Projetos
49 Projetos de Pesquisa (NICS) Fonte: Avaliação Institucional 2009-2013
A EDUCAÇÃO MUSICAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS SENSORIAIS ATRAVÉS DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Coordenador Principal: Jose Fornari


Resumo:

Sabe-se que as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) tornaram-se ferramentas ubíquas em todas as áreas da atuação humana. No campo da acessibilidade, Pessoas com Deficiências Sensoriais (PDS), como os cegos e os surdos, também podem e devem se beneficiar com tais ferramentas, que tem a capacidade de facilitar enormemente sua inclusão em campos das ciências e das artes. No caso da música, as TIC tem beneficiado tanto a produção quanto a educação musical. Este projeto trata de ações educacionais inclusivas em música para a PDS.
Existem diversas ações mundiais com avanços em TIC para fomentar a inclusão da PDS na sociedade atual. Pode-se, por exemplo, citar os trabalhos divulgados no evento internacional intitulado “Computers Helping People with Special Needs” cuja última edição foi o 15th International Conference, ICCHP 2016, em Linz, na Austria. Este evento traz as últimas inovações tecnológicas que podem ser utilizadas para o propósito de inclusão da PDS.
Como a imensa quantidade de informação provida pelas TIC é gráfica, pode-se inferir que das PCDS, as que mais carecem de meios adequados de acesso computacional são os cegos.
Embora existam diversas TIC desenvolvidas com o propósito de serem usadas no campo específico dessa deficiência sensorial (tais como os leitores de tela, teclados em braile, lupas, scanners e o hardware linha braile) tais ferramentas são onerosas e ainda apresentam um escasso e limitado acesso à ampla gama de informação visual provida pelas TIC, mesmo na esfera da educação musical, onde apesar da natureza sonora desta arte, as ferramentas específicas para tal acesso também são predominantemente gráficas (ex: editores de notação musical, editores de áudio, etc.).
No caso específico de surdos, a música pode ser percebida (e apreciada) de modo tátil, através da vibração que as ondas sonoras provocam no corpo do indivíduo, bem como por meio de estratégias de mapeamento da informação sonora em sinais visuais, como são feitos, entre outros, pelo grupo Deaf Professional Arts Network.
No âmbito da educação musical, as TIC integram o conjunto de metodologias adotadas no ensino de música, como indicam Gohn (2010 e 2012), Watson (2011); Bauer (2013); Freddman (2013); e Santos (2015). Este projeto pretende utilizar TIC específicas, menos dependentes da informação gráfica, que fomentem o mapeamento sinestésico de informações sonoras para outros meios, como o háptico e o gestual, de modo a garantir que o processo de educação musical possa ocorrer adequada e eficientemente para as PDS.

Ocultar
CORRELAÇÕES RITMO-TIMBRE PARA MUSICA INSTRUMENTAL E MISTA: ORGANIZAÇÃO, COMPLEXIDADE E INFORMAÇÃO (FASE 2).

Coordenador Principal: Adolfo Maia Jr.

Início: 08/2017

Término: 08/2019


Resumo:

Neste projeto propomos pesquisar a organização temporal de estruturas timbrísticas e rítmicas através de duas formulações complementares, Correlações Estatísticas e Teoria da Informação, com vistas ao desenvolvimento de um método de análise musical e de composição de Música Instrumental e Mista, assistida por computador. Especificamente, propomos o estudo e aplicações de modelos formais para organização hierárquica e temporal de estruturas timbrísticas como, por exemplo, texturas sonoras, correlacionadas a padrões rítmicos em música instrumental e mista. A organização hierárquica de estruturas será baseada em Medidas de Similaridade, definidas em trabalho anterior. Como aplicações destes modelos queremos analisar padrões ritmo-timbristicos de obras de alguns compositores do século XX, partindo de análise crítica e apoiada pela Teoria da Informação (Shannon e Kolmogorov). Assim pretendemos estudar correlações estatísticas em três classes de matrizes: Ritmo-Ritmo, Timbre-Timbre, e Ritmo-Timbre. Os padrões destes modelos serão estendidos e transformados convenientemente para Composição Musical, a qual será realizada em duas etapas: Précomposição com a construção, através das matrizes acima mencionadas, de um template Ritmo-Timbre e a Composição propriamente dita com o sequenciamento temporal das estruturas sonoras com controle do conteúdo informacional. Com isto em vista, uma das possibilidades que vamos pesquisar é o sequenciamento temporal através de Cadeias de Markov.
Parte deste projeto foi inspirado e é a continuação natural de um projeto de pesquisa em andamento (bolsa PQ2, processo 303668/2010-5) financiado pelo CNPq, no qual desenvolvemos métodos de geração e controle de fluxos de sons granulares, com sua timbristica, ritmos e espacialização peculiares, com a finalidade de composição com síntese granular correlacionados a sistemas audiovisuais.
É importante ressaltar aqui que este nosso projeto traz, além dos estudos do ponto de vista histórico e analítico, propostas de novas técnicas de organização sonora para o seu uso efetivo em composição de música instrumental e mista,. Assim, estão previstos experimentos acústicos-musicais bem como a composição de algumas obras instrumentais e mistas para conjuntos de câmera.

Ocultar
A EMERGÊNCIA DO SIGNIFICADO EM MÚSICA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2006

Término: 3/2010


Resumo:

Este projeto relaciona-se ao conceito de significado musical. Acreditamos que uma abordagem emergentista desse conceito é não somente possível, mas bastante promissora no entendimento do que é e como surge o significado em música. Inicialmente, apresentamos uma breve introdução às teorias emergentistas; em seguida discutimos alguns aspectos relacionados ao conceito de significado musical. Depois apresentamos algumas teorias e modelagens computacionais, aplicadas à música, que empregam a noção de propriedade emergente. Por fim, formulamos nossa hipótese de uma abordagem emergentista do significado musical. Acreditamos que entender o significado musical como uma propriedade emergente mostra-se como uma superação de alguns dos problemas que as abordagens musicológicas tradicionais dessa questão apresentam. (AU)

Ocultar
A LITTLE SUITE FOR CHRISTMAS, A.D. 1979 PARA PIANO SOLO DE GEORGE CRUMB: CONSTRUÇÃO DA EXECUÇÃO INSTRUMENTAL COM BASE NO SISTEMA LABAN.

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 6/2013

Término: 5/2016


Resumo:

Neste projeto de pesquisa apresentam-se propostas de aplicação do Sistema Laban de organização do movimento como subsídio para a construção

Ocultar
A MÚSICA, O TIMBRE E O TEMPO: UM ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DA ORDENAÇÃO E ESCALA TEMPORAL NOS PROCESSOS DA PSICOACÚSTICA, COGNIÇÃO E AFETO MUSICAL

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Junior

Início: 1/2013

Término: 7/2014


Resumo:

A influe?ncia do domi?nio do tempo na musica e? incontesta?vel. Percebemos os eventos musicais de forma inexoravelmente sequencial, ao longo do tempo. A ordem e a durac?a?o de tais eventos influenciam a maneira como sentimos e identificamos os aspectos sonoros que compo?em a mu?sica. Podemos dividir os processos da escuta em tre?s etapas: Percepc?a?o (psicoacu?stica), Cognic?a?o (identificac?a?o e entendimento) e Afeto Musical (evocac?a?o de emoc?o?es por meio da escuta de mu?sica). Cada qual ocorre atrave?s de distintos mecanismos e escalas de tempo. Sendo tais processos influenciados por fatores subjetivos, naturalmente deparamos com grandes discrepa?ncias contextuais, que variam de indivi?duo para indivi?duo. Mesmo assim, e? possi?vel estudar padro?es ata?vicos da percepc?a?o temporal dos processos musicais. Para estudar tais padro?es, e? necessa?rio usar tre?s ordens de grandeza de tempo, cada qual relacionada a uma etapa do processo de escuta. Dentre estes, o processo do Afeto Musical e? o mais intrigante, e menos estudado, dos tre?s. O objetivo deste projeto e? estudar as fronteiras das durac?o?es de tempo onde que separam os tre?s processos de escuta. A metodologia usada na primeira fase deste trabalho foi a pesquisa bibliogra?fica, que aponta para a possi?vel conclusa?o de que, em teoria, quanto mais complexo for um evento musical, maior sera? a variac?a?o das fronteiras das durac?o?es temporais. A seguir, pretendemos desenvolver
experimentos afim de verificar empiricamente a pesquisa teo?rica ate? o momento realizada.

Ocultar
A PEÇA MUSICAL COMO EVENTO DE UM SISTEMA COMPLEXO ABERTO E MODELIZÁVEL

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2013

Término: 3/2017


Resumo:

As composições musicais podem ser consideradas como sistemas complexos e autonomos e assim serem o objeto de modelizações computacionais avançadas. Propomos desenvolver esta ideia realizando modelos formais que permitem o estudo de pec'as do repertorio musical contemporaneo e a concepc'ao de ferramentas computacionais correspondentes. Nos basearemos especialmente sobre as noc'oes inspiradas da programac'ao orientada aý objetos com o objeto de modelizar, produzir e avaliar diferentes 'instancias' e configurac'oes de tais sistemas complexos e autonomos e assim serem o objeto de modelizac'oes computacionais avanc'adas. Propomos desenvolver esta ideia realizando modelos formais que permitem o estudo de pec'as do repertorio musical contemporaneo e a concepc'ao de ferramentas computacionais correspondentes. Nos basearemos especialmente sobre as noc'oes inspiradas da programac'ao orientada aý objetos com o objeto de modelizar, produzir e avaliar diferentes 'instancias' e configurac'oes de tais sistemas.

Ocultar
A PLASTICIDADE DO SONORO: O GESTO NAS ORIGENS DA COMPOSIÇÃO GENERATIVA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 8/2009

Término: 8/2010


Resumo:

Ambientada a partir da década de cinqüenta a pesquisa propõe uma análise em torno das experiências de utilização do acaso na produção

Ocultar
ADAPTAÇÃO DE UM SISTEMA DE VISÃO OMNIDIRECIONAL PARA O MONITORAMENTO DE ROBÔS MÓVEIS ATRAVÉS DE PADRÕES DE CORES

Coordenador Principal: Artemis Maria Francelin Sanchez Moroni

Início: 9/2008

Término: 3/2009


Resumo:

Esse trabalho se insere dentro do contexto do projeto AURAL, projeto FAPESP 05-56186/9 (linha de fomento Jovens Pesquisadores) numa cooperação entre a DRVC/CenPRA (atual CTI Renato Archer) e o NICS/Unicamp. O projeto AURAL propõe a construção de um ambiente sonoro-visual robótico interativo que permitirá a criação de coreografias para robôs móveis. Tais coreografias poderão ser experimentadas e apresentadas in loco ou à distância, através de laboratório de acesso remoto pela internet. O resultado será um ambiente robótico interativo que reúne as características do ambiente JaVOX, sobre o qual o AURAL está construído. No JaVOX a computação evolutiva é aplicada à produção sonora. Uma área de controle da interface interativa habilita o usuário a desenhar curvas num espaço de fase, associando a elas trajetórias que guiam a produção sonora. No AURAL, através de uma facilidade similar, as trajetórias são transmitidas para o Nomad 200, robô móvel da Divisão de Robótica e Visão Computacional do CTI Renato Archer. O Nomad percorre um espaço físico associado a um espaço conceitual sonoro, de acordo com uma trajetória aproximada à trajetória recebida. Para tanto está sendo construído um sistema de visão omnidirecional que, usando um espelho convexo, a partir das imagens do ambiente capturadas via uma webcam, calcula as coordenadas da posição do robô no ambiente e o realimenta. Para o monitoramento do robô, uma lâmpada foi colocada sobre o robô e tem sido utilizadas funções da biblioteca OpenCV [1] baseada em luminosidade. Mas a invasão de luz de outras fontes pode confundir o sistema de visão. Assim, pretende-se adotar uma solução baseada em padrões coloridos para o monitoramento. Essa proposta refere-se à adaptação do sistema de visão de funções baseadas em luminosidade para funções baseadas em padrões de cores.

Ocultar
ANÁLISE FATORIAL DO TESTE DE CONSCIÊNCIA INTERVALAR: EM BUSCA DA DEFINIÇÃO E DA OPERACIONALIZAÇÃO DE UM CONSTRUTO MUSICAL

Coordenador Principal: Pedro de Alcântara Senra de Oliveira Neto

Início: 01/2016

Término: 02/2017


Resumo:

Em trabalho anterior, (Neto, 2016, 2017a, 2017b) deu início à definição e à operacionalização do construto da ‘’Consciência Intervalar’’, que diz respeito à capacidade que indivíduos têm de reconhecer e de manipular intervalos melódicos em contextos musicais variados. Como forma de possibilitar investigações empíricas acerca dessas capacidades, criou-se o "Teste de Consciência Intervalar", que foi avaliado segundo aspectos de validade de critério, validade de construto e fidedignidade. Mesmo que tenham apontados índices satisfatórios de qualidade, essas medidas de validação não podem ser consideradas como conclusivas.
No presente trabalho, é proposta a continuação desta pesquisa através da realização de análises fatoriais confirmatórias e exploratórias sobre o Teste de Consciência Intervalar.
A exploração estatística dos fatores que compõem este instrumento servirá como continuação dos trabalhos investigativos empreendidos por Neto (2016, 2017a, 2017b) e permitirá um aprimoramento teórico do construto da Consciência Intervalar.

Ocultar
ANÁLISE MUSICAL E COMPUTACIONAL DA SONORIDADE ARMORIAL

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Junior

Início: 3/2012

Término: 8/2014


Resumo:

A música armorial refere-se à vertente musical do Movimento Armorial, termo cunhado por Ariano Suassuna que se refere ao fenômeno de origens e dimensões multiculturais, surgido na região Nordeste do Brasil e que promoveu a criação de um gênero musical singular, através da recriação de elementos da música popular e erudita, contidos nas músicas tradicionais ibéricas, dos cantos religiosos introduzidos por jesuítas, da influência africana e indígena. O Movimento apresentou uma sonoridade única que pode ser percebida tanto pelo ouvinte perito quanto pelo ouvinte leigo. Pretendeu-se, com este trabalho, por meio da análise musical e computacional, considerando a evolução histórica que culminou com o evento, identificar os aspectos que são característicos à música armorial mediados pelos princípios da Gestalt. A metodologia utilizada foi a análise musical de peças armoriais e a análise computacional de aspectos acústicos dessa sonoridade amparadas por princípios gestalticos. Os resultados obtidos permitem concluir que a utilização de tais princípios gestalticos correlacionando a análise musical com a computacional aponta para a possibilidade de novas investigações sobre aspectos musicais característicos onde a utilização de descritores musicais apresentam resultados interessantes que abriram perspectivas para novos meios de análise da sonoridade característica de gêneros musicais peculiares, como o caso da música armorial

Ocultar
ANÁLISE, GERAÇÃO E GESTÃO DA ATIVIDADE RÍTMICA PARA INTERAÇÃO EM TEMPO REAL ENTRE INSTRUMENTISTA(S) E DISPOSITIVO INFORMÁTICO

Coordenador Principal: Silvio Ferraz

Início: 11/2010

Término: 10/2013


Resumo:

Procurando estender as possibilidades oferecidas pelos progressos recentes da computação musical e principalmente do ambiente O'Max, o presente projeto visa ampliar os meios conceituais e tecnológicos de geração e gestão de sequências musicais a partir de informações rítmicas extraídas em tempo real durante a execução de um (ou mais) instrumentista(s). No âmbito da interação entre dispositivos informáticos e músico(s)/improvisador(es), esses meios permitirão a reinjeção, nas sequências geradas durante uma sessão musical, de informações (rítmicas) advindas dos acontecimentos anteriores da dita execução.As teorias analíticas contemporâneas, tomando diversos aspectos da atividade rítmica do discurso musical como objeto, formarão o arcabouço heurístico geral do projeto, que tentará deduzir, a partir delas, estratégias que permitam produzir o tipo de interação desejada, de desenvolver os protótipos funcionais e de explorá-los em situações reais de improvisação.Além das aplicações concretas que advirão como resultado dessa pesquisa, o encontro entre a teoria analítica e os desenvolvimentos de dispositivos interativos servirá como objeto de uma reflexão distinta, com uma atenção especial conferida aos possíveis desenvolvimentos desta em pesquisas futuras.Com uma duração estimada de dois anos, essa pesquisa de Pós-Doutorado será realizada por Stéphan Schaub, Doutor em musicologia pela Universidade de Paris IV - Sorbonne, sob a orientação do Prof. Dr. Silvio Ferraz no Instituto de Artes da Universidade de Campinas (Unicamp). O projeto far-se-á em colaboração com: o Departamento de Música da Universidade de São Paulo (USP); o Institut de Recherche et Coordination Acoustique/Musique (Ircam, Paris); a École des hautes études en sciences sociales (EHESS-CAMS, Paris); e o grupo de improvisação "Orquestra Errante", de São Paulo. Alguns dos eixos propostos estenderão o projeto temático dirigido pelo Prof. Dr. Silvio Ferraz, "O computador como espaço de composição e performance musicais" (FAPESP: 03/01253-8) e irão parcialmente ao encontro do projeto dirigido pelo Prof. Dr. Fernando Iazzetta, "Processos musicais interativos"

Ocultar
APLICAÇÃO DE MODELOS COMPUTACIONAIS DO SISTEMA AUDITIVO HUMANO PARA ANÁLISE E REPRESENTAÇÃO DE REGISTROS DE ÁUDIO DA MÚSICA CONTEMPORÂNEA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2012

Término: 3/2016


Resumo:

Propomos uma investigação sobre métodos computacionais para representação musical visando a análise do repertório de música contemporânea que se encaixe no paradigma da música-baseada-em-som, como introduzido por Landy (2008). Nosso objetivo é desenvolver um conjunto de ferramentas computacionais para a representação musical a partir do registro sonoro digital. Para isso, aplicaremos modelos computacionais de análise sonora baseados em estudos recentes sobre as bases neuronais do sistema auditivo humano. Acreditamos que os modelos de análise sonora desenvolvidos pela pesquisa na área de fisiologia auditiva podem fornecer subsídios para a elaboração de métodos quantitativos para representação de sons em contexto musical.

Ocultar
AURAL: AMBIENTE ROBÓTICO INTERATIVO APLICADO À PRODUÇÃO SONORA E VISUAL

Coordenador Principal: Artemis Maria Francelin Sanchez Moroni

Início: 2/2006

Término: 8/2010


Resumo:

Este projeto, o AURAL, propõe a construção de um ambiente sonoro-visual robótico interativo que permitirá a criação de coreografias para robôs móveis. Tais coreografias poderão ser experimentadas e apresentadas in loco ou à distância, através de laboratório de acesso remoto pela internet, o REAL (GUIMARÃES, 2004; GUIMARÃES et aI., 2003a, 2003b). O resultado será um ambiente robótico interativo que reúne as características funcionais dos ambientes VOX POPULI (MORONI et aI., 2000) e Art Lab (MORONI et aI., 2002a, 2002b), e que já começaram a ser integrados no ambiente JaVox (MORONI et aI., 2004), sobre o qual o AURAL será construído. Para desenvolvimento está sendo usado o ambiente Java. No JaVox (MORONI et aI., 2004), como no VOX POPULI (MORONI et aI., 2000), a computação evolutiva é aplicada à produção sonora e, como no Art Lab (MORONI et aI., 2002b), à produção visual. No VOX POPULI uma área de controle (pad) da interface interativa habilita o usuário a desenhar curvas num espaço de fase, associando a elas trajetórias que guiam a produção sonora. No AURAL, através de uma facilidade similar ao pad interativo, as trajetórias poderão ser criadas e transmitidas para os robôs móveis da Divisão de Robótica e Visão Computacional do Centro de Pesquisas Renato Archer. Um robô móvel percorrerá um espaço físico associado a um espaço conceitual sonoro, de acordo com uma trajetória aproximada à trajetória recebida. No ambiente AURAL o robô móvel poderá ser programado para acompanhar uma sequência sonora, como numa coreografia convencional ou, ao contrário, produzir uma sequência sonora, resultado da sua exploração do espaço conceitual. O mesmo poderá acontecer no domínio visual. O usuário poderá "programar" um cenário, ou o cenário poderá ser o resultado da exploração do espaço pelo robô. Nessa área emergente ligada à interatividade, Arte e Ciência crescentemente influenciam e fertilizam uma à outra. Conceitualmente esta proposta dentro da área de criatividade computacional, subárea da inteligência artificial, aplicada à computação musical. Dado o caráter interdisciplinar da proposta, inserem-se também nas áreas de Arte, aplicações à distância, robótica e visão computacional. (AU)

Ocultar
COLÓQUIO FRANCO-BRASILEIRO DE ANÁLISE MUSICAL COM SUPORTE COMPUTACIONAL

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2014

Término: 9/2014


Resumo:

O presente projeto tem como objetivo realizar o Colóquio Franco-brasileiro de Análise Musical com Suporte Computacional (AMusSC). A proposta parte de motivações e vínculos já estabelecidos com o IRCAM e pesquisadores das três universidades paulistas e as recentes interações entre o RepMus/IRCAM e o NICS/UNICAMP. A equipe do RepMus, dirigida pelo professor Gérard Assayag, realiza pesquisa de relevância internacional sobre a representação de estruturas musicais, linguagens e paradigmas computacionais aplicados à música. Três pesquisadores do RepMus serão os convidados do colóquio: Gerard Assayag, Jean Bresson e Moreno Andreatta. Os objetivos do Colóquio visam promover palestras sobre pontos-chaves no contexto da AMusSC com três especialistas de renome mundial na área; estudar a AMusSC num contexto contemporâneo a partir do aporte de modelos computacionais e da análise do repertório de obras do século XX; integrar as três universidades paulistas e fomentar intercâmbios futuros que ampliarão linhas de pesquisa que já estão em desenvolvimento, bem como, projetos de colaboração internacional visando acordos futuros entre a FAPESP e CNRS/França no campo da AMusSC. As ações preconizadas pelo Colóquio integram-se num projeto acadêmico que visa ao desenvolvimento da área de AMusSC no Brasil, com enfoque não apenas restrito à representação musical tradicional (aqui denomina simbólica), mas iluminar novos paradigmas e aportes metodológicos da música tal qual se dá nos diversos suportes que floresceram a partir da segunda metade do século passado. Métodos diretamente relacionados aos estudos no campo da Sonologia que recentemente emergem no Brasil.

Ocultar
COMPOSIÇÃO A PARTIR DE RECRIAÇÃO TIMBRISTICA COM O SUPORTE DE DESCRITORES DE AUDIO

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 7/2012

Término: 6/2015


Resumo:

Trata-se de um projeto de pesquisa de doutorado, pertencente ao programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da UNICAMP (IA) e ao

Ocultar
COMPOSIÇÃO DE TEXTURAS SONORAS NO ESPAÇO DE GABOR

Coordenador Principal: Adolfo Maia Jr.

Início: 8/2008

Término: 8/2010


Resumo:

Este projeto é uma extensão natural da nossa pesquisa que vem sendo desenvolvida nos últimos três anos no Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS) da UNICAMP, e que foi iniciada com uma bolsa de pesquisador visitante na Universidade de Plymouth (Inglaterra), financiada pela FAPESP e CAPES. Nesta pesquisa queremos estudar uma extensão do Espaço Tempo-Freqüencia de Gabor, muito conhecido em Síntese Granular, que proporcione ao compositor um verdadeiro espaço composicional com o qual possa construir e manipular estruturas sônicas, de uma maneira rápida e flexível. Este espaço, o qual denominamos Espaço Composicional de Gabor (ECG), é realizado computacionalmente por uma interface gráfica (GIGS) a qual pode ser interpretada como uma partitura para composição com síntese granular. Além disto, conjuntos no ECG com diversos tipos de estrutura podem ser vistos como Texturas Sonoras formantes de uma peça eletroacústica ou de uma paisagem sonora. Finalmente, Sistemas Dinâmicos também serão utilizados para o seqüenciamento temporal das estruturas sônicas tendo em mente sua possível utilização em peças eletroacústicas baseadas no método de Síntese Granular.

Ocultar
COMPUTADOR-INTERFACE APLICADA À ESCRITURA MUSICAL ALGORITMICA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 8/2010

Término: 1/2012


Resumo:

Este projeto propõe uma pesquisa sobre o uso do computador como instrumento de performance musical e organizador de sistemas

Ocultar
CONTROLE DE TRAJETÓRIAS PARA O ROBÔ PIONEER P3-DX

Coordenador Principal: Artemis Maria Francelin Sanchez Moroni

Início: 9/2008

Término: 3/2009


Resumo:

Esse trabalho se insere dentro do contexto do projeto AURAL, projeto FAPESP 05-56186/9 dentro da linha de fomento Jovens Pesquisadores, numa cooperação entre a DRVC/CenPRA (atual CTI Renato Archer) e o NICS/Unicamp. O projeto AURAL propõe a construção de um ambiente sonoro-visual robótico interativo que permitirá a criação de coreografias para robôs móveis. Tais coreografias poderão ser experimentadas e apresentadas in loco ou à distância, através de laboratório de acesso remoto pela internet. O resultado será um ambiente robótico interativo que reúne as características do ambiente JaVOX, sobre o qual o AURAL está construído. No JaVOX a computação evolutiva é aplicada à produção sonora. Uma área de controle da interface interativa habilita o usuário a desenhar curvas num espaço de fase, associando a elas trajetórias que guiam a produção sonora. No AURAL, através de uma facilidade similar, as trajetórias são transmitidas para o Nomad 200, robô móvel da Divisão de Robótica e Visão Computacional do CTI Renato Archer. O Nomad percorre um espaço físico associado a um espaço conceitual sonoro, de acordo com uma trajetória aproximada à trajetória recebida. Para tanto está sendo construído um sistema de visão omnidirecional que, usando um espelho convexo, a partir das imagens do ambiente capturadas via uma webcam, calcula as coordenadas da posição do robô no ambiente e o realimenta.Essa proposta refere-se à integração do robô Pioneer P3-DX ao ambiente AURAL. O robô Pioneer P3-DX foi adquirido para o projeto REAL da DRVC como infra-estrutura para o desenvolvimento das suas atividades com verba do CenPRA para o projeto REAL. O módulo de controle de trajetórias desenvolvido para o Nomad será adaptado para o robô Pioneer P3-DX. A seguir o AURAL será integrado ao laboratório de acesso remoto do REAL. (AU)

Ocultar
CORRELAÇÕES RITMO-TIMBRE PARA MUSICA INSTRUMENTAL E MISTA: ORGANIZAÇÃO, COMPLEXIDADE E INFORMAÇÃO

Coordenador Principal: 0

Início: 2/2014

Término: 1/2016


Resumo:

Neste projeto propomos pesquisar a organização temporal de estruturas timbrísticas e rítmicas através de duas formulações complementares, Correlações Estatísticas e Teoria da Informação, com vistas ao desenvolvimento de um método de análise musical e de composição de Música Instrumental e Mista, assistida por computador. Especificamente, propomos o estudo e aplicações de modelos formais para organização hierárquica e temporal de estruturas timbrísticas como, por exemplo, texturas sonoras, correlacionadas a padrões rítmicos em música instrumental e mista. A organização hierárquica de estruturas será baseada em Medidas de Similaridade, definidas em trabalho anterior. Como aplicações destes modelos queremos analisar padrões ritmo-timbristicos de obras de alguns compositores do século XX, partindo de análise crítica e apoiada pela Teoria da Informação (Shannon e Kolmogorov). Assim pretendemos estudar correlações estatísticas em três classes de matrizes: Ritmo-Ritmo, Timbre-Timbre, e Ritmo-Timbre. Os padrões destes modelos serão estendidos e transformados convenientemente para Composição Musical, a qual será realizada em duas etapas: Pré-composição com a construção, através das matrizes acima mencionadas, de um template Ritmo-Timbre e a Composição propriamente dita com o sequenciamento temporal das estruturas sonoras com controle do conteúdo informacional. Com isto em vista, uma das possibilidades que vamos pesquisar é o sequenciamento temporal através de Cadeias de Markov.
Parte deste projeto foi inspirado e é a continuação natural de um projeto de pesquisa em andamento (bolsa PQ2, processo 303668/2010-5) financiado pelo CNPq, no qual desenvolvemos métodos de geração e controle de fluxos de sons granulares, com sua timbristica, ritmos e espacialização peculiares, com a finalidade de composição com síntese granular correlacionados a sistemas audiovisuais.
É importante ressaltar aqui que este nosso projeto traz, além dos estudos do ponto de vista histórico e analítico, propostas de novas técnicas de organização sonora para o seu uso efetivo em composição de música instrumental e mista,. Assim, estão previstos experimentos acústicos-musicais bem como a composição de algumas obras instrumentais e mistas para conjuntos de câmera.

Ocultar
DESENVOLVIMENTO DE FRAMEWORK DE MAPEAMENTO E SONIFICAÇÃO PARA INSTALAÇÕES INTERATIVAS

Coordenador Principal: Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 2/2013

Término: 1/2014


Resumo:

O projeto apresenta proposta de estudo para desenvolvimento de estágio sanduíche na McGill University. A pesquisa busca soluções para aumentar a efetividade da imersão e da interação entre o público visitante e o sistema computacional no contexto de instalações interativas. Para este fim, propõe a utilização de estratégias de mapeamento e sonificação de parâmetros obtidos a partir da análise de gestos de interação realizados pelo público visitante.

Ocultar
DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ADAPTATIVOS EM PRODUÇÃO DE MÚSICA MISTA: APRENDIZADO DE MÁQUINA COMO FERRAMENTA DE BUSCA NO CONTEXTO DA INTERAÇÃO HOMEM-MÁQUINA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 11/2013

Término: 10/2015


Resumo:

O estudo aqui proposto será voltado a processos de composição musical relacionados a obras mistas com tratamento em tempo real. Nesse tipo de

Ocultar
DESENVOLVIMENTO DO AMBIENTE SOUND SHIZUKU COMPOSITION (SSC) EM PURE DATA VANILLA INTEGRADO COM PROCESSING

Coordenador Principal: Dr. Ivan Eiji Simurra

Início: 06/2016

Término: 06/2017


Resumo:

Trata-se do desenvolvimento do ambiente de análise sonora e sugestões orquestrais denominado Sound Shizuk u Composition (SSC ) cujo projeto piloto foi iniciado na pesquisa de doutorado do proponente. Nosso objetivo centrase principalmente em duas frentes de trabalho: a) atualização da versão do ambiente de programação em Pure Data (PD) utilizado no desenvolvimento do SSC e b) integração do nosso ambiente de análise e orquestração com ferramentas computacionais de assistência à interação gráfica e visual , como o Processing. Em
a), à época de seu piloto, o ambiente SSC foi Implementado em ambiente Pdextended 0.42.5 ao qual não possui suporte técnico de seus desenvolvedores. Diante de tal cenário, propõe atualizar a versão do PD cuja distribuição denominase vanilla. Já em
b), o ambiente Processing apresentase como uma ferramenta mais consistente que a biblioteca de visualização gráfica do próprio PD, denominado GEM. Em Processing, nosso objetivo centrase em refinar a comunicação e a interação do usuário com o SSC além do desenvolver uma interação mais robusta da visualização dos dados calculados pelo SSC. Este projeto vinculase indiretamente com a pesquisa de PósDoc intitulada “Timbre e Emoção: estratégias de análise de sonoridades orquestrais utilizando descritores de áudio” que está sendo realizada no Grupo de Computação Musical CompMus do IME/USP.

Ocultar
DESIGN SONORO APLICADO A INSTALAÇÕES MULTIMÍDIA

Coordenador Principal: Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 5/2011

Término: 4/2015


Resumo:

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo analisar o conceito de Design Sonoro e o alcance de sua aplicação em instalações multimídia. Para desenvolvimento deste projeto, pretendemos levantar uma contextualização do termo que, em si, é empregado por diversos gêneros musicais; em seguida, pretendemos definir sua aplicação em instalações multimídia, catalogando e apresentando panoramicamente recursos técnicos de modelagem sonora visando objetivos poéticos; por fim, pretendemos criar um portfólio de obras artísticas originais que exemplifiquem a aplicação do design sonoro como modelo para a implementação de instalações multimídia.

Ocultar
ECO-IMPROVISAÇÃO: UMA ABORDAGEM SOBRE MEDIAÇÃO TECNOLÓGICA NO CONTEXTO DE INTERFACES DIGITAIS MUSICAIS

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2014

Término: 3/2017


Resumo:

Este projeto, focado na linha de pesquisa em processos criativos, dedica-se ao estudo teórico e computacional de sistemas interativos com suporte de Interfaces Digitais Musicais (MDI). Propõe-se a construção de um instrumento aumentado que utilize a flauta transversal acrescido de aparatos extras (sensores) que será denominado de metaflauta. O objetivo dessa pesquisa é estender as possibilidades sonoro-expressivas originais do instrumento através de recursos eletrônicos capazes de explorar a gestualidade do intérprete como potencial expressivo-musical. Para tanto, propomos uma perspectiva ecológica da interação, considerando sobretudo os mecanismos de retroação existentes entre os "agentes" (humano e computacional) e seu meio (ambiente acústico). Em nossa proposta, cada sistema de geração sonora associado à MDI será modelado como Agente Autônomo, capaz de modificar-se frente aos estados comportamentais captados do meio. A arquitetura computacional de cada agente se constituirá de um modelo neural multicamadas, de forma que decisões tomadas por cada agente sejam pautadas não apenas em relação às contingências encontradas no meio, mas também pelo seu próprio histórico de interação. Intenta-se que a aplicação deste modelo à arquitetura da MDI propicie certa plasticidade à mesma, permitindo assim que a própria interface se adapte ante aos comportamentos extraídos do meio acústico. Como metodologia de análise, pretendemos utilizar a improvisação musical como recurso exploratório da metaflauta, entendendo essa também a partir de um viés ecológico no qual atuam intérpretes e interfaces tecnológicas como subsistemas do ambiente acústico.

Ocultar
ESPAÇO E INTERATIVIDADE NA MÚSICA ELETROACÚSTICA E NA ARTE SONORA COM SÍNTESE GRANULAR

Coordenador Principal: Adolfo Maia Junior

Início: 3/2012

Término: 8/2013


Resumo:

Este projeto pretende estudar as formas de apropriação do espaço como elemento interativo de comunicação sonora na produção musical recente. O espaço, mesmo que implicitamente presente em toda a história da música ocidental, tem ganhado efetiva notoriedade na comunicação sonora desde o advento da música eletroacústica. Na sua primeira parte, o projeto apresenta um estudo histórico e comparativo do uso da espacialização, através do reconhecimento de níveis e tipologias de interatividade e espacialização nos contextos da música eletroacústica e da arte sonora. Na segunda parte, apresentamos uma proposta de espacialização de música no contexto da síntese granular, mediante o desenvolvimento de um modelo computacional de espacialização do fluxo dos sons granulares baseado numa definição de similaridade de grãos, levando em conta seus conteúdos informacionais. (AU)

Ocultar
ESPAÇOS MULTIDIMENSIONAIS COMO SUPORTE À ESCRITURA TEXTURAL SINFÔNICA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 11/2013

Término: 2/2015


Resumo:

O presente projeto de pesquisa de doutorado que está vinculado ao programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da Unicamp (IA/Unicamp) e

Ocultar
ESTADOS MOTIVACIONAIS E A EVOLUÇÃO DE ESTILOS MUSICAIS EM COMUNIDADES VIRTUAIS AUTÔNOMAS

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 7/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Este Projeto de Estágio aborda um aspecto específico primordial do projeto de pesquisa referente à Bolsa Regular no País, cujo título é

Ocultar
ESTADOS MOTIVACIONAIS E A EVOLUÇÃO DE ESTILOS MUSICAIS EM COMUNIDADES VIRTUAIS AUTÔNOMAS

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 7/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Este Projeto de Estágio aborda um aspecto específico primordial do projeto de pesquisa referente à Bolsa Regular no País, cujo título é "Emergência e Desenvolvimento dos Estilos Musicais em Comunidades Virtuais Autônomas" (Projeto Principal). Este último investiga os processos emergentes e de auto-organização que ocorreriam na evolução cultural ou, mais especificamente, na evolução do conhecimento e estilos musicais através da simulação de ambientes virtuais de execução continuada. Para estudar este tema, um sistema interativo musical (CoMA - Comunidades Musicais Autônomas) foi especialmente implementado de modo a garantir a possibilidade de interações sociais independentes da intervenção humana. Neste sistema, os agentes de software se reproduzem e herdam características dos pais, definem e desenvolvem as suas próprias carreiras musicais e, uma vez atingidos os seus objetivos, perecem. Além da capacidade reprodutiva, os agentes exibem emoções e personalidade, tomam decisões motivadas e estão sujeitos a pressões sociais.Essas características, que implicam em um sistema de pesos e contrapesos, proporcionam a ocorrência de diferentes dinâmicas de interação social que, a rigor, têm o potencial de influenciar diretamente a evolução dos estilos musicais. O Estágio de pesquisa no exterior deverá determinar se e como os estados motivacionais implementados no sistema CoMA contribuiriam para definir o comportamento dos agentes, de que modo estes se inter-relacionam e em que medida a evolução dos estilos musicais dos agentes é influenciada por eles. Espera-se que a compreensão desses aspectos contribua para o uso do sistema CoMA em aplicações relacionadas com a prática da composição e da análise musical auxiliada por computador. Potenciais usuários do sistema poderão, por exemplo, projetar simulações em que a manipulação dos parâmetros iniciais conduzam a processos que possam produzir resultados musicalmente interessantes. Além disso, sob o ponto de vista analítico, cenários poderão ser projetados de modo a aprofundar o conhecimento de processos evolutivos baseados em modelos cognitivos, sociais e práticas musicais do mundo real. (AU)

Ocultar
ESTUDO DA GERAÇÃO E CONTROLE DE PAISAGENS AUDIOVISUAIS EM TEMPO REAL COM SÍNTESE GRANULAR E CONTROLADORES GESTUAIS

Coordenador Principal: Adolfo Maia Junior

Início: 7/2011

Término: 3/2014


Resumo:

Neste projeto queremos ampliar e aprofundar os resultados obtidos previamente em pesquisa de mestrado sobre Síntese Granular em Tempo Real dando continuidade ao desenvolvimento dos diversos aplicativos conforme previsto nas perspectivas futuras de tal pesquisa. O objetivo do projeto é obter um sistema flexível para síntese e controle temporal de estruturas granulares a partir de uma extensão do Espaço Tempo-Frequência de Gabor, que denominamos Espaço de Gabor Estendido, e que se mostre útil a compositores e intérpretes de música eletroacústica, música eletrônica popular, designers de ambientes sonoros e instalações artísticas. Este sistema deverá ser capaz de sintetizar paisagens sonoras de natureza granular em tempo real integradas diretamente ao conteúdo informacional de vídeos. Reciprocamente o sistema deverá também gerar imagens complexas a partir de uma biblioteca de gráficos básicos. Todo o processo de construção das imagens será controlado pelos valores dos parâmetros de um fluxo sonoro granular em tempo real, ou seja, pelo conteúdo informacional do áudio. Finalmente, queremos desenvolver controladores gestuais e explorar estratégias de mapeamento adequadas para este sistema intermodal permitindo que o usuário, compositor ou intérprete interaja de maneira intuitiva e expressiva. (AU)

Ocultar
ESTUDO DE MODELOS COMPUTACIONAIS DO GESTO MUSICAL APLICADOS À COMPOSIÇÃO E INTERPRETAÇÃO MEDIADA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 10/2010

Término: 9/2012


Resumo:

Propomos um estudo de 24 meses no qual utilizaremos modelos computacionais para analisar o gesto musical produzido com interfaces gestuais e técnicas instrumentais mediadas. A pesquisa será desenvolvida com o auxílio de técnicas de recuperação de informação musical (MIR) e estudos recentes sobre novas interfaces para expressão musical (NIME). Utilizaremos descritores acústicos - modelos computacionais que extraem características do espectro sonoro para produzir diversas curvas de análise temporal do sinal digitalizado. O projeto propõem o desenvolvimento de Oficinas de interpretação mediada para testar e avaliar a interação do processo computacional com técnicas instrumentais expandidas e para produzir informação para o desenvolvimento de novas formas de escritura musical. O objetivo é criar formulações para descritores gestuais aproximando o modelo computacional do processo interpreativo desenvolvido nas Oficinas: campo de interação entre o músico, o suporte tecnológico e seu comportamento cognitivo. Este projeto dá continuidade aos resultados obtidos no projeto Pq CNPq 306623/2007-2 (AC) em vigência e deverá também fomentar interação com pesquisadores e colaboradores nacionais e internacionais.

Ocultar
ESTUDO E DESENVOLVIMENTO DE DESCRITORES SIMBÓLICOS E ACÚSTICOS PARA A ANÁLISE, COMPOSIÇÃO E PERFORMANCE MUSICAL

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Junior

Início: 1/2011

Término: 12/2012


Resumo:

MIR (Music Information Retrieval); uma ciência interdisciplinar, iniciada no final da década de 1990, se dedicada a estudar e coletar aspectos musicais tais como são percebidos pela audição e identificados pela mente humana. A literatura de MIR define "descritor musical" como um modelo computacional capaz de predizer - com uma dada precisão - aspectos musicais emulando a capacidade perceptual e cognitiva humana. Um aspecto musical é uma característica única da informação musical que é facilmente distinguida pela mente. Estes podem ser qualitativos (ex: gênero musical), ou quantitativos (ex: pulsação rítmica, complexidade harmônica). Descritores simbólicos predizem aspectos musicais pela coleta de dados paramétricos musicais, como os da notação musical (partituras) e de arquivos MIDI (Musical Interface Digital Instrument). Descritores acústicos coletam dados de arquivos de áudio. A música, como expressão artística, apresenta três áreas de atuação: Análise musical (o estudo da lógica de estruturação de uma peça musical), Composição (o processo de estruturação de uma criação musical) e Performance (a manifestação sônica da estrutura composicional). Apesar dos diversos estudos no desenvolvimento de modelos computacionais para a aquisição de aspectos musicais, os resultados ainda são parciais, muitas vezes redundantes e desconexos; provavelmente devido ao caráter interdisciplinar da área de MIR, onde muitos destes estudos são conduzidos por cientistas de diferentes áreas do conhecimento. Este projeto pretende dar prosseguimento à pesquisa do autor em seu PosDoc no projeto Europeu: Braintuning (www.braintuning.fi) onde desenvolveu algoritmos de aquisição de aspectos musicais que apresentaram grande eficiência [26,27,28,29]. O projeto aqui proposta objetiva estudar, classificar e possivelmente desenvolver novos descritores musicais, afim de aplicá-los em processos de análise, performance e composição musical. (AU)

Ocultar
ESTUDO, IMPLEMENTAÇÃO COMPUTACIONAL E ANÁLISE DE UM MODELO PSICOACÚSTICO DE PULSO RÍTMICO

Coordenador Principal: Stephan Schaub

Início: 8/2011

Término: 7/2012


Resumo:

Este projeto pretende, com base em modelos e estudos recentes sobre a análise e classificação de padrões rítmicos, desenvolver um modelo computacional capaz de identificar a pulsação rítmica, utilizando-se de recursos de processamento digital de sinais, modelagem e implementação computacional.

Ocultar
FERRAMENTAS DE SOFTWARE E HARDWARE LIVRE PARA A ACESSIBILIDADE MUSICAL DO DEFICIENTE VISUAL

Coordenador Principal: JOSE EDUARDO FORNARI NOVO JUNIOR


Resumo:

Este projeto visa o auxílio na utilização, desenvolvimento e apoio à utilização de ferramentas de software para músicos deficientes visuais, em processos de análise, composição e performance musical. Este projeto está ligada ao programa de pós-doutorado do Prof. Dr.
Vilson Zattera, que pertence à grande área de conhecimento que envolve música, tecnologia e acessibilidade para o deficiente visual. Pretende-se aqui viabilizar o auxílio ao desenvolvimento do estudo e da implementação de métodos computacionais, bem como analisar as implicações socioculturais, estéticas e performáticas da utilização de modelos computacionais de síntese e processamento de dados (simbólicos e acústicos) no que tange a disponibilização do acesso à música para os deficientes visuais. Este projeto se estenderá desde a questão da utilização e implementação de ferramentas computacionais de auxílio ao acesso à música, para compositores e instrumentistas com deficiência visual, até a exploração da interatividade musical, dada pela excelência aural dos músicos deficientes auditivos, no que tange a sua destacada capacidade de localização espacial sonora, e que pode assim constituir uma vantagem da percepção sonora do deficiente visual, podendo esta ser utilizada na análise, criação e performance musical contemporânea.

Ocultar
IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DAS DIMENSÕES SONORAS NA MÚSICA CONTEMPORÂNEA ABORDAGEM TÉCNICA E APOIO COMPUTACIONAL

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 2/2014

Término: 1/2015


Resumo:

Este projeto de pesquisa se insere dentro do contexto das atividades atualmente conduzidas no Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS/UNICAMP) em torno da análise assistida por computador e da pedagogia musical. O campo específico no qual ele se inscreve é aquele da música pela qual uma atenção particular é dada às dimensões sonoras - ritmos, timbres, texturas, formas, progressões, etc - em detrimento das "gramáticas" préestabelecidas aplicadas à dimensão das alturas. Um parte importante das obras orquestrais compostas desde a segunda metade do séc. XX - de Xenakis, Scelsi, Stockhausen até Grisey e além, entram nesta categoria. Apesar de sua importância, as ferramentas tanto conceituais quanto computacionais são ainda pouco representadas. O presente projeto propões conduzir uma reflexão geral em torno da análise destas obras ao trabalhar a elaboração de uma plataforma de assistência à análise. Esta abordagem proposta aqui consiste em permitir a interação entre a análise "empírica" com o desenvolvimento de meios mais "sistemáticos, baseados na computação musical.

Ocultar
INFRAESTRUTURA: IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO, SEGURANÇA E ÁREA DE VIVÊNCIA DO NICS

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Novo Júnior

Início: 6/2013


Resumo:

O NICS foi agraciado com um projeto de infraestrutura em 2011, o que viabilizou a readequação das instalações básicas do núcleo, no sentido de aumentar o espaço físico disponível para a administração de aulas que o NICS oferece à turmas de alunos da CPG-IA, bem como espaço físico adequado para as atividades de pesquisa e produção artística. No entanto, não foi previsto nesse projeto, a adequação do sistema de climatização, segurança e a instalação de uma nova copa, que envolve a reestruturação da parte hidráulica, elétrica, piso, alvenaria e pintura. Esse projeto visa à implementação desses intens na infraestrutura do NICS.

Ocultar
INFRASOM: REFORMA DO ESTÚDIO DIGITAL E LABORATÓRIO DE INTERFACES GESTUAIS (LIGA) DO NÚCLEO INTERDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO SONORA

Coordenador Principal: Adolfo Maia Junior

Início: 5/2011


Resumo:

Trata-se de um projeto para melhoria da infraestrutura de pesquisa do Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS) que é um Núcleo de excelência na sua área de atividade de pesquisa. O estúdio digital e o LIGA foram criados em 1997 através de projeto infra-estrutura da FAPESP e desde sua criação não passou por reforma e remodelagem. Estas se referem a colocação de novo isolamento acústico, nova refrigeração, bancadas e aquisição de uma nova workstation de alto-desempenho para gravação e masterização digital. Esta projeto está em sintonia com três projetos universais CNPq de pesquisadores do que foram aprovados e precisam ser desenvolvidos nestas instalações. No se segue apresentamos um breve histórico do NICS, discutimos brevemente a natureza dos 3 projetos, apresentamos a contrapartida de projetos captados pelo NICS e, finalmente, destacamos o croqui das instalações e o orçamento das reformas.

Ocultar
INTERATIVIDADE MUSICAL REMOTA ATRAVÉS DE PROCESSAMENTO GESTUAL DISTRIBUÍDO

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Junior

Término: 1/1900


Resumo:

Este projeto pretende criar um ambiente virtual, através do cyberspace da internet, para propiciar a interatividade musical remota, entre artistas localizados em diferentes localidades geográficas, mas que possam criar música juntos, em tempo-real, através do processamento de modelos computacionais que emulem instrumentos musicais virtuais através de métodos de síntese sonora que sejam controlados dinamicamente por dados gestuais dos participantes remotamente distribuídos. Com isso será também possível explorar, dinâmica e intuitivamente, técnicas musicais contemporâneas de modelamento ecológico e música acusmática.

Ocultar
INTERFACE GESTUAL DE PERCUSSÃO

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Junior

Início: 8/2012

Término: 7/2013


Resumo:

Este projeto foi motivado pela escassez de ferramentas musicais de execuc?a?o computadorizada que auxiliassem mu?sicos a transmitir sua visa?o te?cnica e expressiva de uma obra musical. Pretendeu-se investigar a criac?a?o de uma ferramenta computacional que permitisse com que o usua?rio explorasse simultaneamente, e em tempo-real, a te?cnica e a expressividade musical. O objetivo foi criar uma interface computadorizada que pudesse capturar dados dos gestos do usua?rio para controlar a si?ntese sonora de um instrumento virtual de percussa?o. Para isso, utilizou-se um conjunto de estrate?gias, tais como: protocolo MIDI, protocolo Bluetooth, controle Wiimote e um campo de luz infravermelha. A interface gestual de percussa?o mostrou-se eficiente para capturar os gestos do usua?rio e controlar a gerac?a?o do som de um instrumento virtual de percussa?o. Ale?m disso, esta pode se comunicar com outros softwares de mu?sica, tais como: Max MSP, Pure Data e Pro Tools. Constatou-se a viabilidade da criac?a?o desta ferramenta computacional, que pode auxiliar mu?sicos a desenvolverem suas concepc?o?es te?cnicas e expressivas em performances musicais computadorizadas.

Ocultar
MEMORIA, FAMILIARIDADE E ANTECIPAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DA EXPECTATIVA NA PERCEPÇÃO SONORA

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2012

Término: 8/2013


Resumo:

Trata-se de um projeto de pesquisa de mestrado vinculada ao programa de pós-graduação em música do Instituto de Artes da UNICAMP

Ocultar
MODELAGEM COMPOSICIONAL DO MÉTODO DE IANNIS XENAKIS VIA SISTEMAS DINÂMICOS

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 6/2011

Término: 7/2012


Resumo:

Este estuda o compositor, engenheiro e arquiteto Iannis Xenakis (1922-2001), importante pesquisador na área de composição algoritmica e de composição assistida por computador (CAC) da segunda metade do século XX. As suas ideias inovadoras colocam-no como pioneiro desses dois campos do conhecimento musical. Sua produção concentrou-se na investigação e experimentação de diversos modelos científicos interdisciplinares enquanto ferramentas algorítmicas para parametrização de elementos da composição musical

Ocultar
MODELAGEM DE INTERAÇÕES MUSICAIS COM DISPOSITIVOS INFORMÁTICOS

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2005

Término: 3/2010


Resumo:

Este trabalho investiga o possível papel para o compositor em uma situação de interação musical coletiva e propõe estrategias para sua atuação nesse contexto. Apresenta exemplos dessas estrategias em trabalhos composicionais e implementa um desses trabalhos na forma de uma ferramenta digital que permite ao compositor modelar contextos interativos, elaborar regras de interação e interferir nos processos enquanto eles ocorrem. A implementação das ferramentas digitais é feita na forma de um sistema para modelagem sonora coletiva que usa o projeto de jogos digitais como modelo para interação musical entre agentes artificiais e jogadores humanos em rede.

Ocultar
MODELOS DE RECURSIVIDADE APLICADOS À PERCUSSÃO COM SUPORTE TECNOLÓGICO

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2009

Término: 8/2012


Resumo:

Estudo focado na aplicação de processos graduais e recursivos para gerar estruturas musicais no contexto da percussão mediada por suporte tecnológico. Do repertório para percussão vinculada à noção de Processo Gradual, conceito criado por Reich (1968), extraíram-se Modelos para Processos Criativos em Percussão (MPCP). O estudo pormenorizado desses modelos permitiu a articulação de nuances, detalhes e diferenças existentes nos processos graduais aplicados à percussão, aqui representada pelo instrumento africano Djembê. O processamento computacional permitiu identificar, organizar, controlar e expandir as diferenças presentes nas estruturas sonoras através da criação de uma Taxonomia de Gestos Musicais Interpretativos (TGMI).

Ocultar
ORGANIZAÇÃO DE REUNIÃO CIENTÍFICA OU TECNOLÓGICA. SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS - SIMCAM10

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Novo Júnior

Início: 3/2014

Término: 9/2014


Resumo:

O Simpósio de Cognição e Artes Musicais (SIMCAM) é um evento anual promovido pela Associação Brasileira de Cognição e Artes Musicais (ABCM) e realizado em parceria com universidades brasileiras. Em 2014, a 10ª edição do SIMCAM será realizada pelo Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na cidade de Campinas, de 26 a 29 de maio. Será um fórum multidisciplinar dedicado à discussão científica de questões relevantes aos processos cognitivos em Música, em suas várias dimensões. Os idiomas oficiais do Simpósio serão o português, o inglês e o espanhol. Constarão da programação conferências, mesas redondas, sessões de apresentação de projetos de pesquisa, pesquisas em andamento e resultados de pesquisa, grupos de estudos e apresentações artísticas.

Ocultar
PARAMETRIZAÇÃO GESTUAL DE PROCESSOS NÃO-LINEARES DE SÍNTESE SONORA

Coordenador Principal: José Eduardo Fornari Junior

Início: 8/2010

Término: 7/2011


Resumo:

Métodos não-lineares de síntese sonora, tais como FM (frequency modulation), WS (wave-shaping), GS (granular synthesis) e PM (physical modelling), são conhecidos pela capacidade de gerar sons ricos e complexos com pouco recurso computacional, em termos de processamento e memória. No entanto, tais métodos não são intuitivos no que tange sua parametrização visando um específico resultado sonoro. O gesto artístico, considerado aqui como sendo o "movimento com intenção artística", vem sendo estudado como forma intuitiva de controle de processos complexos através de equipamentos capazes de coletar dados gestuais em tempo real - as interfaces gestuais. Este projeto pretende estudar o controle gestual (intuitivo e em tempo-real) de quatro processos de síntese sonora não-linear (FM, WS, GS e PM) através dos gestos coletados por interfaces gestuais comerciais. O resultado esperado é o desenvolvimento de um processo intuitivo de controle gestual de sínteses sonoras não-lineares, a fim de possibilitar a obtenção de novos timbres sonoros de uma forma dinâmica e simples. O gesto está presente em qualquer forma de criação artística. No caso da música, o gesto é principalmente atuante ao longo de uma performance, no processo de recriação da estrutura musical em linguagem sonora. Uma particularidade do gesto é ser capaz de coordenar movimentos extremamente complexos e precisos de forma intuitiva, pelo artista - aquele que domina a técnica do processo de criação. Uma interface gestual trata de um equipamento de aquisição de dados em tempo-real. Esses dados estão relacionados ao gesto artístico, que se refere a um movimento com uma intenção, ou seja, ligados a uma ação específica que, mesmo involuntária, é orientada por um propósito inicial pré-estabelecido, o qual associa diretamente a ação à sua intenção geradora. Neste projeto iremos utilizar interfaces gestuais comerciais para coletar dados que serão utilizados no controle dos parâmetros de métodos de síntese não-linear, de modo a tornar o controle destes métodos artisticamente intuitivo. Objetiva-se o desenvolvimento de um sistema de controle intuitivo, dinâmico e em tempo-real de parametrização gestual de quatro métodos de síntese sonora não-linear. Para tanto, será utilizado o ambiente de programação do PD (PureData) para o desenvolvimento dos métodos das sínteses sonoras e uma interface gestual comercial, para o controle dinâmico dos métodos de síntese, a fim de possibilitar a obtenção de novos timbres sonoros através desses métodos, de forma fácil e intuitiva.

Ocultar
PERCUSSÃO E INTERATIVIDADE: UM ESTUDO DE ESPAÇO INSTRUMENTO AUTO-ORGANIZADO

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 3/2007

Término: 8/2009


Resumo:

Refletimos sobre o conceito de auto-organização que é vinculado à possibilidade de emergência de padrões e regularidades que ocorrem nas relações estabelecidas entre os agentes de um sistema. O conceito de que a estrutura musical pode ser descrita como um sistema complexo é diretamente empregado no modelo desenvolvido nesta pesquisa. Para estudá-lo criamos um ambiente interativo computacional denominado PRISMA. A proposta conceitual do projeto é que os agentes do sistema se auto-organizam quando desenvolvem um comportamento interativo que molda e dirige suas ações em tempo real e que os influencia mutuamente. Verificamos como uma instalação criada a partir do conceito de auto-organização potencializa o desenvolvimento de uma nova postura interpretativa, o surgimento de organizações sonoras emergentes e, finalmente, a função da improvisação como veículo mediador de expectativas sonoras

Ocultar
PROCESSAMENTOS ELETROACÚSTICOS BASEADOS EM ANÁLISES TEMPO-FREQUÊNCIA E SUA UTILIZAÇÃO NA MÚSICA MISTA EM TEMPO REAL

Coordenador Principal: Danilo Augusto de Albuquerque Rossetti

Início: 11/2016

Término: 11/2017


Resumo:

Este projeto de pesquisa tem como objetivo abordar aspectos teóricos e práticos ligados à composição, análise e interpretação da música eletroacústica mista, tomando-a como um processo, tendo como referências epistemológicas o modo de existência dos objetos técnicos e o método alagmático de Gilbert Simondon, além do conceito de enação de Francisco Varela. No âmbito dos processos eletroacústicos analisaremos os processos STFT (short-time Fourier transform), de análise e ressíntese de sinais musicais a partir de análises tempo-frequência, com atenção específica aos processos de convolução e phase-vocoder.
Como exemplos analíticos, discutimos a utilização em tempo real do phase vocoder baseado em source-filter em Ressonâncias (2015), de Jônatas Manzolli, além da implementação por Arshia Cont do processo de pitchshifting via FFT em Anthèmes 2 (1997), de Pierre Boulez. No âmbito da criação musical, propomos a composição de obras mistas para diferentes formações instrumentais utilizando os processos eletroacústicos e as ferramentas computacionais estudadas, além da transferência de características destes processos para a escrita instrumental. Uma metodologia de análise sobre nossos processos composicionais, via descritores de áudio, será implementada, com o intuito de avaliar o resultado sonoro e a necessidade de alterações na escrita instrumental e nos parâmetros numéricos dos processamentos. Como ferramentas teóricas para os trabalhos de análise e criação, mencionamos o conceito pre-audibilidade de Gérard Grisey, a morfologia do tempo musical de Karlheinz Stockhausen, a descontinuidade entre as escalas temporais de Horacio Vaggione, além da teoria das catástrofes, saliências e pregnâncias de René Thom. Buscaremos, através da epistemologia de Thom, reunir visões musicais aparentemente antagônicas do processo composicional, a fim de concebermos diferentes formas de interação entre objetos, processos e escalas temporais, pensando-os como pertencentes uma única morfologia geral que em seu interior pode apresentar continuidades e descontinuidades.

Ocultar
PSICOACÚSTICA E EXPECTATIVA NO PROCESSO DE ESCUTA MUSICAL

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 8/2009

Término: 2/2010


Resumo:

Trata-se de um projeto com o objetivo de estudar o processo de escuta musical sob o suporte metodológico da psicoacústica da expectativa (Huron, 2006). Segundo este autor os mecanismos cognitivos vinculados a expectativa "são funções mentais adaptativas as quais permitem que os organismos se preparem para ações e percepções apropriadas" e essas antecipações ou expectativas estão presentes em todas as esferas da experiência humana, inclusive na escuta musical. A proposta da pesquisa é fazer um levantamento teórico e posteriormente desenvolver um processo experimental. A principal ideia pesquisada é que o significado musical possui uma relação estrita com a geração de expectativas, porque ele surge a partir do levantamento de hipóteses (musicais) e suas confirmações ou não no desdobrar da escuta de uma obra.

Ocultar
SÍNTESE DE SONS ATRAVÉS DE BASES POLINOMIAIS HARMÔNICAS

Coordenador Principal: Jônatas Manzolli

Início: 8/2009

Término: 7/2010


Resumo:

A síntese sonora envolve muitos conceitos matemáticos e computacionais. No processo de síntese é comum o uso de certos conjuntos de funções que sirvam como base para gerar ou- tras funções mais complexas, e que represen- tem os sons de maneira eficientemente. Den- tre tais bases vamos considerar as funções tri- gonométricas (Senos Cossenos), os Polinômios de Chebychev e os Polinômios de Legendre.

Ocultar
SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO AUDIOVISUAIS DUAIS

Coordenador Principal: Adolfo Maia Jr.

Início: 2/2011

Término: 1/2014


Resumo:

Inspirados nos trabalhos de Norman MacLaren sobre animações gráficas sonorizadas, e com a experiência obtida no nosso projeto anterior temos como objetivo principal deste projeto o desenvolvimento de um conjunto de sistemas audiovisuais duais para composição de imagens gráficas a partir do conteúdo informacional da síntese granular e, inversamente, a composição de fluxo sonoro granular a partir do conteúdo e seqüenciamento de imagens gráficas. Mais especificamente, queremos estudar e desenvolver métodos de geração e controle de fluxos de sons granulares associados ao conteúdo informacional de vídeos sincronizados com os fluxos sonoros em tempo real. Assim, este projeto é uma continuação e extensão para o domínio do audiovisual do nosso projeto de pesquisa anterior (bolsa CNPq/PQ2, processo 305135/2007-4). Importante neste contexto é, primeiramente, obter uma classificação consistente das texturas sonoras já estudadas no triênio anterior. Assim estudaremos duas classificações, a taxonomia para sons granulares, baseada nas características específicas das estruturas sonoras, proposta por Curtis Roads e, de maneira complementar, a Espectromorfologia de Smalley, que é mais geral. Propomos então modelos hierarquizados de organização temporal do fluxo sonoro baseados em seu conteúdo informacional, como, por exemplo, micro-sequenciamentos síncronos e assíncronos dependentes de contexto timbrístico e rítmico. Este é um passo importante no sentido que a nossa pesquisa é dirigida à produção artística dando-lhe um novo suporte tecnológico, isto é, o sistema que propomos pode ser usado diretamente pelo músico com seu próprio estilo e poética. Trata-se de uma nova abordagem inovadora na interface das áreas de Síntese Granular e vídeo digital explorando as possibilidades de sequenciamento dual sincronizado baseado no conteúdo informacional tanto de estruturas sonoras como imagens gráficas. Nossa metodologia consiste em relacionar as texturas das imagens e as texturas sonoras, cujos parâmetros serão interpretados como variáveis aleatórias de processos estocásticos. Com este tipo de abordagem pretendemos criar coleções de composições audiovisuais as quais tem um rico potencial de utilização por músicos e artistas audiovisuais em música eletroacústica e mista, bem como instalações e ambientes audiovisuais e ainda animações gráficas com sonorização em tempo real.

Ocultar
Voltar
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Escreva sua matéria
Acesse pelo celular