Projetos
159 Projetos de Pesquisa (CLE) Fonte: Avaliação Institucional 2009-2013
EM DIREÇÃO DE UMA METAFÍSICA DOS PROCESSOS

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 03/2019

Término: 02/2021


Resumo:

Este projeto é uma investigação situada na metafísica de processos e na sua semantica. Processos, aqui, devem ser entendidos, grosso modo, como entidades dinâmicas ou relações orientadas, em oposição àquelas que são estáticas, isto é, substâncias, coisas ou objetos. Como podemos entender, justificar e dar conta da assimetria de tornar-se algo e da emergência consequente de objetos (propriedades) contingentemente estáveis em termos de entidades dinâmicas como processos? O projeto é, assim, articulado para responder às seguintes perguntas: (i) Será que os processos, como entidades básicas, são compatíveis com as limitações impostas pelas ciências naturais fundamentais? (ii) Qual é o mecanismo básico que oferece uma explicação de como a objetualidade emergente surge a partir de processos? (iii) Quais as consequências para uma análise formal e semântica da emergência da objetualidade?

Ocultar
LIBERTISMO DISPOSICIONAL: ESBOÇO DE UMA TEORIA DISPOSICIONAL SOBRE LEIS DA NATUREZA E LIVRE-ARBÍTRIO

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 04/2018

Término: 03/2020


Resumo:

Este projeto lida com o problema do livre-arbitrio e do determinismo. A proposta e a de investigar as relac'oes conceituais entre as teorias dis- posicionais sobre leis da natureza e a tese de que ha livre-arbitrio (e conceitos relacionados, como responsabilidade moral e a capacidade para agir diferentemente nas mesmas circunstancias). Embora as teorias "Humianas" sobre leis da natureza te- nham sido recentemente criticadas, o compatibilismo motivado por essas teorias permanece forte. O que se propoe e uma alternativa a este cenario: o libertismo disposicional. Esta tese e a combinac'ao de uma teoria disposicional de leis da natureza com a afirmac'ao de que os agentes poderiam agir diferentemente daquilo que agiram.Os resultados deste projeto devem levar a uma alternativa mais plausivel as teorias "Humianas" compatibilistas prevalecentes na literatura em filosofia analitica contemporanea.

Ocultar
MINIMALISMO, EXTERNALISMO E OS LIMITES DA SEMÂNTICA

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 04/2016

Término: 06/2020


Resumo:

O minimalismo semântico defende que é possível determinar formalmente o conteúdo proposicional de qualquer sentença bem formada recorrendo apenas a seus componentes sintáticos e seu modo de composição, apelando a fatores do contexto apenas quando acionados por expressões explicitamente indexicais. A motivação dessa tese, além de explicar a produtividade e sistematicidade da linguagem, é garantir um conteúdo proposicional completo para cada sentença que seja mínimo, invariante e maximamente livre de efeitos pragmáticos. O externalismo semântico parece defender teses aparentadas: uma vez que o significado de ao menos alguns termos é fixado externamente, a contribuição semântica de tais termos para o conteúdo proposicional é independente de variações contextuais e psicológicas, ao menos para termos não-indexicais. Parece natural, portanto, associar as duas teses. Contudo, ao passo que o externalismo é bem aceito, o minimalismo é uma tese extremamente impopular. Contextualistas de todas as inclinações argumentam que o minimalismo é radicalmente inadequado para explicar tudo o que compete a uma teoria semântica. Além disso, não é claro nem mesmo que minimalismo e externalismo sejam compatíveis. Meu objetivo nesta pesquisa é não só oferecer uma defesa abrangente do minimalismo, mas também mostrar como uma semântica minimalista e externalista é a melhor semântica que podemos ter - desde que limitemos nossas expectativas em relação ao que uma teoria do significado pode explicar.

Ocultar
SEMÂNTICAS NÃO-DETERMINÍSTICAS PARA AS LÓGICAS DA INCONSISTÊNCIA FORMAL

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 04/2017

Término: 03/2021


Resumo:

O presente projeto visa continuar os estudos [10, 11] que foram desenvolvidos de março a outubro deste ano enquanto o candidato estava como professor visitante no Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência da Universidade Estadual de Campinas. Este projeto tem como objetivo desenvolver um estudo semântico das lógicas da inconsistência formal (Logics of Formal Inconsistency, LFIs), utilizando novas semânticas não-determinísticas de tipo algébrico. Muitas LFIs não permitem uma algebrização no sentido Blok-Pigozzi, mas permitem um processo generalizado de Lindenbaum-Tarski via estruturas chamadas de F-estruturas, que são álgebras tradicionais equipadas com uma família de subconjuntos do seu suporte (ver [6]). Adicionalmente, estas lógicas fornecem uma semântica através de hiperálgebras; especificamente, um tipo especial de álgebras não-determinísticas, chamadas de swap structures ([6]). As hiperálgebras têm sido intensamente estudadas nas áreas da Matemática e da Ciência da Computação, mas seu estudo formal do ponto de vistada lógica formal é ainda incipiente. Portanto, o principal objetivo deste projeto é desenvolver uma teoria de tipo algébrico para a semântica de F-estruturas para as LFIs, assim como estudar as suas swap structures usando ferramentas da lógica algébrica abstrata. Este estudo permitirá entender melhor a relação semântica entre lógicas e estruturas algébrico-relacionais através do não-determinismo. (AU)

Ocultar
(IN)COMPLETUDE MODAL POR (IN)MATRIZES FINITAS

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Newton Marques Peron

Início: 3/2009

Término: 1/1900


Sem resumo
Ocultar
1ST CLE COLLOQUIUM FOR PHILOSOPHY AND HISTORY OF FORMAL SCIENCES

Coordenador Principal: Fábio Maia Bertato

Início: 3/2013

Término: 3/2013


Resumo:

Realização do 1st CLE Colloquium for philosophy and history of formal Sciences, de 21 a 23 de março de 2013, coordenado pelo Prof. Fábio Maia Bertato.

Ocultar
2º SEMINÁRIO MATERIALISMO E EVOLUCIONISMO

Coordenador Principal: João Carlos Kfouri Quartim de Moraes

Início: 9/2009

Término: 2/2009


Resumo:

Realização do 2º Seminário materialismo e evolucionismo, nos dias 1 e 2 de setembro de 2009, coordenado pelo Prof. Dr. João Carlos K. Quartim de Moraes.

Ocultar
3º SEMINÁRIO MATERIALISMO E EVOLUCIONISMO

Coordenador Principal: João Carlos Kfouri Quartim de Moraes

Início: 10/2011

Término: 10/2011


Resumo:

Realização do 3º Seminário materialismo e evolucionismo, de 24 a 26 de outubro de 2011, coordenado pelo Prof. Dr. João Carlos Kfouri Quartim de Moraes.

Ocultar
A APLICABILIDADE DA MATEMÁTICA À FÍSICA, UM ESTUDO DE CASO

Coordenador Principal: Jairo José da Silva e Ricardo Mendes Grande

Início: 3/2007

Término: 5/2011


Resumo:

Projeto de Doutorado de Ricardo Mendes Grande, sob orientação do Prof. Jairo José da Silva.

Ocultar
A CERTEZA DA MATEMÁTICA NO PENSAMENTO CIENTÍFICO E FILOSÓFICO OCIDENTAL DO FIM DO SÉCULO XV AO INÍCIO DO XVII

Coordenador Principal: Fábio Maia Bertato

Início: 04/2012

Término: 03/2014


Resumo:

Este projeto de pesquisa na área de Epistemologia e História da Ciência (Matemática e Lógica) aborda a investigação acerca do estatuto epistemológico da Matemática, considerado por autores dos séculos XV ao XVII, seu papel na chamada "Revolução Científica" e, em especial, sobre as mudanças ocorridas na prática e na filosofia da Matemática no período. Considera-se também contribuições para a compreensão do conceito de espaço a partir do advento da Perspectiva Linear no ambiente dos artistas italianos e as polêmicas disputas sobre as resoluções das equações algébricas e sua relevância para a algebrização da matemática. (AU)

Ocultar
A CERTEZA DA MATEMÁTICA NO PENSAMENTO CIENTÍFICO E FILOSÓFICO OCIDENTAL DO FIM DO SÉCULO XV AO SÉCULO XVII

Coordenador Principal: Fábio Maia Bertato

Início: 3/2012

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto individual de pesquisa em nome do pesquisador Fábio Maia Bertato, sobre o tema: A certeza da Matemática no pensamento científico e filosófico ocidental do fim do século XV ao século XVII, em andamento no CLE.

Ocultar
A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA

Coordenador Principal: Ubiratan D'Ambrosio

Início: 8/2009

Término: 8/2010


Resumo:

Desenvolvimento do projeto A Educação Matemática no contexto da educação em Economia Solidária pela Pesquisadora Associada do CLE Renata Cristina Geromel Meneghetti, sob a supervisão do Prof. Ubiratan D'Ambrosio.

Ocultar
A INCLUSÃO DA ESCRITA EM SOCIEDADES DE TRADIÇÃO ORAL

Coordenador Principal: Cláudia Marinho Wanderley

Início: 9/2012

Término: 9/2014


Resumo:

Desenvolvimento do projeto: “A inclusão da escrita em Sociedades de tradição oral” pelo Pesquisador Associado do CLE Álvaro Fernando Rodrigues da Cunha, sob supervisão do Pesquisadora Cláudia Marinho Wanderley

Ocultar
A LINGUAGEM COMO SISTEMA AUTO-ORGANIZADO: PERSPECTIVAS LINGUÍSTICAS E EPISTEMOLÓGICAS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 1/2013

Término: 9/2015


Resumo:

Pesquisa (Pós-Doutorado) desenvolvida por William Alfred Pickering, no âmbito do Projeto Temático Sistêmica, Auto-organização e Informação, coordenado pela Profa. Dra. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano.
Resumo: O projeto pretende investigar o estatuto epistemológico do conhecimento linguístico-informacional sob o enfoque interdisciplinar da teoria da auto-organização, que caracteriza a linguagem como sistema complexo. Seus principais objetivos são: i) analisar a relevância da teoria da auto-organização para o estudo de línguas naturais; ii) pesquisar as implicações da abordagem da linguagem como sistema complexo para a epistemologia e para o conceito de informação. A vaga se insere na linha de pesquisa do Projeto Temático intitulado Sistêmica, Auto-Organização e Informação, cujo objetivo central diz respeito à investigação do estatuto epistemológico dos processos de auto-organização no domínio dos sistemas complexos. Dada a crescente importância das teorias da informação no estudo de línguas naturais, como um campo de investigação no âmbito do qual a teoria da auto-organização vem sendo aplicada, e dada a importância da linguística, do ponto de vista teórico, como ciência situada entre as esferas biológicas e culturais, este projeto de pesquisa pretende contribuir para uma melhor compreensão da teoria da auto-organização e suas implicações epistemológicas, através da investigação de sua relevância para o estudo da estrutura informacional das línguas naturais. Espera-se, ainda, que essas pesquisas contribuam para que a teoria linguística possa ser enriquecida pela perspectiva dos sistemas complexos.

Ocultar
A LINGUAGEM COMO SISTEMA AUTO-ORGANIZADO: PERSPECTIVAS LINGUÍSTICAS E EPISTEMOLÓGICAS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 10/2013

Término: 07/2015


Resumo:

O projeto pretende investigar o estatuto epistemológico do conhecimento linguístico-informacional sob o enfoque interdisciplinar da teoria da auto-organização, que caracteriza a linguagem como sistema complexo. Seus principais objetivos são: i) analisar a relevância da teoria da auto-organização para o estudo de línguas naturais; ii) pesquisar as implicações da abordagem da linguagem como sistema complexo para a epistemologia e para o conceito de informação.A vaga se insere na linha de pesquisa do Projeto Temático intitulado "Sistêmica, Auto-Organização e Informação", cujo objetivo central diz respeito à investigação do estatuto epistemológico dos processos de auto-organização no domínio dos sistemas complexos.Dada a crescente importância das teorias da informação no estudo de línguas naturais, como um campo de investigação no âmbito do qual a teoria da auto-organização vem sendo aplicada, e dada a importância da linguística, do ponto de vista teórico, como ciência situada entre as esferas biológicas e culturais, este projeto de pesquisa pretende contribuir para uma melhor compreensão da teoria da auto-organização e suas implicações epistemológicas, através da investigação de sua relevância para o estudo da estrutura informacional das línguas naturais. Espera-se, ainda, que essas pesquisas contribuam para que a teoria linguística possa ser enriquecida pela perspectiva dos sistemas complexos.

Ocultar
A LÓGICA E A METAFÍSICA DOS ENIGMAS: SURPRESA, ESPANTO E INFORMAÇÃO.

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Samir Bezerra Gorsky

Início: 3/2009

Término: 3/2013


Resumo:

Projeto de Doutorado de Samir Bezerra Gorsky, sob orientação do Prof. Walter Alexandre Carnielli.

Ocultar
A LÓGICA TRIVALENTE DE CHARLES PEIRCE, SISTÊMICA, AUTO-ORGANIZAÇÃO E LÓGICAS NÃO-CLÁSSICAS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 03/2014

Término: 11/2014


Resumo:

Neste projeto de pesquisa de pós-doutorado pretende-se analisar as possíveis contribuições da lógica trivalente de Charles Peirce, apresentada em seus manuscritos de 1909, para a elucidação do conceito peirceano de fronteira, sob o enfoque da teoria de sistemas e da teoria da auto-organização. Pretende-se ainda analisar a possível caracterização de sua lógica, não apenas como o primeiro sistema de lógica polivalente da literatura, mas também como um sistema de lógica paraconsistente e paracompleta, no sentido contemporâneo, caracterizando-a como uma possível lógica subjacente à teoria da auto-organização. Nesse sentido, procurar-se-á também caracterizar Peirce como um dos precursores das lógicas não-clássicas em geral, em particular das lógicas polivalentes, das lógicas paraconsistentes e das lógicas paracompletas.

Ocultar
A PERSISTÊNCIA DO PARADOXO DA COGNOSCIBILIDADE

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Dante Cardoso Pinto de Almeida

Início: 3/2009

Término: 7/1905


Resumo:

Projeto de Mestrado de Dante Cardoso Pinto de Almeida, sob orientação da Profa. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano.

Ocultar
ACERVOS DIGITAIS MULTILINGUES - UMA REDE JÚNIOR

Coordenador Principal: Claudia Marinho Wanderley

Início: 3/2013

Término: 12/2013


Resumo:

Projeto Acervos digitais Multilingues - uma rede Júnior - 4a. edição

Ocultar
ANTROPOLOGIA E SOCIEDADE NO QUÉBEC DA REVOLUÇÃO TRANQÜILA

Coordenador Principal: Celso Azzan Júnior

Início: 8/1995

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto de pesquisa realizado por Celso Azzan Júnior, Pesquisador Associado do CLE, que contribui para a compreensão da antropologia no Québec. Os resultados desse projeto encontram-se divulgados no livro “Uma antropologia como puzzle: Antropologia e sociedade no Québec da Revolução Tranqüila”. O projeto conta com o patrocínio do governo canadense que se responsabiliza pelo pagamento de passagens aéreas e estadia do pesquisador durante sua permanência no Canadá.

Ocultar
APLICACIONES DE LOGICAS NO CLASICAS EN FILOSOFIA DE DAS CIENCIAS: LA ELACIÓN DE INFERENCIA EN EL CONTEXTO DE LAS LEYES CIENTÍFICAS

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 8/2009

Término: 8/2010


Resumo:

Desenvolvimento do projeto Aplicaciones de logicas no clasicas en filosofia de das ciencias: la elación de inferencia en el contexto de las leyes científicas pela Pesquisadora Associada do CLE Maria Alice Pazos sob a supervisão do Prof. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
APLICACIONES DEL ALGEBRA Y LA TEORÍA DE CATEGORÍAS A LA LÓGICA PROPOSICIONAL

Coordenador Principal: Rodolfo Értola Biraben

Início: 3/2013

Término: 1/1900


Resumo:

Desenvolvimento do projeto de pesquisa: Aplicaciones del Algebra y la teoria de categorías a la lógica proposicional, com a participação de estudantes avançados de pós-graduação

Ocultar
ARRANJO E ANÁLISE DOS TRABALHOS MANUSCRITOS DO PROF. WALTER HUGO DE ANDRADE CUNHA (CIÊNCIA & ARTE NAS FÉRIAS 2009)

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 7/2008

Término: 3/2009


Resumo:

Atividades de arranjo e análise dos textos manuscritos de Walter Hugo de Andrade Cunha, fundador do Laboratório de Psicologia Comparada do Instituto de Psicologia da USP). A metodologia de trabalho escolhida envolve, além dos próprios documentos, atividades lúdicas acerca da relação mente-corpo, envolvendo músicas e memórias e debates de filmes sobre a psicologia e as questões da mente. Walter Hugo de Andrade Cunha é professor aposentado do Instituto de Psicologia da USP, tem pós-graduação em Psicologia Experimental pela Universidade do Kansas (EUA) e doutorou-se em Psicologia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da USP, com a tese Explorações no mundo psicológico das formigas (1980), sob a orientação da Profa. Dra. Annita de Castilho e Marcondes Cabral. Essa foi a primeira tese sobre Psicologia Animal defendida no Brasil.

Ocultar
ASPECTOS LÓGICOS E COMPUTACIONAIS DO MÉTODO DE DEMONSTRAÇÕES VIA POLINÔMIOS FORMAIS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Victor Fernando Pompeo Barbosa

Início: 3/2012

Término: 7/2014


Resumo:

Projeto de Iniciação científica de Victor Fernando Pompeo Barbosa, orientado pelo Prof. Dr. Walter Alexandre Carnielli

Ocultar
ASPECTOS LÓGICOS E ONTOLÓGICOS DE UMA ARITMÉTICA GENERALIZADA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Anderson de Araújo

Início: 3/2009

Término: 2/2011


Resumo:

Projeto de doutorado direto de Anderson de Araújo, sob orientação do Prof. Dr. Walter Alexandre Carnielli

Ocultar
AVALIAÇÃO DA CONCEPÇÃO ENATIVISTA A PARTIR DA ANÁLISE DE PROBLEMAS EM FILOSOFIA DA MENTE

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 08/2014

Término: 04/2019


Resumo:

O objetivo deste projeto é avaliar a concepção enativista de mente, em comparação com concepções de mente desenvolvidas ao longo do último século. A abordagem enativista, proposta por Varela, Thompson e Rosch (1993), Thompson (2007), O'Regan e Noë (2001), Noë (2004, 2009), entre outros, questiona os pressupostos de concepções tradicionais da mente, por exemplo, concepções computacionais da mente (Fodor, 1983, 1984 1985; Pylyshynm 1980, 1999) e concepções materialistas de mente (Churchland, 1981, 1988; Churchland, 1986; Churchland and Sejnowski, 1990). Segundo a abordagem enativista, problemas de difícil solução em filosofia da mente, por exemplo, problemas relacionados à consciência, surgem como consequência dos pressupostos inadequados e não-questionados que a pesquisa filosófica e científica teria assumido. A partir da análise de problemas como o problema dos qualia (Jackson, 1982, 1986), o problema do hiato explanatório (Levine, 1983) e o "problema difícil da consciência" (Chalmers, 1995), por exemplo, busca-se avaliar a plausibilidade da abordagem enativista. (AU)

Ocultar
AXIOMAS DE EXISTÊNCIA EM SUBTEORIAS DE ZFC E SISTEMAS AXIOMÁTICOS RELACIONADOS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D´Ottaviano

Início: 1/2013

Término: 4/2016


Resumo:

Tese de doutorado em andamento, do estudante Edgar Luis Bezerra de Almeida, sob orientação da Profa. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano. Resumo: Em uma série de três artigos Freire desenvolve uma análise original sobre a existência de conjuntos no sistema axiomático ZFC e em algumas de suas extensões, e subteorias de ZFC não são consideradas nestes trabalhos. Contudo, há inúmeros sistemas axiomáticos de interesse fundacional que, ou são subteorias de ZFC, ou são extensões de subteorias de ZFC incompatíveis com ZFC. Temos, por exemplo, (a) as subteorias ZF com vários princípios fracos de escolha, (b) a subteoria obtida a partir de ZFC pela subtração do axioma do infinito, e sistemas relacionados para a aritmética, (c) a teoria de Kripke-Platek, KP, que não contém a versão plena do axioma da compreensão, (d) o sistema obtido a partir de ZF pela adição do axioma da determinação (AD), entre outros. O presente projeto de pesquisa tem por finalidade estender essas análises para subteorias de ZFC e sistemas relacionados, e se apresenta, desse modo, como um projeto de pesquisa na área de axiomática da teoria de conjuntos clássica e de seus fragmentos.

Ocultar
BASES PARA PROGRAMAÇÃO LÓGICA PARACONSISTENTE EM LÓGICAS MULTIVALORADAS

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Kleidson Êglicio Carvalho da Silva Oliveira

Início: 7/2013

Término: 6/2016


Resumo:

Projeto de Doutorado de Keidson Êglicio Carvalho da Silva Oliveira, orientado pelo Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
BASES PARA PROGRAMAÇÃO LÓGICA PARACONSISTENTE EM LÓGICAS MULTIVALORADAS

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 07/2013

Término: 02/2017


Resumo:

A partir da interação entre áreas como Ciência da Computação, Lógica e Dedução Automática nasce uma importante nova área denominada Programação Lógica. Esta vem sendo utilizada continuamente no estudo teórico e em aplicações concretas em diversos ramos da Inteligência Artificial. Após o aumento do número de tipos de lógicas não-clássicas e com a certeza de que o pensamento humano não se limita a lógica clássica de primeira ordem surgiu a necessidade de fazer programação lógica com outros tipos de raciocínios além do clássico. Um dos tipos que vem sendo bastante estudado é o raciocínio paraconsistente, porém, apesar de existirem inúmeras lógicas paraconsistentes com semânticas variadas, a sua aplicação a programação lógica é mais delicada do que pode parecer, sendo necessário um profundo estudo sobre o que pode ou não ser transferido diretamente da lógica clássica de primeira ordem para outros tipos de lógica. Com base nos estudos de [Rod10] sobre os fundamentos da Programação Lógica Paraconsistente para algumas LFIs, este trabalho tem o intuito de retomar a pesquisa de [Rod10] e situá-la em um contexto mais geral de LFIs com semântica de matrizes finitas, incluindo a pesquisa em lógicas tri e tetra-valoradas que resultam interessantes do ponto de vista computacional, como as apresentadas em [Sil11] e [CF13]. Este estudo visa definir, a partir de técnicas originais, sistemas de programação lógica paraconsistente bem fundados baseados em lógicas já conhecidas, contrastando com as abordagens ad hoc existentes na literatura para esta questão. (AU)

Ocultar
CADERNOS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA

Coordenador Principal: Fátima Regina Rodrigues Évora

Início: 1/2008

Término: 1/1900


Resumo:

Publicação da série 3, volume 18, números 1 e 2, ano de 2008, da revista Cadernos de História e Filosofia da Ciência.

Ocultar
CADERNOS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA 2009

Coordenador Principal: Fátima R. Rodrigues Évora

Início: 1/2009

Término: 1/1900


Resumo:

Publicação do volume 19, números 1 e 2, da revista Cadernos de História e Filosofia da Ciência

Ocultar
CADERNOS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA 2010

Coordenador Principal: Fátima R. Rodrigues Évora

Início: 1/2010

Término: 1/1900


Resumo:

Publicação do volume 20 da revista Cadernos de História e Filosofia da Ciência

Ocultar
CADERNOS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA 2011

Coordenador Principal: Fátima R. Rodrigues Évora

Início: 1/2011

Término: 1/1900


Resumo:

Publicação do volume 21 da revista Cadernos de História e Filosofia da Ciência

Ocultar
CADERNOS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA 2012

Coordenador Principal: Fátima R. Rodrigues Évora

Início: 1/2012

Término: 1/1900


Resumo:

Publicação do volume 22 da revista Cadernos de História e Filosofia da Ciência

Ocultar
CADERNOS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA 2013

Coordenador Principal: Fátima R. Rodrigues Évora

Início: 1/2013

Término: 1/1900


Resumo:

Publicação do volume 23 da revista Cadernos de História e Filosofia da Ciência

Ocultar
CENTRO DE PESQUISA EM ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 1/2010

Término: 1/1900


Resumo:

O Centro de Pesquisa em Arquitetura da Informação CPAI, vinculado à recém criada Faculdade de Ciência da Informação FCI, da Universidade de Brasília, é uma instituição que se dedica à investigação e aplicação dos modelos de uso da informação e de suas diferentes manifestações.

Ocultar
CETICISMO E PRIMEIRA PESSOA

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 06/2016

Término: 12/2018


Resumo:

Em uma de suas formas, o ceticismo é a posição segundo a qual eu, ou talvez nós, não tenho (temos) nenhum conhecimento empírico. Argumentos poderosos para esta posição aparentemente inaceitável constituem, tanto historicamente quanto atualmente. um dos problemas centrais da filosofia. Parece ser apenas uma questão estilística se a posição cética é formulada na primeira pessoa (singular ou plural), como foi acima, ou na terceira pessoa. Assim, muitos filósofos contemporâneos sustentam que o ceticismo é a posição de acordo com a qual algum sujeito particular S, ou talvez um grupo de sujeitos G, não tem nenhum conhecimento empírico. Outros filósofos contemporâneos formulam a posição cética na primeira pessoa, mas creem que a mesma poderia ser igualmente formulada na terceira pessoa. O objetivo primário deste projeto de pesquisa é argumentar que não é uma mera questão estilística a tese cética ser formulada na primeira ou na terceira pessoa. Ao contrário, o ceticismo é essencialmente ligado à primeira pessoa. O que eu quero dizer com isso é que, para que o ceticismo de fato represente um problema filosófico premente, ele precisa ser formulado na primeira pessoa. Disto se seguem várias consequências para o nosso entendimento tanto do surgimento do ceticismo quanto daquilo que é requerido para dar uma resposta adequada ao mesmo.

Ocultar
CLE E-PRINTS 2009

Coordenador Principal: Walter A. Carnielli

Início: 1/2009

Término: 12/2009


Resumo:

Publicação da revista eletrônica CLE e-Prints, vol. 9, números 1 a 6.

Ocultar
CLE E-PRINTS 2010

Coordenador Principal: Walter A. Carnielli

Início: 1/2009

Término: 12/2009


Resumo:

Publicação da revista eletrônica CLE e-Prints, vol. 10, números 1 a 7.

Ocultar
CLE E-PRINTS 2011

Coordenador Principal: Walter A. Carnielli

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Publicação da revista eletrônica CLE e-Prints, vol. 11, números 1 a 5.

Ocultar
CLE E-PRINTS 2012

Coordenador Principal: Walter A. Carnielli

Início: 1/2012

Término: 12/2012


Resumo:

Publicação da revista eletrônica CLE e-Prints, vol. 12, números 1 e 2.

Ocultar
CLE E-PRINTS 2013

Coordenador Principal: Walter A. Carnielli

Início: 1/2013

Término: 12/2013


Resumo:

Publicação da revista eletrônica CLE e-Prints, vol. 13, números 1 a 3.

Ocultar
CLE/AIPS - SCIENCE, TRUTH AND CONSISTENCY

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 8/2009

Término: 8/2009


Resumo:

Realização do evento CLE/AIPS, de 23 a 28 de agosto de 2009, promovido pelo Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência e pela Académie Internationale de Philosophie des Sciences.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - A DE DIVINA PROPORTIONE DE LUCA PACIOLI - TRADUÇÃO ANOTADA E COMENTADA

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 4/2009

Término: 12/2010


Resumo:

Publicação do volume 56 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - A RELAÇÃO ENTRE A FILOSOFIA MECÂNICA E OS EXPERIMENTOS ALQUÍMICOS DE ROBERT BOYLE

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 10/2010

Término: 7/2011


Resumo:

Publicação do volume 61 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - DIMENSIONS OF LOGICAL CONCEPTS

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2008

Término: 8/2009


Resumo:

Publicação do volume 54 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - HISTÓRIA DA MATEMÁTICA (VOL. 2), EDIÇÃO REVISTA

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2011

Término: 11/2012


Resumo:

Publicação do volume 62 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - MATERIALISMO E EVOLUCIONISMO II: A ORIGEM DO HOMEM

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2010

Término: 11/2011


Resumo:

Publicação do volume 59 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - MICHEL DEBRUN: BRAZILIAN NATIONAL IDENTITY AND SELF-ORGANIZATION

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2007

Término: 2/2009


Resumo:

Publicação do volume 53 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - SISTEMAS AXIOMÁTICOS FORMALIZADOS: A QUESTÃO DA DESINTERPRETAÇÃO E DA FORMALIZAÇÃO DA AXIOMÁTICA

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2010

Término: 11/2011


Resumo:

Publicação do volume 60 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - UM FILÓSOFO E A MULTIPLICIDADE DE DIZERES: HOMENAGEM AOS 70 ANOS DE VIDA E 40 DE BRASIL DE ZELJKO LOPARIC

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 10/2009

Término: 12/2010


Resumo:

Publicação do volume 57 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - WITTGENSTEIN E A EPISTEMOLOGIA

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2012

Término: 11/2013


Resumo:

Publicação do volume 63 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - WITTGENSTEIN: CERTEZA?

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2009

Término: 12/2010


Resumo:

Publicação do volume 58 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE - WITTGENSTEIN: COMO LER O ÁLBUM?

Coordenador Principal: Itala M. L. D'Ottaviano

Início: 9/2008

Término: 11/2009


Resumo:

Publicação do volume 55 da Coleção CLE.

Ocultar
COLEÇÃO CLE, VOLUME52.

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 1/2008

Término: 5/2009


Resumo:

Publicação do volume 52 da Coleção CLE : Auto-organização - estudos interdisciplinares, organizado por Ettore Bresciani, Itala M. L. D' Ottaviano, Maria E. Q. Gonzalez e Gustavo M. Souza

Ocultar
COLÓQUIO WITTGENSTEIN - VIII NACIONAL/V INTERNACIONAL

Coordenador Principal: Arley Ramos Moreno

Início: 2/2013

Término: 4/2013


Resumo:

Realização do Colóquio Wittgenstein - VIII Nacional/V Internacional, de 02 a 04 de outubro de 2013, coordenado pelo Prof. Dr. Arley Ramos Moreno.

Ocultar
COMBINAÇÕES DE CONCEITOS MODAIS E PARACONSISTENTIZAÇÃO DE LÓGICAS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Alexandre Fernandes Batista Costa Leite

Início: 10/2008

Término: 10/2009


Resumo:

Projeto de Pós-Doutorado de Alexandre Fernandes Batista Costa Leite, orientado pelo Prof. Dr. Walter Alexandre Carneilli

Ocultar
COMBINAÇÕES ENTRE LÓGICAS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Marcelo Esteban Coniglio

Início: 3/2000

Término: 1/1900


Resumo:

Este projeto estuda o fenômeno das combinações entre os diversos sistemas lógicos, tanto da perspectiva da Teoria da Prova como da Teoria dos Modelos. Enfatiza-se a investigação dos métodos de fibrilações (fibring) das semânticas de traduções possíveis e das semânticas de sociedades.

Ocultar
COMPUTAÇÃO QUÂNTICA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e José de Oliveira Guimarães

Início: 9/2007

Término: 12/2009


Resumo:

Desenvolvimento do projeto Computação Quântica pelo Pesquisador Associado José de Oliveira Guimarães, sob supervisão do Prof. Walter Alexandre Carnielli.

Ocultar
COMPUTAÇÃO QUÂNTICA, COMPUTAÇÃO PARACONSISTENTE E LÓGICA: INTERRELAÇÕES E FUNDAMENTOS DOS ALGORITMOS QUÂNTICOS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 6/2006

Término: 1/2010


Resumo:

Projeto de doutorado de Juan Carlos Agudelo Agudelo sob orientação do Prof. Dr. Walter Alexandre Carnielli

Ocultar
CONCIENCIA, LOGICA E COMPUTACIÓN

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 1/2010

Término: 1/2016


Resumo:

Projeto de pesquisa sobre fundamentos da cognoscibilidade em Lógica e Computação, envolvendo diversas universidades da Espanha, com a participação de alguns pesquisadores ligados ao CLE.

Ocultar
CONECTIVOS DE RESTAURAÇÃO LOCAL

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Maria Inés Corbalán

Início: 3/2010

Término: 5/2012


Resumo:

Projeto de Mestrado de Maria Inés Corbalán, sob supervisão do Prof. Dr. Marcelo Estebán Coniglio

Ocultar
CONECTIVOS EM LÓGICAS NÃO CLÁSSICAS

Coordenador Principal: Rodolfo Cristian Ertola Biraben

Início: 02/2013

Término: 01/2015


Resumo:

Pretendemos continuar com a pesquisa sobre conectivos em lógicas não clássicas, em particular, na lógica intuicionista, conforme temos estado desenvolvendo desde alguns anos, isto é, prestando atenção especialmente aos conceitos de univocidade (ou definibilidade estrita), inter-definibilidade e caráter conservador. Também consideramos a propriedade que de um ponto de vista algébrico costuma se denominar compatibilidade (as extensões com conectivos não compatíveis precisam, no caso de presentações tipo Hilbert, de uma regra adicional à modus ponens), mas estamos interessados tanto em conectivos compatíveis como em aqueles não compatíveis. No caso do caráter conservador, pesquisaremos a questão tanto na lógica proposicional como na extensão de primeira ordem, levando em consideração que existem extensões com conectivos que são conservadoras da lógica proposicional mas não no caso da primeira ordem. Estamos interessados em identificar negações paraconsistentes e em tal caso pesquisar a questão da paraconsistencia estrita no sentido de Urbas. Neste caso, consideraremos extensões da lógica intuicionista similares à lógica de Heyting-Brouwer. Nas extensões resultantes estaremos interessados nas propriedades que costumam ser relevantes em relação às lógicas, por exemplo, se se satisfaz a propriedade dos modelos finitos. A pesquisa será feita de um ponto de vista histórico-conceitual e sistemático, tanto no sentido sintático como no sentido semântico, isto é, algébrico, topológico, etc. Finalmente, pesquisaremos a questão da possível aplicação das questões estudadas no caso do ensino básico da lógica. (AU)

Ocultar
CONECTIVOS EM LÓGICAS NÃO-CLÁSSICAS

Coordenador Principal: Rodolfo Cristian Értola Biraben

Início: 3/2013

Término: 1/1900


Resumo:

Desenvolvimento do projeto de pesquisa: Conectivos em Lógicas Não-Clássicas, com a participação de estudantes avançados de pós-graduação.

Ocultar
CONECTIVOS EM LÓGICAS NÃO-CLÁSSICAS

Coordenador Principal: Rodolfo Cristian Ertola Birabén

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Desenvolvimento do projeto: Conectivos em Lógicas Não-Clássicas, com a participação de estudantes avançados de pós-graduação.

Ocultar
CONHECIMENTO COMO JUÍZO VERDADEIRO COM LOGOS NO TEETETO DE PLATÃO

Coordenador Principal: Lucas Angioni

Início: 10/2014

Término: 06/2016


Resumo:

Objetivamos compreender a discussão sobre a definição de conhecimento como juízo verdadeiro acompanhado de logos em Teeteto 201c-210d, a fim de verificar qual das alternativas de interpretação recentes é mais compatível com o texto. Para isso, pretendemos analisar esse texto e explorar em detalhe a literatura secundária a respeito dele. (AU)

Ocultar
CONTEÚDO REFLEXIVO E VALOR INFORMACIONAL DE SENTENÇAS

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 07/2016

Término: 02/2018


Resumo:

Meu objetivo é analisar a proposta trabalhada por John Perry em Reference and Reflexivity e o tratamento dado por ele ao problema de Frege. Perry concebe a ideia de conteúdos reflexivos como ferramental para solucionar o problema em questão entendendo que a diferença informacional de sentenças, que implica uma diferença de ordem cognitiva, se deve a conteúdos de ordem semântica. Segundo Perry, a diferença atitudinal de falantes ocorre porque diferentes conteúdos reflexivos incidem sobre suas atitudes de crença, e por isso, são responsáveis pela diferença atitudinal frente a expressões co-referenciais, porém não-transparentes. Minha ideia é analisar a proposta de Perry frente a objeções que lhe são colocadas com o objetivo de avaliar seu alcance explanatório. (AU)

Ocultar
CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DOS SISTEMAS COMPLEXOS E DA AUTO-ORGANIZAÇÃO PARA A ÉTICA INFORMACIONAL

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 06/2014

Término: 09/2017


Resumo:

Neste Projeto de Pesquisa analisaremos a tese segundo a qual a Teoria dos Sistemas Complexos e da Auto-Organização contribuiria para a análise de problemas da Ética Informacional. Entendemos que a Teoria dos Sistemas Complexos e da Auto-Organização fornece um método de investigação interdisciplinar e um arcabouço teórico que inclui várias dimensões informacionais no estudo de eventos, situações ou objetos, dentre eles alguns problemas da Ética Informacional. Este é um ramo da Filosofia da Informação que vem se consolidando nos últimos anos e, embora não haja ainda uma definição última, ela é concebida como uma área que visa refletir sobre questões, de cunho moral, relacionadas aos impactos da inserção de tecnologias informacionais na vida cotidiana. Tendo em vista os diversos estudiosos que têm se debruçado para a fundamentação de parâmetros que delimitem as fronteiras dessa nova área de investigação filosófico-interdisciplinar, focalizaremos nosso estudo na teoria Ética Informacional desenvolvida por Luciano Floridi. Analisaremos, principalmente, dois problemas que podemos formular acerca da Ética Informacional floridiana, quais sejam: P1 - Qual o conceito de informação que delimita o escopo da Ética Informacional? P2 - Como analisar a manutenção da infosfera e avaliar as ações morais e agentes moralmente qualificáveis? Na investigação acerca desses problemas, formulamos duas hipóteses a partir da perspectiva sistêmica: H1 - adoção do conceito de informação proposto por Gonzalez (2013); H2 - concepção de infosfera como um sistema complexo dinâmico sustentado por auto-organização secundária. Julgamos que essa contribuição pode auxiliar na caracterização da Ética Informacional e de seus problemas, colaborando para a compreensão de novos rumos da pesquisa filosófica na "Sociedade da Informação". (AU)

Ocultar
CRÍTICA PÓS-COLONIAL EM LÍNGUA PORTUGUESA: A QUESTÃO DO MULTILINGUISMO

Coordenador Principal: Claudia Marinho Wanderley

Término: 7/2015


Resumo:

Este projeto é centrado na coleta de dados do Brasil relativos à presença do Multilinguismo como um tema na pesquisa acadêmica, e no desenvolvimento de uma abordagem razoável dos Estudos do Multilinguismo através da perspectiva da crítica pós-colonial focada nos países de língua oficial portuguesa. Para tanto, deveremos trabalhar com mineração de dados para coletar os dados na rede, com linguística computacional para analisar os dados colhidos, autores de crítica pós-colonial para desenvolver uma abordagem teórica; e propomos uma tradução para fazer com que parte deste debate, que consideramos muito importante, seja disponibilizada para falantes do português gratuitamente

Ocultar
CRÍTICA PÓS-COLONIAL EM LÍNGUA PORTUGUESA: A QUESTÃO DO MULTILINGUISMO

Coordenador Principal: Claudia Marinho Wanderley

Início: 08/2013

Término: 01/2016


Resumo:

Este projeto é centrado na coleta de dados do Brasil relativos à presença do Multilinguismo como um tema na pesquisa acadêmica, e no desenvolvimento de uma abordagem razoável dos Estudos do Multilinguismo através da perspectiva da crítica pós-colonial focada nos países de língua oficial portuguesa. Para tanto, deveremos trabalhar com mineração de dados para coletar os dados na rede, com linguística computacional para analisar os dados colhidos, autores de crítica pós-colonial para desenvolver uma abordagem teórica; e propomos uma tradução para fazer com que parte deste debate, que consideramos muito importante, seja disponibilizada para falantes do português gratuitamente. (AU)

Ocultar
DÉFICIT DE RECURSOS NO CÁLCULO RESOURCE-CONSCIOUS DE LAMBEK

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e María Inés Corbalán

Início: 7/2013

Término: 6/2016


Resumo:

Projeto de Doutorado de María Inés Corbalán, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
DEMONSTRAÇÕES NA ALGIBEIRA: POLINÔMIOS COMO UM MÉTODO UNIVERSAL DE PROVAS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Mariana Matulovic da Silva

Início: 3/2010

Término: 10/2013


Resumo:

Projeto de Doutorado de Mariana Matulovic da Silva, sob orientação do Prof. Walter Alexandre Carnielli.

Ocultar
ENCONTRO EVARISTE GALOIS - BICENTENÁRIO

Coordenador Principal: Fábio Maia Bertato

Início: 11/2011

Término: 11/2011


Resumo:

Realização do Encontro Evariste Galois - Bicentenário, de 21 a 25 de novembro de 2011, coordenado pelo Prof. Dr. Fábio Maia Bertato.

Ocultar
EPISTEMOLOGIA E RACIONALISMO CRÍTICO

Coordenador Principal: Luis Alberto Peluso

Início: 6/2005

Término: 1/2009


Resumo:

Trata-se de projeto de pesquisa em que se pretende inventariar as principais contribuições que resultaram para a moderna epistemologia das Ciências, tanto Naturais como Sociais, das posições defendidas por autores da escola anglo-americana conhecida como racionalismo crítico.

Ocultar
ESSENCIALISMO, MODALIDADE E TEORIA DA REFERÊNCIA DIRETA

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 06/2017

Término: 08/2019


Resumo:

O presente projeto tem por objetivo, em primeiro lugar, investigar quais são as teses de Kripke acerca da noção de essência e propriedades essenciais. E, em segundo lugar, avaliar os argumentos que Salmon e Fine formulam contra a teoria kripkiana. A questão central é: Kripke, em sua teoria, deriva o essencialismo estritamente de sua teoria semântica? Ao que parece, esta é sim uma interpretação possível de seus argumentos, posto que Kripke recorre à sua teoria da referência direta - cerne de sua teoria semântica - ao argumentar acerca de quais são as propriedades essências de um objeto ou classe de objetos. Este fato levanta a questão: Qual (se há alguma) é a noção de essência implícita na teoria semântica de Kripke? A análise de sua teoria e as implicações desta se inserem, num contexto mais amplo, numa discussão a respeito da possibilidade de redução da noção metafísica de essência a questões de linguagem. Salmon e Fine argumentam contra essa ideia. Para eles, a noção de essência de Kripke não pode ser justificada exclusivamente através de sua teoria da referência direta e nem compreendida em termos estritamente modais. Nosso estudo é, em parte, reconstituir os argumentos destes três autores, analisando as reais consequências da teoria kripkiana e a pertinência das críticas a ela direcionada. E, em parte, participar da discussão mais abrangente acerca dos limites entre o campo da semântica e da metafísica. (AU)

Ocultar
EXACTENESS AND MATHEMATICAL INFELLIGIBILITY

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 6/2010

Término: 6/2011


Resumo:

Desenvolvimento do projeto Exacteness and Mathematical Infelligibility pela Pesquisador Associado do CLE Davide Crippa, sob a supervisão do Prof. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
FAPLIVROS

Coordenador Principal: Sílvio Seno Chibeni

Início: 4/2010

Término: 9/2011


Resumo:

Projeto FAPESP para aquisição de material bibliográfico para a Biblioteca Michel Debrun do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência.

Ocultar
FILOSOFIA DA LINGUAGEM E DO CONHECIMENTO

Coordenador Principal: Arley Ramos Moreno

Início: 3/1991

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto que, através de seminários semanais, realizam comentários analíticos do livro Investigacões Filosóficas de L. Wittgenstein. A partir desse trabalho, são propostos temas de pesquisa semestral que sejam de interesse dos participantes. Estão sendo abordados temas como: Fenomenologia, Ética, Ação, Sensações, Cores, Lógica, Significação.

Ocultar
FÍSICA DE ARISTÓTELES

Coordenador Principal: Fátima Regina Rodrigues Évora

Início: 3/1997

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto dedicado à análise minimalista da Física de Aristóteles, contando com a participação de estudantes de pós-graduação da Unicamp e da USP que se dedicam ao estudo da história e filosofia da ciência.

Ocultar
FUNDAMENTOS DA TEORIA DE ESTRUTURAS COMO BASE PARA UMA FILOSOFIA MATEMÁTICA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Rodrigo de Alvarenga Freire

Início: 9/2005

Término: 8/2009


Resumo:

Projeto de Doutorado de Rodrigo de Alvarenga Freire, sob orientação do Prof. Dr. Walter Alexandre Carnielli

Ocultar
FUNDAMENTOS E PRINCÍPIOS DOS OBJETOS LÓGICOS EM FREGE

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 05/2015

Término: 03/2019


Resumo:

A suposta concepção da lógica como uma disciplina sem conteúdo, cujas proposições são nada além de fórmulas não interpretadas de símbolos, foi desafiada na segunda metade do século XIX pelo trabalho de Gottlob Frege. Especificamente, suas investigações sobre o fundamento do conceito de número natural levaram a uma posição historicamente conhecida como o logicismo, segundo a qual aritmética - e em segundo lugar todo o edifício da matemática - podem ser derivadas das "leis fundamentais do pensamento puro". Em outras palavras, Frege inaugurou um ponto de viragem na concepção da lógica, com a principal consequência que os objetos, tais como números, classes (como extensões de conceitos) e valores de verdade são ditos precisamente "lógicos", ou seja, a sua existência e as suas características distintivas são fundamentadas em primeiros princípios do conhecimento a priori analítico. Depois de ter sido prejudicada pela descoberta de Russell de seu paradoxo da teoria dos conjuntos, esta visão voltou ao debate na segunda metade do século XX (e ainda está em análise), quando estudiosos como Charles Parsons, George Boolos, Chrispin Wright e Bob Hale tentaram reparar a teoria fregeana dos números. Este projeto tem como objetivo investigar a noção de objeto lógico em virtude do seu papel central nas teorias de Frege e dos neo-fregeanos. Meu argumento é que, ao caracterizar as diferenças entre as extensões de conceitos e os conjuntos como coleções não condicionadas, entre os números definidos através do Princípio de Hume e suas expressões na teoria dos conjuntos, entre os valores de verdade como objetos e como propriedades de enunciados, as marcas característica dos objetos lógicos será desenterrada e, por conseguinte, a hierarquia lógico-ontológica de tais objetos será explicitada. Além disso eu vou cobrir o tema do processo de introdução de objetos lógicos na lógica de segunda ordem, analisando os aspectos lógico-epistemológicos do princípio de abstração. Como resultado da minha atividade de investigação, espero explicar em detalhes a genealogia da noção de objetos lógicos a partir dos axiomas e dos princípios do cálculo proposicional da segunda ordem; assim espero destacar os principais pressupostos epistemológicos, lógicos e ontológicos de cada teoria logicista até agora formulada e preparar o terreno para uma possível teoria unitária dos objetos lógicos. (AU)

Ocultar
FUNDAMENTOS ONTOLÓGICOS DA FILOSOFIA DA CIÊNCIA DE ARISTÓTELES

Coordenador Principal: Lucas Angioni

Início: 06/2014

Término: 08/2017


Resumo:

A filosofia da ciência de Aristóteles encontra-se vinculada a um arcabouço conceitual ontológico do qual fazem parte a doutrina das categorias metafísicas e a prioridade da substância sobre os entes concomitantes. Entretanto, este arcabouço foi explorado em diversas etapas da carreira de Aristóteles, nem sempre com os mesmos propósitos teóricos. Em Categorias, o filósofo classifica os indivíduos da categoria da substância como os seres em sentido primeiro, dos quais a existência de todos os demais seres dependeria. Enquanto os demais entes são aquilo que são na medida em que se predicam de uma substância particular, esta última guarda com sua essência uma relação que não pode ser analisada nos termos de uma predicação mais básica. Por outro lado, nos Segundos Analíticos, Aristóteles parece atribuir às espécies universais uma prioridade (explanatória) em relação aos indivíduos aos quais se atribuem. Já em obras posteriores como a Física, procurando desenvolver uma ontologia que pudesse servir a uma filosofia das ciências da natureza, Aristóteles passa a descrever as substâncias particulares como compostos de matéria e forma, o que acarreta a rejeição da tese de que a relação de uma substância individual com sua essência não é analisável. Esta nova ontologia dos tipos naturais, enfim, só é desenvolvida em sua plenitude na Metafísica. A pesquisa aqui proposta tem como meta estudar estas teses ontológicas considerando-as em sua relação com filosofia da ciência de Aristóteles, investigando que diretrizes elas oferecem ao discurso epistêmico e à elaboração de explicações científicas.

Ocultar
HIPERSECUENTES Y LA LÓGICA TETRAVALENTE MODAL TML

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Martín Figallo

Início: 3/2009

Término: 2/2013


Resumo:

Projeto de Doutorado de Martín Figallo, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
INDEXICALIDADE NOS CASOS DO CONTINGENTE A PRIORI

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 06/2017

Término: 01/2019


Resumo:

Saul Kripke, em sua discussão sobre noções metafísicas e epistêmicas às quais contingência e aprioricidade pertencem, chamou a atenção para o fato de que existem casos em que podemos ter acesso a verdades contingentes de maneira a priori, e além disso, acesso a verdades necessárias de maneira a posteriori. Esta ideia causou desconforto na tradição uma vez que mostrou que as noções de necessidade e aprioricidade não são extensionais como quase sempre se pensou: o contingente a priori constitui um paradoxo intolerável. Houve muita discussão desde que Kripke chamou atenção para este fato: por um lado, os que o interpretam como um problema normalmente argumentam que os exemplos de Kripke, quando analisados a fundo, não podem ser considerados contingente e a priori ao mesmo tempo. David Kaplan, por outro lado, não só aceita a existência de verdades deste tipo, como também acredita que uma propriedade muito interessante de sua teoria dos indexicais é a possibilidade de sentenças análogas aos exemplos do contingente a priori de Kripke. Gareth Evans também defende que existe uma relação muito íntima entre o contingente a priori e os indexicais, isto revelaria uma relação muito interessante entre a indexicalidade e o nosso conhecimento. Motivado pela afirmação de Evans, o objetivo principal deste projeto é estudar a relação entre indexicais e o contingente a priori, mais propriamente, por que os indexicais parecem necessários para os exemplos do contingente a priori? (AU)

Ocultar
INVESTIGACIONES EN FILOSOFÍA DE LAS MATEMÁTICAS Y APLICACIONES DE LÓGICAS NO CLÁSICAS A LA FILOSOFÍA DE LA CIENCIA: PARACONSISTENCIA EN LA EXPLICACIÓN CIENTÍFICA.

Coordenador Principal: Ítala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 8/2009

Término: 8/2010


Resumo:

Desenvolvimento do projeto Investigaciones en Filosofía de las Matemáticas y Aplicaciones de Lógicas No Clásicas a la Filosofía de la Ciencia: paraconsistencia en la explicación científica pela Pesquisador Associado do CLE David Gaytán Cabrera, sob a supervisão da Profª Ítala Maria Loffredo D'Ottaviano.

Ocultar
KANT E-PRINTS 2009

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 1/2009

Término: 12/2009


Resumo:

Publicação do volume 4, números 1 e 2, 2009, dos Kant e-Prints.

Ocultar
KANT E-PRINTS 2010

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 1/2010

Término: 12/2010


Resumo:

Publicação do volume 5, números 1 a 5, 2010, dos Kant e-Prints.

Ocultar
KANT E-PRINTS 2011

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Publicação do volume 6, números 1 a 2, 2011, dos Kant e-Prints.

Ocultar
KANT E-PRINTS 2012

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 1/2012

Término: 12/2012


Resumo:

Publicação do volume 7, números 1 a 2, 2012, dos Kant e-Prints.

Ocultar
KANT E-PRINTS 2013

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 1/2013

Término: 12/2013


Resumo:

Publicação do volume 8, números 1 a 2, 2013, dos Kant e-Prints.

Ocultar
KANT E-PRINTS, 2008

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 1/2008

Término: 3/2009


Resumo:

Publicação da Série 2, volume 3, números 1 e 2, 2008 da revista eletrônica Kant e-Prints.

Ocultar
LÓGICA CONTEMPORÂNEA E OS FUNDAMENTOS DA MATEMÁTICA E DA COMPUTAÇÃO

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 3/2012

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto de Produtividade em Pesquisa - PQ 2011 - Nível 1B

Ocultar
LÓGICA E INFORMAÇÃO: UMA ANÁLISE DA CONSEQUÊNCIA LÓGICA A PARTIR DE UMA PERSPECTIVA QUANTITATIVA DA INFORMAÇÃO

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Marcos Antonio Alves

Início: 3/2005

Término: 12/2012


Resumo:

Projeto de Doutorado de Marcos Antonio Alves, sob orientação da Profa. Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Ocultar
LÓGICA TEÓRICA E APLICADA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Itala Maria Loffredo D´Ottaviano

Início: 3/1994

Término: 1/1900


Resumo:

O Grupo de Lógica Teórica e Aplicada - GLTA tem sido visto como um pólo formador de recursos humanos (diversos doutores e mestres formados pelo grupo de docentes, pesquisadores e estudantes avançados de pós-graduação que se dedicam ao estudo e à divulgação de temas de lógica, fundamentos de matemática e computação.

Ocultar
LOGICAL CONSEQUENCE AND COMBINATIONS OF LOGICS - FUNDAMENTS AND EFFICIENT APPLICATIONS - CONSREL

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 1/2005

Término: 3/2010


Resumo:

A noção de inferência lógica é de importância fundamental não somente em todas as formas de argumentação (seja formal ou informal) mas também em diversos aspectos da computação. O estudo da inferência lógica com vistas às aplicações exige a compreensão da combinação de mecanismos lógicos em diversos níveis. O presente projeto é focado em métodos específicos para combinar lógicas, sua interpretação algébrica e seus aspectos computacionais. A pesquisa na área da aproximação de inferências quantificacionais é uma abordagem promissora com respeito à complexidade intrínseca neste tipo de tarefa. Uma questão intimamente relacionada àquela da eficiência e ao esforço de compreender combinação de sistemas lógicos é a da computação quântica e das lógicas quânticas. Toda esta complexa questão requer pesquisadores de origem multidisciplinar envolvidos na difícil tarefa de investigar alternativas eficientes aos métodos tradicionais de inferência. O projeto envolve 22 pesquisadores e estudantes de pós-graduação em diversos níveis, com diferentes formações, a maioria da USP e da Unicamp (um deles da Unesp), com o apoio de 8 pesquisadores de 3 instituições internacionais.

Ocultar
LOGICAL CONSEQUENCE, REASONING AND COMPUTATION - LOGCONS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 11/2010

Término: 10/2015


Resumo:

A noção de consequência lógica, na tradição clássica, consiste na relação fundamental entre premissas e conclusão, válida em qualquer aspecto do raciocínio. Dessa forma os fundamentos da noção de consequência lógica podem ser analisados em dois aspectos principais: do ponto de vista das demonstrações (ou provas) e sob o aspecto modelo-teórico. Há, contudo, muitos problemas relativos a ambas as abordagens, que investigamos no presente projeto. O ponto de vista das combinações de lógicas nos permite resolver diversos dos problemas presentes no ‘estado da arte’ das pesquisas em Lógica. Questões análogas às da combinação de semânticas e lógicas não clássicas dão um novo e promissor impulso para a pesquisa sobre novos modelos ele computação, como a computação e informação quântica, busca de algoritmos quânticos e criptografia quântica. O impacto das aplicações práticas de combinações de lógicas nos campos de prova de teoremas, IA, revisão de crenças, probabilidade e possibilidade herdando do projeto anterior (ConsRel 200414107-2). será continuado a ser estudado. Isto justifica amplamente o interesse em se partir da perspectiva de combinar noções de consequência lógica para investigar temas de cunho probabilístico, computacionais e filosóficos.

Ocultar
LÓGICAS ABSTRATAS E O PRIMEIRO TEOREMA DE LINDSTRÖM

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Edgar Luis Bezerra de Almeida

Início: 3/2011

Término: 3/2013


Resumo:

Projeto de Mestrado de Edgar Luís Bezerra de Almeida, sob orientação da Profa. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano.

Ocultar
LÓGICAS DA INCONSISTÊNCIA DEÔNTICA

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Newton Marques Peron

Início: 3/2007

Término: 2/2009


Resumo:

Projeto de Mestrado de Newton Marques Peron, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio

Ocultar
MANUSCRITO - REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 1/2008

Término: 4/2009


Resumo:

Publicação do volume 31, números 1 e 2, ano de 2008, de Manuscrito - Revista Internacional de Filosofia

Ocultar
MANUSCRITO - REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA - 2009

Coordenador Principal: Marco A. Caron Ruffino

Início: 1/2009

Término: 12/2009


Resumo:

Publicação do volume 32, números 1 e 2, ano 2009, de Manuscrito – Revista Internacional de Filosofia

Ocultar
MANUSCRITO - REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA - 2010

Coordenador Principal: Marco A. Caron Ruffino

Início: 1/2010

Término: 12/2010


Resumo:

Publicação do volume 33, números 1 e 2, ano 2010, de Manuscrito – Revista Internacional de Filosofia

Ocultar
MANUSCRITO - REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA - 2011

Coordenador Principal: Marco A. Caron Ruffino

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Publicação do volume 34, números 1 e 2, ano 2011, de Manuscrito – Revista Internacional de Filosofia

Ocultar
MANUSCRITO - REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA - 2012

Coordenador Principal: Marco A. Caron Ruffino

Início: 1/2012

Término: 12/2012


Resumo:

Publicação do volume 35, números 1 e 2, ano 2012, de Manuscrito – Revista Internacional de Filosofia

Ocultar
MANUSCRITO - REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA - 2013

Coordenador Principal: Marco A. Caron Ruffino

Início: 1/2013

Término: 12/2013


Resumo:

Publicação do volume 36, números 1 e 2, ano 2013, de Manuscrito – Revista Internacional de Filosofia

Ocultar
MATHEMATICAL TOOLS FOR MANAGEMENT OF UNCERTAIN AND VAGUE INFORMATION (MATOMUVI)

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carneilli (pela Unicamp/Brasil)

Início: 3/2011

Término: 3/2015


Resumo:

Driven by the increasing demands in Mathematics, Philosophy and Computer Science, the last two decades witnessed a growing interest in nonclassical and manyvalued logics. Until not too many years ago, manyvalued logics were nearly a curiosity. The situation has now changed and the weaponry of tools in use to current researchers has acquired solid foundations and a respectable amount of applications to other fields. Many important results have enlighten deep connections with other fields of Mathematics such as ordered algebraic structures, combinatorial counterparts of toric geometry, feedback coding theory. Manyvalued logics are recognized as the main tool to reason formally in presence of vagueness. Nevertheless new breakthroughs open new challenges, and a knowledge acquired so far empowers the study of more complex phenomena. The aim of this project is to put together some prominent European and LatinAmerican researchers in manyvalued logic in a coordinated effort towards the delivery of a uniform formal systemin which uncertain and vague aspects, which pervade phenomena in the real world, can be treated together in an integrated manner. This is desirable both from the Mathematical and the application point of view as many concrete systems (e.g., medical expert systems) deal with both phenomena and currently not in a completely satisfactory way. This joint enterprise is feasible owing to the preexisting longstanding collaborations among the researches involved in the project. Accordingly, beside the joint scientific achievements, we aim at the creation of LatinAmerican and European Consortium on vague and uncertain reasoning, whose aim will be to draw into focus the manifold strenghts of Mathematical Logic in vagueness and uncertainty, by supporting and promoting activities such as: international conferences and workshops; multidisciplinary research collaborations; short and longterm exchanges.

Ocultar
MATRIZES NÃO-DETERMINÍSTICAS: TEORIA E APLICAÇÕES À SEMÂNTICA ALGÉBRICA

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 08/2013

Término: 02/2017


Resumo:

As Matrizes não-determinísticas (Nmatrizes) são uma generalização do conceito usual de matriz multivalorada. Entretanto, nas Nmatrizes, o valor de verdade de uma determinada fórmula complexa pode ser escolhido não-deterministicamente a partir de um certo conjunto não-vazio de opções, enquanto que nas matrizes lógicas usuais (bivaloradas ou multivaloradas) o valor de verdade de uma fórmula complexa é determinado unicamente pelo valor de verdade das suas subfórmulas. Uma importante utilidade das Nmatrizes é o fato delas servirem de semântica finitária, e portanto decidível, para muitas das lógicas que possuem apenas uma matriz característica infinita como semântica. Sendo assim, o presente projeto visa desenvolver inicialmente um estudo aprofundado das matrizes lógicas usuais e das Nmatrizes, estudo este que será feito sob a perspectiva de comparação a fim de identificar propriedades das matrizes usuais que as Nmatrizes não possuem e vice-versa. Em particular, vamos concentrar nossos esforços no estudo da chamada lógica algébrica abstrata, inaugurada por W. Blok e D. Pigozzi, visando estender as técnicas envolvendo matrizes usuais para o contexto mais geral das Nmatrizes. Além de contribuir para a formulação de uma teoria estendida das Nmatrizes, este projeto pretende utilizar os novos resultados obtidos relacionados às Nmatrizes, juntamente com aqueles já existentes na literatura, para apresentar uma semântica algébrica de Nmatrizes finitas para algumas lógicas modais e algumas lógicas paraconsistentes tais como os sistemas Cn de da Costa que não possuem semântica algébrica no sentido geral de Blok-Pigozzi, resolvendo, assim um problema em aberto na literatura. (AU)

Ocultar
MATRIZES NÃO-DETERMINÍSTICAS: TEORIA E APLICAÇÕES À SEMÂNTICA ALGÉBRICA.

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Ana Cláudia de Jesus Golzio

Início: 8/2013

Término: 7/2016


Resumo:

Projeto de Doutorado de Ana Cláudia de Jesus Golzio, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
MODALIDADES, LÓGICA DESCRITIVA E PROBABILIDADE

Coordenador Principal: Marcelo Finger

Início: 11/2009

Término: 03/2010


Resumo:

Este projeto, a ser desenvolvido no IME-USP - Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo sob a supervisão do Prof. Dr. Marcelo Finger, tem como objetivo, primeiramente, aprofundar o estudo das lógicas modais anódicas (sem negação) e catódicas (com graus de negação) visando obter resultados a respeito de decidibilidade, definibilidade e bissimulação e propriedade do modelo finito para tais sistemas. Nosso interesse em obter tais resultados está voltado para sua aplicação a problemas relacionados à satisfatibilidade probabilística. Para tanto um segundo aspecto do presente projeto pretende definir, e investigar as principais propriedades, de sistemas de lógica modal de probabilidade, tanto para os sistemas anódicos quanto para os sistemas catódicos a fim de tratar positivamente com a questão de lógica probabilística e ao mesmo tempo investigar lógicas modais para probabilidade não-clássicas, um tema completamente original e que pode ter grande potencial aplicativo. Um terceiro aspecto de interesse para a nossa pesquisa, e relacionado aos demais, é o estudo das lógicas modais (clássicas) a partir da perspectiva de anéis de polinômios. Nosso interesse neste tópico é mostrar que a sintaxe e a teoria da demonstração da lógica modal pode ser expressa por meio de anéis de polinômios sobre corpos finitos, com vantagem para certas questões de expressabilidade. O projeto envolve ainda um quarto aspecto, que se propõe inclusive a usar dos resultados obtidos nas demais partes, que consiste em investigar as chamadas lógicas da descrição em ambientes multimodais anódicos e catódicos. (AU)

Ocultar
MODALIDADES, PROBABILIDADE E LÓGICA DA DESCRIÇÃO

Coordenador Principal: Ítala Maria Loffredo D'Otaviano

Início: 10/2012

Término: 9/2013


Resumo:

Desenvolvimento do projeto: “Modalidades, Probabilidade e Lógica da Descrição” pelo Pesquisadora Associada do CLE Juliana Bueno-Soler, sob supervisão da Profª Ítala Maria Loffredo D'Ottaviano.

Ocultar
MULTIMODALIDADES ANÓDICAS E CATÓDICAS: A NEGAÇÃO CONTROLADA EM LÓGICAS MULTIMODAIS E SEU PODER EXPRESSIVO

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Juliana Bueno-Soler

Início: 3/2005

Término: 6/2009


Resumo:

Projeto de Doutorado de Juliana Bueno-Soler, sob orientação da Profa. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Ocultar
NOVAS PERSPECTIVAS EM REVISÃO DE CRENÇAS

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 8/2011

Término: 2/2013


Resumo:

Desenvolvimento do projeto: “Novas perspectivas em Revisão de Crenças” pelo Pesquisador Associado do CLE Márcio Moretto Ribeiro, sob supervisão do Prof Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
NOVAS PERSPECTIVAS EM REVISÃO DE CRENÇAS

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 08/2011

Término: 02/2013


Resumo:

Revisão de crenças estuda a dinâmica dos estados epistêmicos na presença de inconsistências. Os trabalhos clássicos na área estudam operações em conjuntos de crenças. Em particular em revisão de crenças se estuda como adaptar um conjunto de crenças na presença de uma nova crenças inconsistente com as anteriores. As lógicas de inconsistência formal, por sua vez, são lógicas que lidam de forma direta com as inconsistências i.e.: a inconsistência é parte da própria linguagem da lógica. Uma propriedade importante dessas lógicas é a distinção que elas fazem entre trivialidade, inconsistência e contradição. Pretendemos estudar uma generalização da teoria de revisão de crenças (revisão de crenças ampla) capaz de abranger lógicas de inconsistência formal. (AU)

Ocultar
O CONTINGENTE A PRIORI

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 02/2016

Término: 12/2016


Resumo:

A discussão sobre proposições que representam verdades as quais podem serconhecidas de maneira contingente e a priori ganhou destaque com o trabalho Namingand Necessity (1980) de Saul Kripke. Ele demonstra que, contra o que a maioria dosfilósofos acreditavam, existem proposições que representam verdades contingentes apriori, e além disso, verdades necessárias a posteriori. Uma das consequências dessatese, e algo que certos filósofos consideram ainda mais problemático (o que é algo queKripke usa para demonstrar os exemplos de contingente a priori) é a ideia de que sejapossível ter acesso a proposições singulares sobre objetos sem nunca ter possuídoacquaintance com o mesmo, através apenas de estipulações linguísticas. Dois filósofoscriticaram a possibilidade de ter acesso a tais proposições sem acquaintance com oobjeto: Keith Donnellan, em "The Contingent A Priori and Rigid Designators" (1977) eScott Soames em Philosophical Analysis in the Tweentieth Century (2003). Ambosargumentam que, nos exemplos de Kripke, não há possibilidade de se ter acesso asproposições sem um contato perceptivo com o objeto, ou sem evidências empíricas. Oobjetivo central deste projeto é estudar a maneira com que Kripke chega à conclusão deque o acesso a tais proposições é possível, como também estudar as objeções deDonnellan (1977) e Soames (2003) contra essa tese.

Ocultar
O PARADIGMA ARITMÉTICO: INTER-RELAÇÕES CONCEITUAIS DA LÓGICA COM A ARITMÉTICA

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 06/2014

Término: 08/2015


Resumo:

George Boole inaugurou o estudo da lógica matemática tentando estabelecer, tanto quanto possível, as inter-relações da lógica com a aritmética, para que esta pudesse ser aplicada como ferramenta formal na investigação das inferências lógicas sobre uma certa categoria de proposições.Esta perspectiva original de Boole -- que chamamos de "paradigma aritmético" da lógica --foi abandonada precocemente, talvez pelas críticas recebidas e também pelo sucesso do desenvolvimento da lógica sob os chamados "paradigma algébrico", estabelecido pelos sucessores de Boole, e "paradigma linguístico", cujos principais precursores são G. Frege e B. Russel.Todavia, acreditamos que ainda há muitos resultados da lógica, em potencial, a serem explorados a partir das suas inter-relações com a aritmética. Neste Projeto de Pesquisa, pretendemos reconstruir o cenário original da lógica matemática com ferramentas lógico-algébricas modernas para esclarecer/estabelecer inter-relações que nos permitam restaurar o paradigma aritmético, sob o qual esperamos obter resultados interessantes para a lógica. (AU)

Ocultar
O SIGNIFICADO DAS SENTENÇAS ARITMÉTICAS, A DEFINIBILIDADE CONJUNTISTA E O PAPEL DA TEORIA DAS CATEGORIAS NA SEMÂNTICA DE SISTEMAS LÓGICOS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Rodrigo Alvarenga Freire

Início: 10/2009

Término: 9/2012


Resumo:

Projeto de Pós-Doutorado de Rodrigo Alvarenga Freire, sob orientação do Prof. Dr. Walter Alexandre Carnielli

Ocultar
OPERADORES DE CONSEQUÊNCIA

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 3/1995

Término: 1/1900


Resumo:

Estudo e caracterização do operador de consequência em Tarski e de operadores não clássicos e suas relações com o conceito de tradução entre lógicas. Geração de estruturas algébricas a partir de operadores de consequência com propriedades especiais.

Ocultar
PARACONSISTÊNCIA E MODALIDADE

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Daniel Liberalino Monte

Início: 3/2007

Término: 9/2009


Resumo:

Projeto de Mestrado de Daniel Liberalino Monte, sob orientação da Profa. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano.

Ocultar
PHILOSOPHY AND MATHEMATICS OF UNCERTAINTY AND VAGUENESS (PMUV)

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Marcelo Esteban Coniglio

Início: 8/2012

Término: 8/2012


Resumo:

Realização do encontro Philosophy and mathematics of Uncertainty and Vagueness (PMUV), como parte do projeto MATOMUVI envolvendo pesquisadores de Itála, Espanha, Brasil e, Argentina, organizado pelo CLE, realizado na UNICAMP de 6 a 15 de agosto de 2012.

Ocultar
POLINOMIZANDO: UM MÉTODO DE REPRESENTAÇÃO EM LÓGICA, COM RAÍZES EM LEIBNIZ E BOOLE

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Pietro Kreitlon Carolino

Início: 3/2007

Término: 9/2009


Resumo:

Projeto de Mestrado de Pietro Kreitlon Carolino, sob orientação do Prof. Walter Alexandre Carnielli.

Ocultar
PROJETO EXTENSÃO: COLOQUIO MULTILINGUISMO NO MUNDO DIGITAL: ENSINO DE LINGUAS LOCAIS E MEMORIA

Coordenador Principal: Claudia Marinho Wanderley

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Projeto Extensão: Coloquio Multilinguismo no Mundo Digital: ensino de linguas locais e memoria

Ocultar
PROJETO PICJR. - ACERVOS DIGITAIS MULTILINGUES: UMA REDE JÚNIOR

Coordenador Principal: Claudia Marinho Wanderley

Início: 1/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Projeto PICJr. - Acervos Digitais Multilingues: uma rede Júnior - 3ª edição

Ocultar
PSICOLOGIA, MORAL E PESSIMISMO NA REPÚBLICA DE PLATÃO

Coordenador Principal: Lucas Angioni

Início: 05/2014

Término: 07/2019


Resumo:

O trabalho que visamos tem como ponto de início a teoria da alma tripartida tal como ela é desenvolvida na República. De entre os fenômenos que Platão apresenta neste diálogo como próprios da interioridade humana durante a existência biográfica, analisaremos em particular (i) o caráter marcadamente independente dos elementos constituintes da alma e a natureza fragmentada desta última, (ii) a importância da stasis na vida psíquica e a conseguinte sujeição do indivíduo à autodiscórdia e ao estranhamento de si mesmo, (iii) a valoração do epithumetikós como contrário à unidade interna e, simultaneamente, (iv) do logistikón como princípio mais escasso e vulnerável, em grande medida incapaz de se realizar plenamente. Mostraremos que, para Platão, todas estas condições afetam o ser humano naturalmente, pondo obstáculos ao caminho do conhecimento, da ação virtuosa e da felicidade. Com base nisto, proporemos a hipótese de que - em relação intrínseca com a teoria da alma tripartida e de modo sub-reptício ao tom encorajador do diálogo como um todo - o Platão da República pode plausivelmente ser entendido como pessimista. Procuraremos imediatamente examinar a natureza deste pessimismo. Distinguiremos um pessimismo propriamente filosófico, e o definiremos como uma visão construída criticamente a partir da consideração dos aspectos irracionais e adversos da realidade. Nosso objetivo neste contexto será defender que, do ponto de vista antropológico e em contraste com a difundida interpretação de que Platão é um defensor entusiasta do desenvolvimento baseado na razão e no conhecimento, ele pode ser considerado como um dos membros mais antigos da tradição filosófica do pessimismo, na medida em que o seu pensamento se constrói a partir do reconhecimento de características inatas da alma que limitam a superação humana. Consideraremos, por último, a tese platônica na República em sua complexidade, observando que a tendência negativa e crítica coexiste com um posicionamento positivo e exortativo. Neste contexto, procuraremos compreender qual é a fonte e como se justifica este discurso afirmativo, e de que maneira Platão transita entre ambos os aspectos do seu pensamento.

Ocultar
RACIONALIDADE COMO UMA CAPACIDADE

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 10/2016

Término: 06/2018


Resumo:

O pensamento e a ação humana estão sujeitos a um tipo distintivo de avaliação: ele pode ser julgado como racional ou irracional. A pergunta central que pretendo responder em meu projeto de pesquisa é: o que é pensar e agir racionalmente? De acordo com a visão corrente sobre a racionalidade, pensar e agir racionalmente é uma questão de seguir determinadas regras, regras essas que nos dizem o que seria mais racional pensar e agir em diversas circunstâncias. Em contraste com essa visão, pretendo argumentar que a imagem de uma regra de racionalidade a ser seguida é profundamente falha: se as normas para o pensamento e ação racionais são entendidas como regras, torna-se completamente misteriosa como essas normas podem orientar ou governar o nosso pensar e agir. Em vez disso, pretendo propor uma nova consideração sobre o pensamento e ação racionais que estaria imune aos problemas que se colocam na imagem de uma regra a se seguir. Daí se segue que o pensamento e ação racional não é uma questão de seguir determinadas regras, mas sim de exercer um certo tipo de capacidade. O que eu denomino visão da racionalidade como capacidade. De acordo com este ponto de vista, as normas de racionalidade devem ser entendidas não através de um modelo de regras, mas como padrões internos para algumas de nossas capacidades - ou seja, os padrões que em parte nos dizem o que precisa ser bem exercido nessas capacidades. Esta concepção de normas racionais também traz consequências importantes para o debate recente sobre a normatividade da racionalidade. Neste ponto, argumento que, ao contrário do que muitos pensam, para a racionalidade ser normativa não é necessário que existam razões para ser racional. Em vez disso, sugiro que a visão da capacidade da racionalidade oferece uma concepção alternativa: a racionalidade é normativa, não porque existem razões para ser racional, mas porque ela consiste em padrões internos para capacidades que possuímos apenas em virtude de sermos sujeitos capazes de crença e ação. (AU)

Ocultar
REVISÃO DE CRENÇAS PARACONSISTENTE BASEADA EM UM OPERADOR FORMAL DE CONSISTÊNCIA

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Rafael Testa

Início: 3/2009

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto de Doutorado de Rafael Testa, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
REVISÃO DE CRENÇAS PARACONSISTENTE BASEADA EM UM OPERADOR FORMAL DE CONSISTÊNCIA

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Rafael Rodrigues Testa

Início: 3/2009

Término: 1/1900


Resumo:

Projeto de Doutorado de Rafael Rodrigues Testa, sob orientação do Prof. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
REVISÃO DE CRENÇAS PARACONSISTENTE: MODELOS CONSTRUTIVOS E NOVAS OPERAÇÕES

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio

Início: 09/2017

Término: 08/2018


Resumo:

Esta pesquisa dará continuidade ao projeto inicial de pós-doutorado ao avançar no desenvolvimento de sistemas de Revisão de Crenças Paraconsistentes, nomeadamente os sistemas AGMp e AGMo, com o intuito de apresentar soluções a alguns problemas em aberto presentes na literatura da área. Conforme formalmente demonstrado, os resultados atingidos podem ser aplicados a quaisquer sistemas baseados em lógicas paraconsistentes que estendam a lógica clássica.Especificamente serão apresentadas as operações de semi-revisão (já definidas na primeira fase desta pesquisa) via postulados, o que permitirá explorar a noção intuitiva subjacente a esta operação: notadamente, ao delegar a tarefa de aceitar ou não a nova sentença a ser incorporada ao mecanismo de seleção, o postulado do sucesso é desafiado. Além disso, o respectivo teorema da representação será demonstrado.A operação de semi-revisão local será definida via postulados e construção. A característica principal desta operação é que a nova sentença a ser incorporada pode ser aceita, ou mesmo rejeitada, de tal forma que apenas uma parte do estado epistêmico seja mantida (ou feita) consistente. Tal como a revisão externa e a semi-revisão, esta foi originalmente definida por Sven Hansson para bases. Defini-la para o paradigma de Revisão de Crenças Paraconsistente é algo natural tendo em vista sua proximidade com bases de crenças - apesar de suas diferenças em relação à motivação e justificativa lógica, ambas teorias permitem lidar com estados epistêmicos contraditórios de uma maneira racional.Além das operações de semi-revisão, outras construções serão desenvolvidas. Notadamente, serão estudados os recentes avanços em bases de crenças para adaptá-los aos sistemas paraconsistentes, tendo em vista suas já citadas relações. Serão apresentados dois modelos construtivos aos sistemas paraconsistentes, quais sejam, (i) epistemic entrenchment, no qual todas as crenças são ordenadas de acordo com sua relevância em relação ao estado epistêmico e, portanto, as crenças menos entrincheiradas epistemicamente são mais facilmente abandonadas quando necessário, e (ii) esferas de Grove, modelo baseado em mundos possíveis (subconjuntos maximais consistentes da linguagem). O interesse no desenvolvimento destes modelos é aplicar, de maneira, direta, os resultados obtidos em AGMp e AGMo aos sistemas já presentes na literatura - que baseiam-se em tais modelos. (AU)

Ocultar
SISTEMA DE LÓGICAS NÃO CLÁSSICAS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli, Marcelo Esteban Coniglio e Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 3/1998

Término: 1/1900


Resumo:

Trata-se, por um lado, de sistematizar e analisar os principais resultados acerca das relações entre derivabilidade e completude no âmbito dos sistemas de Lógicas Não-Clássicas e, por outro lado, de obter resultados particulares a respeito de sistemas modais, paraconsistentes, multivalentes e intuicionistas.

Ocultar
SISTEMAS AXIOMÁTICOS PARA A TEORIA DE CONJUNTOS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Rodrigo Alvarenga Freire

Início: 1/2013

Término: 2/2014


Resumo:

Projeto de pós-doutorado de Rodrigo Alvarenga Freire, sob orientação do Prof. Dr. Walter Alexandre Carnielli.

Ocultar
SISTEMAS AXIOMÁTICOS PARA A TEORIA DE CONJUNTOS

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 03/2013

Término: 02/2014


Resumo:

A axiomatização da teoria de conjuntos ZFC pretende descrever o universo dos conjuntos. Esse universo tem uma descrição intuitiva conhecida como "hierarquia iterativa cumulativa de conjuntos". De acordo com essa descrição, os conjuntos são produzidos em etapas: em cada etapa, todos os conjuntos que foram produzidos em etapas anteriores, e apenas esses, estão disponíveis como elementos para a produção de novos conjuntos. Portanto, parece que uma análise sistemática da existência, e noções relacionadas, pode ser útil para comparar axiomatizações diferentes. O objetivo deste projeto é duplo: desenvolver novas técnicas para analisar e comparar axiomatizações diferentes, e analisar a própria busca por novos axiomas do ponto de vista da existência de conjuntos.

Ocultar
SISTEMAS, PRESSUPOSIÇÕES E IMPLICATURAS: UMA INVESTIGAÇÃO EXPLORATÓRIA, LÓGICA E FILOSÓFICA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli e Antonio Marmo de Oliveira

Início: 3/2009

Término: 7/1905


Resumo:

Projeto de Mestrado de Antonio Marmo de Oliveira, sob orientação do Prof. Walter Alexandre Carnielli

Ocultar
SISTÊMICA E TEORIA GERAL DA AUTO-ORGANIZAÇÃO

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 3/1986

Término: 1/1900


Resumo:

Trata-se da discussão e estudo de noções, conceitos e definições que fazem parte da ciência dos sistemas, aplicados ao fenômeno de auto-organização e a processos auto-organizados. São também pesquisadas aplicações da teoria da auto-organização a algumas áreas do conhecimento, tais como a matemática, administração, música e biologia.

Ocultar
SISTÊMICA, AUTO-ORGANIZAÇÃO E INFORMAÇÃO

Coordenador Principal: Itala Maria Alfredo D' Ottaviano

Início: 5/2011

Término: 4/2016


Resumo:

O problema central a ser investigado neste Projeto Temático diz respeito ao estatuto epistemológico dos processos de auto-organização no domínio dos sistemas complexos, e será metodologicamente subdividido nos seguintes subproblemas: Qual o estatuto epistemológico dos processos auto-organizados supostamente presentes em certas classes de sistemas complexos, em especial nos sistemas informacionais e cognitivos? Qual o papel dos processos auto-organizados na dinâmica constitutiva dos hábitos presentes na ação cotidiana e no conhecimento comum? Quais as dificuldades para a modelagem de processos auto-organizados, face à incompletude dos formalismos empregados para descrever a espontaneidade observada na dinâmica de certas classes de sistemas complexos? Argumentaremos que uma definição geral do conceito de auto-organização e o esboço de uma teoria da auto-organização podem contribuir para a análise epistemológica da dinâmica de certas classes de sistemas complexos, fundamentada na teoria de sistemas e na teoria da informação. A pesquisa se insere em um contexto eminentemente interdisciplinar, envolvendo as áreas de filosofia, lógica, matemática, física, biologia, sociologia e engenharia. O Projeto consta de três subprojetos, que visam a contribuir para o desenvolvimento de uma teoria da auto-organização; à investigação do papel da informação e dos processos auto-organizados para a aquisição do conhecimento comum; à proposição de subsídios teóricos para a elaboração de modelos para processos com auto-organização em certos tipos de sistemas dinâmicos e sistemas complexos. Deverá ser também implantado o Observatório Auto-Organização, concebido como um espaço virtual para a disponibilização, em rede, das atividades e resultados desenvolvidos pelo Grupo.

Ocultar
SISTÊMICA, HÁBITOS E AUTO-ORGANIZAÇÃO

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Ramon Souza Capelle de Andrade

Início: 3/2007

Término: 10/2011


Resumo:

Projeto de Doutorado de Ramon Souza Capelle de Andrade, sob supervisão da Profa. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano.

Ocultar
SOBRE A LÓGICA E A ARITMÉTICA DAS RELAÇÕES

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D´Ottaviano

Início: 4/2009

Término: 3/2013


Resumo:

Projeto de doutorado do estudante Leandro Suguitani, sob orientação da Profa Dra. Itala Maria Loffredo D´Ottaviano - Resumo: Em 1975, Alfred Tarski visitou a Unicamp, tendo proferido duas conferências, nas quais apresentou sua axiomatização para as estruturas de álgebra relacional (RA). Nessa ocasião, Tarski deixou alguns problemas em abertos, entre os quais, apresentamos o seguinte: as RAs foram desenvolvidas, em princípio, para serem a contra-parte algébrica da lógica de primeira ordem clássica, no entanto, alguns resultados demonstraram que, da maneira como foram axiomatizadas por Tarski, as RAs não são um aparato adequado para esta tarefa. Sendo assim, para que manter essa axiomatização? Tarski justifica-se: deve-se mantê-la pois através desta formalização pode-se expressar quase toda a matemática. De fato, Tarski e Steven Givant, em 1986, demonstraram que isso é possível, provando que as RAs podem ser usadas para axiomatizar algumas teorias de conjuntos e a teoria de números, apesar de não terem apresentado explicitamente uma axiomatização específica. Motivados por esse problema e sua solução parcial, neste Projeto de Pesquisa pretendemos analisar a utilização de sistemas relacionais em três contextos distintos: na filosofia da ciência - para se procurar definir adequadamente um conceito de estrutura sob o enfoque filosófico do realismo estrutural ontológico; nos fundamentos da matemática - para se analisar vantagens e desvantagens de se fundamentar esta ciência usando sistemas relacionais; e na lógica - para se estudar a possibilidade de se obter sistemas relacionais com a mesma capacidade de expressão e provabilidade da lógica de segunda ordem clássica

Ocultar
SOBRE OS FUNDAMENTOS DA PROGRAMAÇÃO

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Tarcísio Genaro Rodrigues

Início: 3/2009

Término: 9/2010


Resumo:

Projeto de Mestrado de Tarcísio Genaro Rodrigues, sob orientação do Prof. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
SOBRE OS FUNDAMENTOS DA PROGRAMAÇÃO DA LÓGICA PARACONSISTENTE

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Tarcísio Genaro Rodrigues

Início: 3/2009

Término: 9/2010


Resumo:

Projeto de Mestrado de Tarcísio Genaro Rodrigues, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
SOBRE TRADUÇÕES ENTRE LÓGICAS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 1/2013

Término: 12/2015


Resumo:

Projeto de doutorado da estudante Angela Pereira Rodrigues Moreira, sob orientação da Profa. Dra. Itala Maria Loffredo D' Ottaviano. Resumo: Desde as primeiras décadas do século XX interpretações entre lógicas têm sido estudadas, sendo que o termo tradução nem sempre foi utilizado. Destacamos como pioneiros de pesquisas nesta área Kolmogorov (1925), Glivenko (1929), Lewis e Langford (1932), Gödel (1933) e Gentzen (1933). Em 1999, da Silva, D'Ottaviano e Sette propuseram uma definição bem geral para o conceito de tradução entre lógicas. Orientado por D'Ottaviano, Feitosa (1997), em sua tese de doutorado, analisou o conceito de tradução conservativa e obteve propriedades importantes e aplicações dessa classe de traduções. Têm sido publicados diversos artigos utilizando estes dois conceitos. No II World Congress on Universal Logic (UNILOG'07), Carnielli, Coniglio e D'Ottaviano (2007) introduziram o conceito de tradução contextual. Recentemente JeYábek (2012) obteve resultados sobre a existência de tradução conservativa entre quaisquer dois sistemas dedutivos razoáveis e concluiu que seriam necessários critérios mais refinados para definir traduções. Neste projeto de pesquisa, além de estudar os artigos históricos sobre traduções entre lógicas, analisaremos trabalhos recentes da literatura sobre o tema. Os objetivos deste projeto são os seguintes: obter uma condição necessária e suficiente que caracterize as traduções contextuais; analisar as possíveis especificidades e inter-relações entre tradução conservativa e tradução contextual; caracterizar uma possível categoria cujos objetos sejam as lógicas Tarskianas e cujos morfismos sejam as traduções contextuais; e analisar possíveis impactos do artigo de JeYábek (2012) no conceito de tradução conservativa.

Ocultar
SOBRE TRADUÇÕES ENTRE LÓGICAS: RELAÇÕES ENTRE TRADUÇÕES CONSERVATIVAS E TRADUÇÕES CONTEXTUAIS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D'Ottaviano

Início: 01/2013

Término: 12/2015


Resumo:

Desde as primeiras décadas do século XX interpretações entre lógicas têm sido estudadas, sendo que o termo "tradução" nem sempre foi utilizado. Destacamos como pioneiros de pesquisas nesta área Kolmogorov (1925), Glivenko (1929), Lewis e Langford (1932), Gödel (1933) e Gentzen (1933). Em 1999, da Silva, D'Ottaviano e Sette propuseram uma definição bem geral para o conceito de tradução entre lógicas. Orientado por D'Ottaviano, Feitosa (1997), em sua tese de doutorado, analisou o conceito de tradução conservativa e obteve propriedades importantes e aplicações dessa classe de traduções. Têm sido publicados diversos artigos utilizando estes dois conceitos. No "II World Congress on Universal Logic" (UNILOG'07), Carnielli, Coniglio e D'Ottaviano (2007) introduziram o conceito de tradução contextual. Recentemente JeYábek (2012) obteve resultados sobre a existência de tradução conservativa entre quaisquer dois sistemas dedutivos razoáveis e concluiu que seriam necessários critérios mais refinados para definir traduções. Neste projeto de pesquisa, além de estudar os artigos históricos sobre traduções entre lógicas, analisaremos trabalhos recentes da literatura sobre o tema. Os objetivos deste projeto são os seguintes: obter uma condição necessária e suficiente que caracterize as traduções contextuais; analisar as possíveis especificidades e inter-relações entre tradução conservativa e tradução contextual; caracterizar uma possível categoria cujos objetos sejam as lógicas Tarskianas e cujos morfismos sejam as traduções contextuais; e analisar possíveis impactos do artigo de JeYábek (2012) no conceito de tradução conservativa.

Ocultar
TEORIA DES CONJUNTOS E SUA LÓGICA INTERNA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 03/2014

Término: 02/2017


Resumo:

Neste projeto, proponho investigar o fenômeno da independência na teoria dos conjuntos no contexto da lógica paraconsistente, a partir de um ponto de vista multidisciplinar. A principal motivação deste trabalho encontra-se nos limites da lógica clássica no estudo da noção de verdade nos modelos de ZFC (i.e. a primeira ordem padrão de axiomatização da teoria dos conjuntos). Especificamente, eu pretendo aplicar a Lógica da Inconsistência Formal (LFI) no estudo da estrutura matemática que consiste de todos os possíveis modelos naquele que podemos obter por meio do método de forcing (o multiverso). O primeiro objetivo é determinar quais são os melhores princípios lógicos paraconsistentes que possam descrever o multiverso, enquanto o segundo - e principal - objetivo é determinar se e como é possível demonstrar provas de independencia na teoria dos conjuntos paraconsistente (i.e. a teoria dos conjuntos cuja lógica interna é paraconsistente; em particular a LFI). Em especial, planejo definir e estudar a versão paraconsistente da classe construtível $L$ e a versão paraconsistente do método de forcing. Além disso, meu projeto de pesquisa almeja uma justificativa filosófica do uso da lógica paraconsistente no estudo da independência na teoria dos conjuntos, discutindo seu caráter quase empírico e as consequências que este aspecto determina na noção de verdade na teoria dos conjuntos.

Ocultar
TRADUÇÕES ENTRE LÓGICAS

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D´Ottaviano

Início: 3/1995

Término: 1/1900


Resumo:

Estudo de traduções entre lógicas, as quais preservam fortemente relações e consequências.

Ocultar
UM ESTUDO SOBRE A ANALITICIDADE NA FILOSOFIA DE QUINE

Coordenador Principal: Marco Antonio Caron Ruffino

Início: 08/2014

Término: 09/2016


Resumo:

Em 1951, Quine lança seu celebrado artigo Dois dogmas do empirismo (1961b), onde coloca à prova a distinção entre enunciados analíticos e sintéticos, tão cara às filosofias da Ciência e da linguagem adotadas por diversos filósofos analíticos e positivistas lógicos. Ele argumenta que a noção de analiticidade é ininteligível e, portanto, deve ser abandonada; ao mesmo tempo propõe um modelo de significação e de conhecimento que dispensa o uso da noção, a saber, o modelo holista (semântico e epistemológico). O modelo proposto por Quine depende do sucesso de seu ataque à analiticidade, que por sua vez depende de sua posição acerca da noção de sinonímia, que depende de sua concepção da noção de significado. Os tratamentos dados por ele para estas noções são duramente criticados durante os anos seguintes, o que o levou a mudar seu posicionamento em obras posteriores, a saber, Word and object (1960), The roots of reference (1973) e Pursuit of truth (1992). O objetivo dessa pesquisa é examinar os argumentos de Quine e de seus opositores para compreender os diferentes posicionamentos defendidos por ele acerca da analiticidade e das noções correlatas durante sua carreira. Partiremos da alegação de que a analiticidade é ininteligível e da suposição de que seria mais vantajoso abandoná-la, em (1961b), e teremos como ponto final, em (1973) e (1992), a aceitação da inteligibilidade da noção e de sua utilidade. Por fim, tentaremos entender quais os efeitos destas mudanças em outros aspectos da Filosofia de Quine, como o holismo. (AU)

Ocultar
UMA NOVA ABORDAGEM PARA A NOÇÃO DE QUASE-VERDADE

Coordenador Principal: Marcelo Esteban Coniglio e Luiz Henrique da Cruz Silvestrini

Início: 3/2008

Término: 3/2011


Resumo:

Projeto de Doutorado de Luiz Henrique da Cruz Silvestrini, sob orientação do Prof. Dr. Marcelo Esteban Coniglio.

Ocultar
UMA TEORIA PARACONSISTENTE PARA A VERDADE ARITMÉTICA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 3/2012

Término: 1/1900


Resumo:

Desenvolvimento do projeto: “Uma teoria paraconsistente para a verdade aritmética” pelo Pesquisador Associado do CLE, Abílio Azambuja Rodrigues FIlho, sob supervisão do Prof. Walter Carnielli

Ocultar
UNILOG' 2013 - 4TH WORLD CONGRESS AND SCHOOL ON UNIVERSAL LOGIC

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano

Início: 3/2013

Término: 7/2013


Resumo:

Realização do UNILOG' 2013 - eth World Congress and School on Universal Logic, de 29 de março a 07 de abril de 2013, no Rio de Janeiro, co-patrocinado pelo Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência da Unicamp

Ocultar
VI COLÓQUIO NACIONAL WITTGENSTEIN/III COLÓQUIO INTERNACIONAL WITTGENSTEIN

Coordenador Principal: Arley Ramos Moreno

Início: 11/2009

Término: 11/2009


Resumo:

Realização do 6º Colóquio Nacional/3º Colóquio Internacional Wittgenstein, de 21 a 25 de novembro de 2009, coordenado pelo Prof. Dr. Arley Ramos Moreno.

Ocultar
VII COLÓQUIO NACIONAL/IV INTERNACIONAL WITTGENSTEIN

Coordenador Principal: Arley Ramos Moreno

Início: 9/2011

Término: 9/2011


Resumo:

Realização do VII Colóquio Nacional/IV Internacional Wittgenstein, de 28 a 30 de setembro de 2011, no IFCH/UNICAMP, coordenado pelo Prof. Dr. Arley Ramos Moreno

Ocultar
VIRTUDE DO CARÁTER E PRUDÊNCIA NA ETHICA NICOMACHEA

Coordenador Principal: Lucas Angioni

Início: 03/2015

Término: 06/2017


Resumo:

Na obra Ethica Nicomachea, Aristóteles faz as seguintes afirmações "o fim (telos) não é objeto de deliberação, mas aquelas coisas que conduzem ao fim (ta pros ta tele)" (1112b33-34) e que "a virtude (he arete) faz o alvo (ton skopon) ser correto, ao passo que a phronesis faz ser correto aquilo que leva ao alvo" (1144a7-9). Um problema que se coloca com essas afirmações é que os fins adotados por um agente moral não parecem ser objeto de escolha racional, uma vez que a deliberação, um procedimento racional, está fadada a lidar apenas com as coisas que conduzem aos fins, enquanto que os fins, por seu turno, são da alçada da virtude do caráter, que é descrita por Aristóteles como uma virtude da parte não-racional da alma. À primeira vista, a tese é contra intuitiva, pois costumamos pensar que os fins que um agente moral persegue são escolhidos por meio de algum procedimento racional. Nessa medida, o objetivo da nossa pesquisa será compreender como Aristóteles sustenta tais teses, o que nos levará a pesquisar de que modo Aristóteles compreende as relações entre virtude do caráter e phronesis, como elas se articulam na delimitação dos fins e das coisas que conduzem ao fim e de que maneira deve ser compreendido o papel de ambas na elaboração da escolha deliberada (prohairesis). (AU)

Ocultar
WORKSHOP GEORGE BERKELEY: FILOSOFIA, CIÊNCIA E MATEMÁTICA

Coordenador Principal: Sílvio Seno Chibeni

Início: 9/2008

Término: 12/2009


Resumo:

Realização do Workshop George Berkeley: filosofia, ciência e matemática, nos dias 9 e 10 de setembo de 2008, promovido pelo Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência e pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp.

Ocultar
X SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA - X SNHM

Coordenador Principal: Itala Maria Loffredo D' Ottaviano e Fábio Maia Bertato

Início: 3/2013

Término: 3/2013


Resumo:

Realização do X Seminário de História da Matemática, organizado pela Sociedade Brasileira de História da Matemática e pelo Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência, de 24 a 27 de março de 2014.

Ocultar
XI COLÓQUIO KANT DA UNICAMP - 1781: KANT DIANTE DOS PROBLEMAS DA RAZÃO TEÓRICA

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 8/2009

Término: 6/2009


Resumo:

Realização do XI Colóquio Kant da Unicamp - 1781: Kant diante dos problemas da razão teórica, organizado pela Sociedade Kant Brasileira - Seção Campinas, de 3 a 6 de agosto de 2009.

Ocultar
XII COLÓQUIO KANT DA UNICAMP - DIREITO E POLÍTICA

Coordenador Principal: José Oscar de Almeida Marques e Zeljko Loparic

Início: 7/2010

Término: 7/2010


Resumo:

Realização do XII Colóquio Kant da Unicamp - Direito e Política, de 26 a 29 de julho de 2010, no IFCH - UNICAMP.

Ocultar
XIII COLÓQUIO KANT DA UNICAMP - KANT E A CIÊNCIA DO SEU TEMPO

Coordenador Principal: Zeljko Loparic e José Oscar de Almeida Marques

Início: 12/2011

Término: 12/2011


Resumo:

Realização do XIII Colóquio Kant da Unicamp - Kant e a ciência do seu tempo, de 14 a 16 de dezembro de 2011, coordenado pelos professores José Oscar de Almeida Marques e Zeljko Loparic

Ocultar
XIV COLÓQUIO KANT DA UNICAMP - JUSTIÇA E LIBERDADE

Coordenador Principal: Zeljko Loparic/José Oscar de Almeida Marques

Início: 8/2012

Término: 10/2012


Resumo:

Realização do XIV Colóquio Kant, de 8 a 10 de agosto de 2012, coordenados pelos professores Zeljko Loparic e José Oscar de Almeida Marques

Ocultar
XV COLÓQUIO KANT DA UNICAMP - INSTITUIÇÕES SEM CONCEITOS SÃO CEGAS

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 10/2013

Término: 10/2013


Resumo:

Realização do XV Colóquio Kant da Unicamp, dedicado ao tema Instituições sem conceitos são cegas, promovido pela Sociedade Kant - Seção Campinas e pelo Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência

Ocultar
XVI COLÓQUIO WINNICOTT INTERNACIONAL. A ÉTICA DO CUIDADO

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 5/2011

Término: 5/2011


Resumo:

Realização do XVI Colóquio Winnicott Internacional. A ética do cuidado, de 26 a 28 de maio de 2011, coordenado pelo Prof. Dr. Zeljko Loparic

Ocultar
XVI ENCONTRO BRASILEIRO DE LÓGICA E ESCOLA DE LÓGICA

Coordenador Principal: Walter Alexandre Carnielli

Início: 5/2011

Término: 5/2011


Resumo:

Realização do XVI Encontro Brasileiro de Lógica, antecedido pela Escola de Lógica, de 07 a 13 de maio de 2011, no Rio de Janeiro (RJ)

Ocultar
XVII COLÓQUIO WINNICOTT. E O PAÍ?

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 5/2012

Término: 5/2012


Resumo:

Realização do XVII Colóquio Winnicott, de 23 a 25 de maio de 2012, coordenado pelo Prof. Dr. Zeljko Loparic.

Ocultar
XVIII COLÓQUIO WINNICOT INTERNACIONAL. FAMÍLIA E AMADURECIMENTO

Coordenador Principal: Zeljko Loparic

Início: 5/2013

Término: 5/2013


Resumo:

Realização do XVIII Colóquio Winnicot Internacional. Família e amadurecimento, de 23 a 25 de maio de 2013, coordenado pelo Prof. Dr. Zeljko Loparic.

Ocultar
AÇÕES MORAIS NA ÉTICA A NICÔMACO: RAZÃO, EMOÇÃO E DESENVOLVIMENTO MORAL

Coordenador Principal: Lucas Angioni

Início: 03/2018


Resumo:

Na Ética a Nicômaco, Aristóteles argumenta que cabe ao caráter e à razão delimitar e implementar as ações morais. O texto aristotélico, no entanto, traz inúmeras dificuldades exegéticas e filosóficas quando se tenta definir precisamente qual o papel desempenhado pelo caráter e pela razão nas ações morais. Há um conjunto de passagens na Ética a Nicômaco em que Aristóteles aparentemente defende a seguinte distribuição de tarefas: ao caráter cabe a tarefa de adotar os fins morais, enquanto à razão, representada pela phronesis, cabe a tarefa de delimitar como promovê-los. A divisão de trabalho proposta é problemática, pois ela outorga a função de adotar os fins morais a uma capacidade que Aristóteles classifica como não-racional, além de restringir a jurisdição da razão a apenas encontrar "meios" de alcançar esses fins. Entretanto, em outras passagens, Aristóteles aparentemente argumenta em favor de uma divisão de tarefas diferente dessa. Em tais passagens, o caráter aparece sob a tutela da razão, que lhe serve de guia. As afirmações de Aristóteles parecem revelar uma certa inconsistência na formulação da distribuição de tarefas entre caráter e razão. Minha proposta de pesquisa é investigar as formulações feitas por Aristóteles em relação aos papeis desempenhados pelo caráter e pela razão na promoção das ações morais. Minha principal hipótese de leitura é que a divisão de tarefas deve ser entendida no interior de uma psicologia do desenvolvimento moral.

Ocultar
Voltar
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Serviços Escreva sua matéria
Acesse pelo celular