Projetos
118 Projetos de Pesquisa (PAGU) Fonte: Avaliação Institucional 2009-2013
A (IN)VISIBILIDADE LÉSBICANO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE A PRODUÇÃOE EXPRESSÃO DO HOMOEROTISMOFEMININO NAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Coordenador Principal: Karla Adriana Martins Bessa / Lilian Cristina dos Santos

Início: 10/2010

Término: 9/2011


Resumo:

O estudo da expressão homoerótica na arte brasileira é imensamente restrito, e ainda assim tem como foco a homossexualidade masculina. Embora estes estudos devam-se ao pioneirismo dos Estudos sobre a Mulher, a homossexualidade feminina em si foi deixada para trás tanto socialmente quanto academicamente. Semelhante ao fato de a mulher, durante muito tempo, ser marginalizada de qualquer análise social, a homofobia relacionada às lésbicas se dá muito mais pelo descaso e indiferença do que pela violência física. No Brasil, inclusive, a marginalidade da lesbianidade na arte é completa, e os estudos sobre ela, pouquíssimos. Assim como no cinema, uma forma de arte bastante utilizada pelo movimento LGTTB são os quadrinhos que, aliás, emprestaram ao cinema muito de sua linguagem. Os lesbian comics são bastante numerosos nos outros países; já no Brasil não se sabe e nem há nenhum estudo neste sentido. De qualquer maneira, não encontramos estudos relevantes no Brasil e no mundo que dediquem atenção especial à expressão da lesbianidade nas histórias em quadrinhos. Assim, neste trabalho, desejamos realizar a busca por estas produções no país e analisar sua linguagem- tanto imagética quanto textual- para percebermos as conexões entre as expressões da lesbiandade nos quadrinhos brasileiros em comparação com os trabalhos feitos no exterior, mas disponíveis no Brasil

Ocultar
A AMPLIAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DA REDE DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOSDE ATENDIMENTO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

Coordenador Principal: Wania Pasinato

Início: 11/2010

Término: 6/2011


Resumo:

O presente projeto tem como objetivo conhecer as condições de funcionamento das 129 Delegacias de Defesa da Mulher(DDMs) atualmente existentes no estado de São Paulo. Este conhecimento é fundamental para a formulação de projetos visandoà melhoria para o atendimento oferecido por estas unidades policiais. Além de proporcionar conhecimento para oaprimoramento dos serviços oferecidos, espera-se também contribuir com recomendações visando a valorização do trabalho depoliciais e demais profissionais que atuam nas DDMs. O projeto está adequado às ações e iniciativas do Eixo 1 do PactoNacional pelo Enfrentamento à Violência Contra e propõe uma contribuição para o fortalecimento e aprimoramento dosserviços especializados – no caso, as Delegacias da Mulher; para o fortalecimento de estratégias de integração da rede deserviços, e para a implementação integral da Lei Maria da Penha

Ocultar
A CRISE DO TRABALHO E AS NOVAS FORMAS DE GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA. AS DISTINTAS FACES DO TRABALHO ASSOCIADO, OS TRABALHADORES E A QUESTÃO DE GÊNERO

Coordenador Principal: Angela Maria Carneiro de Araújo

Início: 3/2008

Término: 2/2011


Resumo:

Este projeto se propõe a discutir as características principais da atual crise do trabalho, enfatizando especialmente a difusão das formas recentes de precarização do trabalho como o trabalho autônomo, a domicílio, sem contrato ou por tempo determinado, utilizados para o rebaixamento de custos empresariais. Por outro lado, visa analisar a utilização do trabalho associado em sua dualidade contraditória: como forma de rebaixamento de custos e precarização do trabalho, a partir de existência de uma autonomia meramente formal, e como alternativa de geração de emprego e renda em empreendimentos autogestionários. Nesse sentido, visa discutir em que medida essas novas formas de configuração do trabalho, entendidas, também, como experiências de uma Economia Solidária, apresentam-se como alternativas viáveis de geração de emprego e renda. Bolsa de Produtividade (Pesquisadora Nível 2 do CNPq - Processo 309019/2007-9 )

Ocultar
A DÁDIVA ENTRE ESTRANHOS: UM ESTUDO DOS GRUPOS ANÔNIMOS DE AJUDA MÚTUA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Carolina Branco de Castro Ferreira

Início: 3/2008

Término: 10/2012


Resumo:

Projeto para a realização de tese doutoramento. Propõe-se como objetivo geral neste projeto compreender como as relações de gênero e de sexualidade permeiam as dinâmicas e disposições normativas de grupos anônimos de ajuda mútua brasileiros voltados para a adicção relacionada ao amor e/ou sexo. A partir de um pré-campo exploratório, realizado em dezembro de 2006 na cidade de São Paulo, no grupo Mulheres que Amam Demais Anônimas (MADA) e da continuidade de minhas pesquisas sobre o assunto, resolvi ampliar o recorte do estudo e incluir, além do MADA, os Dependentes de Amor e Sexo Anônimos (DASA) e os Co-dependentes anônimos (CODA) como campos de pesquisa, pois levanto a hipótese de que é possível traçar a rede de sociabilidade que se estabelece entre estes grupos, bem como verificar as configurações das relações de gênero presentes neles e relacioná-las com a esfera da sexualidade. A metodologia proposta é a observação participante para dar continuidade à coleta de dados etnográficos, a análise do material escrito utilizado e produzido pelos grupos e entrevistas em profundidade com os (as) participantes.

Ocultar
A EPIDEMIA DE HIV/AIDS E AS MEDICINAS TRADICIONAIS NO SUL DE MOÇAMBIQUE

Coordenador Principal: Mariza Corrêa / Luiz Henrique Passador

Início: 3/2005

Término: 8/2011


Resumo:

Doutorado. Esta tese é resultado de pesquisas etnográficas realizadas no distrito de Homoíne, Província de Inhambane, no Sul de Moçambique. Visando compreender como se dá a experiência da população local com o HIV/Aids num contexto rural, a partir de suas concepções "tradicionais" sobre as doenças e curas, o trabalho investiga os elementos que constituem o campo reconhecido emicamente como "tradição" e suas conseqüências pragmáticas no trato com a epidemia. Analisando o parentesco, as relações de gênero, a feitiçaria e a medicina tradicional, procura-se demonstrar como as concepções de doenças tradicionais estão associadas a um contexto de predação que tem suas raízes nas guerras que construíram as formas de socialidade na região Sul de Moçambique. Nesse contexto de conflitos que atravessam a história desde o período pré-colonial, as doenças tendem a ser experimentadas pelo viés persistente dessas concepções tradicionais, que associam as enfermidades a formas de predação fundadas no estatuto de alteridade dos agentes sociais que as produzem ou como rupturas de ordens internas ao campo social. A experiência com o HIV/Aids se dá dentro desse cenário, o que interfere nas formas de concepção local da doença e afeta as formas de controle da epidemia

Ocultar
À MEIA-LUZ: UMA ETNOGRAFIA IMPRÓPRIA EM CLUBES DE SEXO MASCULINOS

Coordenador Principal: Maria Filomena Gregori / Camilo Albuquerque de Braz

Início: 3/2006

Término: 4/2010


Resumo:

Esta etnografia foi realizada em locais comerciais para encontros sexuais entre homens,notadamente clubes de sexo, na cidade de São Paulo, Brasil. O objetivo geral é o de trazerelementos empíricos para os debates sócio-antropológicos atuais em torno das sexualidades eerotismos "não-heterossexuais", em contextos de segmentação de mercado. Além disso,dialogar com os debates contemporâneos acerca da relação entre "homossexualidades" e"masculinidades". A eleição de clubes de sexo para homens como locais de investigação foiestratégica, pois permitiu articular 1) o processo de criação de novas segmentações nomercado de lazer sexual entre homens no Brasil com 2) a apropriação contextual de umprocesso que alude à valorização, incorporação e performatividade de estereótiposrelacionados à virilidade nas relações afetivo-sexuais entre homens. Os sex clubs e leather bars norte-americanos e europeus de meados dos anos 1960 a 1980 são aqui tomados comouma espécie de convenção, que migrou via mercado para outros contextos, a partir dos anos1990. Uma aproximação para a compreensão deste processo no Brasil é dada a partir dosclubes de sexo duro de Madrid, na Espanha. Apresento a história dos clubes de sexopaulistanos a partir das entrevistas com seus donos e idealizadores, discutindo o contexto quetornou tais estabelecimentos possíveis, aliando segmentação de mercado às própriastrajetórias e escolhas eróticas dessas pessoas. Indago acerca dos sentidos que adquirem essesestabelecimentos para quem os usa e sobre como os freqüentadores interpretam asexperiências neles vividas. Por fim, abordo o tema do controle, nos clubes, de práticascorporais potencialmente descontroladas. Isso leva à questão: quais são os corpos queimportam nesses locais? A análise sugere, portanto, que essas experiências "à meia-luz"estão norteadas não apenas por marcadores sociais de diferença, mas também pela idéia do controle

Ocultar
A ORGANIZAÇÃO DA ZONA: NOTAS ETNOGRÁFICAS SOBRE RELAÇÕES DE PODER NA ZONA DE PROSTITUIÇÃO JARDIM ITATINGA, CAMPINAS - SP

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Aline Godois de Castro Tavares

Início: 3/2011

Término: 3/2014


Resumo:

Mestrado (bolsa de 03/2011 a 06/2011)

Ocultar
A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO NA ÁREA DE GÊNERO E SEXUALIDADE NO BRASIL: UMA ANÁLISE DE CONGRESSOS ESPECÍFICOS DO CAMPO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Sarah Rossetti Machado

Início: 2/2012

Término: 7/2012


Resumo:

Pesquisa de iniciação científica de Sarah Rossetti Machado. O projeto teve como objetivo geral a recuperação da trajetória recente dos estudos de gênero e sexualidade no Brasil, por meio da investigação e análise do principal congresso específico desse campo de estudos, o Seminário Internacional Fazendo Gênero, com realização bienal, desde 1994, na Universidade Federal de Santa Catarina. Para tanto, considerou-se a importância dos congressos científicos como instâncias de consagração e espaços onde ocorre a legitimação da ciência. A metodologia incluiu análise documental dos anais eletrônicos do congresso e a elaboração de um banco de dados com informações sobre os coordenadores (distribuição regional e disciplinar) e temas abordados nos Grupos de Trabalho das edições disponíveis (2000-2010). O trabalho inclui ainda informações sobre a distribuição regional e disciplinar da rede de coordenadores de GT nesse período e a análise dos temas dos GT em cada uma das edições.

Ocultar
A TRAJETÓRIA DE UM DEBATE: GÊNERO E SEXUALIDADE NAS REUNIÕES BRASILEIRAS DE ANTROPOLOGIA E NOS ENCONTROS DA ANPOCS

Coordenador Principal: Regina Facchini / Rubens Mascarenhas Neto

Início: 8/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Pesquisa de IC de Rubens Mascarenhas Neto. O presente projeto de iniciação científica integra a pesquisa Gênero e sexualidade na pesquisa e na produção científica brasileira: intersecções, convenções e conexões apoiada pelo CNPq e objetiva reconstituir a trajetória dos debates sobre gênero e sexualidade nos Grupos de Trabalho dos Encontros da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) e nas Reuniões Brasileiras de Antropologia da Associação Brasileira de Antropologia (ABA). Para tal, serão apreciados os anais desses eventos e o cotejo com entrevistas de pesquisadores envolvidos. No decorrer da pesquisa dialogar-se-á com os demais colegas da equipe. Ademais será feita uma revisão bibliográfica e aprofundamento das reflexões nos encontros quinzenais do grupo de estudos.

Ocultar
ACCESO A LA JUSTICIA PARA MUJERES SOBREVIVIENTES DE LA VIOLENCIA: ESTUDIO COMPARATIVO DE LAS COMISARIAS DE LA MUJER EN AMERICA LATINA

Coordenador Principal: Wânia Pasinato

Início: 10/2007

Término: 12/2009


Resumo:

Realizar um estudo comparativo sobre Delegacias da Mulher no Brasil, Equador, Nicarágua e Peru, relativo ao acesso à justiça para os sobreviventes da violência contra as mulheres e o exercício e respeito dos seus direitos, a fim de apresentar propostas para a melhoria das políticas públicas neste setor

Ocultar
ACESSO A JUSTIÇA PARA MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

Coordenador Principal: Guita Grin Debert / Wania Pasinato

Início: 9/2010

Término: 11/2011


Resumo:

Apoio Fapesp para publicação de livro

Ocultar
AMOR, SEXO, CASAMENTO E MOBILIDADES EM TEMPOS DE CRISE: MERCADOS SEXUAIS E MATRIMONIAIS ENVOLVENDO BRASIL E ESPANHA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 2/2013

Término: 4/2013


Resumo:

Bolsa de Pós Doutorado no Exterior. A proposta apresentada neste projeto é explorar como os relacionamentos sexuais e/ou amorosos heterossexuais transnacionais, principalmente casamentos, operam nas mobilidades entre Espanha e Brasil no momento atual. As oportunidades que se abrem no Brasil contrastam com a crise econômica que afeta Espanha, conduzindo ao deslocamento de espanhóis para o Brasil e a migrações de retorno de brasileiros. Simultaneamente, migrantes brasileiras/os fazem esforços para permanecer no exterior e a Espanha ainda atrai fluxos de brasileiros. A bolsa solicitada à FAPESP viabilizará uma fase do projeto, a ser realizada em Barcelona, voltada para analisar os possíveis efeitos do novo posicionamento geopolítico do Brasil nesses relacionamentos. O universo de pesquisa estará integrado por brasileiras/os residentes em Barcelona que tem ocupado diferentes setores de atividade na Espanha e por pessoas espanholas que se relacionam com eles/elas e/ou que procuram aproximações sexuais/amorosas com brasileiros/as no horizonte de uma possível migração ao Brasil. Criando uma perspectiva a partir de resultados de pesquisas anteriores, os principais objetivos deste trabalho de campo são: a) compreender as vinculações desses relacionamentos com os atuais processos de deslocamento entre Espanha e Brasil; b) analisar comparativamente como gênero, articulado a outras categorias de diferenciação, principalmente nacionalidade, permeia esses relacionamentos c) considerar os efeitos dessas diferenças na dinâmica dos casais, na inserção no país de destino, na organização de redes migratórias e nas re-configurações de categorias de diferenciação que afetam às pessoas envolvidas.

Ocultar
AS NOVAS FORMAS DO MERCADO ERÓTICO E OS LIMITES DA SEXUALIDADE: VIOLÊNCIA, GÊNERO E OS EROTISMOS CONTEMPORÂNEOS

Coordenador Principal: Maria Filomena Gregori

Início: 3/2007

Término: 2/2011


Resumo:

Este projeto é um desdobramento da pesquisa "Violência, gênero e novas faces do erotismo". Seu objetivo principal é aprofundar o conhecimento na área da Antropologia e Estudos de Gênero através da investigação das novas faces do mercado erótico contemporâneo e seus efeitos para a discussão sobre a violência interpessoal marcada pelo gênero. Como objetivos específicos, o projeto define: 1) aprofundar a discussão sobre mercado erótico (produção, comercialização e consumo de bens eróticos), e identificar: a) suas conexões mais gerais com o mercado cuja operação implica a produção de novos segmentos a partir da oferta e uso pelos consumidores de produtos eróticos; b) pensar as conexões das novas faces do mercado erótico com o que poderíamos chamar de limites da sexualidade, isto é, com a ampliação ou restrição de normatividades sexuais na criação de âmbitos de maior tolerância e os novos limites que vão sendo impostos, bem como investigar dentre essas experiências sexuais a articulação de elementos relativos ao que é considerado abusivo e o que passa a ser qualificado como normal; 2) pensar os efeitos do mercado erótico sobre os limites que tendem a expandir ou constranger as escolhas e experiências sexuais, através do lugar que diferenças de gênero, classe, idade e raça (que indicam distintas posições de poder) e transgressão ocupam em segmentos desse mercado e como esse lugar incide na produção de corpos e na relação entre corpos e pessoas; 3) Investigar um dos nichos desse mercado, o relativo às práticas sadomasoquistas, estratégico para a pesquisa pois ele toca de perto os limites entre prazer, dor, constrangimento e consentimento. Para alcançar tais objetivos, a pesquisa visa: 1) analisar as implicações entre o consumo e os usos dos produtos eróticos nas carreiras sexuais e afetivas (Gagnon, 2006) de homens e mulheres, através de entrevistas que desvendem suas biografias sexuais em termos dos seus relacionamentos hetero ou homossexuais, os roteiros que as constituem, e os usos que fazem dos bens eróticos de modo a entender as experiências relacionadas à corporalidade; 2) realizar etnografia detalhada sobre um clube paulistano chamado Dominna, local de encontro e atividades sadomasoquistas; 3) investigar o lugar que as práticas sadomasoquistas ocupam nas carreiras afetivas e sexuais de pessoas, em redes sociais já identificadas, comparando as experiências em meio à diferentes orientações sexuais (praticantes heterossexuais, lésbicas e gays)

Ocultar
AUTO-AJUDA E A REIFICAÇÃO DA CRISE DA MEIA IDADE

Coordenador Principal: Guita Grin Debert/Talita Pereira de Castro

Início: 3/2005

Término: 12/2009


Resumo:

Tendo em vista processos contemporâneos de negação da velhice, multiplicação dasmarcas identitárias e exaltação da juventude como valor, proponho uma análise da forma comoa crise da meia-idade aparece em publicações de auto-ajuda nacionais. Dada a centralidadedas imagens do lobo e da loba para caracterização de mais esse período da vida adulta, noBrasil, nestas concentro meus esforços analíticos. O esforço é pela apreensão das alteraçõesque as inflexões de gênero trazem para a configuração da meia-idade nessa mídia. De umlado, a construção da imagem de um homem frágil e infantilizado e, de outro, a de uma mulherpoderosa, que continua a seduzir, a despeito das transformações físicas que marcam operíodo. A partir do referencial teórico da sociologia das emoções e do cuidado, e dasdiscussões sobre gerações, proponho uma reflexão sobre as expectativas sócio-emocionaispara essa fase da vida. Dissertação – Mestrado

Ocultar
BOGART DUPLO BOGART. PISTAS DA PERSONA CINEMATOGRÁFICA DE HUMPHREY BOGART, 1941-46

Coordenador Principal: Heloísa Pontes / Luis Felipe Sobral

Início: 3/2008

Término: 4/2010


Resumo:

Mestrado CNPq, Esta dissertação consiste em uma etnografia histórica do olhar hollywoodiano. Em particular, descreve a sedimentação da persona cinematográfica de Humphrey Bogart (1899-1957) na primeira metade da década de 1940. O foco analítico é duplo: por um lado, está atento às relações de gênero inscritas em suas performances; por outro, procura relacionar sua trajetória social e a estrutura de produção industrial de Hollywood. Uma descontinuidade interpõe-se entre a interpretação do artista diante da câmera e sua imagem projetada na tela: o trabalho de vários outros profissionais (roteirista, técnico de som, editor etc.) completa o processo até o lançamento do filme, quando é avaliado por público e crítica. No cinema, a performance artística submete-se à câmera, que executa a mediação de todo o processo; ao aparato técnico corresponde a persona cinematográfica, que não se resume nem ao intérprete nem aos seus personagens: ao mesmo tempo em que une estes — delineando um modelo de gênero —, também proporciona àquele o estabelecimento social na estrutura de produção. Através de uma série de pistas oriundas de fontes diversas (filmes, literatura, biografias, historiografia), esta dissertação argumenta que experiência social e cultura visual são inseparáveis, defende que a persona de Bogart (símbolo canônico de masculinidade) alimentava-se da tensão dramática entre a indiferença aparente e a vulnerabilidade súbita, e, finalmente, demonstra que a relação entre Bogart e sua persona caracterizava-se pela alteridade

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Iara Beleli

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Apoio do CNPq e Capes à publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Guita Grin Debert

Início: 12/2008

Término: 12/2009


Resumo:

Apoio do CNPq e Capes à publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Iara Beleli

Início: 10/2009

Término: 10/2010


Resumo:

Apoio da Caixa Economica Federal para a publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Leila Algranti

Início: 5/2010

Término: 5/2011


Resumo:

Apoio do CNPq e Capes à publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Iara Beleli

Início: 12/2010

Término: 12/2011


Resumo:

Apoio do CNPq e Capes à publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Iara Beleli

Início: 12/2011

Término: 12/2012


Resumo:

Apoio do CNPq e Capes à publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Karla Bessa

Início: 12/2012

Término: 12/2013


Resumo:

Apoio do CNPq e Capes à publicação da revista cadernos pagu

Ocultar
CIÊNCIA E GÊNERO: MEDICALIZAÇÃO, REPOSIÇÃO HORMONAL E MENOPAUSA

Coordenador Principal: Maria Conceição da Costa

Início: 9/2011

Término: 9/2013


Resumo:

A construção da menopausa pela ciência como uma doença não pode ser dissociada da progressão da medicina ocidental do século XIX, das políticas de saúde e da consideração das doenças como problema político e econômico. Além disso, a visão da menopausa como doença e os sintomas atribuídos a esta fase não são fixos em todas as sociedades. No mundo oriental, por ex., o fenômeno da menopausa é praticamente desconhecido, não havendo sequer um nome para designar tal fase. Os sintomas da menopausa não são sentidos com a mesma intensidade ou, se sentidos, são encarados como naturais do processo de envelhecimento. Nesse contexto, pretende-se analisar a medicalização da menopausa no Brasil, i. é, como médicos e "pacientes" descrevem seus sintomas e buscam tratamentos, considerado o acesso à informação científica, a transmissão do conhecimento pelos médicos de diferentes sistemas de saúde (público, privado e universitário), além da confiabilidade no discurso médico entre cada grupo de mulheres. Este projeto é parte um estudo comparativo entre São Paulo e Rio de Janeiro sobre Gênero e Ciência, a partir da medicalização dos sintomas da menopausa. Uma parte da pesquisa vem sendo desenvolvida junto no Departamento de Política Científica e Tecnológica da Universidade Estadual de Campinas e no Centro de Atendimento à Saúde da Mulher da mesma universidade. No Rio de Janeiro esta pesquisa será desenvolvida em parceria com o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Icict/Fiocruz). Pretende-se, assim, consolidar uma rede de investigação entre as distintas instituições em torno de uma agenda comum sobre medicalização, baseada em quatro questões: compreender as modalidades de atribuição de significados sobre medicalização e os sintomas da menopausa nos contextos quotidianos de utilização; analisar os discursos e as práticas que subjazem à utilização de conhecimento por parte de especialistas, políticos e leigos no âmbito destas inovações; explorar a forma como os usos sociais de novos fármacos (hormônios) (re)produzem relações e identidades de gênero, e investigar como são repassadas as informações sobre terapias de reposição hormonal em centros de saúde públicos.

Ocultar
CIRCUITOS CINEMATOGRÁFICOS: IMAGENS, MOVIMENTO E DURAÇÃO CONSTITUINTES DA SEXUALIDADE E DAS POLÍTICAS DE GÊNERO NA ATUALIDADE

Coordenador Principal: Karla Adriana Martins Bessa

Início: 12/2008

Término: 11/2009


Resumo:

Esta pesquisa parte da análise da dinâmica de produção-exibição de uma cinematografia inicialmente denominada de gay e lésbica (década de 90) e que, na última década em muitos lugares passou a se auto-denominar "queer". O enfoque não é temático (como a questão da família por exemplo), como eu vinha desenvolvendo até então, mas voltado para a análise das programações e execuções _ naquilo em que podem ser comparadas_ de diferentes edições do festival queer de cinema. Como início, pretendo comparar as edições do Festival Mix Brasil da diversidade sexual, Festival Queer Lisboa e o Festival Mix de Nova Yorque. Para elaborar os meios desta análise comparativa, proponho a realização de uma leitura transdisciplinar, que parta primeiramente de uma etnografia das sessões e programações destes três festivais, com enfoque para as questões estéticas e políticas que perpassam a produção cênica e representacional de sexualidades periféricas, ou seja, fora dos padrões heteronormativos

Ocultar
CIRCULAÇÃO DE PRODUTOS BRASILEIROS NA ESPANHA

Coordenador Principal: Iara Beleli / Adriana Gracia Piscitelli

Início: 2/2012

Término: 4/2012


Resumo:

Pós doutorado - Projeto de cooperação científica internacional entre o Programa de Doutorado em Ciências Sociais/ Núcleo de Estudos de Gênero, PAGU/UNICAMP e o Departamento de Antropología, Filosofía y Trabajo Social de la Facultad de Letras, Universitat Rovira i Virgili/ Espanha, apresentado ao Programa CAPES/DGU, Edital nº 041/2010. Este projeto propõe uma reflexão sobre a circulação de produtos brasileiros na Espanha, de forma a perceber, de um lado, como brasileiras/os que vivem, trabalham e/ou circulam no exterior produzem noções de brasilidade através dos produtos que vendem; de outro, como os espanhóis (re)inventam produtos locais através da associação com marcas, matériasprimas, percebidas como particulares do Brasil. Explorar essas construções permite refletir sobre as noções de brasilidade produzidas no âmbito do mercado e, ao mesmo tempo, modos de significar o Brasil pelos espanhóis. Essa circulação de produtos requer um olhar escritunador para a intersecção de marcadores de diferença (gênero, raça/cor, sexualidade) que, muitas vezes, contrapõe idéias, noções, conceitualizações, produzidas no Brasil às produzidas sobre o Brasil na Espanha, mas em outras, os integra. O corpus desta pesquisa se constitui na observação de lugares conhecidos como revendedores de produtos "étnicos" – vestimenta, instrumentos musicais, comida –; entrevistas em profundidade com comerciantes e usuários brasileiros e espanhóis; aproximação etnográfica em lojas de grandes magazines em diferentes cidades.

Ocultar
CONVENÇÕES DE GÊNERO E QUESTÕES DE CAPITAL NO CLUBE DE MULHERES

Coordenador Principal: Iara Beleli / Maisa Cardozo Fidalgo Ramos

Início: 8/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Esta pesquisa de Iniciação Científica deu continuidade à pesquisa iniciada em agosto de 2011 e propôs analisar as convenções de gênero e sexualidade no Clube das Mulheres, perguntando em que medida a inversão do olhar, agora das mulheres para os homens, modifica ou reitera os lugares pensados para as mulheres na sociedade. Essas convenções permitem perceber se, e como, a circulação de mulheres em lugares percebidos como pouco usuais aludem à mudanças na sexualidade e em que medida essa circulação está associada às diferenças de inserção social e econômica. Esse corpus estabelece um estreito diálogo com um projeto mais amplo, em andamento e coordenado pela Dra. Iara Beleli, que investiga as relações afetivas/ amorosas/sexuais no site de relacionamento Par Perfeito.

Ocultar
CONVENÇÕES DE GÊNERO E SEXUALIDADE NA PRODUÇÃO E NO CONSUMO DE FANFICTIONS YAOI NO BRASIL

Coordenador Principal: Iara Beleli / Heloísa Fernanda Camargo (bolsita SAE)

Início: 8/2010

Término: 7/2011


Resumo:

Este projeto analisa as convenções de gênero e sexualidade nas fanfictions YAOI brasileiras, histórias escritas por fãs, a maioria mulheres, sobre diversos produtos midiáticos – filmes, livros, seriados e quadrinhos - centradas no relacionamento afetivo/sexual entre homens. Em diálogo com a bibliografia nacional e internacional sobre o tema, o acompanhamento do campo foi realizado na internet, através de sites destinados à postagem de histórias e à discussão entre os/as fãs produtores/as e consumidores/as deste gênero de fanfiction. Foram selecionados para o acompanhamento dois sites que apresentavam maior número de membros e discussão mais movimentada e, dentro destes, foram analisadas as fanfictions mais populares entre os membros – com maior número de comentários – e o debate gerado por elas. A pergunta central girou em torno de como as onvenções presentes nesse material se aproximam ou não das questões levantadas pelos movimentos feministas e LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Trangêneros), nos últimos anos, especialmente a homofobia. Algumas considerações preliminares sobre o material apontam para uma maior heterogeneidade do público produtor e consumidor de YAOI do que a apresentada pela literatura, que descreve a preponderância de mulheres heterossexuais. Além disso, foi possível acompanhar discussões sobre homofobia e movimento LGBT, o que aconteceu com menos intensidade em relação ao feminismo

Ocultar
CONVENÇÕES EM MOVIMENTO: GÊNERO, SEXUALIDADE E MUDANÇA SOCIAL EM PERSPECTIVA COMPARADA

Coordenador Principal: Regina Facchini

Início: 12/2011

Término: 12/2013


Resumo:

Este projeto, constituído a partir de uma articulação entre estudos antropológicos brasileiros e referencial oriundo dos estudos de gênero e sexualidade de inflexão construcionista e pós-estruturalista, configura-se como desdobramento do pesquisas recém-concluídas por sua coordenadora. Tem por objetivo principal contribuir para o conhecimento acerca das mudanças sociais em curso na sociedade brasileira, em especial no que diz respeito às convenções sobre gênero e sexualidade, bem como para a compreensão das relações entre gênero, sexualidade e entre estes e outros marcadores sociais de diferença, especialmente classe e geração, na produção de hierarquias e desigualdades. Para tanto, mobiliza as seguintes fontes de pesquisa: 1) um conjunto de 65 entrevistas previamente realizadas com mulheres de diferentes condutas e trajetórias sexuais, bem como idades e inserções raciais e sócio-econômicas; 2) um conjunto de 31 entrevistas previamente realizadas com homens e mulheres de conduta homo ou bissexual ou autoclassificados a partir de categorias como travesti ou transexual; 3) um conjunto de aproximadamente 10 entrevistas a serem realizadas com jovens de estratos populares; 4) leitura e análise das convenções presentes em quatro livros publicados entre o final dos anos 1970 e meados da década seguinte; 5) etnografia de espaços de interação online e offline de redes de praticantes de BDSM (bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo) e fetichistas na cidade de São Paulo.

Ocultar
CORPOS E SEXO BIZARROS: ESTÉTICAS TRANSGRESSORAS NO PORNÔ

Coordenador Principal: Maria Filomena Gregori / Maria Elvira Diaz Benitez

Início: 4/2010

Término: 3/2012


Resumo:

O objetivo deste projeto de pós-doutorado é analisar a produção de filmes pornô da categoria bizarro em São Paulo, cidade que concentra o maior número de produtoras e distribuidoras de material pornô no Brasil e uma das principais da América Latina. Trata-se do exame das redes que conformam tal universo, as quais englobam: atrizes, atores, criadores, produtores, diretores, fornecedores, recrutadores e distribuidores, bem como outros tentáculos do mercado do sexo. Como tais redes são conformadas? Quais delas devem ser ativadas para que as pessoas ingressem neste universo? Como se estrutura a organização social da atividade? Quem são as pessoas que interagem na rede? Que papéis ocupam? O objetivo é, por um lado, discutir os bastidores da produção deste tipo de pornô, isto é, as técnicas corporais, as práticas e coreografias do sexo, a circulação e a distribuição das imagens e os tecidos afetivos e as convenções morais que perpassam esta rede. Por outro, pretende-se examinar os enunciados sobre sexualidade e gênero elaborados pelas representações de caráter bizarro, e os modos como neles são conectados discursos sobre erotismo e transgressão. O background desta pesquisa é a minha tese de doutorado que tratou da produção de filmes pornô de tipo heterossexual, gay e travesti, a qual deu origem ao livro Nas Redes do Sexo: os bastidores do pornô brasileiro (Zahar, 2010).

Ocultar
CRIMES ESPETACULARES: GÊNERO E OUTROS MARCADORES SOCIAIS DA DIFERENÇA NA PRODUÇÃO DA NOTÍCIA

Coordenador Principal: Iara Beleli / Sara Vieira Antunes

Início: 8/2013

Término: 7/2014


Resumo:

Bolsa de Iniciação Científica – Pibic-Unicamp/CNPq. A partir da produção de notícias sobre crimes cometidos por mulheres que ganharam repercussão nacional em variadas mídias, a pergunta central deste projeto é se, e como, o julgamento dessas mulheres, porque são mulheres, ultrapassa os limites da lei que prevê a punição para o crime cometido, buscando perceber como os marcadores sociais de diferença – raça, classe, gênero, sexualidade – operam na descrição midiática do crime e da criminosa. A pesquisa se centra na análise da notícia, e dos comentários de "pessoas comuns" também veiculados pelas mídias on line, de três casos: Suzane Von Richthofen – acusada de ter planejado o assassinato de seus pais em novembro de 2002; Elize Araújo Kitano Matsunaga, que confessou ter matado e esquartejado seu marido, Marcos Kitano Matsunaga em 2012; e Suzana do Carmo de Oliveira Figueiredo, que, em 2013, confessou ter sequestrado e matado João Felipe Eiras Santana Bichara, filho de uma de suas clientes, cujo pai era seu suposto amante. Apesar dos casos serem bastante distintos entre si, a polêmica gerada guarda semelhança no tocante às relações de parentesco e/ou afetividade entre vítima e agressora.

Ocultar
DA VELHICE DA PRAÇA À VELHICE DA ROÇA: REVISITANDO MITOS E CERTEZAS SOBRE VELHOS E FAMÍLIAS NA CIDADE E NO RURAL

Coordenador Principal: Guita Grin Debert / Adriana de Oliveira Alcântara

Início: 4/2007

Término: 3/2010


Resumo:

O objetivo desta pesquisa é analisar como as transferências intergeracionais de apoio familiar vêm se configurando em unidades domésticas compostas de pelo menos três gerações no meio rural e urbano, levando em conta a oposição cunhada por Camarano (2004) entre família de idosos em que o chefe da unidade doméstica é o idoso e família com idosos em que o idoso é parente do chefe. O interesse é compreender o caráter que essas trocas assumem para grupos distintos no que diz respeito à classe social, idade e gênero. Através de uma metodologia qualitativa, envolvendo observação de comportamento, entrevistas, a etnografia a ser realizada buscará de início, explorar três dimensões da experiência cotidiana dos idosos: 1) as trocas afetivas e instrumentais estabelecidas nas gerações da família; 2) formas de sociabilidade extrafamiliar desenvolvidas pelos idosos; 3) o modo pelo qual os investimentos feitos pelo idoso no corpo e na saúde são percebidos pelo grupo familiar

Ocultar
DE AMORES E AFETOS: SOCIABILIDADES E DESEJOS EM SITES DE RELACIONAMENTO

Coordenador Principal: Iara Beleli / Jonatan Jackson Sacramento

Início: 7/2013

Término: 7/2014


Resumo:

Iniciação Científica processo: 2013/01130-5. O objetivo principal desta pesquisa é perceber em que medida a segmentação do mercado nos sites de relacionamento abre novas possibilidades para a escolha de parcerias amorosas/afetivas/sexuais, refletindo sobre como os marcadores de diferença - gênero, raça/etnia, geração, classe, sexualidade, religião - operam tanto na construção de si, como na construção do outro desejado. A pesquisa será desenvolvida nos sites G Encontros e Divino Amor, através de levantamento de perfis, entrevistas com usuários/as, entre 18 e 39 anos, de São Paulo e da Região Metropolitana de Campinas. As interações on line e off-line serão analisadas em interlocução com as teorias de gênero, sexualidade, juventude e religião.

Ocultar
DE FRONTEIRAS E SENTIDOS: PROCESSOS POLÍTICOS E RELAÇÕES ENTRE MOVIMENTO LGBT E ESTADO (CAMPINAS, 1998-2010)

Coordenador Principal: Regina Facchini / Vinícius Pedro Corrêia Zanoli

Início: 8/2012

Término: 2/2013


Resumo:

Pesquisa de IC de Vinicius Zanoli. Esta proposta de iniciação científica se constitui como desdobramento de dois anos de pesquisa prévia no campo que constitui seu objeto empírico e prevê que seus resultados colaborem para elaboração de uma monografia final de curso de graduação. O objetivo geral desta proposta é colaborar para a compreensão das relações entre Estado e movimentos sociais, tomando por campo empírico o movimento LGBT (de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) na cidade de Campinas. A análise dessas relações se dá a partir da recuperação do processo de proposição e implementação de uma política pública focalizada, o Centro de Referência GLTTB de Campinas. A análise pretende explorar a produção de fronteiras e de convenções acerca de Estado, de sociedade civil ou movimento social, bem como a atribuição contextual de papéis a cada um desses atores. Uma hipótese a ser explorada é a do lugar que ocupam objetos, tais como os documentos de políticas públicas, nessa rede de relações e nesse processo de atribuição de fronteiras e papéis. A metodologia do projeto é qualitativa, o que se pretende, é realizar uma análise mais adensada de entrevistas já realizadas, cotejo com material etnográfico produzido nos anos de 2010 e 2011 e complementação da pesquisa em campo, incluindo a análise documental de modo a considerar o processo de produção coletiva de documentos.

Ocultar
DE PEDAGOGIAS E VISIBILIDADES: PRODUÇÃO TEXTUAL DE ADEPTOS DO BDSM E MUDANÇAS NAS CONVENÇÕES SOCIAIS SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE NO BRASIL PÓS-REDEMOCRATIZAÇÃO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Sarah Rossetti Machado

Início: 8/2013

Término: 7/2014


Resumo:

Pesquisa de iniciação científica de Sarah Rossetti Machado. Este projeto tem como principal objetivo colaborar para o conhecimento a respeito das mudanças sociais nas convenções de gênero e sexualidade em curso na sociedade brasileira tomando por foco a relação entre convenções sociais sobre gênero e sexualidade, práticas eróticas e ideários igualitários entre praticantes de BDSM (bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo) nos anos 1980 e 1990, a partir da análise de fontes documentais identificadas em pesquisa de Iniciação Científica anterior

Ocultar
DE SUJEITOS DE DOR A SUJEITOS DE DIREITOS: O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ONG SOS AÇÃO MULHER E FAMÍLIA

Coordenador Principal: Wânia Pasinato / Ioná Vasques Capodifoglio

Início: 4/2008

Término: 3/2009


Resumo:

Iniciação Científica, Fapesp. A pesquisa é desenvolvida na ONG SOS Ação Mulher e Família, sediada no município de Campinas, e tem como objeto a violência doméstica contra crianças e adolescentes. Os objetivos propostos são: (a) identificar o percurso pelo qual a denúncia chega à instituição de apoio passando por questões como: (i) quem faz a denúncia? (ii) qual a demanda inicialmente colocada (atendimento psicológico, médico, judicial); (iii) conhecer os motivos que levam à procura por ajuda institucional para enfrentamento da situação de violência; (b) conhecer quais são os fatores que determinam uma maior ou menor adesão dessas famílias aos programas de atendimento promovidos pela instituição pesquisada; (c) conhecer como se dá a incorporação do discurso sobre direitos humanos e cidadania no discurso oficial (missão da ONG e metodologia de atendimento), na fala dos profissionais responsáveis pelo atendimento e naquela dos usuários, sobretudo sob a forma de expectativas com relação ao tipo de resposta que esperam obter a partir da instituição. A pesquisa consiste na realização de entrevistas com roteiro semi-estruturado com funcionários do serviço e parentes/responsáveis das crianças e adolescentes atendidas; análise das fichas de atendimento, acompanhamento destes e das dinâmicas de grupo/oficinas promovidas pela instituição

Ocultar
DECLINAÇÕES DE VIOLÊNCIA NO FEMININO: GÊNERO, VIOLÊNCIA E CORPORALIDADES ENTRE MULHERES E LÉSBICAS EM SÃO PAULO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Bruna Mantese de Souza

Início: 3/2011


Resumo:

Projeto de Doutorado

Ocultar
DECLINAÇÕES DE VIOLÊNCIA NO FEMININO: GÊNERO, VIOLÊNCIA, (HOMO E HÉTERO)SEXUALIDADES E CORPORALIDADES ENTRE MULHERES EM SÃO PAULO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Bruna Mantese de Souza

Início: 11/2012

Término: 6/2013


Resumo:

Programa Institucional de Doutorado Sanduiche no Exterior – PDSE/CAPES

Ocultar
DESLOCAMENTOS ENTRE O SAMBA E A FÉ: UM OLHAR PARA GENERO, RAÇA, COR, CORPO E RELIGIOSIDADE NA PRODUÇÃO DE DIFERENÇAS

Coordenador Principal: Mariza Corrêa / Kelly Adriano de Oliveira

Início: 3/2004

Término: 5/2009


Resumo:

Doutorado. Esse trabalho fala de visibilidades e invisibilidades, de aparências em constante processo de (re) significações, de diálogos entre identidades e diferenças, de contextualizações e reelaborações de modos de se ver e ser vista. Fala de mulheres de festa e de fé, que se constituem e se reconstituem como sujeito, a partir de seus deslocamentos e itinerários por espaços aparentemente opostos e contraditórios: elas transitam entre escolas de samba e igreja "evangélica", tendo o samba como eixo simbólico que as conecta a esses dois "mundos". A partir do referencial da trajetória histórica dos estudos de gênero e seus esforços teóricos em pensar os processos de produção de diferenças, partiu-se do contexto específico das escolas de samba, na busca de entender como se construíram e são difundidas as relações sociais que emergem de representações visuais e estéticas pré-fixadas, sobre mulheres que sambam. Rainhas, princesas, musas ou madrinhas de baterias, são nomeações presentes em ambientes de samba, ritmo historicamente relacionado às tradições negras. Além disso, são sujeitos que materializam alguns marcadores corporais de diferenciação social que, olhados como linguagem, em muitos aspectos, remetem às ambigüidades da categoria "mulata", um mito social que persiste representado por estereótipos associados à sexualidade, sensualidade e sedução, como atributos "naturais" de mulheres negras. Levando em consideração a importância mais do que alegórica do visual e da aparência, a problematização da categoria "mulata", deve ser pensada junto com os mecanismos que auxiliam os processos de sua permanência que, no caso desse estudo, está mediado pelo corpo feminino que samba. Nesse sentido, nos interessou ver se, de alguma maneira, as relações que se estabelecem nos espaços da escola de samba, dialogam com essas representações pautadas em construções sociais históricas. Mas, além das questões colocadas, na construção das redes e enredos, olhando para o samba, encontrou-se a fé, mas não somente a fé que já une historicamente o samba e as religiosidades afro-brasileiras, uma fé diferente, nova, evangélica, que possibilitou ampliar ainda mais as questões. Entre as baterias de escolas de samba e a bateria "Salmo 150 - na pegada do Leão", que batuca na "Marcha de Jesus" - com "mulatas de Cristo" e ritmos que vão do samba ao afoxé e ao ijexá, os deslocamentos encontrados nos possibilitaram discutir se e como as novas formas de vivenciar a religiosidade, proposta por igrejas neopentecostais, impactuam dentro da escola de samba e vice-versa; Pensar cor, corpo, sagrado, feminilidade, identidades e diferenças, em constante (re) posicionamento, nesses espaços aparentemente contraditórios nas maneiras de pensar a corporeidade; Refletir sobre a importância, influência e impacto desse trânsito nas percepções dessas e sobre essas mulheres, de samba e de fé, acerca das representações sociais associadas a ser mulher e negra no Brasil

Ocultar
DINÂMICAS E DISPOSIÇÕES NORMATIVAS NO ÂMBITO DE RELACIONAMENTOS AFETIVO-SEXUAIS: UMA PERSPECTIVA COMPARADA ENTRE BRASIL E ESPANHA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Carolina Branco de Castro Ferreira

Início: 11/2012

Término: 10/2013


Resumo:

Pós Doutorado - O projeto propões uma leitura comparativa de noções afetivo-sexuais em grupos de ajuda mútua vinculados a adicção ao sexo e/ou amor e ao descontrole afetivo emocional e sexual no Brasil e na Espanha e seus efeitos nas convenções de gênero e sexualidade. Os objetivos são: 1) revisão e levantamento de material bibliográfico sobre a temática na Espanha 2) realização de trabalho de campo na nesse país com a finalidade de mapear, identificar e conhecer os grupos mencionados 3) comparar as novas faces de moralidades, dinâmicas e disposições normativas no que diz respeito a relacionamentos afetivos e sexuais num cenário contemporâneo de transformações sociais, culturais e da sexualidade 4) investigar o trânsito de elementos e noções, tais como intimidade, amor e sexo e a maneira como incidem na produção de corpos e na relação entre corpos e pessoas tendo em vista convenções de gênero, sexualidade, nacionalidade, classe social, idade e raça/cor da pele.

Ocultar
EM BUSCA DO PAR PERFEITO: GÊNERO E OUTRAS MARCAS DE DIFERENÇA NAS RELAÇÕES AMOROSAS NA INTERNET

Coordenador Principal: Iara Beleli

Início: 12/2010

Término: 12/2012


Resumo:

Este projeto pretende contribuir com a produção de conhecimento sobre o crescimento, ou pelo menos a maior visibilidade, da busca de parcerias afetivas/amorosas/sexuais na Internet, analisando as tensões suscitadas no debate a partir de três questões: se, e como, esse ?lugar?, pensado como um novo espaço de sociabilidade, redefine as relações entre as pessoas; como as mulheres ocupam esses espaços e em que medida ele possibilita um reposicionamento desses sujeitos; como gênero e outros marcadores de diferença operam na (des)valorização dos sujeitos no mercado amoroso. Como aponta Scott (2005:6) ?a tensão que envolve a análise dos processos de formação de identidade... e sua condensação em enredos recorrentes... parecem negar a diferença?. Alguns aspectos dessas questões remetem a problemáticas inteiramente novas, outros atualizam velhos debates. Se já não há consenso entre as estudiosas de gênero que as posições dos sujeitos são determinadas por características ?naturais?, a essencialização ainda pauta o conteúdo das variadas mídias, marcando as ?diferenças? que colocam em lugares distintos (inferiorizados) aquelas/es que resistem às convenções. A partir da pesquisa exploratória, surgiram algumas perguntas iniciais: quem são esses sujeitos e o que os leva aos sites de relacionamentos? Esse ?lugar? seria um novo lócus em disputa com outras formas de encontrar parceiros: festas, bares, agências de casamento...? As interações, a princípio ?virtuais?, permitiriam que os sujeitos criassem um interesse a partir de características que, aparentemente, são compatíveis com seu perfil? E aqui nos interessa, particularmente, refletir sobre as características que positivam os sujeitos, de modo a perceber como gênero e outros marcadores de diferença operam na construção de noções de amor e de relacionamento amoroso/afetivo/sexual. Se essas noções parecem mais fluidas do que no ?namoro à antiga? ? pautado por uma espécie de manual que informava os códigos de aproximação e comunicação (Azevedo, 1986) ? elas não deixam de ser também pautadas por modelos e códigos

Ocultar
EM BUSCA DO PAR PERFEITO: GÊNERO E OUTRAS MARCAS DE DIFERENÇA NAS RELAÇÕES AMOROSAS NA INTERNET

Coordenador Principal: Iara Beleli

Início: 5/2013

Término: 10/2014


Resumo:

Este projeto pretende contribuir com a produção de conhecimento sobre o crescimento, ou pelo menos a maior visibilidade, da busca de parcerias afetivas/amorosas/sexuais na Internet, analisando as tensões suscitadas no debate a partir de três questões: se, e como, esse ?lugar?, pensado como um novo espaço de sociabilidade, redefine as relações entre as pessoas; como as mulheres ocupam esses espaços e em que medida ele possibilita um reposicionamento desses sujeitos; como gênero e outros marcadores de diferença operam na (des)valorização dos sujeitos no mercado amoroso. Como aponta Scott (2005:6) ?a tensão que envolve a análise dos processos de formação de identidade... e sua condensação em enredos recorrentes... parecem negar a diferença?. Alguns aspectos dessas questões remetem a problemáticas inteiramente novas, outros atualizam velhos debates. Se já não há consenso entre as estudiosas de gênero que as posições dos sujeitos são determinadas por características ?naturais?, a essencialização ainda pauta o conteúdo das variadas mídias, marcando as ?diferenças? que colocam em lugares distintos (inferiorizados) aquelas/es que resistem às convenções. A partir da pesquisa exploratória, surgiram algumas perguntas iniciais: quem são esses sujeitos e o que os leva aos sites de relacionamentos? Esse ?lugar? seria um novo lócus em disputa com outras formas de encontrar parceiros: festas, bares, agências de casamento...? As interações, a princípio ?virtuais?, permitiriam que os sujeitos criassem um interesse a partir de características que, aparentemente, são compatíveis com seu perfil? E aqui nos interessa, particularmente, refletir sobre as características que positivam os sujeitos, de modo a perceber como gênero e outros marcadores de diferença operam na construção de noções de amor e de relacionamento amoroso/afetivo/sexual. Se essas noções parecem mais fluidas do que no ?namoro à antiga? ? pautado por uma espécie de manual que informava os códigos de aproximação e comunicação (Azevedo, 1986) ? elas não deixam de ser também pautadas por modelos e códigos

Ocultar
EM BUSCA DO PAR PERFEITO: GÊNERO E OUTRAS MARCAS DE DIFERENÇA NAS RELAÇÕES AMOROSAS NA INTERNET

Coordenador Principal: Iara Beleli / Maisa Cardozo Fidalgo Ramos

Início: 10/2013

Término: 1/2014


Resumo:

Integrante do projeto CNPq (proc. 402331/2010-9).Este projeto pretende contribuir com a produção de conhecimento sobre o crescimento, ou pelo menos a maior visibilidade, da busca de parcerias afetivas/amorosas/sexuais na Internet, analisando as tensões suscitadas no debate a partir de três questões: se, e como, esse ?lugar?, pensado como um novo espaço de sociabilidade, redefine as relações entre as pessoas; como as mulheres ocupam esses espaços e em que medida ele possibilita um reposicionamento desses sujeitos; como gênero e outros marcadores de diferença operam na (des)valorização dos sujeitos no mercado amoroso. Como aponta Scott (2005:6) ?a tensão que envolve a análise dos processos de formação de identidade... e sua condensação em enredos recorrentes... parecem negar a diferença?. Alguns aspectos dessas questões remetem a problemáticas inteiramente novas, outros atualizam velhos debates. Se já não há consenso entre as estudiosas de gênero que as posições dos sujeitos são determinadas por características ?naturais?, a essencialização ainda pauta o conteúdo das variadas mídias, marcando as ?diferenças? que colocam em lugares distintos (inferiorizados) aquelas/es que resistem às convenções. A partir da pesquisa exploratória, surgiram algumas perguntas iniciais: quem são esses sujeitos e o que os leva aos sites de relacionamentos? Esse ?lugar? seria um novo lócus em disputa com outras formas de encontrar parceiros: festas, bares, agências de casamento...? As interações, a princípio ?virtuais?, permitiriam que os sujeitos criassem um interesse a partir de características que, aparentemente, são compatíveis com seu perfil? E aqui nos interessa, particularmente, refletir sobre as características que positivam os sujeitos, de modo a perceber como gênero e outros marcadores de diferença operam na construção de noções de amor e de relacionamento amoroso/afetivo/sexual. Se essas noções parecem mais fluidas do que no ?namoro à antiga? ? pautado por uma espécie de manual que informava os códigos de aproximação e comunicação (Azevedo, 1986) ? elas não deixam de ser também pautadas por modelos e códigos

Ocultar
ENCONTROS À LUZ DE PIXELS: NARRATIVAS DE AMOR NA INTERNET

Coordenador Principal: Iara Beleli / Bruna Kocsis Dorés

Início: 8/2011

Término: 7/2013


Resumo:

Este projeto de Iniciação Científica propõe uma reflexão sobre as histórias de encontros bem-sucedidos a partir da Internet, questionando se este novo espaço de sociabilidade promove uma re(invenção) das relações amorosas. Essa reflexão está perpassada pelas discussões de gênero e sexualidade em intersecção com outras categorias diferenciação (raça/cor, idade, religião, classe, nacionalidade), analisando as histórias em diálogo com as teorizações sobre o amor. A pesquisa será realizada no site Par Perfeito, como um recorte de um projeto mais amplo – já aprovado pelo CNPq (proc. 402331/2010-9) –, analisando as "histórias de sucesso" publicadas no site – relações que começaram on line e se prolongaram nas interações face a face.

Ocultar
ENTRE A IGUALDADE E A DISTINÇÃO: A TRAMA SOCIAL DE UMA GRANDE EMPRESA CORPORIFICADA NO UNIFORME DE TRABALHO

Coordenador Principal: Heloísa Pontes / Rita de Cássia Pereira Farias

Início: 3/2007

Término: 3/2010


Resumo:

Doutorado Capes/PICDT. A tese analisa os usos sociais e significados simbólicos presentes no uniforme de trabalho, adotado em uma grande siderúrgica, a Usiminas, sediada em Ipatinga (MG). Esse uniforme tem a particularidade de ser um dos maiores símbolos de prestígio na região, já que todos os funcionários o vestem, independentemente do nível hierárquico ou gênero (até mesmo o presidente da companhia o usa, sob a justificativa de se igualar a todos). Entretanto, a rígida hierarquia da empresa - herdada dos japoneses - aponta para diferenças (nos cargos, salários, diplomas e exercícios de poder). Assim, para apreender a eficácia simbólica do uniforme no contexto em que foi implantado e usado, a análise articula antropologia simbólica, cultura material e história social, recuperando o percurso histórico quanto à sua adoção nas fábricas brasileiras, bem como o contexto em que a Usiminas foi implantada, possibilitando consolidar uma elite local e hierarquizar as classes. No processo de disputas simbólicas no espaço urbano, o uniforme foi útil para moldar comportamentos e "civilizar" os operários. Entretanto, o controle que ele possibilita foi transformado em símbolo de status. Dentre as estratégias que favorecem essa transubstanciação simbólica, estão as performances do presidente como "um igual" e os rituais ricamente elaborados pela empresa. Em uma perspectiva relacional de gênero, a pesquisa aponta que a siderúrgica foi concebida como locus de homens. Apesar disso, a gradual participação feminina nesse espaço e o uso de um uniforme "masculinizado" - que a princípio visava o controle da sexualidade - conferiram novas oportunidades às mulheres que chegaram a ocupar postos de comando na hierarquia da empresa. Por acompanhar a dinâmica da sociedade, o significado do uniforme mudou ao longo das gerações, envolvendo um misto de prestígio, disputas e tensões. Perpassando diversas instâncias da sociedade local, os dados evidenciam que, mais que um material inerte destinado a proteger os trabalhadores, o uniforme materializa relações de gênero e de classe, possui uma vida social essencialmente dinâmica, "impregnada" de memórias, sonhos e conquistas, além de ser marcado por perseguições, demissões, medo e dor.

Ocultar
ENTRE PAIS E FILHOS - PRÁTICAS JUDICIAIS NOS CRIMES EM FAMÍLIA

Coordenador Principal: Guita Grin Debert / Daniela Moreno Feriani

Início: 3/2006

Término: 1/2009


Resumo:

Pesquisa de mestrado. Este trabalho busca refletir sobre a violência familiar no âmbito do Direito Penal. Para isso, analisei os processos de homicídio e tentativa de homicídio entre pais e filhos tramitados no Fórum de Campinas no período de 1982 a 2002, além de assistir audiências, julgamentos e realizar entrevistas. O objetivo foi apreender as práticas judiciais, ou seja, os argumentos e as estratégias de advogados, promotores e juízes no julgamento desses crimes. A partir de uma análise comparativa com os crimes entre casais, mostro como pais que matam seus filhos e maridos que matam suas esposas podem ser lidos em um pólo masculino através das noções de autoridade e honra, respectivamente, enquanto que filhos que matam seus pais e esposas que matam seus maridos estariam em um pólo feminino pelas figuras da loucura, de um lado, e da defesa da vida, de outro. Contrariando alguns estudos sobre violência doméstica que explicam as sentenças favoráveis ao réu a partir de uma tentativa, por parte da justiça, de defender a família, mostro como é outra visão sobre as relações familiares que está em jogo: não se trata de preservar ou defender, apesar de ser esta a retórica dos advogados nos processos criminais, mas de expulsar a família do sistema de justiça ao reconhecê-la como um palco de conflitos insolúveis que desafia a capacidade do Direito Penal de reintegrar o crime numa ordem simbólica e de dar-lhe um sentido à luz da distinção entre o bem e o mal. Assim, os crimes entre pais e filhos ora são arremessados para o reino da psiquiatria, ora são devolvidos à família, com a absolvição do réu

Ocultar
ESPAÇOS TRANSNACIONAIS DE CONHECIMENTOS: UM ESTUDO SOBRE MOBILIDADE CIENTÍFICA A PARTIR DE UMA PERSPECTIVA INTERSECCIONAL A PARTIR DA ANÁLISE DE MEDIDAS DE INCLUSÃO SOCIAL NAS UNIVERSIDADES NA AMÉRICA LATINA

Coordenador Principal: Maria Conceição da Costa / Stephanie Schütze

Início: 7/2013

Término: 6/2014


Resumo:

A pesquisadora visitante participará, por um lado em um projeto de pesquisa, Medidas de Inclusão Social em Instituições de Ensino Superior na América Latina (MISEAL), coordenado pelo Núcleo de Estudos de Gênero - PAGU (dirigido pela Profa. Dra. Maria Conceição da Costa) e a Universidade Livre de Berlín a qual pertence a pesquisadora, da Alemanha. Suas atividades principais visam a colaboração com a coordenação do projeto e o desenvolvimento de um projeto que é, também, uma extensão do projeto internacional, dado que vinculado ao projeto MISEAL. Além disso, a pesquisadora participará de atividades acadêmicas junto a área de Gênero do Doutorado em Ciências Sociais do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e junto a área de Estudos Sociais da Ciência, do Departamento de Política Científica e Tecnológica, nível graduação, através de seminários e aulas.

Ocultar
ESPOSAS IMPORTADAS? GÊNERO, MIGRAÇÃO, MERCADO DO SEXO E CASAMENTO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 3/2008

Término: 2/2011


Resumo:

O projeto visa apreender as dinâmicas e noções envolvidas na superposição entre mercado do sexo e mercado matrimonial, tendo como referência casamentos de brasileiras que migraram a países do Sul da Europa, Espanha e Portugal. Bolsa de Produtividade – Projeto CNPq 302033/2007-6

Ocultar
EXPORTAÇÃO DE ESPOSAS? GÊNERO, MIGRAÇÃO, MERCADO DO SEXO E CASAMENTO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 7/2008

Término: 7/2010


Resumo:

Este projeto toma como referência relacionamentos amorosos/sexuais transnacionais, principalmente casamentos, envolvendo brasileiras, formados a partir de interações estabelecidas em diferentes âmbitos do mercado sexual. Os principais objetivos são: a) analisar como gênero permeia as conexões, no plano global, entre mercado do sexo e mercado matrimonial, b) explorar a relevância desses relacionamentos como porta de entrada para a migração na Europa, c) considerar os efeitos desse tipo de relacionamentos na dinâmica dos casais, na inserção nos contextos migratórios, na organização de redes migratórias e nas configurações identitárias que afetam as mulheres envolvidas. Nas diferentes fases de realização a metodologia da proposta integra: 1) análise de material veiculado em sites da web destinados à "oferta" de esposas brasileiras (às vezes englobadas na categorização de latino-americanas nas páginas web de mail order brides (esposas encomendadas) e 2) trabalho de campo a ser realizado na Espanha, país escolhido em função de sua relevância como destino de migração de brasileiras em termos amplos, que inclui trabalhar na indústria do sexo, e no qual elas têm um lugar de destaque entre os coletivos de estrangeiras com os quais nativos desse país casam. Essa parte da pesquisa incluilevantamento de fontes secundárias e entrevistas em profundidade com agentes de organizações governamentais e não governamentais voltados para o trabalho com migrantes/trabalhadoras do sexo e com casais "mistos". CNPq Ed 03/2008 Hum/Soc/Ap, Processo 400619/2008-3

Ocultar
FAMÍLIAS MONOPARENTAIS FEMININAS: OS EFEITOS DAS IDENTIDADES DE GÊNERO SOBRE A POBREZA

Coordenador Principal: Bila Sorj

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

O projeto privilegia os métodos qualitativos de pesquisa a serem desenvolvidos em dois planos. O primeiro se destina a realização de entrevistas em profundidade com mulheres chefes de famílias, sem parceiro e de baixa renda, no município de Paracambi, situado na região Centro Sul fluminense. O objetivo das entrevistas é explorar as percepções que as mulheres têm do casamento/co-habitação, paternidade, maternidade, relações com o mercado de trabalho, com o dinheiro, com a comunidade, etc. antes e depois da ruptura do laço conjugal e apreender as mudanças nas práticas de gestão da família. O segundo plano da pesquisa se aproxima dos métodos etnográficos e pretende acessar a interação das mulheres no espaço público, particularmente, nas Ong's inspiradas em propostas de "reforma da subjetividade" que valorizam metas como "auto-estima" e "empoderamento". Pós-doutorado realizado no Pagu em 2011

Ocultar
FRONTEIRAS SEXUAIS NO BRASIL CONTEMPORÂNEO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Alessandro José Oliveira

Início: 3/2007


Resumo:

Projeto para a realização de tese doutoramento. Este projeto se propõe a realizar uma análise de uma série de enunciados e discursos a respeito da pedofilia, a fim de explorar se há tentativas por parte dos agentes sociais nela envolvidos de reivindicar uma identidade; com o fim de sair do espectro da criminalidade e da anormalidade. Serão analisados 3 corpus principais: as legislações que criminalizam essa prática, os escritos médicos que a patologizam e um site da internet em que um grupo de discussão insere seus depoimentos a respeito de vários temas associados às práticas eróticas inter-geracionais.

Ocultar
GÊNERO E CORPORALIDADES

Coordenador Principal: Mariza Corrêa

Início: 6/2004

Término: 6/2009


Resumo:

Projeto temático aprovado junto à Fapesp. Neste projeto pretende-se analisar, à luz das questões introduzidas pelos estudos sobre gênero, como as características tidas como femininas e masculinas perpassam as convenções e normatizações sobre o corpo e como elas permeiam saberes e práticas. Nosso interesse é examinar técnicas e modificações corporais, prestando particular atenção ao plano no qual essas convenções se materializam nas relações sociais concretas, e considerando as seguintes problemáticas: orientações e práticas sexuais; idade e curso da vida; intervenções médicas sobre o corpo e marcas de distinção social no campo da cultura e da ciência. A intenção é investigar o que há de compartilhado em nossas sociedades quando se trata de pensar os corpos e suas configurações específicas, as corporalidades, tendo em vista discutir a visão cada vez mais disseminada do corpo como matéria plástica, capaz de "burlar" ou adiar as restrições que lhe são impostas no que ele tem de material, finito e frágil, por um lado; ou por outro, de ser adaptado e amalgamado a qualquer convenção culturalmente estabelecida. Pretende-se refletir como as convenções sobre a corporalidade informam práticas sociais e culturais específicas, ganhando significado na 'produção" dos corpos e suas implicações sobre as identidades sociais. Essas problemáticas gerais serão tratadas a partir de três eixos principais de investigação:
1) Práticas corporais, sexualidade e erotismo;
2) Plasticidade corporal, sexo e gênero;
3) Corpo, nome e marcas de distinção.
A metodologia a ser adotada no estudo dos três eixos é basicamente qualitativa, envolvendo pesquisa etnográfica, entrevistas e análise de documentação escrita e iconográfica. A dimensão comparativa e histórica na análise de cada um desses eixos é central. A investigação das práticas sociais concretas tem o Brasil e as imagens de brasilidade como foco principal. O interesse, no entanto, é explorar as formas específicas através das quais fluxos transnacionais ganham articulações particulares em contextos brasileiro e estrangeiro, levando em conta a diversidade nacional, nomeadamente o modo como as corporalidades são concretizadas em cenários urbanos distintos

Ocultar
GÊNERO E SEXUALIDADE

Coordenador Principal: Guita Grin Debert / Eleni Varikas

Início: 10/2013

Término: 11/2013


Resumo:

As atividades de pesquisa da professora Eleni Varikas estão relacionadas com o meu projeto de pesquisa Sexualidade, Gênero e Violência nas Políticas de Velhice. Ela também vai assessorar os estudantes de pós-graduação que trabalham sob a minha orientação, bem como os diferentes pesquisadores do Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero da UNICAMP. Essas atividades também se estendem aos alunos matriculados no Programa de Doutorado em Ciências Sociais, área de Estudos de Gênero da UNICAMP.A Doutora Eleni Varikas participará de reuniões, seminários de pesquisa e na colaboração e na organização de repertórios de pesquisa que estão sendo processados no PAGU - Núcleo de Estudos de Gênero.Estas atividades serão complementadas por palestras abertas a um público mais amplo, principalmente professores e alunos dos Departamentos de Antropologia, Sociologia e Ciência Política da Unicamp e de outras universidades do Estado de São Paulo

Ocultar
GÊNERO E SEXUALIDADE NA PESQUISA E NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA: INTERSECÇÕES, CONVENÇÕES E CONEXÕES

Coordenador Principal: Regina Facchini

Início: 12/2010

Término: 1/2013


Resumo:

Este projeto de investigação, com metodologia quantitativa e qualitativa, propõe traçar um panorama e contribuir para recuperar a história recente da pesquisa em gênero e sexualidade no Brasil, bem como para compreender as relações entre gênero, sexualidade e entre estes e outros marcadores sociais de diferença nesse(s) campo(s) de conhecimento no país. Para tanto trabalhará basicamente com seis fontes: 1) os grupos de pesquisa relacionados a esse(s) campo(s) listados no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq; 2) a plataforma de currículos Lattes; 3) a análise da programação dos principais eventos científicos brasileiros exclusivamente dedicados ao tema; 4) a análise de documentos de referência para políticas públicas para mulheres, LGBT, Diretos Humanos, educação, educação em Direitos Humanos; 5) entrevistas com pesquisadores que estiveram ligados à proposição de grupos de trabalho sobre gênero ou gênero e sexualidade nos principais eventos científicos de diferentes áreas do conhecimento; e, 6) entrevistas com gestores e/ou técnicos de políticas públicas de diversas áreas envolvidos em iniciativas de fomento à produção científica.

Ocultar
GÊNERO E SEXUALIDADE NA PESQUISA E NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA: PROCESSOS DE MUDANÇA, ATORES, REDES E DESAFIOS

Coordenador Principal: Regina Facchini

Início: 12/2012


Resumo:

Este projeto de investigação, que articula metodologia quantitativa e qualitativa, propõe aprofundar a produção de um panorama e contribuir para recuperar a história recente da pesquisa em gênero e sexualidade no Brasil, focalizando as relações estabelecidas entre gênero e sexualidade, além da relação entre estes e outros marcadores sociais de diferença, bem como a produção de convenções sociais acerca de gênero e/ou sexualidade nesse(s) campo(s) de conhecimento. Trata-se de desdobramento de apoio recebido no Edital MCT/CNPq/SPM-PR/MDA No. 020/2010. Lança mão das seguintes técnicas de pesquisa: análise documental, entrevistas semi-estruturadas e observação etnográfica. A abordagem metodológica desta proposta, centrada em trânsitos entre aspectos macro, como a distribuição regional ou disciplinar de grupos de pesquisa no(s) campo(s) científico(s) estudado(s), e mais circunscritos, como a trajetória dos debates em encontros nacionais de uma área (a das Ciências Sociais), as possíveis adaptações e mudanças na política editorial de periódicos do campo e os depoimentos de pesquisadores específicos, de diferentes gerações, regiões e áreas do conhecimento, visa a possibilidade de aprofundar alguns aspectos, agregando maior densidade e perspectiva processual à análise dos dados quantitativos. Essa articulação entre níveis de análise e metodologias tem sido nossa aposta na direção de poder dialogar a partir de uma perspectiva mais panorâmica com os estudos existentes, sobretudo no que diz respeito a evitar generalizações apressadas e a levar em conta a diversidade, especialmente a relacionada à regionalidade e às diferentes áreas de conhecimento

Ocultar
GÊNERO E SEXUALIDADE NO CLUBE DAS MULHERES: TRANSGRESSÃO OU CONTINUIDADE?

Coordenador Principal: Iara Beleli / Maisa Cardozo Fidalgo Ramos

Início: 8/2011

Término: 7/2012


Resumo:

A pesquisa buscou identificar questões imbricadas em relações de gênero e sexualidade no espaço da festa Clube de Mulheres que acontece em Campinas, na casa noturna Orion. O evento é exclusivo para mulheres e tem como principal atração performances de gogo boys, rapazes musculosos que, ao som da música eletrônica e em cima de um palco, despem-se de forma gradativa, percebida como sensual pelas frequentadoras. As mulheres acompanham o show tanto da plateia quanto do palco, onde dançam e simulam relações sexuais com os dançarinos. As incursões a campo e o acompanhamento de trajetórias de sujeitos relacionados ao Clube, permitiram perceber a constituição de feminilidades que fogem a padrões singulares construídos pela mídia, os quais associam as mulheres ao amor e ao afeto.

Ocultar
GÉNERO ENTREACTOS: TRAJETÓRIAS E REPRESENTAÇÕES DE MULHERES MIGRANTES EM MINAS GERAIS E LISBOA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Paula Chistofoletti Togni

Início: 8/2010

Término: 6/2014


Resumo:

Co-orientação de doutoramento realizado no ICS e ISCTE (Lisboa, Portugal)

Ocultar
GÊNERO, FRONTEIRAS E ESTADO: A CONSTRUÇÃO DO TRÁFICO DE PESSOAS EM INVESTIGAÇÕES E INQUÉRITOS POLICIAIS

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Bruna Louzada Bumachar

Início: 3/2011

Término: 9/2014


Resumo:

Doutorado. Este projeto está voltado ao aprofundamento de minhas reflexões, iniciadas no mestrado, sobre a experiência prisional intra e extramuros de estrangeiras a partir do tema da maternidade. O universo de pesquisa será integrado tanto por presas estrangeiras que cumprem pena na Penitenciária Feminina da Capital (PFC), na cidade de São Paulo, quanto por atores intra e extramuros que se relacionam com elas. O principal objetivo é desvelar, a partir de casos de maternidade, a experiência prisional de estrangeiras marcada, de um lado, pelo corte com exterior (no duplo sentido do termo, extramuros e seu país de origem), e, de outro, por uma trama de conexões que lhes garante uma determinada presença no exterior. A metodologia inclui a continuidade das atividades de campo realizadas por meio do ITTC e da Pastoral Carcerária junto às estrangeiras presas na PFC, e sua ampliação para o berçário do Centro Hospitalar da Santa Casa, local onde as que deram à luz durante o cumprimento de pena permanecem com seus filhos até o sexto mês de vida deles. Além disso, serão realizadas entrevistas em profundidade com uma parcela dessas mulheres e análises de cartas e e-mails enviados e recebidos por elas. Por fim, se for conveniente, realizarei traslados de filhos de algumas delas, que estão abrigados em São Paulo, para seu país de origem

Ocultar
GÊNERO, FRONTEIRAS E ESTADO: A CONSTRUÇÃO DO TRÁFICO DE PESSOAS EM INVESTIGAÇÕES E INQUÉRITOS POLICIAIS

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Bruna Lousada Bumachar

Início: 4/2012

Término: 6/2012


Resumo:

Estágio de Pesquisa na University of Southern California com Bolsa Fapesp. O objetivo deste projeto é analisar como o fenômeno do "tráfico de pessoas" é constituído e administrado através de práticas investigativas e inquéritos policiais não apenas em relação às leis penais que o definem juridicamente, mas também às sensibilidades, às escolhas e às interpretações dos agentes estatais que participam da seleção e gestão dos "casos" particulares que podem ser assim classificados. Para isso, será realizada uma etnografia "multi-situada" em unidades da Polícia Federal em diferentes estados brasileiros. A opção de analisar a construção do "tráfico de pessoas" a partir da observação de práticas de enfrentamento criminal está associada à premissa epistemológica segundo a qual "problemas sociais" e personagens a eles associados podem ser compreendidos como efeitos das atividades de regulação voltadas para controlá-los e reprimi-los. A abordagem analítica desse campo será baseada na observação concomitante de debates políticos nacionais em torno da questão e no diálogo com trabalhos acadêmicos que têm buscado compreender criticamente a construção desse "problema social" a partir de diferentes pontos de vista, mas ainda não conferiram especial atenção à dimensão mais capilar, silenciosa e burocrática da institucionalização do "tráfico de pessoas" enquanto "problema de Estado". A hipótese central é a de que um dos principais efeitos das práticas administrativas estatais responsáveis por delimitar os deslocamentos que podem ser definidos como "tráfico de pessoas" é a construção (e prescrição) de certos modelos de gênero, bem como a delimitação de fronteiras para o exercício da sexualidade e da mobilidade femininas

Ocultar
GÊNERO, SEXUALIDADE, CIDADANIA E VIOLÊNCIA ENTRE PARTICIPANTES DA 10A. CAMINHADA DE LÉSBICAS E BISSEXUAIS DE SÃO PAULO - 2012

Coordenador Principal: Regina Facchini, Bruna Mantese de Souza

Início: 2/2012


Resumo:

Projeto de Pesquisa coordenado pela pesquisadora em parceria com movimento social. As violações aos direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais são frequentemente denunciadas pelos grupos ativistas brasileiros. No entanto, quando se procura formular respostas políticas para garantir os direitos dessa população, muitas vezes a ausência de dados a esse respeito torna-se uma barreira. No caso de mulheres e de pessoas trans isso é ainda mais dramático.Para enfrentar essas dificuldades, várias iniciativas de pesquisa nos últimos anos têm recorrido à parceria com grupos ativistas que organizam Paradas LGBT, onde a diversidade dessa comunidade encontra-se reunida. Depois de várias iniciativas de pesquisa em Paradas, em 2012 a Caminhada de Lésbicas e Bissexuais de São Paulo receberá essa pesquisa, por meio de uma parceira entre o Núcleo de Estudos de Gênero Pagu da UNICAMP, a Liga Brasileira de Lésbicas (LBL) de São Paulo e ativistas lésbicas-feministas autônomas

Ocultar
GEOGRAFIAS POLÍTICAS DO DESEJO E DO AMOR NOS MERCADOS DO SEXO E DO CASAMENTO ENVOLVENDO BRASIL E ESPANHA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 2/2011

Término: 4/2011


Resumo:

Bolsa de pesquisa no exertior. Este projeto tem o fim de realizar uma nova fase de trabalho de campo de um projeto iniciado em 2009, que analisa casamentos transnacionais vinculados a processos migratórios para Espanha. O universo de pesquisa está integrado por mulheres e homens brasileiros de diferentes locais de origem, classe social, escolaridade, "cor", ocupados em diversos setores de atividade na Espanha, incluindo a indústria do sexo, e por pessoas espanholas que se relacionam com eles/elas. Os principais objetivos são: a) aprofundar na análise das conexões entre mercados do sexo, compreendidos de maneira abrangente, e do casamento; b) considerar as interconexões entre práticas econômicas, relações afetivas e sexo nesses relacionamentos; c) analisar como gênero, articulado a outras categorias de diferenciação, permeia esses relacionamentos; d) considerar os efeitos desse conjunto de diferenças na dinâmica dos casais, na inserção nos contextos migratórios, na organização de redes migratórias e nas re-configurações de identidade que afetam mulheres e homens envolvidos. A metodologia inclui levantamento de fontes secundárias, aproximações etnográficas a espaços de sociabilidade, trabalho e residência de brasileiros/as em Barcelona e em Antequera, entrevistas em profundidade com integrantes desses casais e com agentes de organizações governamentais e não governamentais voltados para o trabalho com migrantes e indústria do sexo.

Ocultar
HISTORIA DE UMA ANTROPOLOGIA DA BOA VIZINHANÇA: UM ESTUDO SOBRE O PAPEL DOS ANTROPÓLOGOS NOS PROGRAMAS INTERAMERICANOS DE ASSISTENCIA TECNICA E SAUDE NO BRASIL E NO MEXICO (1942-1960)

Coordenador Principal: Mariza Corrêa / Regina Érika Domingos de Figueirêdo

Início: 10/2005

Término: 10/2009


Resumo:

Bolsa de Doutorado dentro do Projeto Temático "Gênero, Corporalidades" coordenado pela Profa. Dra. Mariza Corrêa. Neste estudo, procuro esclarecer o capítulo da história da antropologia no pós-guerra que remete ao engajamento dos antropólogos em programas de assistência técnica na América Latina e envolve a aplicação do conhecimento antropológico ao campo da saúde pública. A investigação revela como cientistas sociais norte-americanos da Smithsonian Institution e antropólogos brasileiros e mexicanos, arregimentados por agências governamentais ou de caráter cooperativo, acabaram se associando a sanitaristas, administradores e educadores em torno de uma agenda comum de ações médico-sanitárias e projetos de desenvolvimento dirigidos às comunidades mais remotas e atrasadas de países como Brasil e México. A rede de especialistas apostou na contribuição que o relativismo cultural podia oferecer considerando a necessidade de tornar inteligível a realidade sócio-cultural das populações alvo das intervenções modernizadoras. Eles também assumiram que vencer as resistências locais à mudança representava um pré-requisito para a eficácia das políticas de saúde e educação sanitária a serem implementadas. No caso do Brasil, o Serviço Nacional de Proteção ao Índio, o Serviço Especial de Saúde Pública e o Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos foram órgãos pioneiros na incorporação das ciências sociais, vinculando-as a uma agenda de reforma social. O propósito de empregar o conhecimento etnográfico da vida social como um recurso válido para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de políticas públicas também esteve presente nos programas de estudos de comunidade conduzidos por aqui nos anos cinqüenta, como o Projeto do São Francisco e o Projeto Bahia-Columbia. Algumas destas experiências já foram objeto de análise, outras têm aqui sua história recuperada, mas a proposta principal é tomá-las em conjunto, dentro de uma perspectiva comparativa, que visa tanto compor um quadro abrangente dos interesses e compromissos da antropologia do pós-guerra e de sua inserção em domínios não acadêmicos, quanto estimar a contribuição que se esperava extrair da disciplina, e da abordagem relativista preconizada por ela, para os programas de intervenção, com destaque para o campo da saúde pública

Ocultar
HISTÓRIA SOCIAL E ETNOGRAFIA DAS RELAÇÕES DE GÊNERO NO TEATRO E NO CAMPO INTELECTUAL BRASILEIRO, 1940-1968

Coordenador Principal: Heloísa André Pontes

Início: 3/2007

Término: 2/2010


Resumo:

Desdobramento da pesquisa "Presenças marcantes: história social e etnografia das relações de gênero no teatro brasileiro", o atual projeto visa prosseguir a investigação no âmbito da história social, da sociologia da cultura e da etnografia das relações de gênero. Desta vez por meio da abordagem comparativa entre dois campos de produção simbólica: o teatro e o campo intelectual. Trata-se de apreender as semelhanças e as diferenças em termos das inflexões de gênero nesses dois domínios a partir de recortes metodológicos comuns, centrados na análise das carreiras e das trajetórias sociais de algumas mulheres expressivas, as tais presenças marcantes , que fizeram nome como atrizes (objeto do projeto anterior) ou como críticas literárias e da cultura (objeto do atual projeto). A questão analítica mais ampla que alinhava essas duas frentes de investigação permanece a mesma e diz respeito à equação entre nome, corpo e gênero em suas articulações com o problema da autoria e da autoridade cultural e intelectual

Ocultar
HISTÓRIAS DE VIDA COM TRANSTORNOS ALIMENTARES: GÊNERO, CORPORALIDADE E A CONSTITUIÇÃO DE SI

Coordenador Principal: Heloísa Pontes / Daniela Ferreira Araújo Silva

Início: 12/2006

Término: 11/2010


Resumo:

Este projeto de pesquisa visa dar continuidade à investigação antropológica do fenômeno dos transtornos alimentares no contexto brasileiro, iniciada em minha pesquisa de mestrado. Inserindo o fenômeno no contexto contemporâneo, em que o corpo e a aparência corporal adquirem importância central, a pesquisa aqui proposta procura investigar detalhadamente a relação entre configurações de gênero e do embodiment em histórias de vida de pessoas que sofrem ou sofreram de transtorno alimentar. Essas histórias serão traçadas a partir de suas próprias narrativas a serem coletadas em encontros continuados e de entrevistas em profundidade, compreendendo um período de tempo relativamente amplo, para conferir profundidade diacrônica às histórias de vida. Assim, ao abordar os transtornos alimentares através da noção de embodiment, o presente projeto visa investigar os aspectos menos estudados da relação entre tais perturbações e padrões de gênero, pela forma como as características masculinas e femininas perpassam a produção dos corpos e incidem nas relações sociais, aprofundando e refinando a discussão da visão cada vez mais popular, em nossa sociedade, do corpo como matéria plástica, passível de ser moldado e adaptado a quaisquer convenções culturalmente estabelecidas e, por outro lado, capaz de burlar as restrições que lhe são impostas

Ocultar
HOMOFOBIA E SILÊNCIO: (DES)CONHECIMENTO DE LEIS, CONVENÇÕES SOBRE ATIVISMO E DENÚNCIA DA VIOLÊNCIA

Coordenador Principal: Regina Facchini / Thiago Henrique de Oliveira Falcão

Início: 8/2010

Término: 7/2011


Resumo:

Este projeto de iniciação cientifica visa colaborar para a produção de conhecimento que subsidie o enfrentamento da violência homofóbica, em especial no que diz respeito à compreensão dos motivos de não denúncia. Integrado a uma investigação mais ampla em curso no Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp, este projeto tem por objetivo investigar a relação entre: 1) o (des)conhecimento de leis e recursos (equipamentos públicos, organizações de apoio, programas estatais) para a proteção dos direitos da população em geral e dos LGBT em específico; 2) as convenções acerca do movimento LGBT, da organização em torno da promoção dos direitos de LGBT e das iniciativas no executivo e no legislativo; e 3) a capacidade de buscar apoio em situação de discriminação ou violência. A metodologia proposta é qualitativa e quantitativa e tem como procedimentos: 1) a análise temática dos dados acerca de denúncia, conhecimento de leis e recursos e denúncia de situações de violência ou discriminação num conjunto de 30 entrevistas em profundidade; 2) o cotejo desses dados com os provenientes de um conjunto de 310 questionários estruturados acerca do tema. O conjunto de 30 entrevistas é composto por maiores de 18 anos, moradores do município de São Paulo, que tiveram ao menos uma situação de discriminação ou violência ao longo da vida e sejam participantes de eventos do Orgulho LGBT

Ocultar
IDENTIDADE: TRAJETÓRIA E CONEXÕES ATIVAS DO MOVIMENTO LGBT EM CAMPINAS

Coordenador Principal: Regina Facchini / Vinícius Pedro Correia Zanoli

Início: 8/2010

Término: 7/2011


Resumo:

O objetivo geral deste projeto de iniciação científica é, a partir da análise da trajetória do Grupo Identidade de Campinas, colaborar para a produção de conhecimento sobre o movimento LGBT (de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) no Brasil, sobretudo no que diz respeito às possíveis particularidades referentes a esta modalidade ativista em cidades do interior. Como objetivos específicos pretende explorar o impacto das relações internas ao grupos e das que se dão com outros atores sociais sobre as demandas, estratégias, modos de organização e motivação para a ação. Este projeto parte de metodologia eminentemente qualitativa, tomando como técnicas de pesquisa a análise documental, observação etnográfica e entrevistas. A revisão de bibliografia sobre o movimento no país permitirá refinar o referencial teórico deste trabalho e dará parâmetros comparativos para analisar a trajetória do grupo. As visitas para a observação de atividades, bem como seu registro em diário de campo, serão fundamentais para a escolha de entrevistados e para cotejar discursos e práticas. A análise de documentos do grupo ajudará a traçar a trajetória do movimento LGBT em Campinas. Serão realizadas 8 entrevistas, posteriormente transcritas e analisadas a partir do cotejo com os dados da observação etnográfica e da pesquisa documental

Ocultar
IDOSO, FAMÍLIA E TECNOLOGIA DO REJUVENESCIMENTO

Coordenador Principal: Guita Grin Debert

Início: 3/2007

Término: 2/2010


Resumo:

O objetivo do projeto é refletir sobre a experiência de envelhecimento levando em conta sua inscrição em duas redes de relações. A rede da família, por um lado, particularmente no que diz respeito ao modo pelo qual políticas púbicas específicas dão formatos particulares às relações de gênero e gerações e, por outro lado, a rede das tecnologias do rejuvenescimento, nomeadamente a indústria da beleza e outros bens e serviços voltados para o combate ao envelhecimento, que embaçam as fronteiras entre e gerações

Ocultar
IMPLANTAÇÃO DA ÁREA DE PESQUISA DE DIVERSIDADE SEXUAL, PODER E DIFERENÇA NO NÚCLEO DE ESTUDOS DE GÊNERO - PAGU/UNICAMP

Coordenador Principal: Iara Beleli, Karla Bessa e Regina Facchini

Início: 10/2009

Término: 6/2011


Resumo:

O objetivo geral deste projeto é a implantação da área de pesquisa Diversidade sexual, poder e diferença no Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp, visando contribuir para as demandas que se apresentam no cenário delineado na introdução e justificativa deste projeto. Esse objetivo se desdobra em quatro objetivos específicos, que perpassam os subprojetos: 1) produzir conhecimento sobre convenções e imagens sociais acerca da diversidade sexual e da violência; 2)aprofundar o conhecimento sobre a dinâmica da violência com base na sexualidade entre LGBT; 3) estimular a formação de novos pesquisadores na área temática dessa linha de pesquisa; 4) mapear e promover a interlocução com pesquisadores (profissionais e estudantes) que trabalham a temática nos vários Institutos e Núcleos da UNICAMP ; 5) aproximar a universidade de atores sociais (governamentais e não-governamentais) ligados ao tema no âmbito local, com vistas a promover ocasiões de diálogo e trocas entre os mesmos

Ocultar
INFIDELIDADE.COM: A ECONOMIA DOS AFETOS NOS SITES BRASILEIROS DETRAIÇÃO

Coordenador Principal: Larissa Maues Pelucio Silva

Início: 5/2010


Resumo:

O fenômeno dos sites voltados para relações extraconjugais é ainda recente no Brasil, mas deacordo com as informações dos administradores dos mesmos, o número de usuários/as vem crescendoexponencialmente no País. Nesta pesquisa nos voltamos para dois destes sites que dividem este promissormercado. Ainda que a "traição sigilosa" seja o mote de convencimento à adesão, levantamos comohipótese que o grande atrativo está, de fato, na proposta menos evidente: manter valores familistas, ouseja, proteger o casamento monogâmico, proporcionando aos/às clientes affairs episódicos queteoricamente não interfeririam na relação estável. A traição como marca de um relacionamento falhoparece ser resignificada nesse contexto on-line, uma vez que não são poucos os relatos nos quais homense mulheres se declaram satisfeitos com o casamento que têm. Analisando os slogans dos sites propomosque ali a infidelidade é vendida como aventura, capaz de proporcionar lazer, sem nunca questionar ocasamento monogâmico como modelo a ser seguido. Para desenvolver este trabalho nos valemos deetnografia on-line a fim de conhecer a dinâmica das interações nestas plataformas, nas quais romance emercado se associam de modo aparentemente reiterativo das convenções burguesas. As questões quelevantamos neste momento referem-se aos significados do amor romântico, do casamento, da fidelidade etraição nestes ambientes, considerando-se além das marcações de gênero os recortes de classe e geracionais

Ocultar
INTERIORES E EXTERIORES DA ETIQUETA E DA DECORAÇÃO: GÊNERO, POSIÇÃO SOCIAL E HISTÓRIAS DE VIDA

Coordenador Principal: Heloísa Pontes / Daniela Scridelli Pereira

Início: 3/2007

Término: 2/2010


Resumo:

Ao partir da percepção de um imaginário social que associa a etiqueta e a decoração à "coisa de dondoca", "coisa de rico" e "coisa de mulher" consolidou-se como um veio fértil a busca por compreensões que evidenciassem outros sentidos e olhares sobre o universo do "refinamento". Assim, esta tese teve como primeira frente de reflexão os manuais de etiqueta e de decoração, as revistas especializadas em decoração e os programas televisivos a fim de compreender a constituição de um repertório cultural utilizado por consultores e pelo público interessado na legitimidade da experiência do "refinamento". No entanto, com a observação participante nos cursos sobre esses temas, o segundo aporte de pesquisa, vistos, especialmente, como searas femininas, outros significados atravessados por diferenças de classe, raça e sexualidade emergiram. Nesse sentido, ao me debruçar sobre as malhas do "refinamento", diferentes significados puderam vir à tona afastando visões essencializadoras sobre temas que poderiam, a princípio, ser considerados "menores". Doutorado

Ocultar
ITINERÁRIOS DO DESEJO:DESLOCAMENTOS, TRÂNSITOS E FLUXOS ENTRE HOMENS QUE SE RELACIONAM AFETIVO-SEXUALMENTE COM OUTROS HOMENS

Coordenador Principal: Maria Filomena Gregori / Isadora Lins França

Início: 6/2011

Término: 5/2014


Resumo:

A pesquisa de pós-doutorado tem por objetivo analisar os trânsitos envolvendo homens de classe média que se relacionam afetivo-sexualmente com outros homens a partir da cidade de São Paulo e as práticas e significados aí envolvidos. Um objetivo mais específico é compreender como esses trânsitos se constroem de modo ambivalente, tanto no que refere a motivações como a expectativas em relação aos lugares de destino. Nesse sentido, busco compreender como o desejo erótico por outros homens tidos como tipos "bem brasileiros" e o desejo de consumo de objetos e lugares associados à "sofisticação" e "cosmopolitismo" estrangeiros organizam diferentes deslocamentos, em direção a determinados espaços urbanos, a outras regiões do país e a diferentes países. Também procurarei compreender melhor não apenas a circulação de pessoas, mas os fluxos que envolvem objetos e informações nesse contexto. A proposta de pós-doutorado explora com mais densidade questões que se anunciaram durante a pesquisa de doutorado, mas que não integravam o escopo daquela empreitada. Pretendo retomar duas redes de interlocutores residentes na cidade de São Paulo já acessadas durante a pesquisa de doutorado como pontos de partida para a pesquisa, que incluirá observação etnográfica, pesquisa documental, pesquisa bibliográfica e realização de entrevistas em profundidade

Ocultar
JOVENS HOMENS EM BUSCA DE PARCERIAS AFETIVAS SEXUAIS

Coordenador Principal: Iara Beleli / Jonatan Jackson Sacramento

Início: 3/2012

Término: 2/2013


Resumo:

Parte de um projeto mais amplo – já aprovado pelo CNPq (proc. 402331/2010-9) "Em busca do Par Perfeito: gênero e outras marcas de diferença nas relações amorosas na internet". Este projeto pretende contribuir com a produção de conhecimento sobre o crescimento, ou pelo menos a maior visibilidade, da busca de parcerias afetivas/amorosas/sexuais na Internet, analisando as tensões suscitadas no debate a partir de três questões: se, e como, esse "lugar", pensado como um novo espaço de sociabilidade, redefine as relações entre as pessoas; como as mulheres ocupam esses espaços e em que medida ele possibilita um reposicionamento desses sujeitos; como gênero e outros marcadores de diferença operam na (des)valorização dos sujeitos no mercado amoroso. A pesquisa está entre jovens entre 18 e 25 anos.

Ocultar
JUSTIÇAS DO DIÁLOGO: UMA ANÁLISE DA MEDIAÇÃO EXTRAJUDICIAL

Coordenador Principal: Guita Grin Debert / Marcella Beraldo de Oliveira

Início: 3/2007

Término: 5/2010


Resumo:

Essa pesquisa está inserida no tema da "administração institucional de conflitos? e oferece elementos para a análise da "mediação? como um campo de práticas e saberes em desenvolvimento no Brasil. Busca-se entender, mais especificamente, como operam os rituais de atendimentos da mediação extrajudicial e o que ele produz como justiça. As investigações de campo tiveram como foco dois projetos de Balcão de Direitos da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República: Centro de Mediação de Olinda/PE e Balcão de Direitos da ONG Viva Rio. Centrou-se, sobretudo, na etnografia dos rituais de atendimento da mediação em Olinda, na análise da documentação produzida pelas duas instituições, bem como na realização de entrevistas com mediadores, atendidos, agentes comunitários e gestores desses projetos. Além disso, esta investigação resgatou os dados da pesquisa de mestrado, sobre a conciliação no Juizado Especial Criminal, em Campinas. Estas instituições fazem parte do que denominei de justiças do diálogo, que trazem uma dinâmica comunicacional, pautadas em um estilo não adversarial de administração de conflitos. Esse trabalho mostra que a mediação opera a partir de três ideais principais: o que busca, por meio da comunicação, o restabelecimento de laços comunitários, em que se pressupõe uma convivência pautada na igualdade e na democracia em que se compartilha noções de "justo? e "injusto?, possibilitando assim o diálogo; o outro está orientado pela agilidade e desburocratização da Justiça; e, o terceiro, centra-se no esforço de ampliação do acesso à justiça e, sobretudo, aos direitos da cidadania para população de baixa renda. Esses ideais aparecem mesclados no ritual de atendimento da mediação, refletindo na multiplicidade de práticas levadas a cabo pelos mediadores nas instituições pesquisadas. E orientam a produção de diferenciações e hierarquias, nas relações entre os sujeitos envolvidos na mediação (mediadores, agentes comunitários e atendidos) e na relação entre a própria justiça do diálogo e a justiça comum. As práticas de mediação estudadas acabam produzindo, não um sujeito de direitos da cidadania, mas evidencia-se o reconhecimento das mulheres como "sujeitos da pensão alimentícia?, por meio do controle educativo das famílias pobres e da "evitação? do sistema de justiça. A própria experiência de trabalho nos Balcões revela aos mediadores, os problemas da comunidade, seus vícios, preconceitos e perigos, impondo-os a tarefa monumental envolvida em promover o acesso a direitos básicos da cidadania, num contexto em que hierarquias de poder marcam as clivagens econômicas, de gênero e de geração

Ocultar
LEVANTAMENTO DE SITES DE RELACIONAMENTO PARA O PROJETO –APROVADO PELO CNPQ (PROC. 402331/2010-9) - EM BUSCA DO PAR PERFEITO: GÊNERO E OUTRAS MARCAS DE DIFERENÇA NAS RELAÇÕES AMOROSAS NA INTERNET

Coordenador Principal: Iara Beleli / Leonardo de Oliveira Silva (03/2012-08/2012) / Icaro Diagonel Turci (09/2012-02/2013)

Início: 3/2012

Término: 2/2013


Resumo:

Este projeto pretende contribuir com a produção de conhecimento sobre o crescimento, ou pelo menos a maior visibilidade, da busca de parcerias afetivas/amorosas/sexuais na Internet, analisando as tensões suscitadas no debate a partir de três questões: se, e como, esse "lugar", pensado como um novo espaço de sociabilidade, redefine as relações entre as pessoas; como as mulheres ocupam esses espaços e em que medida ele possibilita um reposicionamento desses sujeitos; como gênero e outros marcadores de diferença operam na (des)valorização dos sujeitos no mercado amoroso. Alguns aspectos dessas questões remetem a problemáticas inteiramente novas, outros atualizam velhos debates. Se já não há consenso entre as estudiosas de gênero que as posições dos sujeitos são determinadas por características "naturais", a essencialização ainda pauta o conteúdo das variadas mídias, marcando as "diferenças" que colocam em lugares distintos (inferiorizados) aquelas/es que resistem às convenções.

Ocultar
MARCAS CORPORAIS, MARCAS LINGUÍSTICAS: INTERSECÇÕES METADISCURSIVAS ENTRE LÍNGUAS E CORPOS NO BRASIL

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Joana Plaza Pinto

Início: 8/2011

Término: 7/2014


Resumo:

Projeto de Pós Doutorado. A pesquisa trata de problemas contemporâneos ligados às mobilidades espaciais – "colonialidade do poder/saber, globalização, mudanças nos arranjos sociais, culturais e políticos e impactos nas concepções modernas de língua e corpo".

Ocultar
MEDIDAS PARA LA INCLUSIÓN SOCIAL Y EQUIDAD EN INSTITUCIONES DE EDUCACIÓN SUPERIOR EN AMÉRICA LATINA (MISEAL)

Coordenador Principal: Maria Conceição da Costa

Início: 1/2012

Término: 12/2014


Resumo:

O projeto MISEAL pretende contribuir para melhorar as estratégias e os mecanismos de acesso, assim como as condições de permanência e mobilidade das pessoas pertencentes a grupos pouco favorecidos ou vulneráveis nas 12 Instituciones de Educação Superior (IES) de América Latina (AL) que fazem parte do projeto.
Integrantes:
Coordenadoras: Maria Conceição da Costa (CoordinacãoTécnica), Martha Zapata Galindo(CoordinaçãoFinanciera)
Alemanha: Freie Universität Berlin; Instituto de Estudios Latinoamericanos; Martha Zapata Galindo; Rocío Ramírez Rodríguez; Tania Revollar Ridoutt; Marianne Braig; Stephanie Schütze; Teresa Orozco Martínez; Sabina García Peter; Jennifer Chan
Argentina: Universidad de Buenos Aires, Argentina; Instituto Interdisciplinario de Estudios de Género; Ana Laura Martin; Nora Dominguez; Deborah Rifkin
Brasil; Universidade Estadual de Campinas; Núcleo de Estudos de Gênero Pagu:Maria Conceição da Costa (IG/DPCT), Regina Facchini, Maria Margaret Lopes, Guita Grin Debert (IFCH/DA), Maria Filomena Gregori (IFCH/DA), Helena Sampaio (FE),Adriana Piscitelli,Léa Velho (IG),Cibele Andrade (NEPP),Karla Bessa, Rebeca Buzo Feltrin, Marco Monteiro (IG), Márcia Maria Tait Lima, Stephanie Schütze (Pesquisadora Visitante), Thiago Custódio, Caroline Gorski Araújo, Gustavo Brusse e Iara Beleli.
Chile: Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales Sede Chile; Programa Género y Equidad; María Cristina Benavente Riquelme; Isabel Sáez
Colombia: Universidad Nacional de Colombia; Facultad de Derecho y Ciencias Sociales; Luz Gabriela Arango; Erika Polonia Morales; Oscar Quintero
Costa Rica: Universidad Nacional Costarricence; Instituto de Estudios de la Mujer; Brayan Baldi Jiménez; Martha Ramírez Rojas; Zaira Carvajal; Maria Luisa Preinfalk
Ecuador: Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales Sede Ecuador; Estudios de Género y la Cultura; Betty Espinosa; Ana María Goetschel; Diana Santos; Ana Esteves; Alberto Morales
El Salvador: Universidad de El Salvador; Centro de Estiudios de Género; Janete Bulnes; Marlene Lozano; Luis Alonso Avelar Menjivar
España: Universitat Autònoma de Barcelona; Observatorio de Igualdad; Laura Duarte; Anna Grau; Silvia Carrasco
Guatemala: Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales Sede Guatemala; Programa de Género; Walda Barrios; Judith López Estrada

Ocultar
MERCADOS DO SEXO EM TERRITÓRIOS TRANSFRONTEIRIÇOS: GÊNERO E CIRCULAÇÕES NA FRONTEIRA BRASIL-COLÔMBIA

Coordenador Principal: Adriana Piscitelli / José Miguel Nieto Olivar

Início: 7/2010

Término: 6/2013


Resumo:

Pesquisa de pós-doutorado. Estudo exploratório de caráter antropológico sobre a transnacionalização do mercado do sexo em e através da fronteira Brasil-Colômbia, atentando particularmente para o lugar que a categoria gênero ocupa na configuração de tal fenômeno. Especial atençao às formas que a prostituição assume nessa região, levando em consideração as dinâmicas de circulação e migração dos dois países no próprio território transfronteiriço amazônico. Levo em conta que as trajetórias, as razões e as condições de possibilidade das migrações e a experiência fronteiriça variam com relação aos contextos culturais (políticos, econômicos, militares, sociais) de cada país e, também, que as formas de prostituição podem adquirir conotações singulares nesse território, diferenciando-se significativamente das modalidades presentes em grandes capitais, municípios do interior e, inclusive, em trânsitos internacionais transcontinentais

Ocultar
MIGRAÇÃO, MERCADOS DO SEXO E DO CASAMENTO E TRÁFICO DE PESSOAS NOS FLUXOS DE CIRCULAÇÃO ENTRE BRASIL E ESPANHA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 1/2011

Término: 3/2013


Resumo:

Projeto de cooperação científica internacional entre o Programa de Doutorado em Ciências Sociais/ Núcleo de Estudos de Gênero, PAGU/UNICAMP e o Departamento de Antropología, Filosofía y Trabajo Social de la Facultad de Letras, Universitat Rovira i Virgili/ Espanha, apresentado ao Programa CAPES/DGU, Edital nº 041/2010

Ocultar
MIGRAÇÃO, MERCADOS DO SEXO E DO CASAMENTO E TRÁFICO DE PESSOAS NOS FLUXOS DE CIRCULAÇÃO ENTRE BRASIL E ESPANHA

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Yolanda Bodoque Puerta

Início: 7/2011

Término: 8/2011


Resumo:

Visita de pesquisadora do exterior para contribuir em projetos de pesquisa desenvolvidos na UNICAMP. A principal finalidade da visita da pesquisadora espanhola é contribuir com as pesquisas integradas no projeto Migração, mercados do sexo e do casamento e tráfico de pessoas nos fluxos de circulação entre Brasil e Espanha e com o projeto Em busca do Par Perfeito: gênero e outras marcas de diferença nas relações amorosas na internet. Além disso, ela colaborará nas discussões mais amplas sobre a transnacionalização da intimidade, do afeto e das culturas sexuais comerciais que embasam pesquisas de alunos/as e docentes da área de gênero do Doutorado em Ciências Sociais do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e do Núcleo de Estudos de Gênero- PAGU e do grupo de pesquisa Corpo, Identidades e Subjetivações, da Universidade Federal de São Carlos, www.ufscar.br/cis coordenado pelo professor do Depto de Sociologia dessa universidade Richard Miskolci. Essas colaborações serão viabilizadas pela participação em workshops de discussão com os integrantes das equipes; mediante seminários que a professora visitante realizará na Unicamp e em São Carlos, através de uma aula ministrada no curso de Doutorado em Ciências Sociais, no IFCH, Unicamp, e mediante a participação como debatedora dos trabalhos dos alunos no Seminário Anual da área de gênero desse doutorado, que terá lugar em agosto de 2011.

Ocultar
MIGRAZIONI MATRIMONIALI E INTEGRAZIONE SOCIALE: UN APPROCCIO TRANSNAZIONALE ALLO STUDIO DEI MECCANISMI DI FORMAZIONE FAMILIARE DI COPPIE MISTE ITALO-BRASILIANE

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 1/2009

Término: 12/2010


Resumo:

Projeto de pesquisa interinstitucional Unicamp/Unimi coordenado pela professora Dra Luisa Leonini tendo como escopo de investigação a temática das conjugalidades e migrações

Ocultar
MULHERES, SEXUALIDADES, DIFERENÇAS E MUDANÇA SOCIAL NA CIDADE DE SÃO PAULO

Coordenador Principal: Regina Facchini

Início: 1/2009

Término: 3/2011


Resumo:

Este estudo investiga processos de mudança nas convenções sociais relacionadas à sexualidade e o modo como gênero e sexualidade se intersectam com outros marcadores sociais de diferenças na produção de condutas sexuais, roteiros eróticos, contextos de vulnerabilidade e acesso à agência social. O universo pesquisado inclui 65 mulheres, residentes na região metropolitana de São Paulo, com idades entre 18 e 65 anos e diferentes orientações e trajetórias sexuais, estratos sociais e inserções étnico-raciais. A pesquisa combina observação etnográfica e entrevistas em profundidade a fim de explorar condutas, mas também valores e convenções sociais a elas relacionadas. Esta proposta se justifica por sua relevância social e teórica. No que diz respeito à relevância social, procura produzir conhecimento que colabore para a ampliação dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres num contexto de feminização e pauperização da epidemia do HIV/aids, bem como para a compreensão das mudanças nas condutas e convenções sociais relacionadas à sexualidade. Do ponto de vista teórico, procura avançar na compreensão da intersecção entre sexualidade e outros marcadores sociais de diferença; ampliar o conhecimento sobre práticas e convenções eróticas para além dos limites das sexualidades dissidentes e das mulheres em idade reprodutiva; e, avançar no conhecimento sobre o aprendizado social da sexualidade por meio de roteiros eróticos

Ocultar
NEM DENTRO NEM FORA: MATERNIDADE NA EXPERIÊNCIA DE ESTRANGEIRAS PRESAS EM SÃO PAULO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Laura Lowenkron

Início: 10/2012

Término: 9/2014


Resumo:

Projeto de Pós Doutorado. Minha pesquisa de doutorado está voltada ao aprofundamento de minhas reflexões, iniciadas no mestrado, sobre a experiência prisional intra e extramuros de estrangeiras a partir do tema da maternidade. O universo de pesquisa integra tanto presas estrangeiras que cumprem pena na Penitenciária Feminina da Capital (PFC), na cidade de São Paulo, quanto atores intra e extramuros que se relacionam com elas. O principal objetivo é desvelar, a partir de casos de maternidade, a experiência prisional de estrangeiras marcada, em primeiro lugar, pelo corte com exterior (no duplo sentido do termo, extramuros e seu país de origem); em segundo lugar, por uma trama de conexões que lhes garante uma determinada presença no espaço transnacional; e, em terceiro lugar, por uma série de definições normativas e legais sobre presas estrangeiras, maternidade e infância produzidas nos âmbitos jurídico e carcerário. A metodologia está baseada no trabalho de campo etnográfico e inclui não apenas a continuidade das atividades de campo realizadas por meio do ITTC e da Pastoral Carcerária junto às estrangeiras presas na PFC, o principal locus de pesquisa, como também sua ampliação para outros dois secundários. São eles: o berçário do Centro Hospitalar da Santa Casa de Custódia, local onde as que deram à luz durante o cumprimento de pena permanecem com seus filhos até o sexto mês de vida deles; e a Associação Casa Recomeço, onde uma parcela significativa das estrangeiras aprisionadas no estado de São Paulo se hospeda em suas saídas temporárias, durante o cumprimento de penas alternativas à pena de prisão ou ao final do cumprimento da pena até o momento de seu retorno ao país de origem. Como parte do trabalho de campo, cartas e e-mails enviados e recebidos por elas têm sido analisados. Por fim, estão previstas entrevistas em profundidade com uma parcela dessas mulheres. O presente projeto apresenta a proposta de estágio de pesquisa no exterior sob a orientação de Rhacel Parreñas, minha principal referência na temática de migração feminina e maternidade transnacional. O principal objetivo do estágio, cuja duração será de três meses, é estabelecer diálogo direto com Parreñas e aprimorar a discussão metodológica e teórica da pesquisa em torno do tema da maternidade transnacional

Ocultar
O NATURISMO E OS PARADOXOS DA IDENTIDADE NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

Coordenador Principal: Mariza Corrêa / Eduardo Carrascosa de Oliveira

Início: 7/2008

Término: 7/2012


Resumo:

Projeto de pesquisa de Doutorado de Eduardo Carrascosa de Oliveira com apoio da Fapesp sob orientação da Profa.Dra. Mariza Corrêa. A pesquisa desenvolvida nesta tese de doutoramento tem como eixo central o estudo do naturismo, atividade em que a nudez do corpo é exposta em espaços públicos. Nesta, são discutidos os aspectos centrais que sustentam a perspectiva do processo de construção de identidades relativa ao fenômeno. O naturismo pode ser interpretado como derivado de uma sociedade que, por um lado, cultua o corpo e o poder da sua imagem e, por outro, atribui ao lazer uma função decisiva na promoção de uma ação social ligada a preceitos morais. Como o corpo humano serve de símbolo de pertencimento, investigam-se as dimensões intrínsecas das relações entre os praticantes, tendo sempre em vista a contraposição à ênfase que os grupos naturistas colocam na "pureza" e o "igualitarismo" dos corpos nus. Utilizando a Associação Naturista de Abricó (ANA) do município do Rio de Janeiro (RJ) como objeto de pesquisa, baseia sua investigação na problematização do paradoxo que se inscreve no "respeito" obtido e exigido através da nudez comunal

Ocultar
ORGANIZAÇÃO DO ACERVO E REESTRUTURAÇÃO DAS TESES E DISSERTAÇÕES EM FORMATO DIGITAL DA BIBLIOTECA BETH LOBO

Coordenador Principal: Karina Gama Cubas da Silva

Início: 3/2012

Término: 2/2013


Resumo:

A biblioteca do PAGU possui aproximadamente 200 títulos de teses e dissertações no formato impresso. O objetivo desse projeto é disponibilizar essas teses e dissertações impressas em formato digital, através de uma interface, de acesso restrito, disponibilizada no site do PAGU. Essa disponibilização das obras em formato digital será possível através da realização das seguintes etapas: 1º localização dos arquivos das obras já disponíveis em repositórios institucionais; 2º digitalização com autorização prévia dos autores das obras que só possuem versão impressa e 3º organização das informações para serem disponibilizadas através da interface no site do PAGU. Durante a realização do projeto também serão incluídas as seguintes atividades: auxílio na organização do acervo, preparação física dos materiais, atendimento e auxílio aos usuários. O projeto beneficiará a biblioteca do PAGU em alguns aspectos, entre eles, melhorar a recuperação da informação e possibilitar de forma mais rápida o acesso digital dos usuários ao acervo de teses e dissertações que focam as áreas de estudo do Núcleo, liberando espaço físico para novos materiais

Ocultar
ORGANIZAÇÃO DO ACERVO E REESTRUTURAÇÃO DAS TESES E DISSERTAÇÕES EM FORMATO DIGITAL DA BIBLIOTECA BETH LOBO

Coordenador Principal: Karina Gama Cubas da Silva

Início: 3/2013

Término: 2/2014


Resumo:

A biblioteca do PAGU possui aproximadamente 200 títulos de teses e dissertações no formato impresso. O objetivo desse projeto é disponibilizar essas teses e dissertações impressas em formato digital, através de uma interface, de acesso restrito, disponibilizada no site do PAGU. Essa disponibilização das obras em formato digital será possível através da realização das seguintes etapas: 1º localização dos arquivos das obras já disponíveis em repositórios institucionais; 2º digitalização com autorização prévia dos autores das obras que só possuem versão impressa e 3º organização das informações para serem disponibilizadas através da interface no site do PAGU. Durante a realização do projeto também serão incluídas as seguintes atividades: auxílio na organização do acervo, preparação física dos materiais, atendimento e auxílio aos usuários. O projeto beneficiará a biblioteca do PAGU em alguns aspectos, entre eles, melhorar a recuperação da informação e possibilitar de forma mais rápida o acesso digital dos usuários ao acervo de teses e dissertações que focam as áreas de estudo do Núcleo, liberando espaço físico para novos materiais

Ocultar
OS TRANSSEXUAIS NA FRONTEIRA DAS IDENTIDADES

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Flávia Teixeira

Início: 3/2002

Término: 3/2009


Resumo:

Projeto para a realização de tese de doutorado em Ciências Sociais. O objetivo desta tese foi compreender as possibilidades e estratégias da atuação das pessoas (transexuais) que buscavam ""uma mudança de sexo"" ao se inscreverem no Programa de Transgenitalização coordenado pela Promotoria de Justiça de Defesa dos Usuários dos Serviços de Saúde (Pró-Vida), do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Tendo como ponto de partida o princípio de que a existência humana se torna inviável sem inteligibilidade social, problematizo os diferentes discursos que enredaram as pessoas (transexuais) ao buscarem reconhecimento. O principal argumento desta tese foi que o processo de reconhecimento das pessoas (transexuais) orquestrado pelas instituições médico-jurídicas coloca em risco a possibilidade da sobrevivência destas pessoas. A primeira parte do trabalho foi composta pela análise dos processos. Nessa procurei identificar, no entorno médico e jurídico, como um emaranhado imaginário - cujos conteúdos recobrem as percepções da sexualidade feminina/masculina, a compreensão do direito das pessoas (transexuais) sobre seus próprios corpos, bem como dos significados atribuídos ao gênero - atravessa de diferentes maneiras e intensidades as práticas/discursos e é forjado para que práticas institucionais sejam justificáveis. Marcado também por histórias de vida de pessoas, a segunda parte tenta explicitar a diversidade das vivências das pessoas que buscavam maneiras de dar sentido ao sentimento de ""ser diferente"", de estar em ""desacordo"", de ser vítima ou culpada de algum ""engano"" ou ""fraude"". Os resultados do trabalho conduzem a problematizar a precedência e a exclusividade explicativas conferidas ao discurso médico-jurídico na outorga de legitimidade social para as experiências das pessoas (transexuais).

Ocultar
PAIS E FILHOS: DISPUTAS E NEGOCIAÇÕES SOBRE A GUARDA DOS FILHOS EM SEPARAÇÕES CONJUGAIS LITIGIOSAS

Coordenador Principal: Guita Debert / Rosangela Digiovanni

Início: 10/2011

Término: 3/2012


Resumo:

Discussões jurídicas sobre a definição do "melhor interesse da criança", movimentos reivindicatórios por paternidade afetiva, debates sobre a síndrome de alienação parental e a instituição da guarda compartilhada têm repercutido no cotidiano das decisões judiciais sobre a guarda dos filhos. Mais do que compreender as normatividades referentes às relações entre pais e filhos, pretende-se investigar as dinâmicas de negociações nos processos judiciais sobre guarda dos filhos no âmbito das Varas de Família de Curitiba. Pós-Doutorado

Ocultar
PAIS, MÃES E FILHOS: RECONHECIMENTO DE FILIAÇÃO,OBRIGAÇÕES,DIREITOS E AFETOS

Coordenador Principal: Guita Grin Debert / Sabrina Deise Finamori

Início: 3/2013

Término: 2/2015


Resumo:

Este projeto tem por objetivo enfocar o reconhecimento legal de paternidade a partir das leis, das políticas públicas e das narrativas dos sujeitos ás quais se dirigem visando analisar como as relações de parentesco estão nelas articuladas em termos de cuidado, obrigação e afeição. Considerando as leis de reconhecimento de paternidade em contraponto analítico ás leis que estabelecem que os filhos adultos devem ajudar e amparar os pais na velhice, a intenção é analisar como as relações entre pais, mães e filhos são legalmente reguladas, tanto em termos de transmissão de direitos patrimoniais como também de obrigações morais e afetivas, A intenção no pós-doc é investigar com maior densidade os desdobramentos de discussões anunciadas na tese doutorado, apresentando novas questões para análise, quais sejam: como os direitos e deveres recíprocos de pais, mães e filhos estão articulados nas leis sobre reconhecimento de paternidade e nas que se referem à assistência a pais idosos? Qual o significado do processo de judicialização quando a referência são os filhos e quando à reivindicação de direitos legais é dos pais idosos em relação aos seus filhos adultos? Como as definições de direitos e deveres maternos, paternos e filiais estão marcadas pelas relações de gênero? A metodologia a ser adotada é qualitativa, a pesquisa será realizada por meio de observação etnográfica, entrevistas e pesquisa documental nas leis e no debate em tomo das iniciativas voltadas para a promoção do reconhecimento legal de paternidade e dos direitos dos pais idosos

Ocultar
PÃO COM OVO E CHILLI PEPPER: PODER, SEXUALIDADE, USOS DO ESPAÇO E CENTRALIDADES EM SÃO PAULO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Bruno Puccinelli

Início: 3/2013

Término: 2/2015


Resumo:

Pesquisa de doutorado de Bruno Puccinelli. Há algum tempo se desenvolvem trabalhos que abordam a questão das homossexualidades pela via de seus espaços de sociabilidade, principalmente focando na construção de subjetividades gays nesses locais. Nessas pesquisas é possível compreender o observar mais detidamente lugares e seus sentidos quando se fala de sexualidade e gênero, muito comumente tendo como pano de fundo a dinâmica nas cidades. Parte destes trabalhos ocorre também em São Paulo, por seu tamanho e diversidade de experiências, mas é marcante a ausência de pesquisas mais detidas nas relações entre sujeitos sexualizados e a produção dos espaços citadinos. O presente projeto de pesquisa visa propor uma análise que tome a cidade e seus referenciais como parte constituinte da análise da produção de subjetividades marcadas pelas relações sociais de poder implicadas nas distinções de marcadores sociais da diferença, como gênero e sexualidade. Mais do que descrever espaços, a pesquisa propõe pensar a dinâmica da apropriação dos espaços, seus usos e, principalmente, as mudanças destes usos no que tange à frequência dita gay que pode, ou não, alterá-los. Este projeto, portanto visa não focar nas sociabilidades, mas tomar esses dados como base para a compreensão do uso político da cidade

Ocultar
PAPÉIS', INTERESSE, EROTISMO E AFETO. RELACIONAMENTOS DE MIGRANTES BRASILEIRAS COM ESPANHÓIS NA IMBRICAÇÃO ENTRE OS MERCADOS DO SEXO E MATRIMONIAL

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 10/2009

Término: 12/2009


Resumo:

Projeto de pesquisa de Pós-doutorado com apoio da Capes desenvolvido na Espanha

Ocultar
PERPÉTUAS ESPIRAIS: FALAS DO PODER E DO PRAZER SEXUAL EM TRINTA ANOS (1977-2009) DA PENITENCIÁRIA FEMININA DA CAPITAL

Coordenador Principal: Maria Lygia Quartim de Moraes/Natália Corazza Padovani

Início: 3/2008

Término: 3/2010


Resumo:

Esta pesquisa de mestrado tem como objeto de estudo a relaçãoo que tem sido feita entre comportamentos sexuais considerados ilegítimos pelo sistema jurídico e a criminalidade, em trinta anos (1977 - 2009) de história da Penitenciária Feminina da Capital. Esta dissertação procura, também, analisar os discursos subversivos sobre o sexo que surgiram dentro desta unidade penal feminina, assim como o modo que eles foram punidos ou absorvidos pela instituição. O recorte temporal escolhido, de 1977 a 2009, procurou abranger formas passadas e presentes de análise e gerenciamento do sexo das internas da Penitenciária Feminina da Capital, possibilitando percepções acerca de mudanças e manutenções nos regimentos internos, nos formatos dos prontuários e, principalmente, na rotina da instituição

Ocultar
PESQUISA EM GÊNERO E SEXUALIDADE NO BRASIL: PERFIL E MUDANÇAS NOS GRUPOS DE PESQUISA NO DGP DO CNPQ

Coordenador Principal: Regina Facchini / Ana Claudia Pilon

Início: 3/2012

Término: 2/2013


Resumo:

Pesquisa de Iniciação Científica de Ana Claudia Pilon. Este projeto de iniciação científica é parte integrante da pesquisa "Gênero e sexualidade na pesquisa e na produção científica brasileira: intersecções, convenções e conexões" apoiada pelo CNPq. Tem como objetivo geral traçar um panorama e contribuir para a recuperação da história recente da pesquisa em gênero e sexualidade no Brasil através da análise dos grupos/núcleos/centros de pesquisa cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. O projeto tem por objetivo específico traçar um perfil geral sobre as unidades da federação e área de conhecimento de origem dos grupos e investigar mais detidamente a relação entre ano de formação do grupo e mudanças no que diz respeito à distribuição por região do país e áreas do conhecimento e enfoques teóricos. Este projeto parte de metodologia quantitativa e qualitativa trabalhando com as seguintes fontes: 1) os grupos de pesquisa listados no Diretório de Pesquisas do CNPq e 2) a plataforma de currículos Lattes. Os dados coletados serão primeiramente armazenados em um banco dedados no formato Excel e posteriormente transferidos para a base SPSS

Ocultar
PESQUISA EM GÊNERO E SEXUALIDADE NO BRASIL: UM ESTUDO DOS PERIÓDICOS BRASILEIROS ESPECIFICAMENTE VOLTADOS A ESSE CAMPO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Ana Paula P. de Araújo

Início: 8/2011

Término: 7/2012


Resumo:

Pesquisa de Iniciação Científica de Ana Paula Araujo. Este projeto de iniciação científica é integrante da pesquisa Gênero e sexualidade na pesquisa e na produção científica brasileira: intersecções, convenções e conexões e tem como objetivo traçar um panorama da produção científica na área de gênero e sexualidade através da análise, por metodologia quantitativa e qualitativa, de artigos publicados nos principais periódicos desse campo no Brasil: Cadernos Pagu (Unicamp), Revista de Estudos Feministas (UFSC), Revista Gênero (UFF), Bagoas (UFRN) e Revista Sexualidad, Salud y Sociedad (UERJ). Serão coletadas nessas publicações dados estruturais e também informações acerca da abordagem do conteúdo e suas interseccionalidades. Esses dados serão sistematizados com o auxílio de softwares e analisados com supervisão da orientadora. É importante também a leitura atenta da bibliografia com revisão quinzenal e aprofundamento desta no grupo de estudos LGBT.

Ocultar
PESQUISA EM GÊNERO E SEXUALIDADE NO BRASIL: UM OLHAR PARA PROCESSOS DE MUDANÇA A PARTIR DOS PERIÓDICOS BRASILEIROS ESPECIFICAMENTE VOLTADOS A ESSE CAMPO

Coordenador Principal: Regina Facchini / Ana Paula P. de Araújo

Início: 8/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Pesquisa de Iniciação Científica de Ana Paula Araujo. Este projeto de iniciação científica é um desdobramento de projeto iniciado em 2011 e parte integrante da pesquisa Gênero e sexualidade na pesquisa e na produção científica brasileira: intersecções, convenções e conexões apoiada pelo CNPq e tem como objetivo traçar um panorama da produção científica na área de gênero e sexualidade através da análise, por metodologia quantitativa e qualitativa, dos principais periódicos desse campo no Brasil, são eles: Cadernos Pagu (Unicamp), Revista de Estudos Feministas (UFSC), Revista Gênero (UFF), Bagoas (UFRN) e Revista Sexualidad, Salud y Sociedad (UERJ). Esta proposta pretende aprofundar uma abordagem histórica, investigando os processos de mudança que porventura tenham ocorrido na política editorial dos periódicos e na distribuição regional, disciplinar, nas temáticas abordadas e enfoques utilizados nos artigos. É importante também a leitura atenta da bibliografia e aprofundamento desta no grupo de estudos quinzenal voltado à temática de gênero e sexualidade.

Ocultar
PREPARANDO CORPO E MENTE PARA O SEXO

Coordenador Principal: Maria Filomena Gregori / Giovana Lopes Feijão

Início: 3/2008

Término: 11/2012


Resumo:

Projeto de pesquisa de mestrado com financiamento da Capes. Essa dissertação tem início em outubro de 2004, quando trabalhei como assistente de pesquisa de Maria Filomena Gregori no Projeto Temático Gênero, Corporalidades do Centro de Estudos de Gênero (Pagu). O que essa pesquisa mostrou foi que, no Brasil, observa-se a difusão de um "erotismo politicamente correto" (GREGORI, 2010) pelo universo de produção, comercialização e consumo de bens eróticos, o mercado erótico. Erotismo que tem como características: O sexo/erotismo deslocado do seu sentido de transgressão e cada vez mais associado à fonte de prazer, saúde mental e corporal , em que uma vida sexual ativa se torna possível a todos os corpos e indivíduos, através do exercício e da domesticação desse corpo para o ato. Durante a pesquisa empírica realizada entre lojas e trabalhadores desse mercado erótico [pesquisa realizada de outubro de 2004 a dezembro de 2007], entrei em contato com um grande número de jornalistas e repórteres de revistas, que procuravam lojas de produtos eróticos para realizarem reportagens e matérias sobre sexo. Revistas como Nova, Marie Claire, Claúdia, Gloss. Essa circulação fez surgir a hipótese de que, talvez, extrapolando o mercado erótico, o erotismo politicamente correto também estaria sendo disseminado pelas revistas. Essas revistas poderiam ser vistas como manuais pedagógicos desse tipo de erotismo? Quais as especificidades ele receberia em suas páginas? O objetivo dessa dissertação é observar como e se ocorre a disseminação do erotismo politicamente correto nas páginas de duas revistas de circulação nacional Nova e Men's Health

Ocultar
PROCESSO DE PATRIMONIAMENTO DO ACERVO BIBLIOGRÁFICO DA BIBLIOTECA DO PAGU

Coordenador Principal: Karina Gama Cubas da Silva

Início: 11/2010

Término: 3/2011


Resumo:

Patrimoniamento e disponibilização do acervo da Biblioteca do Pagu no sistema Sofia

Ocultar
PROCESSOS POLÍTICOS, LUTAS SIMBÓLICAS E PRODUÇÃO DE FRONTEIRAS E DE LUGARES: UMA ETNOGRAFIA A PARTIR DO MOVIMENTO LGBT DE CAMPINAS - SP

Coordenador Principal: Regina Facchini / Vinícius Pedro Corrêia Zanoli

Início: 3/2013

Término: 2/2015


Resumo:

Projeto de Mestrado. Este projeto é desdobramento de mais de dois anos de pesquisa de iniciação científica que teve como objeto empírico o movimento LGBT (de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) de Campinas e suas relações com outros atores sociais. Insere-se nos estudos de antropologia da política e dos movimentos sociais e nos estudos sobre gênero e sexualidade, dado que seu objeto empírico são as políticas em torno das (homo)sexualidades. Seu objetivo geral é colaborar para o conhecimento sobre movimentos sociais no Brasil contemporâneo a partir da análise do movimento LGBT campineiro. Para tanto, enfatiza: 1) sua relação com outros atores sociais envolvidos nos mesmos processos políticos, com atenção especial para os trânsitos entre diferentes pertencimentos institucionais e para as múltiplas inserções dos sujeitos; 2) a relação de tais ações e atores com o espaço físico em que se estabelecem, dado que o movimento LGBT, tal como organizado no Brasil, tem se constituído como tipicamente urbano, e parte das ações deste movimento em Campinas se dão no espaço da cidade e também por meio de intervenção pública no espaço urbano. Trata-se de pesquisa etnográfica que lança mão de observação participante complementada por entrevistas em profundidade e análise documental, resultando na produção de material empírico que será cotejado com o obtido nas pesquisas anteriores. Entre as situações de campo a serem privilegiadas nesta pesquisa estão atividades que congregam diversos atores sociais, tais como reuniões ampliadas realizadas pelos órgãos públicos voltados à promoção dos direitos de LGBT, as manifestações públicas organizadas na cidade, bem como as paradas LGBT locais e seu processo de organização

Ocultar
PROJETO CINE PAGU – CULTURA VISUAL, GÊNERO E SEXUALIDADE

Coordenador Principal: Orientadora: Karla Adriana Martins Bessa / Bolsistas: Marta Barbieri Machado e Gabriel Madureira Monteiro

Início: 3/2013

Término: 2/2014


Resumo:

Trata-se da continuidade de um trabalho que vinha sendo desenvolvido de modo solitário desde 2008 e agora, com a aprovação do primeiro projeto SAE, consolidou-se como uma das principais atividades de extensão do Núcleo de Estudos de Gênero/PAGU. Neste projeto de Extensão Universitária nos propomos a trabalhar com a comunidade (universitária e em geral) no sentido de desenvolver um olhar crítico sobre o repertório de imagens que perpassam o nosso cotidiano. Sabemos da presença cada vez maior dos suportes de imagens (TV, Vídeos, Jogos, Outdoors, Cinema, Internet) em nossa cultura. como um No entanto, a presença em si não desenvolve ou orienta uma relação de interlocução com a imagem. a produção de significados culturais a respeito da percepção das diferenças de gênero (e muito das desigualdades presentes nas relações daí advindas) passa por uma pedagogia do olhar, uma educação dos sentidos. Nossa proposta é de suscitar o debate sobre temas polêmicos e atuais, marcados pela diferença entre masculinidade e feminilidade, bem como pelo debate a respeito das interações (institucionalizadas ou não) entre identidade de gênero e sexualidade, permitindo um debate para além dos tradicionais fóruns de divulgação de pesquisa (congressos, simpósios, seminários, sala de aula) que faça a crítica à dicotomia hetero/homossexualidade. Para isso, realizaremos sessões quinzenais de projeção/debate de filmes com convidados que tenham pesquisa nas áreas temáticas envolvidas e que possam apresentá-las em diálogo com os filmes, numa linguagem acessível. O objetivo é proporcionar uma conversa aberta sobre as questões vividas pelos jovens que estão nos primeiros anos da graduação e se defrontam com discriminações e abusos psíquicos e físicos, para que possam passar por um processo mais coletivo de elaboração e amadurecimento. O nosso alvo maior é alertar e prevenir contra atos de violência contra mulheres e homofobia (masculina e feminina). Os participantes terão acesso a uma filmografia (documentário e ficção) que lhes permitirá realizar esta importante reflexão, sempre com a condução do debate a partir de dados de pesquisas desenvolvidas no nosso Núcleo de Estudos de Gênero ou por profissionais que realizem parcerias com as pesquisas do Núcleo

Ocultar
PROJETO DE APOIO PARA A IMPRESSÃO E DIVULGAÇÃO DA REVISTA CADERNOS PAGU

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 11/2008

Término: 7/2009


Resumo:

Este projeto teve por objetivo o apoio financeiro da Petrobrás para edição e divulgação de dois números da revista cadernos pagu

Ocultar
QUEIXAS, DENÚNCIAS E DESFECHOS: UM ESTUDO SOBRE ACOLHIMENTO E ENCAMINHAMENTO DE DENÚNCIAS EM SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM VIOLÊNCIA HOMOFÓBICA

Coordenador Principal: Regina Facchini / Thiago Henrique de Oliveira Falcão

Início: 8/2011

Término: 7/2012


Resumo:

Projeto de Iniciação Científica de Thiago Falcão. Este projeto de iniciação científica visa colaborar para a produção de conhecimento que subsidie o enfrentamento da violência homofóbica, em especial no que diz respeito a como as denúncias de violências são recebidas e encaminhadas em serviços de referência no tema. Trata-se de um desdobramento de projeto de iniciação cientifica anterior, que buscou entender os motivos para a não-denúncia de situações de discriminação e violência homofóbica. A metodologia proposta é qualitativa, utilizando-se de observação etnográfica, análise documental e entrevistas em profundidade. Serão estudados o Centro de Referência GLTTB, localizado em Campinas, e o Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate a Homofobia, localizado em São Paulo. O objetivo geral deste projeto é realizar uma análise comparativa da estrutura e do fluxo de atendimento nos dois serviços de referência acima indicados.

Ocultar
REGIMES DE VISIBILIDADE, MUDANÇA SOCIAL E CONVENÇÕES SOBRE SEXUALIDADE E ENVELHECIMENTO: UM ESTUDO ENTRE MULHERES QUE MANTÊM RELAÇÕES HOMOSSEXUAIS EM SÃO PAULO E BUENOS AIRES

Coordenador Principal: Regina Facchini / Andrea Lacombe

Início: 1/2013


Resumo:

O objetivo deste projeto de pós doutorado consiste em analisar a relação entre geração e vivências da sexualidade entre mulheres que mantêm relações homossexuais1 em São Paulo e Buenos Aires, no intuito de entender a especificidade das formas contemporâneas de sociabilidade e erotismo entre mulheres, tal como ocorrem na região latino-americana. O universo de análise abrange mulheres entre 40 e 70 anos de camadas sociais diversas. Levando em conta que os processos de sociabilidade e erotismo envolvem a produção de identidades e de subjetividades, além de estar inseridos em um contexto mais amplo de modernização e globalização, estruturarei o trabalho em torno a três eixos: 1) a economia da visibilidade/invisibilidade como regime de produção de subjetividade e sociabilidade; 2) as diferentes convenções de família e amizades presentes nesse regime; e 3) uma análise classificatória das denominações e auto-referencialidades. O ponto de partida da pesquisa será minha tese de doutorado, que apresentou um conjunto de representações sociais referentes às sociabilidades de mulheres que mantêm relações afetivo-sexuais com outras mulheres com a finalidade de descrever processos de subjetivação a partir dos quais se viabilizam determinados repertórios, e não outros, de constituição dos sujeitos

Ocultar
RELAÇÕES ENTRE ATIVISMO E ESTADO: O CASO DA IMPLEMENTAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA GLTTB DE CAMPINAS

Coordenador Principal: Regina Facchini / Vinícius Pedro Correia Zanoli

Início: 8/2011

Término: 7/2012


Resumo:

Projeto de Iniciação Científica de Vinicius Zanoli. O objetivo deste projeto é investigar o processo político que possibilitou a implementação da primeira política pública voltada para LGBT no Brasil, bem como o fato de que esta tenha se dado a partir de uma cidade do interior de São Paulo: Campinas.

Ocultar
REPRODUÇÃO ASSISTIDA ENTRE PESSOAS SEM VÍNCULO CONJUGAL

Coordenador Principal: Guita Debert / Carla Lima de Almeida

Início: 9/2011

Término: 8/2012


Resumo:

É uma pesquisa que une a análise das tecnologias reprodutivas acessíveis na contemporaneidade, às transformações ocorridas nas relações de parentesco. A autora problematiza dois pontos importantes: 1) a noção geracional e a categoria faixa etária atribuída às mulheres como determinação de um "relógio biológico", propondo uma análise que privilegia mulheres/homens jovens; 2) problematiza as relações estabelecidas entre o desejo de criação/reprodução e a constituição de vínculos afetivos/amorosos. Nesse sentido, sua pesquisa se insere na perspectiva crítica que questiona o determinismo biológico na produção das relações de parentesco e constituição da noção de paternidade/maternidade. Propõe-se a realizar uma etnografia qualitativa, baseada em entrevistas, cuja finalidade inlcui analisar também a prática de produção de narrativas (por parte dos usuários das tecnologias reprodutivas) para dar sentido ao uso das tecnologias como forma de "explicação aos filhos" sobre suas origens. Um dos pontos-chave do projeto é a proposta de problematizar tanto o uso das tecnologias realizado por mulheres quanto por homens que querem ter filhos sem necessariamente passar por uma relação afetivo-amorosa ou vinculo conjugal. Pós-Doutorado

Ocultar
SEXUALIDADE TROPICAL: INTERSECÇÕES DE NAÇÃO, SEXUALIDADE E RAÇA NO BRASIL

Coordenador Principal: Richard Miskolci

Início: 11/2008


Resumo:

No Brasil de fins do século XIX, vários discursos tinham como eixo articulador a categoria nação e o temor de que ela se encontrasse sob risco degenerativo (Borges, 2005). Este diagnóstico conectou ciência, política e literatura em um processo de reconfiguração de nossa sociedade marcado pela emergência do dispositivo de sexualidade. Uma análise sociológica queer pode auxiliar na compreensão das relações estratégicas entre discursos do período de forma a esclarecer o papel deste dispositivo em nosso país, já que, em uma sociedade pós-colonial e escravista, a emergência do dispositivo de sexualidade ocorreu por meio de uma forma peculiar de sexualização da raça e racialização do sexo (Brah, 2006). A partir da análise da rede que articula discursos literários, científicos e políticos do período, a investigação buscará compreender este processo histórico no Brasil de forma a discutir seu eixo provável na heteronormatividade (Berlant e Warner, 2002; Halperin, 2002)..apresentado índices menores de mulheres nos diferentes níveis, desde a graduação até os últimos níveis da carreira. associada ao menor nível de escolaridade das mulheres. Além disso, este projeto analisa o papel das agências e fundações internacionais na construção de gênero enquanto campo de investigação no Brasil

Ocultar
SEXUALIDADE, MIGRAÇÃO E RELAÇÕES DE TRABALHO - UMA ANÁLISE DO TRÁFICO DE MULHERES SOB A PERSPECTIVA DAS TRABALHADORAS SEXUAIS

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Andreia Skackauskas

Início: 6/2006

Término: 2/2013


Resumo:

Projeto de realização de tese de doutorado. Este trabalho pretende alcançar um imaginário discursivo diversificado e abrangente sobre o tráfico de seres humanos, que inclua diversas leituras sobre o tema. Para tanto, propomos incluir na análise do debate público a perspectiva das trabalhadoras sexuais, como sujeito coletivo e organizado. Título da Tese: Prostituição, Gênero e Direitos: noções e tensões nas relações entre prostitutas e Pastoral da Mulher Marginalizada

Ocultar
SEXUALIDADE, VIOLÊNCIA E IGUALITARISMO NO BRASIL DA ABERTURA: UM OLHAR A PARTIR DO BDSM

Coordenador Principal: Regina Facchini / Sarah Rossetti Machado

Início: 8/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Pesquisa de iniciação científica de Sarah Rossetti Machado. Este projeto tem como objetivo geral colaborar para o conhecimento a respeito das mudanças sociais em curso na sociedade brasileira acerca das convenções de gênero e sexualidade, bem como para compreensão das relações entre gênero, sexualidade e outros marcadores sociais de diferença na produção de hierarquias e desigualdades. Possui como objetivos específicos a investigação e identificação de processos de mudança em convenções de gênero e sexualidade - presentes nos anos 70/80 - entre praticantes de BDSM, a partir da análise de fontes documentais identificadas em pesquisa exploratória. A metodologia utilizada faz uso de técnicas qualitativas, integrando análise de quatro livros escritos entre o final dos anos 70 e meados dos anos 80 e análise de entrevistas de praticantes/divulgadores, assim como de material online sobre os mesmos.

Ocultar
SOB O IMPACTO DA VISIBILIDADE: JUVENTUDE, (HOMO)SEXUALIDADE E MUDANÇA SOCIAL

Coordenador Principal: Regina Facchini / Marcelo de Paula Pereira Perilo

Início: 4/2013

Término: 3/2016


Resumo:

Pesquisa de Doutorado. Este projeto parte de referencial teórico de estudos sócio-antropológicos em gênero e sexualidade em contexto urbano e tem por objetivo geral colaborar para a compreensão acerca de mudanças nas convenções sociais sobre gênero e sexualidade no Brasil contemporâneo tendo em vista transformações no lugar social da homossexualidade no país. Para tal, identifico adolescentes como um recorte empírico estratégico para a análise dos impactos de algumas transformações que se tornaram mais expressivas a partir da década de 1990 em grandes centros urbanos, a saber: 1) a crescente visibilidade da homossexualidade na esfera pública; 2) a proposição de políticas governamentais destinadas a lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais; 3) a ascensão e especificação de um mercado voltado a tal público; e 4) a ampliação de espaços para encontro e convivência, tanto em praças, parques e estabelecimentos comerciais, quanto em espaços de interação on line. A metodologia prevê uma pesquisa qualitativa com abordagem etnográfica, onde realizarei trabalho de campo a partir de dois espaços de sociabilidade de adolescentes com condutas homo ou bissexuais na região central de São Paulo - o Largo do Arouche e a Rua Augusta. O contato com esses adolescentes favorecerá a análise sobre como novas gerações de jovens vêm experimentando a visibilização de condutas não-heterossexuais em público, a criação de espaços para encontro em distintas regiões na cidade, bem como uma crescente demanda por reconhecimento e direitos civis. Além da etnografia na cidade de São Paulo, identifico Barretos como município do interior do estado que pode oferecer um contraponto aos processos e mudanças verificados na capital

Ocultar
SOBRE CASOS E CASAMENTOS: TRAJETÓRIAS AFETIVAS DAS PRESAS DA CIDADE DE SÃO PAULO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Natália Corazza Padovani

Início: 8/2010

Término: 8/2014


Resumo:

Pesquisa de Doutorado.A pesquisa pretende analisar relacionamentos afetivos e sexuais vividos por presas nas penitenciárias femininas da cidade de São Paulo. O foco analítico proposto recai sobre o sexo e o estabelecimento de vínculos por meio dele, tanto no que se refere a relações entre sentenciadas quanto entre mulheres presas e homens ou mulheres também presos (em outras unidades) ou livres, procurando apreender as motivações e suportes desses laços. Olhando para as penitenciárias femininas da cidade de São Paulo a partir de questões levantadas pela agenda contemporânea dos estudos de gênero e sexualidade, o principal objetivo da proposta é analisar como a constituição das relações afetivas e sexuais interfere nas dinâmicas de interação e sociabilidade das presas da cidade de São Paulo e como essas relações se articulam com a produção de sexualidades e corporalidades. A metodologia a ser utilizada envolverá observação etnográfica e entrevistas, coletivas e individuais, com as sentenciadas. Cartas trocadas pelos casais também poderão ser analisadas

Ocultar
SUBJETIVIDADES GLBT NO CINEMA: FESTIVAL MIX DA DIVERSIDADE SEXUAL

Coordenador Principal: Karla Adriana Martins Bessa / Luisa Soave Moreto Coan

Início: 8/2010

Término: 7/2011


Resumo:

Essa pesquisa pretende fazer uma análise da estrutura e organização do Festival Mix da Diversidade Sexual, circuito cinematográfico voltado para o público GLBT, que se põe a refletir, expôr e representar a vida, os conflitos e a subjetividade de personagens também gays e lésbicos nas películas exibidas. Partindo de uma análise estrutural geral, com os tipos de sessões que o formam, suas divisões internas, seu crescimento e difusão pelo Brasil, a uma específica, em que agruparemos alguns dos filmes premiados em suas edições e procuraremos destrinçar, por meio da análise fílmica, as temáticas principais e mais recorrentes, para enterdermos o modo como a subjetividades homossexuais foram e são representadas na sétima arte e o que houve de novo e transformador nessa representação com o passar dos anos. Ao final deste trabalho, faremos uma comparação dessa estrutura e temáticas do festival Mix do Brasil com a de alguns festivais de cinema internacionais

Ocultar
TEATRO, GÊNERO E METRÓPOLE NO BRASIL, 1940-1980

Coordenador Principal: Heloísa Pontes

Início: 3/2010

Término: 2/2013


Resumo:

O projeto tem como desafio combinar a análise da dramaturgia brasileira no período de 1940 a meados dos anos de 1970, com o acompanhamento da trajetória e da carreira dos dramaturgos e dramaturgas. Esta nova frente de pesquisa pretende aliar a análise formal e interna da dramaturgia produzida nesse período - no qual o teatro tinha grande centralidade na cena cultural e política do país – às contribuições teóricas e metodológicas fornecidas pela sociologia dos intelectuais, pela história social da cultura e pela antropologia simbólica, na defesa de que idéias e obras estão ancoradas em processos sociais concretos e contextos intelectuais precisos Partilhando o pressuposto de Adorno, "a forma como um conteúdo social sedimentado", o estudo dessa dramaturgia e de seus criadores pode nos ajudar a desvendar dimensões cruciais dos segmentos sociais envolvidos ou retratados na cena teatral. Bolsa de Produtividade

Ocultar
TENSÕES NO FEMINISMO BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 12/2008

Término: 12/2010


Resumo:

Este projeto pretende contribuir com a produção de conhecimento sobre o período recente da história do feminismo brasileiro, analisando as tensões suscitadas no movimento por três questões da maior relevância política: regulamentação/legalização da prostituição; turismo sexual e tráfico internacional de pessoas.

Ocultar
TRABALHO DOMÉSTICO, GÊNERO E HOMOEROTISMO: ESTUDO DE CASO SOBRE HOMENS GAYS, CONJUGALIDADES E LITÍGIOS JUDICIAIS

Coordenador Principal: Angela Maria Carneiro Araújo / Rosa Maria Rodrigues de Oliveira

Início: 10/2011

Término: 9/2013


Resumo:

Este projeto de pós-doutoramento parte de pesquisa de campo realizada entre 2005 e 2009 acerca das decisões de tribunais brasileiros sobre o tema das conjugalidades homoeróticas2, e buscará aprofundar a coleta e o estudo de dados que identificaram a desvalorização do trabalho doméstico realizado por homens gays engajados em relações amorosas estáveis, ao demonstrar a existência de uma maioria destes sujeitos recorrendo em litígios judiciais no qual foram derrotados a fim de garantir direitos sucessórios, partilha de bens em separações, pensões por morte e outros benefícios previdenciários e assistenciais

Ocultar
TRAJETÓRIAS AFETIVAS E SEXUAIS ENTRE JOVENS DE PERIFERIA, BELO HORIZONTE

Coordenador Principal: Maria Filomena Gregori / Ana Laura Lobato Pinheiro

Início: 7/2008


Resumo:

Como as representações de gênero e o aprendizado sobre a sexualidade se intersectam de maneira muito significativa no estabelecimento das relações afetivas e sexuais, busquei compreender a constituição de trajetórias afetivas e sexuais entre jovens residentes no Taquaril – Belo Horizonte. Considerei também o modo como dessemelhanças em relação a oportunidades e experiências de classe social, cor/raça, idade, orientação sexual e, sobretudo, de educação e informação possibilitam manifestações muito particulares dessas experiências. O método etnográfico permitiu não apenas aprender sobre suas subjetividades, manifestações de desejos e ansiedades frente ao desafio e prazer de suas relações afetivas e sexuais, mas também conhecer os espaços freqüentados por eles e suas redes de relações, nos quais se tornam propícias suas investidas, paqueras, ficadas e namoros. Doutorado

Ocultar
TRAMAS DA MEMÓRIA: UM ESTUDO DE NARRATIVAS FEMININAS SOBRE AS DITADURAS CIVIS-MILITARES NO BRASIL E NA ARGENTINA

Coordenador Principal: Maria Lygia Quartim de Moraes/Danielle Tega

Início: 1/2011

Término: 2/2014


Resumo:

O propósito dessa pesquisa é problematizar as narrativas baseadas nas memórias de militantes das resistências às ditaduras civis-militares no Brasil e na Argentina. Partindo do pressuposto de que os debates em torno desse passado recente são predominantemente marcados pelas fala e escrita masculinas, busca-se suprir essa lacuna com o resgate de narrativas femininas, fazendo um estudo dos modos pelos quais as memórias sobre as duas ditaduras, especialmente as resistências políticas femininas, são reconstruídas. Para tanto, elegeu-se como objetos de estudo os livros Pacto revelado: psicanálise e clandestinidade política, de Maria Auxiliadora de Almeida Cunha Arantes (1999 [1994]), e Poder y desaparición: los campos de concentración en Argentina, de Pilar Calveiro (2004 [1998]). A experiência de gênero na militância e as trajetórias pessoais e políticas dessas mulheres são observadas como fatores que contribuem no paradoxo do testemunho de um período traumático, marcado pela necessidade e, ao mesmo tempo, pela impossibilidade da narração. Pautando-se por uma perspectiva que se baseia no cruzamento dos estudos de memória com o pensamento feminista, os livros são aqui percebidos como manifestação da memória, o que permite verificar de que modo os paradoxos e tensões neles presentes articulam-se nas narrativas dessas experiências

Ocultar
TRÂNSITOS, CRIME E FRONTEIRAS: GÊNERO, TRÁFICO DE PESSOAS E MERCADOS DO SEXO NO BRASIL

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 12/2012


Resumo:

A proposta deste projeto é analisar as atuais flexões no debate sobre tráfico de pessoas, as re-formulações de políticas públicas e as ações voltadas para esse crime, incluindo as ações da Polícia Federal, considerando as relações que esse conjunto de aspectos mantém com as dinâmicas dos mercados do sexo. Para explorar essas dinâmicas foram selecionados 4 espaços que apresentam um especial interesse, no contexto das discussões recentes sobre tráfico de pessoas com fins de exploração sexual: 1) o Estado de Amazonas, envolvendo locais de fronteiras internacionais nos quais o Brasil limita com Peru e Colômbia (Tabatinga, Letícia e locais próximos), com Colômbia e Venezuela (São Gabriel da Cachoeira); 2) a cidade de Altamira (PA), no contexto da construçao da UHE de Belo Monte, como fronteira econômica; 3) a cidade de Fortaleza, um dos lugares nos quais a presença do turismo sexual provoca temores sobre um eventual recrudescimento dos casos de tráfico de pessoas durante a próxima Copa do Mundo; 3) o Jardim Itatinga, em Campinas, tradicional zona de prostituição no Estado de São Paulo, escolhido porque possibilita considerar um aspecto ainda pouco tratado no debate: as vinculações dessa problemática com o crime organizado nesse estado: o Primeiro Comando da Capital. Os principais objetivos foram formulados no diálogo entre as diferentes linhas de bibliografia internacional e brasileira sobre a problemática, material vinculado ao debate público sobre o tema e resultados de pesquisa já obtidos por cada um dos pesquisadores nos respectivos espaços considerados. Esses objetivos são: considerando como gênero, na articulação com outras categorias de diferenciação permeia as diferentes dimensões contempladas: a) analisar as novas flexões no debate e as novas propostas de leis e ações voltadas para o tráfico de pessoas; b) considerar como o fenômeno do tráfico de pessoas é constituído e administrado através de práticas inProdutividade – Projeto CNPq 404868/2012-6

Ocultar
TRANSMIGRAÇÕES: CORPOS, GÊNEROS E PRAZERES NA EXPERIÊNCIA DE TRAVESTIS BRASILEIRAS NA INDÚSTRIA ESPANHOLA DO SEXO

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli (Supervisora) / Larissa Maues Pelucio Silva (PD)

Início: 5/2008

Término: 4/2010


Resumo:

Projeto de Pós-doutorado, Fapesp, com supervisão de Adriana Piscitelli. Ele se insere no projeto temático Gênero e Corporalidades, mais especificamente no eixo denominado Práticas corporais, sexualidade e erotismo e busca explorar a relação entre nacionalidade/etnicidade, corporalidade e gênero considerando a inserção de travestis no mercado sexual transnacional, articulando esses elementos a partir das percepções que esses sujeitos elaboram, assim como das demandas da clientela. O campo etnográfico privilegia as cidades de São Paulo (BR) e Madri (ESP), além de espaços virtuais como blogs e sites especializados. Especificamente interessa-me (1) explorar a associação entre erotismo e exotismo na constituição de uma gramática sexual que orienta as relações entre clientes estrangeiros e travestis e as implicações dessas relações na produção de identidades, sobretudo de subjetividades travestis; (2) mapear a inserção das travestis brasileiras como trabalhadoras na indústria do sexo espanhol reconstruindo as redes de relações que viabilizam o trânsito e permanência delas fora do país; (3) investigar de maneira comparativa às representações da clientela brasileira e espanhola sobre masculinidade, atenta à forma como essa construção orienta práticas eróticas; (4) compreender os aspectos culturais, políticos e econômicos que motivam essas migrações considerando a agência dessas pessoas e a dinâmica que integra os cenários locais e globais. Além do trabalho etnográfico a pesquisa envolve o acompanhamento de trabalho de ONGs que lidam com a problemática, bem como a análise de documentos sobre migração e mercado do sexo produzido por organismos internacionais

Ocultar
TRINCHEIRAS DE VIOLÊNCIA: ENTRECRUZAMENTOS CORTANTES ENTRE RELAÇÕES DE CLASSE, GÊNERO, SEXUALIDADE E TERRITÓRIO (TÍTULO ORIGINAL ERA O SEXO DA TERRA)

Coordenador Principal: Regina Facchini / Roberto Cordoville Efrem de Lima Filho

Início: 3/2012


Resumo:

Pesquisa de doutorado de Roberto Efrem Filho. Iniciada a partir do "dado", constante no relatório final de uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara de Deputados, segundo o qual os grupos de extermínio que atuam na região de fronteira entre Pernambuco e Paraíba assassinam, dentre suas vítimas, "trabalhadores rurais sem terra" e "homossexuais", esta pesquisa trata de entrecruzamentos de relações de classe, gênero, sexualidade e territoriais oportunizados por narrativas sobre violência e pelas condições de possibilidade de produção dessas narrativas. Objetiva-se, com esta pesquisa, compreender tais entrecruzamentos, investigando as diversas narrativas sobre violência construídas e disputadas por militantes de movimentos sociais – sobretudo, movimentos campesinos e LGBT – e por agentes de Estado em eventos e documentos dos movimentos mas também em autos de inquéritos e processos judiciais; desvendando as ambiguidades e reciprocidades narrativas constitutivas da classe trabalhadora e, portanto, dos conflitos de classe, sobremaneira de suas ambivalências entre trabalho, crime, gênero e sexualidade; entendendo como as narrativas de reivindicação da violência operam na performatização dos sujeitos políticos que as exercem; compreendendo como o recurso às "imagens de brutalidade" atuam nas disputas pelas corporalidades das vítimas e auxiliam no forjamento desses corpos como vitimados; perquiririndo como os conflitos entre Movimentos e esferas de Estado manejam as materialidades dos crimes e, consequentemente, as materialidades dos corpos, através de uma disputa em torno da (des)legitimação das vítimas; e, enfim, compreendendo os exercícios beligerantes de masculinização que constituem, nas narrativas, os executores das violências, assim como os seus câmbios para outras personagens masculinizadas apresentadas pelas mesmas narrativas. A pesquisa se realiza através do acompanhamento etnográfico de atividades, atos públicos, reuniões e eventos promovidos por organizações dos movimentos sociais campesinos, do Movimento LGBT e de outros sujeitos envolvidos nas "lutas"

Ocultar
VIAGENS NO FEMININO: GÊNERO, TURISMO E TRANSNACIONALIDADE

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli / Fernanda Leão Autilio Antonioli

Início: 3/2011

Término: 3/2013


Resumo:

Mestrado. Tomando como referência o desenvolvimento de um mercado turístico internacional voltado para o público feminino, a ascensão do turismo internacional no Brasil e um número expressivo de matérias de conotação negativa sobre turistas estrangeiras no País publicadas na mídia nacional (fatos que datam ao início dos anos 2000), a proposta deste projeto é investigar a presença de mulheres estrangeiras viajando no Brasil, em especial a sós ou sem companhia masculina, em um contexto de turismo de lazer e praia, Jericoacoara-CE. Uma pesquisa preliminar aponta para contradições entre, por um lado, idéias que circulam no plano internacional sobre a disseminação das viagens femininas no turismo internacional (confluentes com debates e mudanças culturais ocidentais de "gender mainstreaming"); e, por outro, das diferenças e desigualdades econômicas e político-sociais entre Estados/nações/culturas do Norte e do Sul, que se destacam no contexto do turismo a partir da perspectiva analítica da interação entre gênero e outras categorias de diferenciação. Interessa assim compreender as expressões e representações em termos de feminilidade, masculinidade, corporalidade, "cor" e nacionalidade que permeiam e circundam as viagens destas mulheres no Brasil, voltando-se às experiências dessas turistas (características e roteiros de viagem, opções de atividades, interação com outros/as turistas, com a cultura/população local, os perfis sociais) assim como as percepções locais sobre elas.

Ocultar
VIDAS QUE DESAFIAM CORPOS E SONHOS: UMA ETNOGRAFIA DO CONSTRUIR-SE OUTRO NO GÊNERO E NA SEXUALIDADE

Coordenador Principal: Adriana Gracia Piscitelli

Início: 7/2012

Término: 6/2013


Resumo:

Auxílio publicação. O objetivo desta tese foi compreender as possibilidades e estratégias da atuação das pessoas (transexuais) que buscavam "uma mudança de sexo" ao se inscreverem no Programa de Transgenitalização coordenado pela Promotoria de Justiça de Defesa dos Usuários dos Serviços de Saúde (Pró-Vida), do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Tendo como ponto de partida o princípio de que a existência humana se torna inviável sem inteligibilidade social, problematizo os diferentes discursos que enredaram as pessoas (transexuais) ao buscarem reconhecimento. O principal argumento desta tese foi que o processo de reconhecimento das pessoas (transexuais) orquestrado pelas instituições médico-jurídicas coloca em risco a possibilidade da sobrevivência destas pessoas. A primeira parte do trabalho foi composta pela análise dos processos. Nessa procurei identificar, no entorno médico e jurídico, como um emaranhado imaginário - cujos conteúdos recobrem as percepções da sexualidade feminina/masculina, a compreensão do direito das pessoas (transexuais) sobre seus próprios corpos, bem como dos significados atribuídos ao gênero - atravessa de diferentes maneiras e intensidades as práticas/discursos e é forjado para que práticas institucionais sejam justificáveis. Marcado também por histórias de vida de pessoas, a segunda parte tenta explicitar a diversidade das vivências das pessoas que buscavam maneiras de dar sentido ao sentimento de "ser diferente", de estar em "desacordo", de ser vítima ou culpada de algum "engano" ou "fraude". Os resultados do trabalho conduzem a problematizar a precedência e a exclusividade explicativas conferidas ao discurso médico-jurídico na outorga de legitimidade social para as experiências das pessoas (transexuais).

Ocultar
Voltar
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Escreva sua matéria
Acesse pelo celular