03/2018

Término: 02/2022


Resumo:

Para contribuir na perspectiva da Demografia Histórica, da História Social e da História da Família do Brasil Meridional, darei continuidade ao estudo sobre o caso da freguesia da Madre de Deus de Porto Alegre, que conta agora com o banco de dados dos assentos paroquiais finalizado, entre 1772 e 1872. Este projeto, incorporará novos conjuntos documentais de caráter nominativo, visando analisar a dinâmica populacional e familiar dos segmentos de estatuto jurídico diferenciado: livres, forros e escravos. Com a finalização do levantamento das três séries de assentos paroquiais (batizados, casamentos e óbitos) o banco de dados, que utiliza o software NACAOB, reúne mais de 75.000 registros. Os dados serão explorados a partir de metodologias quantitativas, para dar subsídios ao estudos das variáveis demográficas, bem como serão utilizadas metodologias inspiradas na micro-história e nos seguimentos nominativos, visando a recomposição de trajetórias individuais e familiares, nos distintos grupos populacionais de estatuto jurídico diferenciado: livres, libertos e cativos.

Ocultar
MIGRAÇÃO E MOBILIDADE ESPACIAL NOS LIMITES AMAZÔNICOS: MARANHÃO E TOCANTINS

Coordenador Principal: Alberto Augusto Eichman Jakob

Início: 03/2017

Término: 02/2020


Resumo:

Este projeto tem como objetivo principal o estudo da mobilidade espacial recente da população na Amazônia brasileira, seja ela expressa por meio da migração (principalmente internacional, mas também interna), ou por meio da mobilidade populacional diária, com especial ênfase em Maranhão e Tocantins e sua relação com os vizinhos Piauí, Goiás e Pará.
O estudo desta mobilidade envolverá também conhecer o perfil das pessoas que realizam tais descolamentos, assim como sua condição ou qualidade de vida atual. Tal conhecimento é de muita importância também para o correto planejamento de políticas públicas específicas para este tipo de migrante na região.

Ocultar
MOBILIDADE ESPACIAL DA POPULAÇÃO E A CONSOLIDAÇÃO DE NOVAS CENTRALIDADES NAS REGIÕES DE INFLUÊNCIA DAS ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO POPULACIONAL DO BRASIL

Coordenador Principal: Carlos Lobo

Início: 03/2018

Término: 02/2019


Resumo:

A migração e a mobilidade pendular têm sido utilizadas como indicadores de interação entre cidades, especialmente do nível de centralidade exercido pelo core metropolitano. Contudo, os fluxos espaciais da população envolvem um amplo leque processos sociais, que permitem, inclusive, a análise da organização e distribuição regional das atividades econômicas. Esse projeto tem como principal objetivo a avaliação da mobilidade espacial da população e a consolidação de novas centralidades econômicas nas Regiões de Influência (RIs) das Áreas de Concentração Populacional (ACPs), como definido pelo IBGE, tendo como base os fluxos migratórios e os movimentos pendulares intermunicipais identificados pelos censos demográficos de 1991, 2000 e 2010.

Ocultar
MOBILIDADE INTRA-URBANA E SEGREGAÇÃO SÓCIO-ESPACIAL NAS METRÓPOLES PAULISTAS.

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 06/2013

Término: 05/2018


Resumo:

O plano de pesquisa está estruturado a partir de três linhas de atividades: 1) pesquisa: o objetivo principal do projeto de pesquisa é examinar o papel das políticas governamentais na redução da pobreza e da desigualdade no Brasil. Este objetivo desdobra-se em quatro questões empíricas de pesquisa: a) compreender e mensurar a evolução das desigualdades sociais nos campos da: saúde, raça, migração, mercado de trabalho, renda, moradia e desenvolvimento urbano, educação, gênero e comportamento político. "Como o Brasil mudou-nos. Últimos 50 anos" é o título provisório do livro planejado como primeiro produto do Centro, que se baseia na análise comparada dos dados dos censos produzidos entre de 1960 e 2010; b) examinar o efeito independente das políticas públicas nas condições sociais e na redução das desigualdades. Três áreas receberão atenção especial nessa investigação, devido a sua importância na análise de políticas públicas comparadas: educação, saúde e mercado de trabalho; c) investigar o papel das instituições políticas decisórias no campo das políticas redistributivas, particularmente, em como as instituições afetam o comportamento eleitoral e o processo legislativo. Nesse caso, as políticas públicas (redistributivas) serão tomadas como variável dependente, resultante do processo político; d) mapear formas alternativas de governança das áreas urbanas e suas conexões com o Estado, para compreender melhor "quem governa o quê?". Este componente do projeto objetiva analisar padrões de governança que escapam do controle do Estado e de suas instituições. 2) educação e difusão do conhecimento: os principais objetivos dessa área são: a) aumentar a informação da população acerca das politicas públicas; b) "alfabetizar" jornalistas e decisores políticos sobre o estado da arte das pesquisas em políticas públicas; c) disseminar conhecimento e resultados de pesquisas produzidas no Centro para professores e estudantes do ensino-médio; d) tornar o Centro interlocutor constante e indispensável no debate público, dando mais visibilidade à pesquisa e aos pesquisadores. 3) transferência de tecnologia: os principais objetivos dessa área são: a) prover assessoria técnica e expertise a agências e órgãos governamentais; b) consolidar e aperfeiçoar os recursos de geoprocessamento do Centro; c) atualizar o curso de Terra View Política Social; d) criar um curso a distância de Terra View Politica Social; e) criar um curso de análise de dados como R

Ocultar
MUDANÇA CLIMÁTICA E HIDROPOLÍTICA NA MACROMETRÓPOLE PAULISTA: UMA ANÁLISE DAS DIMENSÕES POLÍTICO-INSTITUCIONAIS E ESPAÇO-TEMPORAIS DA "CRISE HÍDRICA" (2014-2015) A PARTIR DO SISTEMA CANTAREIRA

Coordenador Principal: Marcelo Coutinho Vargas

Início: 07/2018

Término: 02/2019


Resumo:

O objetivo deste projeto é refletir sobre os desafios teóricos e político-institucionais de uma agenda territorial macrorregional para a governança da água nas bacias hidrográficas mais densamente urbanizadas, em tempos de crise e incertezas relacionadas à mudança climática

Ocultar
OBSERVATÓRIO DAS MIGRAÇÕES EM SÃO PAULO MIGRAÇÕES INTERNAS E INTERNACIONAIS CONTEMPORÂNEAS EM SÃO PAULO)

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 10/2014

Término: 09/2018


Resumo:

Trata-se de projeto temático (FAPESP/CNPq). a problemática do Observatório das Migrações em São Paulo emerge a partir da necessidade de aprofundar o conhecimento teórico, metodológico e empírico acerca das configurações e das especificidades que os processos migratórios internos e internacionais assumem em diferentes espaços do território paulista na era da mobilidade . O objetivo principal deste projeto é conhecer e analisar as transformações nos processos migratórios nacionais e nas migrações internacionais para, de e no Estado de São Paulo a partir das diversificadas modalidades migratórias. Nesse sentido, focalizar o contexto estadual das migrações internas e internacionais envolve fortemente as regiões do interior do Estado de São Paulo e as metrópoles, para a compreensão da reprodução social de dinâmicas socioespaciais, econômicas, urbanas, demográficas e de distintos contingentes migratórios presentes. Em uma perspectiva interinstitucional e interdisciplinar, incorporará pesquisadores de diversas formações acadêmicas que dialogam com o fenômeno migratório. Do ponto de vista das competências institucionais-acadêmicas, aglutina pesquisadores paulistas de distintas instituições de ensino superior e pesquisa do Estado de São Paulo (UNICAMP- NEPO/CEPAGRI/IFCH/FCA), UFABC, Fundação Carlos Chagas, Museu do Café e Museu da Imigração). Busca apreender e analisar as modalidades migratórias advindas das novas lógicas da migração e suas configurações no tecido social paulista.

Ocultar
PRÁTICAS EM PREVENÇÃO E CONTRACEPÇÃO DE MULHERES NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: ELABORAÇÃO DE PLANO DE AÇÃO A PARTIR DA INTEGRAÇÃO DE DADOS DE ESTUDOS DE BASE POPULACIONAL E DE SERVIÇOS DE SAÚDE

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 06/2018

Término: 11/2018


Resumo:

O estudo propõe investigar diferenciais sociodemográficos e regionais no acesso a métodos e serviços de prevenção de DST/Aids e de planejamento familiar, a partir de dados secundários coletados por três inquéritos já realizados e, a partir dos resultados, elaborar uma proposta de ação integrada em Saúde Sexual e Reprodutiva para os serviços, considerando os diferentes modelos de atenção: serviços especializados e de atenção básica na perspectiva da Estratégia Saúde da Família.

Ocultar
PREVISÃO IMEDIATA DE TEMPESTADES INTENSAS E ENTENDIMENTO DOS PROCESSOS FÍSICOS NO INTERIOR DAS NUVENS O SOS- CHUVA (SISTEMA DE OBSERVAÇÃO E PREVISÃO DE TEMPO SEVERO)

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 01/2015

Término: 12/2019


Resumo:

O projeto utiliza um radar de dupla polarização para desenvolver pesquisa em previsão imediata de tempestades com base no conhecimento adquirido sobre as propriedades físicas das nuvens no projeto temático CHUVA. A base desta pesquisa é o radar de dupla polarização operando em Campinas, por 24 meses (duas estações chuvosas) para capturar eventos intensos de precipitação que forneçam as bases para o estudo dos processos físicos no interior das nuvens visando aprimorar a previsibilidade em curto prazo, a detecção de severidade e a estimativa de precipitação com radar e satélite em alta resolução temporal e espacial. De forma inédita esse projeto irá instalar detectores de granizo para criar uma base de dados que forneça informações não somente sobre a ocorrência de granizo, mas também do seu tamanho. Além das diversas componentes de estudo, sejam elas ligadas a eletrificação, propagação, crescimento do volume de alguns hidrometeoros, como as taxas de crescimento do topo e dos processos microfísicos, este estudo visa desenvolver o SIGMA-SOS. O SIGMA SOS é um sistema de informações geográficas que integra os dados medidos bem como as previsões em curto prazo e os avisos meteorológicos. O Brasil comprou e está ainda ampliando a rede de radares de dupla polarização para monitorar eventos extremos de tempo. Contudo, o conhecimento sobre esse sistema é ainda incipiente e este projeto irá realizar pesquisa empregando esse tipo de instrumento, formar alunos nessa área e desenvolver ferramentas inéditas para uso deste instrumento.
A atuação da equipe sediada no Núcleo de Estudos da População (Nepo/Unicamp) ocorre em duas frentes. Por um lado, na divulgação científica do projeto, através de uma bolsa do Programa José Reis de Incentivo ao Jornalismo Científico (Mídia Ciência), concedida pela FAPESP. Por outro lado no trabalho de sobre posição das informações demográficas com as informações sobre eventos extremos de pluviosidade capturadas pelo radar instalado em Campinas.

Ocultar
SEGREGAÇÃO RACIAL EM METRÓPOLES BRASILEIRAS

Coordenador Principal: Danilo Sales do Nascimento França

Início: 04/2018

Término: 03/2020


Resumo:

Desenvolvimento de estudos sobre desigualdades raciais e segregação residencial por raça nas regiões metropolitanas de Fortaleza, Salvador, Campinas e Curitiba, visando compará-los com análises já realizadas na Região Metropolitana de São Paulo.

Ocultar
SOBRE ESQUECIDOS, INVISÍVEIS E TEMIDOS: O QUE SABEMOS SOBRE A POPULAÇÃO CARCERÁRIA NO BRASIL?

Coordenador Principal: Joice Melo Vieira

Início: 06/2017

Término: 05/2020


Resumo:

O objetivo central deste projeto é mapear as fontes de dados disponíveis sobre a população carcerária no Brasil, avaliar a qualidade destas informações e a partir delas sistematizar o que sabemos sobre o crescimento e o perfil desta população, bem como sobre sua trajetória. Atenção especial será dada ao censo demográfico de 2010, que pela primeira vez possibilitou a desagregação do contingente de pessoas vivendo em instituições penais. Uma segunda fonte de dados considerada neste estudo é o levantamento sobre população carcerária, realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em 2013, que capta informação sobre a trajetória familiar, laboral e educacional de detentos de ambos os sexos. Adicionalmente, sistemas de informação do Ministério da Justiça e do Ministério da Previdência Social também serão consultados, embora tenham a limitação de se tratarem de informação divulgada apenas na forma de dados agregados. Identificamos nestas fontes de dados a possiblidade de abordar quatro aspectos fundamentais do debate sobre o sistema penitenciário nos quais a demografia pode oferecer sua contribuição: 1) Explorar diferenciais nas taxas de encarceramento entre os estados e mensurar o quanto estes diferenciais podem ser atribuídos ao efeito da composição etária, considerando que a transição demográfica tem transformado profundamente a estrutura etária brasileira, mas ocorre em tempos e intensidades diversas ao logo do território nacional. Tal como ocorre com as taxas de homicídio, o encarceramento também é mais acentuado entre os mais jovens. Áreas com proporção maior de jovens podem ter taxas de encarceramento mais altas na ausência de influência de outros fatores. Tal objetivo poderia ser cumprido aplicando-se técnicas de padronização e de decomposição da diferença entre duas taxas. 2) Investigar os diferenciais nas taxas de encarceramento entre brancos e negros e quais fatores poderiam estar a eles associados. A padronização e a decomposição da diferença entre as taxas de encarceramento de brancos e negros também poderiam ser realizadas como estratégia de investigação destes diferenciais. 3) Explorar a trajetória educacional, laboral e familiar dos detentos e se existe relação entre especificidades destas trajetórias e o tipo de crime que cometeram. Embora este objetivo possa parecer excessivamente ambicioso, o levantamento realizado pelo PNUD permite este tipo de abordagem. Esta base de dados foi bem pouco utilizada até o momento. Seu uso foi em grande parte restrito a análises descritivas e relatórios. Entretanto, como veremos a seguir, ela tem potencial para responder ao objetivo aqui delineado. 4) Avaliar o acesso e a evolução dos gastos previdenciários destinados aos dependentes dos detentos via auxílio reclusão em comparação com outros gastos previdenciários.

Ocultar
VIABILIDADE E ACEITABILIDADE DO AUTOTESTE DO HIV EM ESPAÇOS COMUNITÁRIOS NA CIDADE DE SÃO PAULO- PROJETO FAST

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 07/2018

Término: 06/2019


Resumo:

A transmissão heterossexual do HIV é responsável, no Brasil, por 97% das novas infecções nas mulheres. E apesar da redução significativa da transmissão materno-infantil do HIV com a testagem no pré-natal, o acesso ao teste é ainda um obstáculo fundamental para a prevenção e o cuidado do HIV. Apenas 13% dos brasileiros relatam ser testados para o HIV nos últimos 12 meses e apenas 33% já foram testados para o HIV na vida. A recente aprovação do uso de kits de autoteste de HIV no Brasil oferece uma oportunidade para desenvolver uma estratégia voltada para jovens heterossexuais e comunidades urbanas de forma a ampliar o acesso. Face a este contexto, o presente estudo tem por objetivo avaliar a viabilidade e aceitação do autoteste de HIV entre mulheres jovens (18-24 anos) que vivem em comunidades com alta prevalência de HIV nas cidades de Porto Alegre e São Paulo. Será realizada uma pesquisa de tipo formativa, com metodologia qualitativa de investigação. Para a coleta de dados serão utilizadas diferentes técnicas: 1) observação etnográfica para mapear áreas de interação social - em termos de lazer (baile funk / raves, bares, clubes, futebol e grupos de jovens), trabalho e atividades da vida diária (mercados, escolas, salões de beleza) onde ocorrem riscos sexuais; 2) entrevistas informais com indivíduos da comunidade; 3) entrevistas semiestruturadas com informantes-chave; e 4) grupos focais com profissionais da saúde e representantes de organizações comunitárias.

Ocultar
A CONTRACEPÇÃO DE EMERGÊNCIA NO BRASIL: CENÁRIOS ATUALIZADOS DE COMERCIALIZAÇÃO E USO NO PAÍS

Coordenador Principal: Margareth Martha Arilha Silva

Início: 11/2012

Término: 10/2015


Resumo:

Este projeto pretende ampliar o conhecimento das dimensões atuais de uso da contracepção de emergência no Brasil, caracterizar o atendimento a essa demanda pelo Estado e pelo mercado, assim como analisar eventuais desigualdades regionais de acesso decorrentes das modalidades de implantação das políticas públicas de saúde da mulher. O estudo da contracepção de emergência é ainda incipiente no Brasil e esta proposta de pesquisa, que trabalhará informações disponíveis em distintos bancos de dados contribui com o desenvolvimento do campo de saúde reprodutiva, gênero e direitos, com a implementação de políticas públicas de saúde para a população feminina, e gera elementos para a ampliação dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres no país.

Ocultar
A ESCOLHA DO CÔNJUGE E DO COMPADRE ENTRE IMIGRANTES E BRASILEIROS NA FAZENDA DE CAFÉ

Coordenador Principal: Maria Silvia Casagrande Beozzo Bassanezi

Início: 6/1905

Término: 2012


Resumo:

Esta pesquisa busca verificar e analisar a existência de padrões de compadrio e as redes estabelecidas através deles, entre os colonos do café (imigrantes estrangeiros e nacionais, entre estes também os descendentes de antigos escravos), assim como a existência de padrões de nomeação dos batizandos entre esses diferentes segmentos. Relaciona-os entre si e, na medida do possível, no caso dos estrangeiros com aqueles vigentes na terra de origem, apontando as semelhanças e diferenças, as mudanças e persistências.

Ocultar
ABORTO MEDICAMENTOSO NO BRASIL: TENSÕES CONTEMPORÂNEAS ENTRE CIÊNCIA, ESTADO E MERCADO (ETAPA 1)

Coordenador Principal: Margareth Martha Arilha Silva

Início: 2010

Término: 2011


Resumo:

O projeto analisa experiências de mulheres pobres paulistas com o uso abortivo do misoprostol, e mantém atualizado o conhecimento sobre normativas vigentes no país para o seu uso em políticas públicas de saúde, analisando mudanças ocorridas no período de 2005-2011. Adicionalmente o projeto busca identificar o volume de compra e venda do misoprostol no Brasil, via Estado e via mercado para o período 2009-2011, pesquisando as atuais vias de comercialização e acesso ao mesmo no Estado de São Paulo. Igualmente, o projeto tem um componente de diálogo e debate público com distintos atores sociais no país e na América Latina. e disseminaçao de informações , através da participação em seminários nacionais e internacionais.

Ocultar
ABORTO MEDICAMENTOSO NO BRASIL: TENSÕES CONTEMPORÂNEAS ENTRE CIÊNCIA, ESTADO E MERCADO (ETAPA 2)

Coordenador Principal: Margareth Martha Arilha Silva

Início: 1/2012

Término: 2013


Resumo:

A prática do aborto é considerada hoje ainda um grave problema de saúde pública, e nas últimas décadas o país assiste a um incremento no uso do aborto medicamentoso através da utilização de medicamentos à base de misoprostol. Esta ação tem implicações sociais, políticas, econômicas de grande impacto sobre a vida das mulheres e bem como sobre o desenho de políticas públicas de saúde reprodutiva. O projeto em questão tem como objetivos específicos evidenciar o uso do misoprostol para a realização de abortos seguros e inseguros, caracterizar as estratégias de restrição de acesso ao medicamento, assim como analisar as experiências de uso no extratos mais pobres da população, com ênfase no estudo da experiência subjetiva assim como da produção, circulação e venda de medicamentos falsificados. Os resultados devem ser disseminados em organizações acadêmicas, governos e sociedade civil no âmbito nacional e internacional.

Ocultar
AGREGAÇÃO DE DADOS CENSITÁRIOS EM UMA GRADE REGULAR PARA ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO E DE CARACTERÍSTICAS DA POPULAÇÃO - O CASO DE SÃO PAULO, 2010

Coordenador Principal: Alvaro de Oliveira D´Antona

Início: 6/2013

Término: 2015


Resumo:

A principal motivação da proposta é aplicar um método de agregação de dados censitários para representação espacial dos resultados do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010. Ao testar a metodologia para o estado de São Paulo, será gerado um Sistema de Informações Geográficas (SIG) com variáveis de ampla utilização em análises desde a perspectiva intramunicipal até a estadual. As coordenadas e os endereços dos domicílios visitados pelo IBGE constituem a base para a agregação em grade regular, possibilitando a conversão de objetos discretos - os pontos' representando os domicílios - em pequenas unidades de áreas, as células, que agregam as informações individuais. O tamanho das células será otimizado por algoritmo que levará em conta critérios de sigilo do IBGE e a distribuição dos domicílios em todo o estado. A grade por agregação apresenta vantagens com relação à representação dos dados censitários em unidades administrativas e em setores censitários. Além disso, a grade por agregação é mais fiel à real distribuição dos dados do que as grades geradas por técnicas de desagregação. A proposta inclui a aplicação de técnicas de estatística espacial para estimar o grau de concentração ou dispersão dos indicadores criados com base nos dados do censo, de tal modo a verificar padrões estatisticamente significantes de agrupamento" ou de dispersão das características demográficas. Além do desenvolvimento da metodologia e da própria grade otimizada para análise dos dados de todo o estado de São Paulo, este projeto disponibilizará seus resultados na forma de mapas impressos em grande formato e através de um servidor de mapas conectado à internet para que os usuários possam, remotamente, gerar seus próprios mapas com base no SIG criado.

Ocultar
AIDS E TRAJETÓRIAS SEXUAIS E REPRODUTIVAS EM GOIÂNIA E BELÉM

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 12/2008

Término: 12/2010


Resumo:

O presente projeto visa identificar como, e em que medida, a condição de soropositividade interfere na trajetória contraceptivas das mulheres com HIV, em especial no que se refere à gravidez indesejada e a prática do aborto. Para tanto estamos propondo a ampliação de um estudo quali-quantitativo, ora em andamento nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste, para as regiões Norte e Centro Oeste. A análise do conjunto de material produzido por esta pesquisa visa, respectivamente: comparar a frequência de aborto induzido entre mulheres soropositivo e mulheres da população feminina em geral, usuárias de serviços públicos de saúde em treze municípios brasileiros; investigar os fatores associados à prática de abortamento induzido na amostra de mulheres investigadas; descrever o contexto de tomada de decisão com relação à gravidez indesejada e ao aborto entre mulheres HIV positivo e sua relação com as trajetórias contraceptivas; analisar as inter-relações entre a soropositividade para o HIV e as decisões tomadas com relação à gravidez indesejada e estudar as rotas críticas/trajetórias/percursos utilizados frente a uma gravidez indesejada.

Ocultar
ALÉM DO CENTRO-SUL: POR UMA HISTÓRIA DA POPULAÇÃO COLONIAL NOS EXTREMOS DOS DOMÍNIOS PORTUGUESES NA AMÉRICA

Coordenador Principal: Sergio Odilon Nadalin - coordenador/ Maria Silvia C. Beozzo Bassanezi

Início: 2008

Término: 2009


Resumo:

Este projeto busca lançar as bases de um projeto interinstitucional e de abrangência nacional, que padronize procedimentos metodológicos para a coleta e o tratamento das fontes documentais, possibilitando análises comparadas no tempo e no espaço e expandindoos estudos de história demográfica. Nesse sentido, os membros do grupo de pesquisa "Demografia & História", almejam, por meio da exploração sumária e amostral das fontes paroquiais selecionadas, demonstrar a viabilidade do projeto e dar início a uma discussão a respeito dos regimes demográficos diferenciados do passado brasileiro.

Ocultar
ALÉM DO CENTRO-SUL: POR UMA HISTÓRIA DA POPULAÇÃO COLONIAL NOS EXTREMOS DOS DOMÍNIOS PORTUGUESES NA AMÉRICA (FASE 2)

Coordenador Principal: Sergio Odilon Nadalin - coordenador/ Maria Silvia C. Beozzo Bassanezi/ Maísa Cunha

Início: 2011

Término: 2013


Resumo:

O objetivo geral do projeto, nesta segunda fase, é estabelecer as bases para a discussão dos regimes demográficos da população brasileira no passado. Considerando-se que este projeto constitui a segunda etapa de uma proposta mais ambiciosa, e que ainda não foram superados os desequilíbrios nos conhecimentos da história demográfica brasileira, continua-se ainda por privilegiar, neste momento, fontes referentes ao período colonial concernentes às regiões Norte, Nordeste e ao Extremo Sul da América Portuguesa. Os objetivos específicos do projeto são: 1. Reunir, arrolar, descrever e criticar sumariamente as fontes, a partir de critérios e procedimentos estabelecidos pelos integrantes do grupo. 2. Desenvolver banco de dados informatizado para inserção das informações padronizadas obtidas nos registros paroquiais. 3. Divulgar a proposta do grupo nas diversas instituições de pesquisa das regiões selecionadas, promovendo: 3.1 as condições para que trabalhem com o suporte teórico-método.

Ocultar
AMAZONIAN DEFORESTATION AND THE STRUCTURE OF HOUSEHOLDS (PHASE III)

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 2009

Término: 7/2013


Resumo:

Esta fase do trabalho visa identificar as mudanças sociais e ambientais decorrentes do processo de modernização da agricultura. São estudados os casos de três municípios: Lucas do Rio Verde (MT), Santarém (PA) e Altamira (PA). Em cada município foi realizado uma pesquisa tipo survey, com a finalidade de caracterizar a situação da população, especialmente em termos de condições de vida e histórico de mobilidade espacial

Ocultar
ANÁLISE E PREVISÃO DEMOGRÁFICA ATRAVÉS DE MATRIZES DE CRESCIMENTO E DISTRIBUIÇÃO POPULACIONAL INTERMUNICIPAL

Coordenador Principal: Jeronimo Oliveira Muniz

Início: 6/2009

Término: 6/2010


Resumo:

Entre os principais desafios para a área de projeções demográficas estão a volatilidade do componente migratório fundamental para a projeção de pequenas áreas; a compatibilização entre projeções de pequenas e grandes áreas de forma consistente; e a mensuração e inclusão da incerteza, de maneira objetiva, em cenários futuros de crescimento demográfico. A pesquisa proposta lida com estes três desafios ao desenvolver e testar uma metodologia simples de previsão populacional interregional para os municípios paulistas. Além disso, a pesquisa também descreverá os padrões e tendências das trocas migratórias municipais utilizando ferramentas de análise e visualização espacial que irão permitir a identificação de conglomerados de crescimento (ou descrescimento) populacional, e irão identificar as áreas aonde a migração é responsável pela maior parte da dinâmica demográfica observada. Para isso serão utilizados os dados dos Censos Demográficos de 1980, 1991 e 2000, e alguns indicadores municipais extraídos do site da Fundação Seade.

Ocultar
ANÁLISE ESPACIAL DA MORTALIDADE INFANTIL: DESCRIÇÃO DE ÁREAS DE RISCO NA REGIÃO METROPOLITANA DE MARINGÁ-PR

Coordenador Principal: Tirza Aidar/ Thaís A. de Freitas Mathias - Coordenador

Início: 2009

Término: 2011


Resumo:

O objetivo principal é descrever e analisar a distribuição espacial da mortalidade infantil em municipios da região metropolitana de Maringá para identificar áreas e populações de risco. A mortalidade infantil será analisada em relação a variáveis socioeconômicas. Será utilizado o banco de dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc).

Ocultar
AS DIMENSÕES HUMANAS DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS, SEUS IMPACTOS E CONSEQÜÊNCIAS NA URBANIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA: NOVOS PARADIGMAS PARA AS CIÊNCIAS SOCIAIS

Coordenador Principal: Ricardo Ojima

Início: 7/2008

Término: 6/2010


Resumo:

Trata-se de uma pesquisa que tem em seu horizonte a elaboração de instrumentos analíticos que contribuam para o planejamento urbano e regional, sobretudo, sob a luz das preocupações ambientais. Em resumo, busca-se consolidar o arcabouço teórico sobre um tema que ainda é pouco explorado na literatura brasileira (urbanização e mudanças ambientais globais) e oferecer novos elementos para o planejamento urbano e regional.

Ocultar
AS FAMÍLIAS BRASILEIRAS ATRAVÉS DOS CENSOS DEMOGRÁFICOS

Coordenador Principal: Maria Coleta Ferreira Albino de Oliveira / Marta Arretche - Coordenador

Início: 1/2012

Término: 8/2013


Resumo:

Este projeto pretende examinar o quanto o Brasil mudou nos últimos 50 anos. Seu principal eixo analítico diz respeito à trajetória das desigualdades ao longo deste período. Para a esmagadora maioria dos analistas, a desigualdade social e econômica é um dos traços mais consolidados da formação social brasileira. Sua convivência com altas taxas de crescimento econômico representa um desafio simultaneamente teórico e político. (...) É sabido que o Brasil mudou muito nos últimos 50 anos, mas descrições acuradas da natureza destas mudanças, que façam um balanço de diferentes dimensões da vida política e social, acompanhadas da identificação dos períodos de mudança, são raras. Além da descrição das mudanças, o projeto também pretende avançar na exploração dos vetores de mudança, dando especial atenção a dois fatores explicativos centrais nas teorias da mudança, quais sejam, estrutura e agência. Por fim, o projeto também pretende explorar duas dimensões distintas da desigualdade: entre indivíduos e entre dimensões do espaço, intraurbano e nacional.

Ocultar
AVALIAÇÃO DA OFERTA DO PRESERVATIVO FEMININO

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 3/2009

Término: 2011


Resumo:

O projeto tem por objetivo analisar oferta do preservativo feminino pelo Ministério da Saúde, como parte do processo mais amplo de enfrentamento da feminização da epidemia de HIV/Aids, de forma a produzir subsídios para a avaliação e, se necessário, reorientação da ação do governo nessa área. Pretende-se ainda produzir informações que possibilitem o desenho de um projeto de pesquisa mais amplo sobre o acesso e aceitabilidade do preservativo feminino no Brasil. Contempla a realização de análise documental e visitas a gestores, coordenadores e técnicos para identificar os processos de articulação entre diferentes instâncias de gestão - Área Técnica de Saúde da Mulher, Programa Nacional de DTS/Aids e Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, e os fluxos de distribuição e dispensação do preservativo feminino

Ocultar
COLETA DE DADOS REPRODUTIVOS PARA PAÍSES LATINO-AMERICANOS

Coordenador Principal: Tomas Sobotka - coordenador/ Everton Emanuel Campos de Lima

Início: 2013


Resumo:

Tal projeto visa coletar informações de fecundidade de diversos países latino-americanos, com o intuito de promover e facilitar futuros estudos comparativos sobre níveis e padrões de fecundidade desses países. Ele visa colaborar com adição de informações históricas de fecundidade de países Latino-Americanos aos dados do Human Fertility Collection (HFC). O HFC é um projeto sob a co-direções do Dr. Vladimir M. Shkolnikov e Dr. Dmitri Jdanov, Max Planck Institute for Demographic Research (MIPR), e Dr. Tomas Sobotka, Viena Institute of Demography (VID).

Ocultar
CONCORDÂNCIA RACIAL E ESTIMAÇÃO DE INTERVALOS DE CONFIANCA PARA PERCEPÇÕES SOBRE RACA/COR NO BRASIL

Coordenador Principal: Jeronimo Oliveira Muniz

Início: 3/2009

Término: 9/2009


Resumo:

O método oficial de classificação racial no Brasil é amplamanete criticado por ser ambíguo, subjetivo, não científico, variável e provisório. Políticas raciais específicas, entretanto, dependem de categorias raciais discretas para serem implementadas. Portanto, tendo em mente a variabilidade racial e a ausência de critérios científicos para classificar indivíduos em um ou outro grupo racial, este projeto tem três objetivos. O primeiro é avaliar a concordância de diferentes esquemas de classificação racial no Brasil segundo quatro metodologias diferentes: 1) auto declaração entre branco, pardo, preto; 2) auto classificação segundo fotografias; 3) categorização segundo a percepção do entrevistador; e 4) classificação segundo a ascendência, seguindo o modelo americaNº O segundo objetivo é avaliar a consistência destas metodologias quando apenas duas opções de classificação são oferecidas: branco ou preto. Ao esclarecer como pardos se reclassificariam sob distintos esquemas raciais dicotômicos, o projeto demonstrará porque a adoção de políticas raciais específicas pode ser problemática no Brasil. O terceiro objetivo é fornecer estimativas estatisticamente confiáveis e válidas para a raça/cor da população brasileira, combinando características individuais e distintos esquemas de categorização. As análises serão feitas utilizando os dados da Pesquisa Social Brasileira conduzida em 2002 pela Universidade Federal Fluminese (PESB 2002). A pesquisa tem representatividade nacional e a primeira a permitir o estudo proposto.

Ocultar
CONSTITUIÇÃO E DINÂMICA DAS FAMÍLIAS CONVIVENTES

Coordenador Principal: Elisabete Doria Bilac

Início: 8/2010

Término: 7/2012


Resumo:

Constituição e Dinâmica das Famílias conviventes insere-se no projeto maior Vulnerabilidade Sociodemográfica e Famílias em Regiões Metropolitanas Paulistas , de responsabilidade da Professora Elisabete Doria Bilac, Neste contexto geral, a presente proposta busca realizar uma análise qualitativa da constituição e dinâmica de famílias conviventes na Região Metropolitana de Campinas.

Ocultar
CONSTRUÇÃO DE TÁBUAS DE MORTALIDADE POR SEXO E RAÇA/COR

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha

Início: 10/2009

Término: 8/2010


Resumo:

Elaboração de Tábuas de Mortalidade da População Brasileira, desagregadas por sexo e pleo grupos de raça/cor para o período mais recente possível Objetivos Específicos: 1-Revisão de literatura especializada no Brasil e no exterior dedicada ao tema da produção das Tábuas de Mortalidade e, em havendo, sua decomposição pelos grupos de cor ou raça e sexo; 2-Desenvolvimento metodológico do estudo; 3-Tábuas de Mortalidade

Ocultar
CONTRIBUIÇÕES DA ECONOMIA ECOLÓGICA À ANÁLISE DO CRESCIMENTO URBANO, VULNERABILIDADE E ADAPTAÇÃO ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NO LITORAL DE SÃO PAULO

Coordenador Principal: Zoraide Amarante

Início: 40210

Término: 2012


Resumo:

O trabalho complementará o das equipes do projeto, com ênfase na economia regional e as consequências da mudança climática; mercado de trabalho e as obras de infraestrutura em andamento no Litoral Norte; e a avaliação econômica das atividades produtivas, da distribuição populacional e dos conflitos sobre uso e ocupação do solo

Ocultar
DESAFIOS PARA A URBANIZAÇÃO SUSTENTÁVEL NO ESPAÇO INTRA METROPOLITANO DE CAMPINAS E SANTOS: MOBILIDADE POPULACIONAL, VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL E AS EVIDENCIAS (LOCAIS, REGIONAIS E GLOBAIS) DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS

Coordenador Principal: Ricardo Ojima

Início: 11/2007

Término: 10/2009


Resumo:

Não são raras as associações entre urbanização e degradação ambiental, sobretudo quando se relaciona o crescimento da população urbana à escassez de recursos, poluição e qualidade de vida. Entretanto, as recentes mudanças no padrão de distribuição populacional nas principais aglomerações urbanas do país apontam para um padrão de urbanização disperso e fragmentado - como conseqüência das mudanças estruturais da sociedade e as novas formas de mobilidade espacial - que colocam novos desafios para o entendimento dos processos sociais e a distribuição da população nos contextos metropolitanos. Tendo como pano de fundo a discussão da vulnerabilidade socioambiental, a pesquisa procurará abordar as relações entre urbanização e as mudanças ambientais nas suas escalas locais, regionais e globais em uma perspectiva comparativa a partir dos casos das metrópoles do interior paulista (Campinas e Santos). Assim, com a utilização dos dados da pesquisa em andamento junto ao Núcleo de Estudos de População (NEPO/UNICAMP) nas duas regiões citadas será possível aprofundar tais relações evidenciando algumas causas e conseqüências das mudanças ambientais nos contextos metropolitanos.

Ocultar
DESIGUALDADES NA POBREZA: INTERAÇÕES ENTRE AS TRAJETÓRIAS DOS MORADORES DA NOVA JAGUARÉ (FAVELA VILA NOVA JAGUARÉ) E O PROGRAMA DE URBANIZAÇÃO DE FAVELAS NA CIDADE DE SÃO PAULO

Coordenador Principal: Maria Encarnacion Moya Recio

Início: 8/2012

Término: 7/2014


Resumo:

Este projeto se insere nos estudos contemporâneos sobre pobreza, desigualdades urbanas e vulnerabilidade social, tendo como espaço de investigação a cidade de São Paulo. Seu objetivo geral é investigar as relações entre pobreza e vulnerabilidade social, as condições e modos de vida de indivíduos e grupos domésticos moradores de favela e as políticas públicas. O projeto tem por objeto as interações entre os percursos de vida de moradores e famílias que vivem diferentes situações de pobreza e vulnerabilidade e o programa de urbanização de favelas ora em curso. A partir de uma abordagem biográfica em que se analisam as diversas trajetórias individuais – familiares, ocupacionais, residenciais, etc. –, assim como seu entre entrecruzamento no nível do domicílio, exploro a dinâmica das condições e modos de vida, e como estas são afetadas pelo processo de urbanização. Mais especificamente, ao mostrar que a moradia é mais do que mera "questão habitacional" e que na favela convivem situações diferenciadas de pobreza e vulnerabilidade, busco analisar como uma intervenção pública de grande envergadura na vida privada é um evento heurístico que permite problematizar as desigualdades na pobreza, sua produção e reprodução.

Ocultar
DESIGUALDADES SOCIOECONÔMICAS E ÉTNICO-RACIAIS COMO DETERMINANTES SOCIAIS PARA AS CONDIÇÕES DE SAÚDE DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

Coordenador Principal: Luciana Correia Alves

Início: 9/2013

Término: 10/2015


Resumo:

O Brasil está entre aqueles com graus mais elevados de desigualdade social no mundo. A situação socioeconômica desempenha um papel fundamental na determinação da saúde dos indivíduos. A questão racial é um fator altamente condicionante para os estados de saúde. As políticas na área de saúde têm sido frequentemente planejadas com base em informações sobre mortalidade. Na realidade, os dados usuais de mortalidade são insuficientes para mensurar as necessidades e as iniquidades; afinal, é preciso saber não apenas o total de anos vividos, mas também o estado de saúde da população a cada idade. Dessa forma, as medidas de expectativa de vida saudável são importantes para guiar políticas públicas. Além disso, podem prover informações sobre a demanda por serviços de saúde, permitindo que as autoridades estimem a necessidade por cuidados no presente e futuro para a população atual. Objetivos: mensurar, para o Brasil e Grandes Regiões, por sexo, idade, educação, renda e raça/cor da pele, a expectativa de vida livre de e com doenças crônicas nos anos de 1998, 2003 e 2008. Métodos e forma de análise: o estudo será desenvolvido com base em dados provenientes da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio dos anos de 1998, 2003 e 2008, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Sistema de Informação de Mortalidade. As estimativas da expectativa de vida livre de doenças crônicas e expectativa de vida com 12 doenças crônicas auto-referida (artrite/reumatismo, câncer, hipertensão, diabetes, bronquite/asma, doença do coração, insuficiência renal crônica, depressão, problema na coluna, tendinite/tenossinovite, tuberculose e cirrose) para o Brasil e Grandes Regiões por sexo, grupo de idade, educação, renda e raça/cor da pele nos anos de 1998, 2003 e 2008 serão geradas com base na construção de uma tabela de sobrevivência, com base no Método de Sullivan. Considerações finais: a redução das desigualdades socioeconômicas e étnico-racial no estado de saúde da população é um grande desafio. Aprofundar as discussões sobre as iniquidades em saúde entre as regiões brasileiras e grupos populacionais ao longo do tempo pode contribuir para o alcance de uma satisfatória condição de vida e saúde da população.

Ocultar
DIFERENCIAIS NA FECUNDIDADE POR EDUCAÇÃO E ESTADO CONJUGAL: FATORES CULTURAIS E ESTRUTURAIS.

Coordenador Principal: Joice Melo Vieira

Início: 9/2013

Término: 8/2014


Resumo:

O principal objetivo deste estudo é investigar a fecundidade segundo estado conjugal e nível educacional das mulheres, explorando possíveis relações entre educação e constituição de prole fora do casamento formal. Pretendemos considerar também o entorno sociocultural e religioso destas mulheres, respeitando as clivagens por educação e estado conjugal na análise dos níveis de fecundidade alcançados, para melhor avaliar fatores que podem estar correlacionados com a realização da fecundidade fora do matrimônio. Ademais, este estudo ambiciona esclarecer qual é o contexto familiar em que as crianças brasileiras estão nascendo e desvendar características do processo de constituição de família no país. Os dados utilizados são provenientes das DHS 1886 e 1996 e PNDS de 2006. Dados censitários são utilizados de modo complementar.

Ocultar
DINÁMICA DEL MERCADO DE TRABAJO Y FORMACIÓN FAMILIAR EN ESPAÑA DURANTE EL CAMBIO DE SIGLO

Coordenador Principal: Joice Melo Vieira

Início: 2011

Término: 2013


Resumo:

España ha experimentado cierta prosperidad en el mercado de trabajo y un incremento de la inmigración sin precedentes durante los años finales del siglo XX y los primeros años del XXI. De hecho, el empleo ha mejorado en cantidad (mayor actividad y ocupación) y en calidad (mayor proporción de contratos indefinidos). La juventud también se ha beneficiado de esta mejora, pues han conseguido trabajos más estables. Algunos indicadores demográficos, particularmente relacionados con la emancipación, la formación de la pareja y la fecundidad, han crecido en paralelo a estas tendencias Ha aprovechado la gente joven la mejora en las circunstancias coyunturales para formar más parejas y tener más hijos y con un calendario más temprano? O están el aumento en el número de parejas y la mayor fecundidad causadas por las nuevas pautas de comportamiento entre la inmigración? Y, finalmente ha cambiado el modelo de género entre estas nuevas parejas?

Ocultar
DINÂMICA INTRAMETROPOLITANA E VULNERABILIDADE SÓCIO-DEMOGRÁFICA NAS METRÓPOLES DO INTERIOR PAULISTA: CAMPINAS E SANTOS

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 2003

Término: 11/2009


Resumo:

Busca elaborar uma análise detalhada dos processos de constituição e expansão das Regiões Metropolitanas de Campinas e Santos com ênfase nos processos sócio-demográficos e suas interações com elementos do processo de estruturação das metrópoles nas últimas décadas. Desenvolve também uma nova forma de caracterizar a segmentação sócio-espacial destes aglomerados urbanos a partir do uso de do conceito de vulnerabilidade social. Esse estudo foca a questão nos fatores que tornam os indivíduos e/ou famílias mais ou menos vulneráveis, incluindo aqueles físico-territoriais. Propõe-se a combinação de dois níveis espaciais de análise: o regional e o intra-urbaNº No primeiro caso, os dados municipais como população, mobilidade populacional e características demográficas serão elementos centrais para a análise das especificidades sócio-demográficas destas áreas e suas funções na constituição da metrópole multivariadas, respectivamente.

Ocultar
DINÂMICA REGIONAL PAULISTA: MIGRAÇÃO, MERCADO DE TRABALHO E REESTRUTURAÇÃO URBANA

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 2008

Término: 2010


Resumo:

Nesses últimos 20 anos, a dinâmica sócio-econômica paulista passou por enormes transformações articulando e redesenhando os espaços na metrópole e no interior. Novas regiões metropolitanas se consolidaram, outras se encontram em processo de formação e nota-se a constituição de pólos regionais com algum grau de integração econômica. Essa nova configuração sócio-econômica impõe, de um lado, melhor conhecimento de sua dinâmica espacial e, por outro, a definição de instrumentos de política pública adequados ao novo contexto. Este projeto mais amplo tem o propósito de produzir um mapa da dinâmica sócio-econômica do Estado de São Paulo que identifique as regiões metropolitanas e pólos econômicos e que possibilite a construção de um Sistema de Informações que auxilie a tarefa de elaboração e implementação das políticas públicas para o desenvolvimento. Três eixos temáticos serão considerados na elaboração do Sistema de Informações: - Organização econômica e trabalho, - Processos sociodemográficos, Políticas de Proteção Social. Os dois primeiros eixos articulam as dinâmicas econômica, social e demográfica. O último congrega, no âmbito das políticas públicas, o acesso dos segmentos específicos da população, a disponibilidade de equipamentos e de serviços pelos órgãos competentes e o perfil das recentes políticas de transferência de renda. A integração das dimensões envolvidas nos eixos temáticos resultará na elaboração de indicadores para as políticas públicas, bem como de um mapa sobre a dinâmica socioespacial hoje prevalecente no Estado. No campo institucional, o projeto deverá fortalecer o trabalho conjunto realizado entre o Instituto de Economia, o Núcleo de Estudos de População e o Núcleo de Estudos de Políticas Públicas, além de buscar consolidar relações com os diversos níveis de governo do Estado de São Paulo. .

Ocultar
DINÂMICA REGIONAL PAULISTA: MIGRAÇÃO, MERCADO DE TRABALHO E RESTRUTURAÇÃO URBANA - FASE 2

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 3/2008

Término: 2/2011


Resumo:

Nesses últimos 20 anos, a dinâmica sócio-econômica paulista passou por enormes transformações articulando e redesenhando os espaços na metrópole e no interior. Novas regiões metropolitanas se consolidaram, outras se encontram em processo de formação e nota-se a constituição de pólos regionais com algum grau de integração econômica. Essa nova configuração sócio-econômica impõe, de um lado, melhor conhecimento de sua dinâmica espacial e, por outro, a definição de instrumentos de política pública adequados ao novo contexto. Este projeto mais amplo tem o propósito de produzir um mapa da dinâmica sócio-econômica do Estado de São Paulo que identifique as regiões metropolitanas e pólos econômicos e que possibilite a construção de um Sistema de Informações que auxilie a tarefa de elaboração e implementação das políticas públicas para o desenvolvimento. Três eixos temáticos serão considerados na elaboração do Sistema de Informações: - Organização econômica e trabalho, - Processos sociodemográficos, Políticas de Proteção Social. Os dois primeiros eixos articulam as dinâmicas econômica, social e demográfica. O último congrega, no âmbito das políticas públicas, o acesso dos segmentos específicos da população, a disponibilidade de equipamentos e de serviços pelos órgãos competentes e o perfil das recentes políticas de transferência de renda. A integração das dimensões envolvidas nos eixos temáticos resultará na elaboração de indicadores para as políticas públicas, bem como de um mapa sobre a dinâmica socioespacial hoje prevalecente no Estado. No campo institucional, o projeto deverá fortalecer o trabalho conjunto realizado entre o Instituto de Economia, o Núcleo de Estudos de População e o Núcleo de Estudos de Políticas Públicas, além de buscar consolidar relações com os diversos níveis de governo do Estado de São Paulo. .

Ocultar
DIVULGAÇÃO, CONHECIMENTO E PERCEPÇÃO DE SEGURANÇA/INSEGURANÇA ALIMENTAR ENTRE OS GUARANI EM SÃO PAULO

Coordenador Principal: Marta Maria do Amaral Azevedo

Início: 2010

Término: 2011


Resumo:

Discutir junto às comunidades Guarani no litoral de SP os resultados do projeto sobre Segurança/Insegurança Alimentar desenvolvido entre os anos de 2007 a 2010, produzindo materiais de divulgação direcionados a essas comunidades.

Ocultar
DO DISCURSO DA FILIAÇÃO ILEGÍTIMA AO DISCURSO DA PATERNIDADE RESPONSÁVEL: TRANSFORMAÇÕES JURÍDICAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E ESTATÍSTICAS SOCIAIS

Coordenador Principal: Joice Melo Vieira

Início: 2010

Término: 2/2013


Resumo:

O propósito central deste projeto é investigar como se dá a passagem do discurso sobre a filiação ilegítima para o discurso da paternidade responsável. Quais as interfaces existentes entre mudanças legais, políticas públicas de equidade de gênero no exercício da parentalidade e as demandas de construção e uso de estatísticas sociais? A metodologia de trabalho desta proposta se baseia na leitura crítica da bibliografia nacional e internacional sobre nascimentos fora do casamento, visando situar a voz dos estudos de população neste debate à luz das contribuições sobre as transformações na família. A presente proposta se insere no campo das preocupações com a necessidade de analisar a paternidade a partir de dados sócio-demográficos à luz da perspectiva de gênero. Neste trabalho utilizaremos como fonte a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD); a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS) e dados provenientes do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc)/Ministério da Saúde. Mais do que alcançar grandes conclusões sobre um assunto que tende a ser polêmico e trazer à tona as concepções mais profundas que as pessoas nutrem em matéria de família, o mote da pesquisa é estabelecer um diálogo entre os dados empíricos e as teorias de gênero que iluminam a compreensão da parentalidade e mais precisamente de aspectos relacionais da maternidade/paternidade..

Ocultar
DOENÇAS NEGLIGENCIADAS E NEGRITUDE: IMPORTÂNCIA DE REVELAR DESIGUALDADES

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha

Início: 2013


Resumo:

Entende-se por doença negligenciada, conceito relativamente recente, aquelas não só prevalecem em condições de pobreza, mas também contribuem para a manutenção do quadro de desigualdade, marginalização e exclusão , representando um forte entrave à melhora de condições de vida da população e de desenvolvimento dos países. Estas enfermidades são causadas por agentes infecciosos e parasitários (vírus, bactérias, protozoários e helmintos) caracterizando-se como doenças endêmicas em populações de baixa renda.

Ocultar
DYNAMICS OF REFORESTATION IN COUPLED SOCIAL-ECOLOGICAL SYSTEMS: MODELING LAND-USE DECISION MAKING AND POLICY IMPACTS

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 2007

Término: 2010


Resumo:

Esta pesquisa visa conhecer aspectos do uso da terra na zona rural dos municípios de Campinas, Jundiaí, Monteiro Lobato, São José dos Campos, São Luis do Paraitinga e Ubatuba, especificamente no que se refere a características das propriedades, dos proprietários e da variação das áreas florestadas. A partir dos dados levantados será realizada uma comparação entre a situação nos Estados de São Paulo e de Indiana (EUA), tendo como perspectiva teórica a discussão sobre transição florestal..

Ocultar
EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA: INOVAÇÃO, PARTICIPAÇÃO DOCENTE E AVALIAÇÃO.

Coordenador Principal: Elie G Ghanem Jr - coordenador/ Marta Maria do Amaral Azevedo

Início: 10/2011

Término: 12/2013


Resumo:

O projeto teve como objetivos principais sistematizar e compreender os indicadores de educação para a região do Alto Rio Negro, noroeste do estado do Amazonas, especificamente as terras indígenas. Paralelamente ao trabalho quantitativo foram feitas observações participantes em salas de aula das escolas Wanana, Tuyuka e Baniwa, com o objetivo de entender o siginficado de escola para esses povos.

Ocultar
ESPAÇOS MIGRATÓRIOS E A PROBLEMÁTICA AMBIENTAL NO MERCOSUL - IRD

Coordenador Principal: Sylvain Souchaud

Início: 4/2005

Término: 6/2010


Resumo:

O projeto representa um esforço interinstitucional e interdisciplinar de entendimento das novas modalidades migratórias e suas implicações territoriais no âmbito regional do Mercosul.Convênios Bilaterais / Edital 42/2004 - CNPq/IRD – França

Ocultar
ESTIMATIVAS DE MORTALIDADE PARA PEQUENAS ÁREAS NO BRASIL: A APLICAÇÃO DE UMA NOVA METODOLOGIA ATRAVÉS DA COMBINAÇÃO DE MÉTODOS DEMOGRÁFICOS E ESTATÍSTICOS.

Coordenador Principal: Flávio H. M. Freire - Coordenador /Everton Emanuel Campos de Lima

Início: 2011

Término: 2013


Resumo:

O objetivo central deste projeto é utilizar métodos estatísticos que, combinados com métodos demográficos, possibilitem a correção dos registros de mortalidade para diversas localidades, até mesmo áreas menores, como os municípios brasileiros. Para tanto, a metodologia desenvolvida neste estudo será aplicada ao conjunto dos municípios brasileiros, com base nos dados fornecidos pelo Sistema de Informação de Mortalidade (SIM/DATASUS).

Ocultar
ESTUDO COMPARATIVO EM SAÚDE DA POPULAÇÃO NEGRA E BRANCA NO ESTADO DE SÃO PAULO E REGIÕES METROPOLITANAS

Coordenador Principal: Wilson Sabino

Início: 8/2008

Término: 2009


Resumo:

O principal objetivo deste projeto é o estudo comparativo em saúde da população negra e branca no Estado de São Paulo e Regiões Metropolitanas

Ocultar
ESTUDO DO CONCEITO E PERCEPÇÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL EM SOCIEDADES GUARANI DO SUDESTE DO BRASIL

Coordenador Principal: Ana Maria Segall Correa/Marta Maria do Amaral Azevedo

Início: 3/2006

Término: 2/2010


Resumo:

Este objeto refere-se à realização de pesquisa que visa subsidiar políticas públicas com informações relevantes, para promoção da segurança alimentar e prevenção de problemas de saúde relacionados às carências alimentares, em comunidades indígenas. Além disto, este projeto tem como objetivos fazer um estudo sobre as concepções guarani sem segurança alimentar e um análise demográfica dessa população, enfocando a questão da mobilidade espacial.

Ocultar
ESTUDO DO IMPACTO AMBIENTAL DA REPLAN NA SUA FORÇA DE TRABALHO E NA REGIÃO DE PAULÍNIA

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha

Início: 4/2012

Término: 9/2012


Resumo:

Estudo do Impacto Ambiental da REPLAN na sua força de trabalho e na região de Paulínia.

Ocultar
ESTUDO GENIH: GÊNERO E INFECÇÃO PELO HIV: PRATICAS E DECISÕES RELATIVAS À SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 11/2013

Término: 10/2015


Resumo:

Tendo como ponto de partida o contexto de feminização da epidemia do HIV/Aids e a carência de estudos sobre as implicações deste diagnóstico nas decisões relativas à saúde sexual e reprodutiva das mulheres, o presente projeto propõe investigar aspectos da saúde sexual e reprodutiva de mulheres vivendo com HIV/Aids (MVHA) e comparando-os com mulheres soronegativas para o HIV, ou não vivendo com HIV/Aids (MNVHA. Especial atenção será dada à influência de dimensões do contexto social e relacional dessas mulheres, particularmente a presença de situações de violência de gênero sofrida, e do contexto institucional de cuidado à saúde nas práticas sexuais e reprodutivas de mulheres de ambos os grupos. Neste sentido, são objetivos específicos desta pesquisa: 1. Comparar características sociodemográficas e de comportamento sexual e reprodutivo de MVHA e MNVHA, incluindo acesso e uso de métodos contraceptivos, a ocorrência de gravidez não planejada, e histórico de interrupção de gestação; 2. Descrever e comparar a proporção de MVHA e MNVHA que relatam situações de violência psicológica, física e/ou sexual sofrida e a associação desses episódios com aspectos da saúde sexual e reprodutiva de MVHA e MNVHA; 3. Entre MVHA, investigar a especificidade da infecção pelo HIV/AIDS nas decisões e práticas relacionadas à vida sexual e reprodutivas dessas mulheres; 4. Investigar a associação de características dos serviços de saúde e da assistência à saúde sexual e reprodutiva de MVHA e MNVHA com suas práticas/decisões contraceptivas e reprodutivas. 5. Investigar e comparar entre MVHA e MNVHA os fatores individuais, relacionais, sociais e programáticos/institucionais associados a práticas contraceptivas em uso, a ocorrência de gravidez não planejada e ao histórico de interrupção de gestação.

Ocultar
ESTUDO SOBRE TRAJETÓRIAS CONTRACEPTIVAS, GRAVIDEZ INDESEJADA E ABORTO ENTRE MULHERES BRASILEIRAS HIV POSITIVO

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 3/2008

Término: 2011


Resumo:

A ocorrência de uma gestação indesejada em uma mulher portadora do HIV pode ser o resultado de uma dificuldade de prevenção sexual tanto em relação à gestação quanto à infecção. No entanto, contracepção e prevenção da infecção pelo HIV não são necessariamente superpostas. A relação entre contracepção e prevenção do HIV é bastante complexa, dado que possuem significados simbólicos e culturais distintos, envolvem agenciamentos específicos e nem todos os meios de prevenção da gravidez previnem contra a infecção pelo HIV, do mesmo modo que o preservativo masculino não possui a mesma efetividade em termos de prevenção da gravidez e de DSTs/HIV. O presente projeto visa identificar como, e em que medida, a condição de soropositividade interfere na trajetória contraceptivas das mulheres com HIV, em especial no que se refere à gravidez indesejada e a prática do aborto. Para tanto é proposto um estudo quali-quantitativo, no qual na etapa quantitativa serão analisados os dados da pesquisa "Estudo sobre comportamentos sexuais e contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres", realizada em 2004 com apoio do Programa Nacional de DST/ Aids e até o momento não analisados, incluindo 1785 mulheres vivendo com HIV e 2150 com sorologia desconhecida, usuárias de unidades de saúde do SUS em 13 municípios brasileiros.

Ocultar
EXECUTOR RTI - 2010 - RESERVA TÉCNICA PARA CUSTOS DE INFRAESTRUTURA INSTITUCIONAL PARA PESQUISA.

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 8/2011

Término: 7/2012


Resumo:

Reserva técnica para custos de infraestrutura institucional para pesquisa.

Ocultar
FAMÍLIA, GÊNERO E DEMOGRAFIA: LIMITES E POTENCIALIDADES DAS FONTES DE DADOS BRASILEIRAS NOS ÚLTIMOS 25 ANOS

Coordenador Principal: Maria Coleta F. Albino de Oliveira

Início: 1/2010

Término: 12/2015


Resumo:

O principal objetivo deste projeto é explorar as potencialidades e os limites das bases de dados existentes para o estudo da estrutura e organização familiar e as mudanças sofridas no tempo. O que se pretende é realizar um balanço sistemático das fontes de informação sobre o tema, explorar as tendências que emergem dos diversos conjuntos de informação e indicar aspectos ainda pouco explorados e lacunas de conhecimento que as bases existentes ainda não permitem elucidar. A preocupação central é mapear as fontes e ponderar sobre a situação em que nos encontramos em termos de informações fidedignas para os estudos sobre as tendências das famílias no Brasil nos últimos 25 anos. Processos de mudanças sociais e demográficas intensificaram-se ao se aproximar o final do milênio, decorrendo daí a delimitação do período a ser focalizado..

Ocultar
FAMÍLIA, GÊNERO E DEMOGRAFIA: LIMITES E POTENCIALIDADES DAS FONTES DE DADOS BRASILEIRAS NOS ÚLTIMOS 25 ANOS - BOLSISTA RECÉM-DOUTOR DA CAPES PELO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD)

Coordenador Principal: Glaucia dos Santos Marcondes

Início: 2010

Término: 2013


Resumo:

Projeto aprovado junto ao Programa Nacional de Pós-Doutorado da Capes. O principal objetivo deste projeto é explorar as potencialidades e os limites das bases de dados existentes para o estudo da estrutura e organização familiar e as mudanças sofridas no tempo. O que se pretende é realizar um balanço sistemático das fontes de informação sobre o tema, explorar as tendências que emergem dos diversos conjuntos de informação e indicar aspectos ainda pouco explorados e lacunas de conhecimento que as bases existentes ainda não permitem elucidar. A preocupação central é mapear as fontes e ponderar sobre a situação em que nos encontramos em termos de informações fidedignas para os estudos sobre as tendências das famílias no Brasil nos últimos 25 anos. Processos de mudanças sociais e demográficas intensificaram-se ao se aproximar o final do milênio, decorrendo daí a delimitação do período a ser focalizado.

Ocultar
FAMÍLIAS MULTIGERACIONAIS: PROCESSOS SOCIODEMOGRÁFICOS E AS TRANSFORMAÇÕES NA COMPOSIÇÃO DOMÉSTICO-FAMILIAR NO BRASIL A PARTIR DE 1970.

Coordenador Principal: Glaucia dos Santos Marcondes

Início: 12/2013

Término: 11/2015


Resumo:

O estudo tem por objetivo analisar características dos integrantes de domicílios que abrigam três ou mais gerações de pessoas com vínculo de parentesco. Visa identificar e analisar nessas unidades doméstico-familiares multigeracionais: (a) o tipo de composição familiar; (b) os perfis sociodemográficos dessas unidades; e (c) as possíveis mudanças e persistências nas condições em que se articulam a corresidência entre várias gerações ao longo do tempo e em regiões distintas. Um segundo objetivo mais geral do trabalho é contribuir para uma reflexão teórico-metodológica sobre os limites, avanços e alternativas que a fonte censitária e os indicadores comumente utilizados oferecem para a análise das transformações nas famílias contemporâneas. Quais os ganhos obtidos e os entraves observados com o uso desse ferramental? Que outras alternativas de informações, técnicas de análise e indicadores poderiam ser pensadas para avançar nas questões trazidas pelo campo de estudos sobre famílias e domicílios?.

Ocultar
FAPLIVROS VI

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 4/2010

Término: 3/2011


Resumo:

FAPLIVROS VI

Ocultar
GENERATION OF ALCOHOL PRODUCTION SCENARIOS AS SUPPORT FOR THE FORMULATION OF PUBLIC POLICIES APPLIED TO THE ADAPTATION OF THE NATIONAL SUGAR AND ALCOHOL INDUSTRY TO THE CLIMATE CHANGES

Coordenador Principal: Jurandir Zullo Júnior - coordenador/Tirza Aidar/Rosana Baeninger

Início: 11/2010

Término: 2014


Resumo:

Contribuir para o estabelecimento de políticas públicas que favoreçam a adaptação do setor sucroalcooleiro às mudanças climáticas, considerando a sua importância para o país, com base: i) Na experiência acumulada no país, principalmente em São Paulo; ii) Na disponibilidade de recursos naturais; iii) No desenvolvimento das tecnologias agrícola e industrial; iv) Na importância da divulgação científica; e v) Nos impactos diretamente associados ao seu desempenho (meio-ambiente, segurança alimentar e nutricional, dinâmica demográfica e saúde humana).

Ocultar
GÊNERO, CONJUGALIDADE E FAMÍLIA: INCURSÕES COMPARATIVAS NAS RELAÇÕES HOMEM-MULHER EM CAMADAS POPULARES E IMPLICAÇÕES PARA A VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR

Coordenador Principal: Maria Coleta F. A. de Oliveira

Início: 3/2007

Término: 2/2010


Resumo:

O projeto como um todo tem por objetivo desvendar os fatores sócio-culturais que modelam as atitudes e práticas masculinas relativas à conjugalidade e à paternidade, a partir de uma perspectiva de gênero.

Ocultar
GESTÃO CONJUNTA DE RISCOS CONTRACEPTIVOS E PREVENTIVOS: UM ESTUDO SOBRE ESTERILIZAÇÃO CONTRACEPTIVA EM MULHERES VIVENDO COM HIV/AIDS

Coordenador Principal: Cristiane da Silva Cabral

Início: 11/2012

Término: 11/2013


Resumo:

Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa e quantitativa acerca de questões contraceptivas e reprodutivas de mulheres vivendo com HIV/Aids, especificamente no que diz respeito ao processo de decisão pela esterilização feminina, e as repercussões desta escolha sobre suas trajetórias afetivas, conjugais e sexuais. Ele é o desdobramento de um projeto de pesquisa maior, intitulado GENIH: estudo sobre práticas e decisões relativas à saúde sexual e reprodutiva no contexto da epidemia de HIV/AIDS no município de São Paulo , coordenado por R. M. Barbosa, NEPO/UNICAMP. A presente proposta de investigação pretende explorar questões contraceptivas e reprodutivas de mulheres vivendo com HIV/Aids, especificamente no que diz respeito ao processo de decisão pela esterilização feminina, e as repercussões desta escolha sobre suas trajetórias afetivas, conjugais e sexuais. O enfoque incide sobre a gestão dos riscos contraceptivos e preventivos, e o modo como esse aspecto se coaduna com a esfera da sexualidade. O dispositivo quantitativo da investigação está sendo conduzido no município de São Paulo (São Paulo, Brasil), com vistas a comparar duas amostras representativas de MVHA e MNVHA, usuárias dos serviços públicos de saúde. A abordagem qualitativa está sendo desenvolvida a partir de entrevistas individuais junto a profissionais de saúde que atuam em serviços públicos de saúde especializados na atenção aos portadores do HIV.

Ocultar
IMIGRAÇÃO INTERNACIONAL DE MULHERES EM SÃO PAULO

Coordenador Principal: Szilvia Simai

Início: 1/2011

Término: 12/2012


Resumo:

Análise dos discursos individuais sobre a imigração contemporânea e sobre a herança histórica da imigração internacional

Ocultar
IMIGRAÇÃO INTERNACIONAL E DINÂMICA DEMOGRÁFICA PAULISTA NO TEMPO DO CAFÉ

Coordenador Principal: Maria Silvia Casagrande Beozzo Bassanezi

Início: 3/2007

Término: 2/2010


Resumo:

A imigração internacional é, sem dúvida alguma, um dos maiores temas da história social e demográfica do Estado de São Paulo, entre meados do século XIX e meados do século XX. Nesse período de um século, entraram em terras paulistas por volta de dois milhões e quinhentos mil imigrantes, dos quais, cerca de dois milhões e duzentos mil chegaram entre 1885 e 1929, atraídos principalmente pela expansão da cafeicultura. O volume e as características dessa corrente imigratória provocaram um grande crescimento e profundas alterações na estrutura e na dinâmica populacional desse estado. Em outras palavras, ampliaram a população local e alteraram a estrutura por sexo, idade, estado conjugal até então vigente e, em conseqüência, modificaram as taxas de nupcialidade, fecundidade e mortalidade observadas até então. Taxas que, por sua vez, interferiram no processo de transição demográfica das regiões onde os imigrantes se inseriram.

Ocultar
IMIGRAÇÃO INTERNACIONAL E INTERNA DE MULHERES EM SÃO PAULO: CONHECENDO O PASSADO E O PRESENTE

Coordenador Principal: Roberta Guimarães Peres

Início: 4/2011

Término: 3/2013


Resumo:

Recuperar e construir a participação das mulheres nos fluxos migratórios internacionais desde a grande imigração de massa até os dias atuais.

Ocultar
INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA E SUSTENTABILIDADE DAS TERRAS INDÍGENAS NO BRASIL: TESTANDO METODOLOGIAS

Coordenador Principal: Marta Maria do Amaral Azevedo

Início: 3/2011

Término: 4/2012


Resumo:

O projeto estudou as informações existentes sobre as populações e terras indígenas e criou de indicadores demográficos, de saúde e educação, dos povos indígenas residentes em Terras Indígenas. O projeto é desenvolvido em parceria com o Instituto Socioambiental - ISA.

Ocultar
INEQUALITY AND GENDER: FAMILY CHARACTERISTICS AND DYNAMICS IN BRAZIL

Coordenador Principal: Maria Coleta F. A. de Oliveira

Início: 2006

Término: 7/2009


Resumo:

Explorar bancos de dados existentes sobre arranjos familiares, nupcialidade e fecundidade e diferenças associadas as condições socioeconômicas

Ocultar
IV CONGRESO ALAP

Coordenador Principal: Alberto Augusto Eichman Jakob

Início: 11/2010

Término: 11/2010


Resumo:

Apoio participação IV Congreso ALAP 2010 em La Havana, Cuba

Ocultar
LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E DEMOGRÁFICO NA TERRA DO MEIO

Coordenador Principal: Alvaro de Oliveira D´Antona

Início: 2/2008

Término: 6/2010


Resumo:

Trata-se de um conjunto de atividades e produtos com o objetivo central de analisar informações socioeconômicas, demográficas, e sobre o uso e ocupação do solo da área identificada como Terra do Meio, no Pará. Além da análise da situação atual, o estudo busca elementos que permitam identificar cenários da expansão das atividades econômicas e de seus agentes.

Ocultar
MEGACIDADES, VULNERABILIDADE E ADAPTAÇÃO ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS: MAPEAMENTO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO

Coordenador Principal: Andrea Ferraz Young

Início: 1/2010

Término: 8/2011


Resumo:

Este estudo se refere ao mapeamento das áreas vulneráveis as mudanças climáticas na Região Metropolitana de São Paulo, visando a identificação de medidas de adaptação, controle e prevenção. Espera-se que esse estudo influencie as políticas públicas e o processo de tomada de decisão através do Plano Nacional de Mudanças Climáticas bem como os Planos Estaduais e Municipais de Mudanças Climáticas

Ocultar
MÉTROPOLES D'AMÉRIQUE LATINE DANS LA MONDIALISATION: RECONFIGURATIONS TERRITORIALES, MOBILITÉ

Coordenador Principal: Françoise Dureau - Coordenador/Sylvain

Início: 2008

Término: 2011


Resumo:

L analyse comparée de quatre métropoles (Bogotá, Mexico, Santiago du Chili, São Paulo) s organisera autour de trois directions de recherche : Caractérisation des recompositions socio-territoriales en cours : dynamiques de peuplement et nouvelles formes de différenciation sociale des espaces ; Identification des pratiques de mobilité (internationales, résidentielles et quotidiennes) et de leurs articulations à travers la notion de système de mobilité ; Connaissance des politiques publiques : modèles de référence ; modalités de l action publique sur le logement et le transport ; interactions entre politiques nationales et politiques locales. L approche comparative s appuiera sur une méthodologie commune aux quatre villes. Dans chacune d elles, on articulera une analyse à l échelle métropolitaine et des études de cas sur des quartiers illustratifs des mutations en cours. Le travail empirique reposera sur l exploitation de micro-données censitaires et sur la production de données nouvelles sur les mobilités, à travers une méthodologie d enquête originale. Des entretiens seront aussi réalisés auprès d émigrés résidant en Europe. L association des méthodes de la démographie (approche biographique) et de la géographie (SIG, analyse spatiale) permettra d analyser simultanément les dynamiques individuelles et celles des lieux. Des entretiens auprès d acteurs publics permettront d identifier les programmes, leur genèse, leurs cadres de référence, leur mise en oeuvre. L équipe, internationale et pluridisciplinaire, réunit des compétences sur des champs scientifiques rarement associés (migration internationale, mobilités résidentielles et quotidiennes intra-urbaines, politiques urbaines). Ses membres ont une longue pratique de la recherche en équipe pluridisciplinaire. Le projet reposera sur une dynamique permanente d échange et de réflexion collective : implication de chercheurs sur plusieurs villes ; ateliers et visites de terrain dans chaque ville; site web per.

Ocultar
MIGRAÇÃO FEMININA: UM DEBATE TEÓRICO E METODOLÓGICO ACERCA DOS ESTUDOS DE GÊNERO

Coordenador Principal: Roberta Guimarães Peres

Início: 12/2012

Término: 11/2014


Resumo:

O objetivo principal deste projeto é contribuir para o debate da incorporação dos estudos de gênero aos estudos de população. Para tanto, toma-se uma das grandes variáveis demográficas – a migração – para buscar intersecções que possam aprofundar a interdisciplinaridade nos estudos, buscando a superação de desafios teóricos e metodológicos através dos recentes avanços tanto dos estudos de gênero, quanto de migração. Neste sentido, busca-se discutir a migração internacional no âmbito teórico e metodológico dos estudos de gênero. Desta forma, a questão "de que maneira se articulam a migração de mulheres e seus condicionantes e que tipo de impactos e especificidades se observam deste fenômeno?" se faz central.

Ocultar
MIGRAÇÃO INTERNACIONAL NA FRONTEIRA NORTE DO BRASIL: MOBILIDADE ESPACIAL, SEGREGAÇÃO E VULNERABILIDADE

Coordenador Principal: Alberto Augusto Eichman Jakob

Início: 10/2010

Término: 9/2012


Resumo:

É um projeto aceito pelo Edital Universal do CNPq em 2010, que trata da migração internacional na fronteira norte do Brasil, em especial nos países de Peru, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa, no período recente.

Ocultar
MIGRAÇÃO INTERNACIONAL, MOBILIDADE ESPACIAL E SEGREGAÇÃO RESIDENCIAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA

Coordenador Principal: Alberto Augusto Eichman Jakob

Início: 2/2012

Término: 11/2014


Resumo:

Este projeto visa estudar a mobilidade espacial recente da população na Amazônia brasileira, em termos de migração interna e internacional e de mobilidade populacional diária, circulação de pessoas em áreas de fronteira. A ideia é conhecer o perfil das pessoas que realizam tais deslocamentos, especialmente para os principais fluxos migratórios, assim como sua condição ou qualidade de vida atual, o que é muito importante para o correto planejamento de políticas públicas específicas para a região. Serão analisadas mais detalhadamente os principais municípios de atração de migrantes na Amazônia, especialmente de peruanos, bolivianos, colombianos (mais significativos fluxos migratórios recentes), assim como de haitianos, de grande importância no momento, e de países de mais longa distância, como Estados Unidos, Portugal e Japão, que apresentaram um aumento significativo na participação da migração recente para a região, na tentativa de se fazer um diagnóstico tanto do perfil dos migrantes quanto das áreas de fronteira, para verificar em que medida estas últimas são parecidas ou distintas umas das outras, em termos de atividades econômicas e serviços de infra-estrutura pública, como equipamentos de saúde e educação, e como tais áreas têm se modificado com o tempo. Para isto, serão analisados dados dos censos demográficos de 2010, da Contagem Populacional de 2007, além de dados de censos de outros países e outras fontes de informação mais específicas. Para se estudar a segregação, técnicas de análise espacial serão utilizadas, com informações de setores censitários, as menores unidades geográficas de análise disponibilizadas pelos censos demográficos, intramunicipais.

Ocultar
MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS PARA O BRASIL - REPRESENTAÇÕES 1947-1978

Coordenador Principal: Odair da Cruz Paiva

Início: 9/2009

Término: 1/2010


Resumo:

Esta proposta de pesquisa tem como preocupação central a decodificação dos temas abordados sobre a questão da imigração no pós Segunda Guerra Mundial e está centrada na reflexão sobre a produção bibliográfica que compreende as décadas de 1940 a 1970. Trata-se de uma reflexão que terá como escopo a análise de livros publicados neste período e cujo enfoque aborda a questão da imigração para o Brasil. A hipótese central é a existência de um descompasso entre o vivido e as representações (concebido) sobre a imigração, cujas influências pretéritas dos elementos que informaram a imigração na passagem do século XIX para o XX continuavam presentes, apesar das transformações ocorridas nos fluxos imigratórios a partir do término da Segunda Guerra Mundial.

Ocultar
MOBILIDADE INTRA-URBANA E SEGREGAÇÃO SÓCIO-ESPACIAL NAS METRÓPOLES PAULISTAS

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha/ Alberto A. E. Jakob

Início: 2013

Término: 2018


Resumo:

Faz parte de um projeto maior CEPID - Centro do Estudos das Metrópoles. O principal objetivo do atual projeto É investigar o complexo tema do papel do Estado na redução da pobreza e na redução da desigualdade. Será desenvolvido em colaboração com colegas estrangeiros e envolve várias estratégias de comparação internacional.

Ocultar
MOBILIDADE POPULACIONAL, CICLO VITAL E VULNERABILIDADE SOCIODEMOGRÁFICA EM REGIÕES METROPOLITANAS: ABORDAGENS GEOGRÁFICAS QUALITATIVAS - PRODOC

Coordenador Principal: Eduardo Marandola Junior

Início: 6/2008

Término: 5/2012


Resumo:

Projeto Prodoc do Programa de Pós-Graduação em Demografia que busca reforçar em especial na Linha de Pesquisa Estudos de População / Áreas Temáticas Mobilidade Espacial da População e População e Ambiente a capacidade da equipe de contemplar aspectos qualitativos em suas análises da relação entre expansão urbana e ambiente. Identificamos no campo da Geografia uma linha de análise (Geografia Humanista, de aporte fenomenológico) que, partindo do conceito do lugar, explora as relações identitárias dos indivíduos e famílias que habitam um determinado território um bairro, por exemplo. Considerando que as equipes destas Áreas Temáticas estão envolvidas atualmente e continuarão sendo envolvidas nos próximos anos no estudo dos riscos e vulnerabilidades inerentes aos processos de expansão urbana, a incorporação de uma perspectiva qualitativa às análises de dados secundários (Censo Demográfico) e primários (levantamento por amostragem de 3500 domicílios em 2007 Projeto Vulnerabilidade) enriquecerá a pesquisa e permitirá ampliar, metodologicamente, os estudos. Ênfase especial é dada aos riscos associados a fatores ambientais: no domicílio, no bairro, na cidade toda, e nos trajetos percorridos entre casa e trabalho e por outros motivos.

Ocultar
MONITORAMENTO E PERMANÊNCIA GUARANI NO ESTADO DE SÃO PAULO.

Coordenador Principal: Juracilda Veiga

Início: 3/2012

Término: 2/2013


Resumo:

Mapear a presença de comunidades guarani no estado de São Paulo a partir do início do século XX.

Ocultar
MUDANÇAS RECENTES NO COMPORTAMENTO E NAS PRÁTICAS SEXUAIS DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 6/2004

Término: 3/2010


Resumo:

O presente estudo objetiva identificar e analisar mudanças nos padrões de comportamento e de práticas sexuais na população brasileira com idade entre 16 e 65 anos, ocorridas entre 1998 e 2005; analisar as interações entre fatores estruturais, relacionais e individuais que intervêm no comportamento sexual frente às formas de transmissão e prevenção do HIV/Aids. Mais especificamente, as análises propostas contemplam temas associados às práticas e trajetórias sexuais. Considera-se que trajetórias sexuais incluam: iniciação sexual e formas de parcerias estabelecidas, sexo e número de parceiros sexuais tidos em diferentes etapas da vida. Práticas sexuais incluem as diferentes formas de experiências sexuais, tais como: sexo oral, vaginal e anal. A análise desses temas contempla ainda recortes regionais e de gênero, e inclui características sócio-demográficas da população (idade, escolaridade, raça/cor, renda, religião, situação conjugal, entre outras). Para dar conta da análise proposta propõe-se comparar os bancos de dados gerados pela pesquisa "Comportamento Sexual da População Brasileira e Percepção do HIV/Aids", realizada em 1998 e em 2005 pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), sob coordenação da Dra. Elza Berquó.

Ocultar
NATIONAL ASSESSMENT OF GENDER, SCIENCE, TECHNOLOGY AND INNOVATION (STI):FRAMEWORK FOR GENDER EQUALITY AND THE KNOWLEDGE SOCIETY (GEKS)

Coordenador Principal: Maria Coleta F. Albino de Oliveira

Início: 2011

Término: 2012


Resumo:

Levantamento de indicadores de gênero existentes para o Brasil e cálculo original de indicadores não existentes, com base em um quadro de referência para comparabilidade internacional, visando aavaliação acerca da igualdade de gênero na era da sociedade do conhecimento e da informação. Desenvolvimento e sistematização de indicadores de gênero existentes para o Brasil e cálculo original de indicadores não existentes, com base em um quadro de referência para comparabilidade internacional, visando avaliar avanços e limites da igualdade entre mulheres e homens no Brasil. Além da equipe do NEPO/Unicamp, participou do projeto a pesquisadora Alice Paiva Abreu, da UFRJ. O projeto brasileiro faz parte do projeto maior, de mesmo nome, coordenado pelo WISAT, representado por Sohia Huyer e Nancy Hafkin, e financiado pela Elsevier Foundation. Além do Brasil, participam India, Indonésia, Coréia do Sul, África do Sul, Estados Unidos e União Europeia. Os resultados completos do projeto estão acessíveis em: http://www.wisat.org/programs/national-assessments-on-gender-sti/

Ocultar
NOVOS PADRÕES DE FECUNDIDADE BRASILEIRA NO SÉCULO XXI

Coordenador Principal: Maria Coleta Ferreira Albino de Oliveira / Marta Arretche - Coordenador

Início: 8/2013

Término: 7/2015


Resumo:

Avaliar a existencia no Brasil de um duplo padrão de fecundidade e seus correlatos socio-econômicos

Ocultar
OBSERVATÓRIO DAS MIGRAÇÕES EM SÃO PAULO (FASES E FACES DO FENÔMENO MIGRATÓRIO NO ESTADO DE SÃO PAULO)

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 8/2010

Término: 8/2012


Resumo:

O projeto pretende resgatar a trajetória das migrações internas e internacionais no Estado de São Paulo e suas implicações passadas, contemporâneas e futuras para a formação social paulista no período que compreende o final do século 19 até a primeira década do século 21 (1880-2010), avançando em anos subseqüentes. Este Observatório das Migrações em São Paulo permitirá captar processos migratórios contextualizados historicamente, seus movimentos migratórios internos e internacionais, ao longo desse período, que ampliem o conhecimento e análises acerca de um fenômeno social Em uma perspectiva interdisciplinar, possibilitará incorporar pesquisadores de diversas formações acadêmicas que dialoguem diretamente com o fenômeno migratório, traduzindo-se em análises interdisciplinares sobre os fenômenos e suas características. Do ponto de vista das competências institucionais-acadêmicas, este projeto pretende aglutinar pesquisadores paulistas de distintas instituições de ensino superior (UNICAMP, UFSCAR e UNESP/Marília) em torno do tema das Migrações. Busca apreender e analisar as fases e faces da migração no Estado de São Paulo, centralizando suas análises e reflexões nos diferentes fluxos migratórios, distintas modalidades de deslocamentos populacionais em diferentes momentos que marcaram a histórica social do Estado. Em perspectiva histórica, os fenômenos sociais e migratórios irão interagir entre si e com outros elementos contextuais, empíricos e teóricos conferindo a devida importância para as migrações internas e internacionais na configuração da sociedade paulista e permitindo avançar no conhecimento de situações e processos migratórios específicos em São Paulo. Em uma perspectiva contemporânea, serão revisitados vários conceitos e abordagens teóricas que sejam capazes de explicar e incorporar situações tão complexas relativas às migrações internas e internacionais na atualidade.

Ocultar
OBSERVATÓRIO DAS MIGRAÇÕES EM SÃO PAULO (FASES E FACES DO FENÔMENO MIGRATÓRIO NO ESTADO DE SÃO PAULO)

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 2009

Término: 2013


Resumo:

O projeto temático ora apresentado pretende resgatar a trajetória das migrações internas e internacionais no Estado de São Paulo e suas implicações passadas, contemporâneas e futuras para a formação social paulista no período que compreende o final do século 19 até a primeira década do século 21 (1880-2010), avançando em anos subseqüentes. Este Observatório das Migrações em São Paulo permitirá captar processos migratórios contextualizados historicamente, seus movimentos migratórios internos e internacionais, ao longo desse período, que ampliem o conhecimento e análises acerca de um fenômeno social Em uma perspectiva interdisciplinar, possibilitará incorporar pesquisadores de diversas formações acadêmicas que dialoguem diretamente com o fenômeno migratório, traduzindo-se em análises interdisciplinares sobre os fenômenos e suas características. Do ponto de vista das competências institucionais-acadêmicas, este projeto pretende aglutinar pesquisadores paulistas de distintas instituições de ensino superior (UNICAMP, UFSCAR e UNESP/Marília) em torno do tema das Migrações. Busca apreender e analisar as fases e faces da migração no Estado de São Paulo, centralizando suas análises e reflexões nos diferentes fluxos migratórios, distintas modalidades de deslocamentos populacionais em diferentes momentos que marcaram a histórica social do Estado. Em perspectiva histórica, os fenômenos sociais e migratórios irão interagir entre si e com outros elementos contextuais, empíricos e teóricos conferindo a devida importância para as migrações internas e internacionais na configuração da sociedade paulista e permitindo avançar no conhecimento de situações e processos migratórios específicos em São Paulo. Em uma perspectiva contemporânea, serão revisitados vários conceitos e abordagens teóricas que sejam capazes de explicar e incorporar situações tão complexas relativas às migrações internas e internacionais na atualidade.

Ocultar
OBSERVATÓRIO DAS MIGRAÇÕES EM SÃO PAULO (FASES E FACES DO FENÔMENO MIGRATÓRIO NO ESTADO DE SÃO PAULO)

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 3/2011

Término: 2/2015


Resumo:

O objetivo principal deste projeto é analisar e aprofundar

Ocultar
OBSERVATÓRIO DAS MIGRAÇÕES EM SÃO PAULO (FASES E FACES DO FENÔMENO MIGRATÓRIO NO ESTADO DE SÃO PAULO) - FASE 2

Coordenador Principal: Rosana Baeninger

Início: 1/2013

Término: 12/2015


Resumo:

O projeto pretende resgatar a trajetória das migrações internas e internacionais no Estado de São Paulo e suas implicações passadas, contemporâneas e futuras para a formação social paulista no período que compreende o final do século 19 até a primeira década do século 21 (1880-2010), avançando em anos subseqüentes.

Ocultar
OBSERVATÓRIO SAÚDE INDÍGENA DA AMAZÔNIA

Coordenador Principal: Marta Maria do Amaral Azevedo

Início: 2009

Término: 2011


Resumo:

O projeto visa desenvolver um instrumento - web com indicadores de saúde dos povos indígenas que sejam públicos, produzidos por instituições governamentais e não govermanentais. O projeto tem ainda como objetivo desenvolver em parceria com os povos indígenas e suas organizações alguns indicadores específicos de saúde indígena. Os resultados foram importantes para que as organizações governamentais e não governamentais pudessem trocar dados demográficos e de saúde sobre os povos indígenas na Amazônia.

Ocultar
OCUPAÇÃO TERRITORIAL, MIGRAÇÕES E FAMÍLIA - A PRODUÇÃO DE ESFERAS DE PODER NOS SERTÕES DE CURITIBA E NOS CAMPOS GERAIS (1693-1818)

Coordenador Principal: Maria Luiza Andreazza

Início: 8/2009

Término: 7/2010


Resumo:

Mapear a topografia social do povoado para recompor as relações dos membros da 'elite local' com os demais grupos da sociedade lapeana setecentista.

Ocultar
OGUATÁ PORÃ: MOBILIDADE ESPACIAL DOS GUARANI E KAIOWÁ NA REGIÃO DE FRONTEIRAS COM PARAGUAI E ARGENTINA

Coordenador Principal: Marta Maria do Amaral Azevedo

Início: 9/2008

Término: 12/2010


Resumo:

O projeto tem por objetivo levantar os padrões da mobilidade espacial das famílias guarani e kaiowá na região das fronteiras entre Brasil, Argentina e Paraguai.

Ocultar
OS SERVIÇOS DE SAÚDE FACE ÀS DEMANDAS DE SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA DAS MULHERES SOROPOSITIVAS PARA O HIV

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 8/2009

Término: 2011


Resumo:

O aumento da sobrevida dos portadores do HIV proporcionada pela terapia antiretroviral coloca novas possibilidades de relacionamentos afetivo sexuais e decisões reprodutivas às pessoas vivendo com HIV/Aids e novas demandas aos serviços e profissionais da saúde. Nos últimos anos, vários estudos procuraram avaliar o impacto do diagnóstico de soropositividade para o HIV sobre as mulheres, particularmente no que concerne às decisões reprodutivas. Ser portadora do vírus da Aids é um elemento que coloca às mulheres numa relação mais próxima com os serviços de saúde.

Ocultar
PAISAGEM E IMAGEM DA CIDADE: A FORMA E A EXPERIÊNCIA URBANA DE CAMPINAS

Coordenador Principal: Eduardo José Marandola Junior

Início: 2010

Término: 2011


Resumo:

Este projeto investiga a percepção e a experiência da paisagem e da imagem da cidade de Campinas. Nosso pressuposto é de que Campinas é uma cidade ilegível, o que dificulta tanto sua percepção quanto a própria mobilidade urbana. Sua ilegibilidade está relacionada à sua forma e aos atributos e sentidos de sua paisagem, que produzem uma experiência fragmentada da cidade. Esta situação prejudica a qualidade ambiental, a identidade da cidade e pode afetar até a participação pública. Esta pesquisa busca contribuir para a discussão destes temas na cidade, passando pelo planejamento, cultura, urbanismo, mobilidade e qualidade ambiental no contexto dos estudos de população

Ocultar
PARA UMA SOCIODEMOGRAFIA DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS

Coordenador Principal: Elisabete Doria Bilac

Início: 11/2012

Término: 10/2015


Resumo:

A proposta deste projeto é reconstituir a sociodemografia das famílias brasileiras do século XX ao século XXI. Para tanto se pretende realizar extensivo levantamento bibliográfico e, eventualmente, recorrer a dados do Registro Civil, Censos Demográficos e PNADs. Não se trata, porém, de mera compilação de resultados de pesquisas empíricas realizadas. A intenção é, simultanemente, refletir sobre as perspectivas teóricas que orientaram tais pesquisas e verificar até que ponto elas modelam a construção do objeto "família"e, por conseguinte, os resultadosda análise e as imagens produzidas sobre as famílias brasileiras em diferentes momentos.

Ocultar
PERCEPÇÃO DA POPULAÇÃO SOBRE AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS: PESQUISA SÓCIO-CLIMÁTICA AUXILIADA POR SISTEMA ELETRÔNICO DE COLETA DE OPINIÃO PÚBLICA.

Coordenador Principal: Ismael Nobre

Início: 12/2011

Término: 11/2013


Resumo:

A presente pesquisa circunscreve-se no esforço coletivo da ciência em buscar respostas para os grandes desafios representados pelas mudanças climáticas globais, conforme delineiam os sucessivos resultados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas - IPCC nos vários campos disciplinares que o compõe.

Ocultar
PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS NASCIMENTOS PRÉ-TERMO NO ESTADO DO PARANÁ

Coordenador Principal: Thais Aidar de Freitas Mathias - coordenadora/Tirza Aidar

Início: 1/2012

Término: 2014


Resumo:

A prevalência de nascimentos pré-termo está aumentando em todo o mundo e sua etiologia ainda não é bem conhecida, mas parte importante da prematuridade pode ser considerada evitável com adequada assistência à gestante durante o pré-natal. Estudo com objetivo de analisar o nascimento pré-termo e fatores associados no estado do Paraná e município de Maringá. Os dados serão coletados por meio de entrevistas com as mães e informações dos prontuários e da Carteira da Gestante. Serão traçados os possíveis caminhos causais para a prematuridade e baixo peso ao nascer em residentes no município de Maringá, por meio de uma visão detalhada das possíveis relações entre as variáveis de estudo. Pretende-se com este estudo propiciar melhor compreensão sobre os nascimentos prematuros, fornecer subsídios a gestores, enfermeiros e demais membros das equipes de saúde para avaliação e planejamento de assistência pré-natal adequada.

Ocultar
PESQUISA DE CONDIÇÕES DE VIDA E POBREZA EM MUNICÍPIOS DA REGIÃO ADMINISTRATIVA DE FRANCA/SP: SUBSÍDIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE POLÍTICAS SOCIAIS.

Coordenador Principal: Patricia Soraya Mustafa - Coordenado/Maisa Faleiros da Cunha

Início: 2010

Término: 2014


Resumo:

Este projeto de investigação propõe a construção de uma pesquisa que possibilite produzir dados territorializados de Ituverava e Cristais Paulista, municípios da região administrativa de Franca/SP, a partir do mapeamento das condições de vida (habitação e entorno, escolaridade, dados relativos ao trabalho e renda, acesso a lazer e cultura, dentre outros) das famílias cadastradas no cadastro único, de modo a evidenciar onde estão localizadas estas famílias, como vivem e em que condições. A coleta de dados será realizada in locu no cadastro único destes municípios pelos pesquisadores envolvidos (professoras, alunos de graduação e pós-graduação). Serão pesquisados 356 cadastros em Cristais Paulista e 535 em Ituverava (amostra calculada com base em regras estatísticas). Busca-se através desta investigação evidenciar as situações de pobreza em Ituverava e Cristais Paulista, a partir de uma perspectiva territorial, bem como contribuir no campo da proposição de novas políticas sociais, condizentes com a realidade socioeconômica e cultural destes municípios e que assegurem direitos essenciais ao atendimento das necessidades sociais.

Ocultar
POPULAÇÃO LITORÂNEA BRASILEIRA: DINÂMICA DEMOGRÁFICA, RISCOS, VULNERABILIDADE E ADAPTAÇÃO FRENTE AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 8/2010

Término: 2011


Resumo:

Bolsa Pos doutorado no exterior PD

Ocultar
POPULAÇÃO LITORÂNEA BRASILEIRA: DINÂMICA E VULNERABILIDADE FRENTE ÀS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 2/2008

Término: 2/2011


Resumo:

Durante o período anterior de vigência da Bolsa PQ o trabalho de pesquisa esteve voltado especificamente para o tema "Metrópoles e Recursos Hídricos no Brasil". foram estudadas as situações de cinco regiões metropolitanas: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Campinas e Santos. Houve avanços importantes no sentido de caracterização da relação entre a dinâmica demográfica de cada região e as questões hídricas. Observou-se a existência de grande quantidade de problemas relacionados principalmente com a forma característica da expansão metropolitana brasileira, que implicou em aumento da demanda por água e em processos de degradação dos recursos hídricos, que se refletiram na piora das condições de vida da população. Alguns trabalhos realizados no âmbito da pesquisa destacam essa situação. No decorrer da pesquisa evidenciou-se a necessidade de ir além do diagnóstico da situação, buscando elementos capazes de indicar possíveis soluções para os problemas identificados. Nesse sentido, alguns produtos mais recentes da pesquisa Têm focalizado a gestão da água, principalmente através da participação de atores sociais diferenciados que atuam em instâncias de gestão como os comitês de bacia. Esse movimento durante a realização da pesquisa, passando de uma perspectiva de diagnóstico dos problemas para uma perspectiva de estudo dos processos de organização social para enfrentar os problemas, tem levado a novas formas de apreender a realidade da relação entre população e recursos hídricos.

Ocultar
POPULAÇÃO, SAÚDE E AMBIENTE: DESAFIOS CONCEITUAIS E METODOLÓGICOS PARA A DEMOGRAFIA LATINO-AMERICANA.

Coordenador Principal: Tirza Aidar

Início: 1/2011

Término: 2014


Resumo:

O projeto tem como objetivo desenvolver pesquisa conjunta sobre o estado da arte dos estudos sobre população, saúde e ambiente na América Latina, buscando contribuir com discussão sobre os conceitos e abordagens teóricas utilizadas no âmbito da demografia, epidemiologia, e áreas afins. Propõem-se a realização de levantamento bibliográfico para discutir o estado da arte e desafios da contribuição da demografia para estudos que buscam entender a relação ambiente e saúde, considerando alguns dos diversos aspectos envolvidos. Serão privilegiados estudos sobre morbidade e mortalidade por doenças crônico-degenerativas, como neoplasias, infertilidade e doenças auto-imunes em contextos sociodemográficos e ambientais diversos.

Ocultar
POPULATION ASSOCIATION OF AMERICA 2012 ANNUAL MEETING

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha

Início: 5/2012

Término: 5/2012


Resumo:

Auxílio participação Population Association Of America 2012 Annual Meeting

Ocultar
PRÁTICAS E DECISÕES RELATIVAS À SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA NO CONTEXT DA EPIDEMIA DE AIDS

Coordenador Principal: Rocío E. C. Alvarez

Início: 12/2013

Término: 7/2014


Resumo:

Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa e quantitativa acerca de questões contraceptivas e reprodutivas de mulheres vivendo com HIV/Aids, especificamente no que diz respeito ao processo de decisão pela esterilização feminina, e as repercussões desta escolha sobre suas trajetórias afetivas, conjugais e sexuais. Ele é o desdobramento de um projeto de pesquisa maior, intitulado GENIH: estudo sobre práticas e decisões relativas à saúde sexual e reprodutiva no contexto da epidemia de HIV/AIDS no município de São Paulo , coordenado por R. M. Barbosa, NEPO/UNICAMP. A presente proposta de investigação pretende explorar questões contraceptivas e reprodutivas de mulheres vivendo com HIV/Aids, especificamente no que diz respeito ao processo de decisão pela esterilização feminina, e as repercussões desta escolha sobre suas trajetórias afetivas, conjugais e sexuais. O enfoque incide sobre a gestão dos riscos contraceptivos e preventivos, e o modo como esse aspecto se coaduna com a esfera da sexualidade. O dispositivo quantitativo da investigação está sendo conduzido no município de São Paulo (São Paulo, Brasil), com vistas a comparar duas amostras representativas de MVHA e MNVHA, usuárias dos serviços públicos de saúde. A abordagem qualitativa está sendo desenvolvida a partir de entrevistas individuais junto a profissionais de saúde que atuam em serviços públicos de saúde especializados na atenção aos portadores do HIV.

Ocultar
PRATICAS REPRODUTIVAS E DE PREVENÇÃO A GRAVIDEZ E DST/AIDS - SÃO PAULO 2005

Coordenador Principal: Regina Maria Barbosa

Início: 12/2009

Término: 2010


Resumo:

Projeto tem como objetivo práticas reprodutivas e de prevenção a gravidez e DST/Aids

Ocultar
PROGRAMA COMUNIDADE SAUDÁVEL: UM DESAFIO URGENTE

Coordenador Principal: Carlos Roberto Silveira Correa - coordenador/ Estela M. G. P. Cunha

Início: 2013


Sem resumo
Ocultar
PROGRAMA PROFESSOR VISITANTE DO EXTERIOR - PVE/CAPES. O BOOM DA UNIÃO LIBRE NO BRASIL

Coordenador Principal: Antônio Lopez Gay

Início: 2/2013

Término: 8/2013


Sem resumo
Ocultar
PROJETO DE APOIO À REVITALIZAÇÃO DO RIO DOS COCHOS - MANEJO COMUNITÁRIO DAS ÁGUAS E PROGRAMAS PÚBLICOS

Coordenador Principal: Ricardo Pereira Reis/Roberto Luiz do Carmo

Início: 2/2007

Término: 12/2010


Resumo:

O sub-projeto Manejo comunitário das águas e programas públicos é resultado de parceria entre UFLA, UFMG, UFU, CEFET/Inconfidentes, por um lado, e a Cáritas Diocesana de Januária, agência vinculada à Linha 2/CNBB, com histórico de atuação comunitária na região do Alto-Médio São Francisco. O objetivo central do sub-projeto é pesquisar a situação das águas em oito comunidades rurais de agricultores familiares ao longo do rio dos Cóchos, investigando os manejos comunitários das águas, as práticas tradicionais de conservação das fontes, a relação entre disponibilidade de água, produção agrícola familiar e alternativas na escassez. Detalhadamente se propõe-se a: 1. Analisar estratégias reprodutivas das famílias de agricultores para lidar com a escassez de água, investigando: Disponibilidade de água para consumo familiar e produtivo, buscando estimar a disponibilidade de água para as famílias rurais, suas principais fontes e principais pontos de estrangulamento. ♦ Estratégias produtivas das famílias visto ser o sistema de lavoura tradicional baseado no plantio das áreas inundadas, a questão que se coloca é: quais são os arranjos produtivos, ambientais, econômicos, sociais e alimentar que as famílias construíram para lidar com a escassez da água. Pesquisar conflitos familiares, comunitários e inter comunitários por água e como esses conflitos foram geridos pelas comunidades e organizações envolvidas. 2. Pesquisar as alternativas de organizações sociais que as comunidades do rio dos Cóchos construíram para superar as dificuldades relacionadas à água, em particular: Articulações com organizações públicas ou da sociedade civil, redes de apoio e de mediação que as comunidades rurais do rio dos Cóchos construíram e quais seus principais resultados e dificuldades para solucionar a questão da água. Identificar programas e políticas públicas relacionadas às águas e à sua gestão na Sub-bacia do rio dos Cochos e analisar impactos.

Ocultar
PROPOSTA DE ANÁLISE DAS CONDIÇÕES DE VIDA E DE SAÚDE DA POPULAÇÃO QUILOMBOLA.

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha

Início: 8/2006

Término: 3/2009


Resumo:

Desenhar e aplicar um enfoque sistemático técnico-metodológico que permita diagnosticar, avaliar e monitorar as condições de vida e de saúde da população residente nos remanescentes de quilombos.

Ocultar
REDE CLIMA - COORDENADOR SUB-REDE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E CIDADES; SUB-PROJETO URBANIZAÇÃO E MEGACIDADES

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 2009

Término: 2011


Resumo:

A Sub-rede de Mudanças Climáticas e Cidades faz parte da Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (Rede CLIMA) e agrega cientistas sociais, demógrafos, geógrafos, urbanistas, economistas e engenheiros urbanos para tratar da mitigação das causas urbanas das mudanças climáticas; identificar as vulnerabilidades espaciais e sociais; e propor medidas de adaptação

Ocultar
REDES SOCIAIS NA MIGRAÇÃO BOLIVIANA: SÃO PAULO E CORUMBÁ

Coordenador Principal: Rosana Baeninger/Sylvain Souchaud

Início: 7/2006

Término: 12/2009


Resumo:

Estudar a dinâmica migratória no espaço fronteiriço destacando as redes sociais da migração feminina.

Ocultar
REGIMES DEMOGRÁFICOS NA SÃO PAULO DO SÉCULO XIX: CAMPINAS E VILA FRANCA DO IMPERADOR

Coordenador Principal: Paulo Eduardo Teixeira - Coordenador/Maisa Faleiros da Cunha

Início: 2013

Término: 2015


Resumo:

Esta pesquisa considera duas populações distintas dentro do contexto dos municípios paulistas: Campinas e Franca. A primeira localidade se constitui pela proximidade com as primeiras vilas do chamado velho Oeste Paulista, próxima da capital, e que economicamente se destacou na produção do açúcar (no final dos anos de 1780) e café (principalmente durante a segunda metade do século XIX), com forte presença de mão de obra escrava. A segunda se estabelece a partir da rota para as Minas de Goiás e Mato Grosso, mas dada a distância da capital, irá proporcionar atividades vinculadas principalmente com a criação de animais e agricultura voltados à produção de gêneros da terra destinados ao abastecimento interno, o comércio do sal, além de apresentar uma produção razoável de tecelagem que ultrapassava o consumo interNº de subsistência, com a presença de cativos em algumas propriedades. Serão levantadas as séries de registros vitais existentes para o período de 1805 a 1888. Além dos dados de origem paroquial, pretende-se utilizar dados pré-censitários e censitários (listas nominativas de habitantes e censo demográfico). Sua análise permitirá um melhor entendimento das dinâmicas migratórias que compõem os regimes demográficos brasileiros, bem como as demais variáveis da dinâmica demográfica (nupcialidade, natalidade e mortalidade).

Ocultar
REGIMES DEMOGRÁFICOS NA SÃO PAULO DO SÉCULO XIX: VILA FRANCA DO IMPERADOR

Coordenador Principal: Maisa Faleiros da Cunha

Início: 2013

Término: 2015


Resumo:

A proposta do projeto insere-se na preocupação recente dos historiadores-demógrafos em conhecer os regimes demográficos que caracterizam o passado brasileiro. Dessa forma, agrega-se ao projeto de cobertura nacional intitulado Além do Centro-Sul: por uma história da população colonial nos extremos dos domínios portugueses na América (Edital MCT-CNPq 15/2007). Dentro dessa preocupação, esta pesquisa considera a população do município paulista de Franca nos oitocentos, buscando reconstituir indicadores demográficos e suas relações com o contexto socioeconômico regional e nacional, confrontando-os com aqueles trabalhados para outras vilas e regiões da América portuguesa. Para tanto, serão levantadas as séries de registros vitais existentes para o período de 1805 a 1888 . Além dos dados de origem paroquial, pretende-se utilizar dados pré-censitários e censitários (listas nominativas de habitantes e censo demográfico). Sua análise permitirá um melhor entendimento das dinâmicas migratórias (ainda pouco estudadas) que compõem os regimes demográficos brasileiros, bem como as demais variáveis da dinâmica demográfica (natalidade e mortalidade).

Ocultar
REGIMES DEMOGRÁFICOS NO NORTE PAULISTA: VILA FRANCA DO IMPERADOR, SÉCULO XIX

Coordenador Principal: Maisa Faleiros da Cunha

Início: 8/2012

Término: 8/2013


Resumo:

A proposta que ora se apresenta insere-se na preocupação dos demógrafos-historiadores em conhecer os regimes demográficos que caracterizaram o passado brasileiro. Dessa forma, agrega-se ao projeto de cobertura nacional intitulado Além do Centro-Sul: por uma história da população colonial nos extremos dos domínios portugueses na América proposto pelo Grupo de Pesquisa (CNPq) Demografia & História que congrega pesquisadores vinculados a diversos centros de pesquisas e programas de pós graduação. Dentro dessa preocupação, esta pesquisa considera a população do município paulista de Franca, buscando reconstituir indicadores demográficos e suas relações com o contexto socioeconômico regional e nacional, confrontando-os com aqueles trabalhados para outras vilas e regiões da América portuguesa. Para tanto, serão levantadas as séries de registros vitais (batismo e óbito) existentes para o período de 1805 a 1850.

Ocultar
REGIMES DEMOGRÁFICOS NO NORTE PAULISTA: VILA FRANCA DO IMPERADOR, SÉCULO XIX

Coordenador Principal: Maisa Faleiros da Cunha

Início: 12/2012

Término: 11/2014


Resumo:

A proposta do projeto insere-se na preocupação recente dos historiadores-demógrafos em conhecer os regimes demográficos que caracterizam o passado brasileiro. Dessa forma, agrega-se ao projeto de cobertura nacional intitulado Além do Centro-Sul: por uma história da população colonial nos extremos dos domínios portugueses na América (Edital MCT-CNPq 15/2007). Dentro dessa preocupação, esta pesquisa considera a população do município paulista de Franca nos oitocentos, buscando reconstituir indicadores demográficos e suas relações com o contexto socioeconômico regional e nacional, confrontando-os com aqueles trabalhados para outras vilas e regiões da América portuguesa. Para tanto, serão levantadas as séries de registros vitais existentes para o período de 1805 a 1888 . Além dos dados de origem paroquial, pretende-se utilizar dados pré-censitários e censitários (listas nominativas de habitantes e censo demográfico). Sua análise permitirá um melhor entendimento das dinâmicas migratórias (ainda pouco estudadas) que compõem os regimes demográficos brasileiros, bem como as demais variáveis da dinâmica demográfica (natalidade e mortalidade).

Ocultar
REVISITANDO ESTATÍSTICAS DEMÓGRAFO-SANITÁRIAS: AMPLIANDO O CONHECIMENTO DA TRAJETÓRIA DEMOGRÁFICA PAULISTA NA REPÚBLICA VELHA

Coordenador Principal: Maria Silvia Casagrande Beozzo Bassanezi

Início: 3/2010

Término: 2/2014


Resumo:

A imigração internacional do final do século XIX e primeira metade do século XX (como a migração interna, a partir dos anos 1930), teve um papel importante na trajetória demográfica e na ocupação do espaço, assim como na promoção das transformações socioeconômicas por que passou o estado de São Paulo. Esse papel, no entanto, não foi o mesmo em todo território paulista. Quando se desagregam os dados para um nível menor de análise, em município, observam-se diversidades (e também algumas semelhanças) na trajetória demográfica entre os municípios receptores de imigrantes, assim como entre esses e aqueles em que a imigração internacional foi pouco significativa. Este projeto busca estudar o impacto da imigração na trajetória demográfica de municípios paulistas; analisar como e em que condições esse impacto fez-se notar com maior intensidade, como a imigração se relacionou com os processos socioeconômicos em curso. Em continuidade ao projeto Imigração internacional e dinâmica demografia paulista no tempo do café, ncorpora novos espaços de análise, novos segmentos populacionais e outras variáveis ainda não contempladas. Utiliza como fonte básica estatísticas demógrafo-sanitárias, oriundas do registro civil de casamentos, nascimentos e óbitos, censos e outras fontes de caráter quantitativo e qualitativo.

Ocultar
SAÚDE DA POPULAÇÃO NEGRA: TRAJETÓRIA, O PANORAMA ATUAL E FUTUROS DESAFIOS

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha


Resumo:

O projeto tem três objetivos centrais. No primeiro deles tentar-se-á sistematizar a reconstrução histórica dos processos mais importantes vivenciados nos últimos 30 anos no que diz respeito à produção de informações, a construção e divulgação dos bancos de dados oficiais , o calculo de estimativas diretas e indiretas de medidas de morbidade e mortalidade, e ao processo de construção de linhas explicativas no campo da saúde enfatizando a dimensão analítica do recorte étnico/racial.

Ocultar
SAÚDE E DESIGUALDADES NA REGIÃO METROPOLITANA DE CAMPINAS

Coordenador Principal: Tirza Aidar

Início: 11/2009

Término: 12/2011


Resumo:

A pesquisa busca identificar e compreender padrões diferenciais quanto aos riscos à saúde, à percepção e possibilidade de enfrentamento pela população residente na Região Metropolitana de Campinas. Para diagnóstico e visualização espacial de indicadores sobre a saúde e condições sociodemográficas da população, são considerados informações municipais provenientes dos sistemas de informações de saúde (SIM e SINASC), do censo demográfico de 2000 (IBGE), e dados primários de amostra domiciliar.

Ocultar
SEMINÁRIO INTERNACIONAL NEPO 30 ANOS - REPRODUÇÃO DAS GERAÇÕES

Coordenador Principal: Estela Maria Garcia Pinto da Cunha

Início: 5/2012

Término: 5/2012


Resumo:

Auxílio Seminário Internacional Nepo 30 Anos - Reprodução das Gerações

Ocultar
SOBERANIA E SEGURANÇA ALIMENTAR DE POVOS INDÍGENAS KAIGANG, PARANÁ E DO ALTO E MÉDIO RIO NEGRO, AMAZONAS: DETERMINANTES AMBIENTAIS, SOCIAIS, POLÍTICOS E CONSEQUÊNCIAS PARA A PRESERVAÇÃO DA CULTURA ALIMENTAR, BEM ESTAR E SAÚDE.

Coordenador Principal: Ana Maria Segall - coordenadora/Marta Maria Azevedo

Início: 12/2013

Término: 12/2015


Resumo:

Aplicar nas regiões do centro-oeste do Paraná entre os Kaigang e médio e alto rio Negro, Amazonas, a EBIA-I, Escala Brasileira de Insegurança Alimentar Indígena. O projeto visa entender as condições de segurança/insegurança alimentar entre os povos indígenas e suas condicionantes sócio-culturais-ambientais.

Ocultar
SOCIOENVIRONMENTAL IMPACTS OF GREEN ENERGY IN THE AMAZON

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 1/2011

Término: 2012


Resumo:

Seed Grant

Ocultar
TRABALHO FEMININO E VIDA FAMILIAR: ESCOLHAS E CONSTRANGIMENTOS NA VIDA DAS MULHERES NO INÍCIO DO SÉCULO XXI

Coordenador Principal: Maria Coleta F. A. de Oliveira

Início: 12/2012

Término: 11/2014


Resumo:

O estudo propõe-se a identificar e avaliar alterações e permanências nas condições de vida das mulheres e das famílias, especificamente no que diz respeito aos possíveis desdobramentos da articulação entre vida laboral e familiar. Tem por objetivo analisar aspectos da vida produtiva e reprodutiva da população feminina economicamente ativa (PEA) no período de 2001 a 2011. Visa, particularmente, avaliar e comparar segmentos de trabalhadoras com filhos e sem filhos, mediante a identificação e análise: (a) dos perfis sócio demográficos desses segmentos, envolvendo idade, raça/cor, escolaridade, posição no domicílio, tipo de arranjo doméstico-familiar, condição de ocupação, setor de atividade, renda e condição de fecundidade; e (b) das possíveis mudanças e persistências nas condições em que se articulam a vida profissional e familiar nesses grupos de trabalhadoras, envolvendo o tempo gasto com afazeres domésticos, jornada de trabalho e acesso à serviços, tais como creches, entre outros, que podem refletir o tempo dispendido com atividades de cuidados. Um segundo objetivo mais geral do trabalho é contribuir para uma reflexão teórico-metodológica sobre os limites, avanços e alternativas que a fonte de dados escolhida (PNAD) e os indicadores comumente utilizados oferecem para a análise dessa temática. Quais os ganhos obtidos e os entraves observados com o uso desse ferramental? Que outras alternativas de informações, técnicas de análise e indicadores poderiam ser pensadas para dar continuidade aos avanços no tratamento dessa questão?

Ocultar
TRAJETÓRIAS URBANAS: MOBILIDADE ESPACIAL E SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL NAS RMS DE CAMPINAS, BAIXADA SANTISTA E VALE DO PARAÍBA.

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 10/2013

Término: 9/2016


Resumo:

Este projeto emerge como continuidade de dois outros projetos - um deles ainda em andamento - e, o mais importante, como resultado da reunião de outros pesquisadores num esforço coletivo propiciado por duas grandes oportunidades: a recente divulgação dos dados relativos à amostra do Censo Demográfico de 2010 e a recente criação oficial de terceira região metropolitana do Estado de São Paulo, a RM do Vale do Paraíba. Nesse sentido, o projeto busca analisar a redistribuição espacial e mobilidade populacional nas RMs de Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba no período 1990/2010, enfatizando as principais tendências observadas, particularmente em termos de mobilidade espacial da população com foco nas continuidades e/ou rupturas ocorridas no período. Também serão considerados alguns condicionantes e consequências desse fenômeno sobre o processo de segregação socioespacial e, de maneira mais geral, sobre as condições de vida da população.

Ocultar
TRAJETÓRIAS URBANAS: MOBILIDADE ESPACIAL, CICLO DE VIDA FAMILIAR E VULNERABILIDADE SOCIAL NA REGIÃO METROPOLITANA DE CAMPINAS.

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 12/2011

Término: 11/2013


Resumo:

Articular a vulnerabilidade social, entendida como a capacidade (ou incapacidade) de resposta frente aos riscos existentes ou, de forma mais simples, o grau de desproteção social, às trajetórias dos indivíduos dentro da metrópole sejam elas espaciais, sociais ou familiares, implica necessariamente considerar esse fenômeno como um processo - não linear ? e, por isso, difícil de ser devidamente apreendido a partir dos dados levantados, por exemplo, em pesquisas domiciliares de caráter não retrospectivo. Este projeto representa uma natural continuidade do projeto ?Dinâmica Intrametropolitana e Vulnerabilidade Sócio-demográfica nas Metrópoles do Interior Paulista: Campinas e Santos?, beneficiando-se, portanto, as reflexões, resultados e principalmente do banco de dados gerados, em especial da pesquisa domiciliar realizada em 2007. Os objetivos perseguidos são, por um lado, dar prosseguimento às discussões teórico-metodológicas que vimos realizando visando contribuir para a ampliação de temas que se referem à ?questão metropolitana? e, por outro lado, aprofundar alguns dos temas até agora analisados a partir de fontes secundárias, como os Censos Demográficos, e com base na pesquisa domiciliar realizada em 2007. Nesse sentido, mantendo ainda o foco sobre este conceito, busca-se nesse projeto recuperar as trajetórias dos indivíduos em termos de sua mobilidade espacial, do mercado de trabalho e do ciclo vital familiar, bem como seus rebatimentos sobre as condições habitacionais, assim como sobre as formas e qualidade de acesso aos bens e serviços públicos. Tais trajetórias, por implicarem em distintas possibilidades de acúmulo ou acesso a ativos configurar-se-iam em elementos analíticos para melhor se compreender como são constituídas, enfrentadas e, em alguns casos, superadas situações de vulnerabilidade, especialmente com relação ao risco da pobreza.

Ocultar
TRAJETÓRIAS URBANAS: MOBILIDADE ESPACIAL, CICLO DE VIDA FAMILIAR E VULNERABILIDADE SOCIAL NA RM DE CAMPINAS

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 3/2010

Término: 2/2014


Resumo:

Objetivo geral do projeto analisar o fenômeno da vulnerabilidade buscando explorar com mais detalhe o seu caráter processual a partir da

Ocultar
TRAJETÓRIAS URBANAS: MOBILIDADE ESPACIAL, CICLO DE VIDA FAMILIAR E VULNERABILIDADE SOCIAL NA RM DE CAMPINAS - POS-DOC

Coordenador Principal: Sérgio Stoco

Início: 8/2011

Término: 7/2013


Resumo:

Analisar o fenômeno da vulnerabilidade buscando explorar com mais detalhe o seu caráter processual a partir da consideração das trajetórias dos indivíduos (e de suas famílias) em termos de sua mobilidade espacial, da inserção no mercado de trabalho e dos momentos do ciclo vital familiar. Serão também observados os rebatimentos dessas trajetórias sobre as condições habitacionais, assim como das formas e qualidade de acesso às oportunidades oferecidas pela metrópole, especificamente no que se refere à educação e saúde.

Ocultar
TRANSFORMAÇÕES DEMOGRÁFICAS QUE MARCARAM O ESTADO DE SÃO PAULO NAS ÚLTIMAS DÉCADAS. TRANSIÇÕES?

Coordenador Principal: Todos os pesquisadores do Nepo

Início: 2013


Resumo:

O projeto pretende reunir as varias linhas de pesquisa do Nepo para o estudo dos processos de transição demográfica ocorridos no Estado de São Paulo, nas ultimas décadas. Assim, as mudanças referentes a constituição familiar, os processos epidemiológicos (morbi0mortalidade, oferta de serviços de saúde) , a urbanização, os processos migratórios nacionais e internacionais, a deterioração do médio ambiente, mudanças climáticas e catástrofes naturais, os processos de reprodução (níveis de fecundidade e diferenciais, contracepção, direitos reprodutivos) estarão contemplados para explorar e analisar em que estagio da Transição Demográfica se encontra este Estado, a comparação com o que ocorreu no país e no mundo e entender se poderia ser caracterizada -ou não- com o que a bibliografia internacional e nacional define como II Transição Demográfica.

Ocultar
URBAN GROWTH, VULNERABILITY AND ADAPTATION: SOCIAL AND ECOLOGICAL DIMENSIONS OF CLIMATE CHANGE ON THE COAST OF SÃO PAULO

Coordenador Principal: Daniel Hogan/Lucia Costa Ferreira - coordenador/ Roberto Luiz do Carmo

Início: 6/2009

Término: 5/2013


Resumo:

This project addresses the issue of impacts of climate change on human and natural systems, identification of vulnerabilities and research on adaptation) and asks one central question: (1) What are the vulnerabilities of coastal zones and cities to climate change and what adaptations are required/possible in light of its expected impacts? Considering that more than 80% of Brazilians lived in cities in 2000 (in São Paulo State, 93%), it is there that the impact of global environmental change on the population will be most felt. Considering that urban behavior standards (values, lifestyles, political orientations, for example) are diffused over the entire society, it is there that new values and practices will have to take root

Ocultar
URBANIZAÇÃO E PROCESSO DE OCUPAÇÃO ESPACIAL DO CERRADO: ?FOLLOW UP? DO CASO DE LUCAS DO RIO VERDE (MT)

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 10/2013

Término: 9/2016


Resumo:

O processo de expansão do cultivo da soja, com sua capacidade de mobilização de capital, com as características de produção em larga escala e com os impactos em termos de modificação de paisagem, trouxe uma nova dinâmica econômica para o Cerrado. Anteriormente tido como pouco produtivo, o Cerrado passou a se visto como um "celeiro", que impulsionou de maneira significativa a balança comercial brasileira, tendo em vista a importância das exportações de soja para o país. No período mais recente o Cerrado foi também alvo de investimentos do setor agroindustrial, com a integração e verticalização da cadeia produtiva de grãos. Esse processo de verticalização e integração produtiva tem caracterizado especificamente o município de Lucas do Rio Verde, no Estado do Mato Grosso. Este projeto se propõe a estudar os desdobramentos recentes destas atividades, especificamente neste início da década de 2010, em termos de dinâmica demográfica, especialmente no que diz respeito às mudanças climáticas na estrutura urbana do município de Lucas do Rio Verde (MT), onde as mudanças demográficas estão acontecendo de maneira acelerada. Mais especificamente, propõe-se o acompanhamento, um "followup", da situação do município. Foram realizadas pesquisas nos anos de 2009 e 2013, e esta proposta prevê uma nova visita de campo no início do ano de 2015. Palavras Chave: urbanização, distribuição espacial da população, Cerrado.

Ocultar
URBANIZAÇÃO, PROCESSO DE OCUPAÇÃO ESPACIAL E SUSTENTABILIDADE NO CERRADO

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo

Início: 3/2011

Término: 2014


Resumo:

O processo de expansão do cultivo da soja, com sua capacidade de mobilização de capital, com as características de produção em larga escala e com os impactos em termos de modificação da paisagem, trouxe uma nova dinâmica econômica para o Cerrado. Anteriormente tido como pouco produtivo, o Cerrado passou a ser visto como um celeiro , que impulsionou de maneira significativa a balança comercial brasileira, tendo em vista a importância das exportações de soja para o país. No período mais recente o Cerrado foi também alvo de investimentos do setor agroindustrial, com a integração e verticalização da cadeia produtiva de grãos. Nesse contexto, esse projeto se propõe a estudar os desdobramentos recentes dessas atividades, especificamente nas décadas de 1990 e 2000, em termos de dinâmica demográfica, especialmente no que diz respeito à reconfiguração da redistribuição espacial da população e ao surgimento e consolidação de pólos urbanos com características industriais, dentro da especificidade da agroindústria.

Ocultar
URBIS AMAZÔNIA. QUAL A NATUREZA DO URBANO NA AMAZÔNIA CONTEMPORÂNEA?

Coordenador Principal: Roberto Luiz do Carmo/Antonio Miguel Vieira Monteiro, INPE e Ana Cláudia Duarte Cardoso, ITV-DS

Início: 11/2011

Término: 10/2014


Resumo:

Este projeto aborda processos relacionados à formação do urbano contemporâneo na Amazônia, e resgata posicionamentos teóricos que procuram contribuir para a formulação de uma agenda de pesquisa sobre a região, com o intuito de articular e mobilizar áreas de conhecimento distintas e a expertise acumulada na academia brasileira na direção de uma utopia necessária: o desenvolvimento sustentável. A argumentação articula conceitos da geografia, economia e urbanismo, aplicados ao contexto amazônico, e associados aos estudos recentes comissionados no decorrer das duas últimas gestões do governo federal, que orientaram a implantação de políticas públicas sensíveis à questão territorial. A partir dessas correlações, introduz as possibilidades oferecidas pela tecnologia da computação, via utilização de geodados, para a superação das dificuldades de integração da investigação em diferentes campos de conhecimento, e avanço em direção à abordagem multidisciplinar e articulada do espaço regional e do universo urbano manifestos na região, através da articulação de diferentes modelos, utilizados como objetos mediadores, para um aporte metodológico que reintroduz a modelagem e simulação de processos, agora territorializados, na análise regional.

Ocultar
VALIDAÇÃO DE ESCALA PARA MEDIDA DIRETA DA SEGURANÇA/INSEGURANÇA ALIMENTAR DE POVOS INDÍGENAS

Coordenador Principal: Ana Maria Segall - coordenadora/Marta Maria Azevedo

Início: 5/2011

Término: 6/2012


Resumo:

Elaborar e testar a escala de insegurança alimentar para os Guarani em duas comunidades no litoral de São Paulo.

Ocultar
VULNERABILIDADE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS: GEOGRAFIA DOS RISCOS NA CIDADE DE LIMEIRA (SP)

Coordenador Principal: Eduardo José Marandola Junior - coordenador/Tirza Aidar/Alvaro D´Antona

Início: 2011


Resumo:

A cidade de Limeira é uma das mais importantes cidades médias paulistas e, enquanto tal, enfrenta problemas ligados ao processo de urbanização e mudança ambiental. Sua geografia dos riscos ainda é desconhecida, principalmente pela ausência de estudos específicos e de longo prazo realizados sobre a cidade. No contexto de mudanças ambientais atual, com mudanças climáticas globais, há necessidade de conhecer os riscos e perigos na cidade e sua geografia, bem como a dinâmica populacional que lhe é correspondente. Os impactos potenciais e, sobretudo, a vulnerabilidade de lugares e populações estão no topo das prioridades da ciência e da gestão pública urbana atualmente. Este projeto visa investigar estes temas na escala intra-urbana da cidade de Limeira, buscando correlacionar as dinâmicas ambientais e demográficas numa análise geográfica, visando compreender a constituição da vulnerabilidade e sua geografia no espaço urbano da cidade

Ocultar
VULNERABILIDADE SOCIAL, SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL, E MOBILIDADE RESIDENCIAL NAS RM DE CAMPINAS E BAIXADA SANTISTA

Coordenador Principal: José Marcos Pinto da Cunha

Início: 11/2008

Término: 10/2010


Resumo:

Este projeto representa a continuidade ao projeto ?Dinâmica Intrametropolitana e Vulnerabilidade Sócio-demográfica nas Metrópoles do Interior Paulista: Campinas e Santos? que vêm sendo desenvolvido desde 2004, como o apoio do CNPq e Fapesp. Os objetivos perseguidos são, por um lado, dar prosseguimento às discussões teórico-metodológicas que contribuem para a ampliação de temas que se referem à ?questão metropolitana?, tendo em vista os avanços obtidos na fase anterior, especialmente em termos da incorporação e conhecimento sobre conceitos como vulnerabilidade e segregação socioespacial, capital social etc.. Por outro lado, pretende-se aprofundar certas questões que puderam ser, em um primeiro momento, analisadas a partir de fontes secundárias como os Censos Demográficos, sobretudo lançando mão das informações levantadas em pesquisa domiciliar realizada no segundo semestre de 2007 em mais de 3400 domicílios das duas RMs estudadas. O partir desta fonte, pretende-se, por exemplo, melhorar o entendimento de fenômenos como a mobilidade intrametropolitana, mobilidade pendular, causas e conseqüências da segregação socioespacial e a relação destes fenômenos com a vulnerabilidade das famílias. Também serão desenvolvidas análises sobre as relações entre as redes sociais, em particular, e do Capital Social, de maneira mais geral, e o processo migratório intrametropolitano enfocando a suas recíprocas e complexas relações. Também serão objeto de investigação nessa fase as condições habitacionais em termos de infra-estrutura e situação fundiária dos residentes nas RMs. Nesse sentido, o projeto pretende também em seu transcurso aprofundar o conhecimento das dinâmicas de formação do que chamamos de ?assentamentos humanos precários?.

Ocultar
VULNERABILIDADE SOCIODEMOGRÁFICA E A SAÚDE EM AMBIENTE METROPOLITANO PAULISTA

Coordenador Principal: Tirza Aidar

Início: 3/2008

Término: 2/2010


Resumo:

A pesquisa é parte das atividades de Projeto Temático desenvolvido no Núcleo de Estudos de População (NEPO/UNICAMP) que, com apoio da FAPESP e CNPq, está conduzindo survey nas Regiões Metropolitanas de Campinas (RMC) e da Baixada Santista (RMBS), tendo como frentes de pesquisa a dimensão ambiental e da saúde, além de questões como mobilidade populacional, educação e estrutura familiar. Com ênfase na morbimortalidade por causas relacionadas a alguns problemas crônicos, selecionados segundo facilidade de diagnóstico e controle, e aos acidentes e violência, as análises buscarão identificar e compreender padrões diferenciais quanto aos riscos à saúde, à percepção e possibilidade de enfrentamento pela população residente nas duas Regiões Metropolitanas paulistas.

Ocultar
VULNERABILIDADE SOCIODEMOGRÁFICA E FAMÍLIAS EM REGIÕES METROPOLITANAS PAULISTAS: A PESQUISA DE CAMPO

Coordenador Principal: Elisabete Dória Bilac

Início: 3/2009

Término: 2/2012


Resumo:

Análise dos dados referentes à famílias e domicílios levantados na pesquisa de campo realizada em 2007 pelo Projeto tronco Dinâmica intra-metropolitana e vulnerabilidade sócio-demográfica nas metrópoles do interior paulista: Campinas e Santos (Projeto Vulnerabilidade), buscando sempre a comparação entre as duas regiões metropolitanas investigadas. Nesta perspectiva, objetiva-se especificamente: 1- Precisar diferenças e semelhanças entre domicílios de chefia feminina e masculina com ênfase na detecção de estratégias familiares diferenciadas. 2- Explorar os processos de formação e características dos domicílios de famílias conviventes 3- Verificar a importância de redes sociais de parentesco, vizinhança ou amizade no quotidiano das famílias.

Ocultar
XII JORNADAS ARGENTINAS DE ESTUDIOS DE POBLACION

Coordenador Principal: Sérgio Stoco

Início: 9/2013

Término: 2013


Resumo:

Participação XII Jornadas Argentinas de Estudios de Poblacion

Ocultar
XXVII IUSSP INTERNATIONAL POPULATION CONFERENCE

Coordenador Principal: Alberto Augusto Eichman Jakob

Início: 8/2013

Término: 8/2013


Resumo:

Participação XXVII IUSSP International Population Conference em Busan Coreia do Sul

Ocultar
XXVIII CONGRESSO INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO LATINO-AMERICANA DE SOCIOLOGIA

Coordenador Principal: Alberto Augusto Eichman Jakob

Início: 9/2011

Término: 9/2011


Resumo:

Participação XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia

Ocultar
Voltar
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Escreva sua matéria
Acesse pelo celular