Projetos
29 Projetos de Pesquisa (CIDDIC) Fonte: Avaliação Institucional 2009-2013
A ESCUTA NA INFÂNCIA: UM ESTUDO TEÓRICO. INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

A pesquisa a ser apresentada tem como tema a escuta musical. A partir da segunda metade do século XX tal tema se torna fundamental em decorrência de mudanças de paradigmas estéticos na área da composição musical, como o surgimento de novas técnicas composicionais em que o suporte para a criação não é mais a partitura. Neste cenário, a fronteira entre produção e recepção, entre criação e escuta, se esvai. Essas mudanças ressoaram no campo da educação musical, transformando as aulas de música e o pensar sobre a prática educacional. Tendo como tema a escuta, focamos a pesquisa na infância, mais especificamente na faixa etária de sete a nove anos de idade. Através de um estudo teórico – a elucidação dos trabalhos de Pierre Schaeffer, François Delalande e Keith Swanwick no que tratam dos temas escuta e desenvolvimento musical - e prático – realização de sessões de escuta musical com crianças, onde foram colhidos depoimentos para posterior análise -, buscamos ampliar o entendimento da experiência musical de tal natureza. As sessões de escuta foram realizadas no PRODECAD – Programa de Desenvolvimento e Integração da Criança e do Adolescente -, instituição que atende filhos de funcionários da Universidade Estadual de Campinas/ SP no período em que estes não se encontram na escola de educação básica. A pesquisa conta com o apoio da FAPESP e está vinculada à supracitada universidade em forma de Iniciação Científica.

Ocultar
A LINGUAGEM ORGANÍSTICA DE OLIVIER MESSIAEN: PROCEDIMENTOS COMPOSICIONAIS E SEUS REFLEXOS NA MÚSICA PARA ÓRGÃO ATUAL - DOUTORADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905


Resumo:

Esta pesquisa orivilegia o conhecimento de três obras de Messiaen: Messe de la pentecôte (1950), Livre dórgue (1951) e Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité (1969). Considerações sobre os materiais que as compõem são apresentadas no decorrer da tese, abordando os seguintes tópico: organização temporal, organização de alturas, timbre e simbologia. Também são apresentados processos composicionais do ciclo Revelações do ser de Deus, composto no decorrer deste trabalho.

Ocultar
ARTE DO BEM

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Dra Cinthia Pinheiro Alireti

Início: 4/2010


Resumo:

Arte do Bem é um projeto sociocultural que tem como objetivo popularizar a música erudita formando plateia para orquestras sinfônicas de forma criativa e cativante. De quebra, faz o bem, ao ajudar no combate do câncer infantil.
Através da união do erudito com a música brasileira. O Arte do Bem reúne no mesmo palco um artista de renome, capaz de atrair grandes plateias, e uma sinfônica.
Com esse formato, o Arte do Bem proporciona novas experiências. Atraídas por um artista conhecido pessoas que nunca ouviram uma orquestra ao vivo são impactadas pelo erudito. Para os que já tiveram contato com uma orquestra, fica a experiência de show único.
Além de popularizar a música erudita, o Arte do Bem tem um nobre objetivo: combater o câncer infantil. Toda a renda obtida com a venda dos ingressos dos shows é destinada ao GRAACC, importante hospital filantrópico que trata crianças e adolescentes com câncer. (http://projetoartedobem.com.br/arte-do-bem/) Foram realizados os seguintes projetos: Os Paralamas do Sucesso e Orquestra Sinfônica da Unicamp – setembro de 2010, Titãs e Orquestra Sinfônica da Unicamp – abril de 2011, Frejat e Orquestra Sinfônica da Unicamp – setembro de 2011, RPM e Orquestra Sinfônica da Unicamp – julho de 2012, Lulu Santos e Orquestra Sinfônica da Unicamp – outubro de 2012, Jota Quest e Sinfônica da Unicamp – outubro de 2013, Frejat e Orquestra Sinfônica da Unicamp – Novembro de 2013. O projeto Arte do Bem tem a participação de todos os músicos da Orquestra Sinfônica da Unicamp, num total de 45 funcionários.

Ocultar
CONEXÃO E FUSÃO ENTRE VOZ E INSTRUMENTOS EM AGNUS E O KING - MESTRADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905


Resumo:

Através do presente projeto pretendemos investigar elementos e procedimentos composicionais que possibilitem e potencializem a conexão entre materiais sonoros heterogêneos em obras escritas para voz humana e instrumentos inerentes a linguagem composicional de Luciano Berio, através da análise de dois dos seus principais trabalhos para essa formação, O King (1967) e Agnus (1971). O King, obra escrita inicialmente para voz e cinco instrumentos, foi orquestrada e tornou-se o segundo movimento da Sinfonia (1968); Agnus, por sua vez, é a versão camerística extraída da obra cênica Opera (1970).Identificamos nessas obras novas alternativas para a interação entre sons vocais com texto e sons instrumentais tendo como ferramenta, entre outros elementos, novas abordagens do texto, visto por Berio de modo caleidoscópico. As nuances de cada fonema, exploradas timbrística e texturalmente, são dissociadas momentaneamente de seu significado léxico. Na parte instrumental é notável a combinação entre técnicas expandidas e ordinárias, recursos timbrísticos e de dinâmica, como conexão entre esses universos aparentemente tão distantes.Tendo por base as características inerentes a Agnus e O King, pretendemos fazer um levantamento de obras de compositores brasileiros que utilizem técnicas vocais experimentais similares em seus trabalhos, bem como a composição de obras próprias sintetizando a experiência adquirida neste trabalho que explorem a sonoridade da língua portuguesa em termos experimentais. (AU)

Ocultar
DVD 25 ANOS CORAL UNICAMP ZÍPER NA BOCA

Coordenador Principal: Dra. Vívian Nogueira

Início: 11/2010

Término: 4/2011


Resumo:

: O DVD 25 anos do Coral Unicamp Zíper na Boca se originou da gravação ao vivo do Concerto Comemorativo dos vinte e cinco anos de atuação do grupo, sob a regência da maestrina Vívian Nogueira, em concerto realizado no dia 21 de Novembro de 2010, às 19h30, no Plenário da Câmara Municipal de Campinas. O Concerto de Lançamento do DVD 25 anos foi realizado no dia 29 de Abril de 2011, às 12h30, no Espaço Cultural Casa do Lago da UNICAMP. O DVD apresenta um menu principal, com o programa apresentado no concerto 25 anos e vários menus alternativos, com retrospectiva de fotos e vídeos, depoimentos de diversos integrantes que atestam a importância do trabalho desenvolvido em 25 anos de atuação, constituindo- se num ótimo registro da trajetória musical do grupo.

Ocultar
ELEMENTOS PERCUSSIVOS DO VIOLÃO: ELABORAÇÃO DE UMA SÉRIE DE ESTUDOS DIDÁTICOS A PARTIR DA OBRA PARA VIOLÃO DE EDINO KRIEGER - INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905


Resumo:

Estudar os timbres percussivos do violão e suas notações na escrita gráfica com intuito de elaborar e fornecer material introdutório e didático ao estudo de técnicas estendidas do instrumento. Para isso serão desenvolvidas três etapas: Levantamento e investigação da obra para violão do compositor contemporâneo brasileiro Edino Krieger (1928 - ) como ponto de partida; Exploração das sonoridades e notações percussivas do violão; Composição de uma série de estudos didáticos ilustrativos dos processos estudados nessa pesquisa.

Ocultar
ESTUDO DOS MANUSCRITOS DE DINORÁ DE CARVALHO: CATALOGAÇÃO, EDITORAÇÃO E ESTUDOS GENÉTICOS - INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Pretende-se com esta pesquisa organizar, catalogar e analisar os documentos da compositora brasileira Dinorá de Carvalho, que se encontram no acervo do Centro de documentação da música contemporânea, CDMC – Unicamp. Trata-se de um conjunto de documentos manuscritos da compositora, essencialmente composto por partituras, trechos de peças e rascunhos, alguns deles de obras ainda não publicadas, que se pretende editorar digitalmente, permitindo sua catalogação no acervo daquele centro. Além disto, esta pesquisa intenta estudar alguns aspectos do processo criativo da compositora, tendo como base a análise das partituras manuscritas em comparação crítica com algumas das versões já publicadas. Para tanto, se utilizará da metodologia da Crítica Genética, elaborada na década de 60 por Louis Hay e Almuth Gresillon, e descrita no livro “Crítica Genética – Fundamentos dos estudos genéticos sobre o processo de criação artística” de Cecília Almeida Salles.

Ocultar
FACES DA MÚSICA ELETROACÚSTICA BRASILEIRA: COMPOSITORES DO RIO DE JANEIRO NOS ANOS 80 E 90 - BOLSA PRODUTIVIDADE

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Constituem-se os objetivos desse projeto traçar um esboço histórico da geração de compositores de música eletroacústica no período, amparado nas atividades dos pioneiros da música eletroacústica no Rio de Janeiro, geração que formou e influenciou esta segunda; analisar obras dos compositores de música eletroacústica que atuaram intensamente por certo período no Estúdio da Glória nas décadas de 80 e 90 e colaboradores. O conjunto momentâneo de compositores listados são: Rodolfo Caesar, Vânia Dantas Leite, Tim Rescala, Aquiles Pantaleão e Rodrigo Cicchelli. As análises estarão centradas mais nas obras de Rodolfo Caesar e Vânia Dantas Leite; detectar as poéticas envolvidas nessas obras através de análise comparativa entre essa produção e outras de diversas correntes de música eletroacústica desenvolvidas na Europa e Estados Unidos que possivelmente as influenciaram.

Ocultar
LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO MUSICAL (LABEM): COLETIVO IMPROVISADO

Coordenador Principal: Manuel Silveira Falleiros

Início: 7/1905


Resumo:

O coletivo improvisado é um grupo prático de Livre Improvisação da Unicamp formado em 2013. O C.I. dá suporte ao projeto do Laboratório de Educação Musical (LabEM) ligado ao Ciddic da Unicamp. É um grupo de performance e investigação que pretende realizar intercâmbio com outras universidades, produção acadêmica multidisciplinar e difusão artística dentro e fora da Unicamp.
O objetivo do projeto é produzir conhecimentos científico acerca das pedagogias e práticas musicais contemporâneas. Além do desenvolvimento de um campo inédito na Unicamp para a pesquisa na àrea, pretendemos fornecer para comunidade um ensino musical inovador a partir dos conceitos de Livre Improvisação.

Ocultar
METÁFORA E COMPOSIÇÃO MUSICAL: ASPECTOS DA CONSTRUÇÃO SIMBÓLICA NO PROCESSO CRIATIVO - MESTRADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Este trabalho propõe o estudo de processos de composição musical do repertório do século XX à luz do conceito semiótico de metáfora. Na primeira parte são discutidas algumas das abordagens teóricas acerca deste conceito, enfatizando-se as concepções relacionadas à semiótica peirceana e a determinados autores da filosofia da linguagem. Neste ponto, o objetivo é observar de que maneira a metáfora pode ser compreendida como operação semiótica de significação, que pode ser estendida a sistemas semióticos outros, para além da linguagem verbal. Na segunda parte da pesquisa, procura-se observar as implicações desta operação metafórica para a compreensão de processos de criação musical, notadamente relacionadas a praticas composicionais do século XX. Para tanto, são analisados aspectos dos processos criativos na música eletroacústica de Luc Ferrari - particularmente relacionados à questão da referencialidade na música acusmática; e na música instrumental de Tristan Murail - enfatizando-se a exploração de modelos na música espectral.

Ocultar
MÚSICA ELETROACÚSTICA NO ESTADO DE SÃO PAULO: SEGUNDA GERAÇÃO (ANOS 1981-2009) - MESTRADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 6/1905

Término: 7/1905


Resumo:

A presente pesquisa objetiva realizar um panorama da produção de música eletroacústica paulista entre as décadas de 1990 e 2000, focando-se no trabalho desenvolvido por doze compositores desta que consideramos a primeira geração a empregar o computador como ferramenta básica de suporte à composição. Foi aqui estudada a produção dos compositores José Augusto Mannis, Flo Menezes, Edson Zampronha, Denise Garcia, Rodolfo Coelho de Souza, Lívio Tragtenberg, Lelo Nazário, Fernando Iazzetta, Sílvio Ferraz, Ignacio de Campos, Wilson Sukorski e Jônatas Manzolli. Neste trabalho enfocamos obras características destes compositores, através das quais localizamos sua área de atuação específica no gênero eletroacústico, classificando-os de acordo com a mídia proeminente dentre o escopo de suas respectivas produções, construindo desta forma um quadro sucinto do período

Ocultar
PALAVRAS SEM DISCURSO: ESTRATÉGIAS CRIATIVAS NA LIVRE IMPROVISAÇÃO. DOUTORADO

Coordenador Principal: Manuel Silveira Falleiros e Dr. Rogério Costa (USP)

Início: 6/1905

Término: 7/1905


Resumo:

O intuito deste trabalho foi o de, através da pesquisa sobre o processo criativo na Livre Improvisação, desenvolver estratégias de criação e explorar a palavra como agente potencializador nos processos de criação. Para compreender o fenômeno da criação na Livre Improvisação, buscamos alternativas metodológicas adaptando modelos de análise que permitissem uma aproximação coerente às artes performativas a partir do esclarecimento sobre os conceitos dos Processos de Criação e do Paradigma Indiciário. Da mesma forma, exploramos o significado da criatividade para a Livre Improvisação, demonstrando a importância de componentes de processo criativo como o imaginário, a criatividade, o risco e a invenção. Dessa forma, apresentamos como se deu o desenvolvimento de uma estratégia criativa a partir da palavra, vinculada às ações que envolvem os conceitos de ressonância emocional e endoconceitos como componentes do processo de criação relativo à Livre Improvisação. Para isso, contamos com um laboratório de experiências práticas, segundo os conceitos de processo criativo, o qual foi denominado ateliê. Apontamos a partir dos conceitos explorados e das experiências práticas, nosso caminho na formulação destas estratégias que apontam para diferentes perspectivas criativas para a Livre Improvisação.

Ocultar
PANORAMA DA MÚSICA BRASILEIRA

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

O projeto “Panorama da Música Brasileira” foi o primeiro projeto musical instituído no CIDDIC dentro de um redesenho do centro em seu novo formato e função, na área de pesquisa em performance instrumental. Pensando que uma orquestra universitária deve ter como missão a difusão da nova produção musical, a divulgação da música contemporânea brasileira, concebemos para o ano de 2011 uma primeira edição desse projeto, com estudo, performance e apresentação pública de obras de 12 compositores brasileiros renomados, conforme especificados abaixo. Os compositores estiveram presentes nos recitais e ministraram palestras/comentários sobre suas obras executadas. Um outro objetivo desse projeto foi um trabalho desenvolvido com os músicos da orquestra, que precisaram se aperfeiçoar em sua performance para interpretar esse repertório contemporâneo, já que antes deste período a orquestra mantinha principalmente um repertório sinfônico tradicional. Isso foi desenvolvido de forma gradual, o que explica que nessa primeira edição do projeto tenham sido selecionados apenas até 16 músicos para esse projeto. Foram realizados 9 concertos no período de 2011 a 2013.

Ocultar
PARCERIA DA OSU COM CORAL UNICAMP ZÍPER NA BOCA - CONCERTO CORO E ORQUESTRA POUR LE FUNERAIRE D’UN SOLDAT

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Simone Menezes e Dra. Vivian Nogueira

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Programa desenvolvido conjuntamente pelos dois corpos estáveis do CIDDIC ,tendo como destaque a obra Pour le funeraire d’un soldat da compositora francesa do séculoXX Lili Boulanger. Para o desenvolvimento desse trabalho tivemos o regente português convidado, Maestro Osvaldo Ferreira
O programa teve duas apresentações públicas, na Paróquia Santo Antônio e Paroquia Santa Rita de Cássia, ambas em Campinas (01 e /2/12), com reapresentação em 2012 na Paróquia Santa Isabel em Barão Geraldo .Orquestra Sinfônica da Unicamp e Coral Unicamp Zíper na Boca.

Ocultar
PARCERIA DA OSU COM CORAL UNICAMP ZÍPER NA BOCA – CONCERTO CANÇÕES MÍSTICAS

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Simone Menezes e Dra. Vivian Nogueira

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Programa desenvolvido conjuntamente pelos dois corpos estáveis do CIDDIC , tendo como destaque a obra Five Mystical Songs de Vaughan Williams, raramente realizada no Brasil. Completa a parceria a peça Tantum Ergo, de W. A. Mozart. O programa foi apresentado ao público em 02 concertos: dias 06 e 07 de Outubro, na Igreja de Santa Isabel ( Barão Geraldo) e Igreja STA Rita de Cássia (Nova Campinas).Orquestra Sinfônica da Unicamp e Coral Unicamp Zíper na Boca

Ocultar
PARCERIA DA OSU COM CORAL UNICAMP ZÍPER NA BOCA. PROJETO M.A CHARPENTIER: LES PLAISIRS DE VERSAILLES

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Dra. Vivian Nogueira e Dra. Cinthia Pinheiro Aliteri

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

O projeto foi selecionado pela edição do FICC (Fundo de Investimentos Culturais de Campinas) trouxe como proposta um diálogo entre música contemporânea e barroca tendo como destaque a montagem da ópera francesa “Les Plaisirs de Versailles de Marc Antoine Charpentier, interpretada em versão cênica e legendada por solistas e o Coral Unicamp Zíper na Boca. O resultado alcançado possibilita a interação entre as diversas áreas artísticas e torna o concerto coral-sinfônico mais acessível ao grande público. O projeto foi apresentado no Teatro Castro Mendes e Auditório da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.
Orquestra Sinfônica da Unicamp, Coral Unicamp Zíper na Boca.

Ocultar
PARCERIA DA OSU COM DEPARTAMENTO DE ARTES CORPORAIS – PROJETO INTERVENÇÕES MÚSICA E DANÇA

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Simone Menezes e Angela Nolf

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Sob orientação e coreografia da Profa. Angela Nolf, alunos do Curso de Graduação em Dança da Unicamp, desenvolveram uma performance conjunta com a performance sinfônica da orquestra e solistas. Apresentações do trabalho ocorreram no Auditório da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e Centro de Convivência Cultural de Campinas. Gravado pela RTV Unicamp, o vídeo do projeto é acessível em: http://cameraweb.ccuec.unicamp.br/watch_video.php?v=RRG6BK2G26DK
Orquestra Sinfônica da Unicamp e IA/Departamento de Dança

Ocultar
PARCERIA DA OSU COM O CORO CONTEMPORÂNEO DE CAMPINAS E CORO DE CÂMARA DA UNESP - CONCERTO EIN DEUTSCHES REQUIEM (REQUIEM ALEMÃO)

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Dra. Cinthia Pinheiro Alireti, Prof. Dr. Angelo José Fernandes, Laura Duarte, Martha Herr e Fabio Miguel

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

A obra de grande fôlego do compositor Johannes Brahms, exige um coro de muitos participantes para a sua realização. Desta forma, para a preparação e performance dessa obra, o CIDDIC realizou parceria da Orquestra Sinfônica da Unicamp com o Coro Contemporâneo de Campinas e o Coro de Câmara da Unesp para montagem e apresentação pública da obra do compositor alemão. Este foi o concerto de encerramento da temporada de 2013, com apresentações no teatro Castro Mendes de Campinas e na Igreja São Luis na cidade de São Paulo.
Orquestra Sinfônica da Unicamp, Coro Contemporâneo de Campinas e Coro de Câmara da Unesp
Solistas: Laura Duarte e Angelo Fernandes (Teatro Castro Mendes de Campinas, 04/12/2013), Martha Herr e Fabio Miguel (Igreja São Luis de São Paulo, 05/12/2013)

Ocultar
PARCERIA DA OSU COM O NUCLEO INTERDISCIPLINAR DE PESQUISAS TEATRAIS – LUME/UNICAMP – PROJETO CONCERTATO – 2011

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia, Simone Menezes, Carlos Simioni e Ricardo Puceti

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

O projeto Concertato buscou combinar a performance sinfônica e técnica de clown em uma linha de trabalho cênico/musical muito pouco explorada no Brasil, mas já bastante difundida na Europa. Participaram do projeto os atores /pesquisadores do LUME Carlos Simioni e Ricardo Puceti, responsável pela direção cênica dos músicos e regente. O espetáculo teve três récitas no Centro de Convivência Cultural de Campinas. Uma curta montagem em vídeo do projeto está acessível em canal do LUME no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=wepvAhNnEpo
Orquestra Sinfônica da Unicamp
Regência: Simone Menezes
Concepção, roteiro e direção geral: Denise Garcia
Direção Cênica: Ricardo Puceti
Atores/Clowns: Carlos Simioni e Ricardo Puceti (LUME)

Ocultar
PROGRAMA DO ARTISTA RESIDENTE

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia e Octavio Más-Arocas

Início: 1/2013

Término: 7/1905


Resumo:

Em uma oportuna e extremamente benéfica parceria com o Departamento de Música do Instituto de Artes, o CIDDIC propôs a vinda do Maestro Octavio Más-Arocas como candidato para o Edital do Programa do artista Residente para o primeiro semestre de 2013. O Maestro trabalhou junto à Orquestra Sinfônica da Unicamp, assim como atuou no Departamento de Música na área de regência orquestral e na disciplina de Prática Orquestral do curso de graduação em música.
O Maestro Más-Arocas regeu a OSU em julho de 2012 no âmbito do Festival Internacional de Música Carlos Gomes, tendo realizado nessa ocasião um trabalho de grande sucesso: conseguiu tanto uma qualidade musical quanto uma empatia com os músicos da Orquestra. O Maestro tem, como se pode conferir em seu currículo anexo, uma grande experiência com orquestras universitárias. A ideia de trazer um artista com uma larga experiência internacional trouxe um contraponto muito valioso em termos de parâmetros de qualidade artística, tanto para a Orquestra, quanto para a atuação docente no Departamento de Música. Além disso, com a vinda de um docente/maestro atuante em uma universidade americana, o CIDDIC e o Instituto de Artes participam das iniciativas de internacionalização da UNICAMP. O Maestro apresentou publicamente 5 programas de concertos. PROC. 2634/2013

Ocultar
PROJETO PERFORMANCE

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905


Resumo:

No segundo semestre de 2011 lançamos o edital “Performance 2012” iniciativa única no âmbito de pesquisa em performance sinfônica. O projeto consiste em transformar durante parte do semestre a Orquestra Sinfônica da Unicamp no Laboratório de Pesquisa da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) para realização de projetos de pesquisa em performance sinfônica a pesquisadores externos do CIDDIC, aberto a toda comunidade nacional. Oferece o nosso corpo técnico musical a serviço da pesquisa em performance sinfônica. A partir dos projetos selecionados, este projeto visa criar convênios com projetos no Brasil e exterior que tenham seu foco na pesquisa ligada a performance musical (solistas, compositores e regentes) e cujo objeto final de pesquisa seja a produção musical de um concerto que necessite de uma Orquestra Sinfônica para sua realização. O pesquisador trabalha pontualmente com a orquestra cerca de duas semanas. Em 2012 foram selecionados 8 projetos de pesquisa com meritório reconhecimento. Para ajuda de custos de realização dos projetos foi solicitado auxilio FAEPEX/UNICAMP (solicitação 1156/2012 – aprovado R$6.300,00). Houve neste primeiro ano de edital 17 projetos submetidos. O projeto Performance tem tido continuidade nos anos posteriores (2013, 2014, 2015). No ano de 2013, foram 10 projetos.

Ocultar
PROJETO SOM – PROJETO PESQUISA REALIZADO EM PARCERIA NICS/CIDDIC

Coordenador Principal: Dr. José Eduardo Fornari Junior e Manuel Silveira Falleiros

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Trata-se do projeto SOM (Self-Organized Music), que foi iniciado em cooperação entre o NICS e o CIDDIC. Este projeto foi aprovado pela FAEPEX, Linha extensão: Auxílio às atividades artísticas, científicas e culturais (Convênio: 519.292 Correntista: 722/10). Originalmente SOM propunha criar uma apresentação musical com a orquestra sinfônica da Unicamp, explorando o original conceito de música auto-organizada, chamada pelo autor deste projeto, pelo acronismo: SOM (Self-Organized Music). Através da utilização de modelos computacionais dinamicamente controlados por interfaces gestuais (equipamentos portáteis e sem-fio, de aquisição dinâmica de coleta de dados do gesto artístico), seriam desenvolvidos para este projeto, algoritmos computacionais de criação musical dinâmica, de maneira que o gesto artístico passe a controlar a geração em tempo-real de notação musical, que será continuamente executada pela orquestra durante a performance artística. Em SOM, a performance musical da orquestra é realimentado pela contínua interação acústico- cognitivo- gestual (os músicos executam a partitura que está sendo dinamicamente criada pelo gesto). O resultado, após a performance, pretende ser uma partitura orquestral original, que foi criada enquanto era executada, pela primeira vez, durante a performance musical.

Ocultar
PROJETO “SIMETRIAS” - PARCERIA CIDDIC/NICS – PERFORMANCE SINFÔNICA EM CONJUNÇÃO COM INFORMÁTICA MUSICAL

Coordenador Principal: Professor Dr. Jônatas Manzolli

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

O projeto foi concebido como um concerto audiovisual para orquestra, solistas e imagens interativas. A temática SimetriaS foi criada através de uma colaboração interdisciplinar que envolve compositores, maestro, solistas e orquestra. O projeto implicou no desenvolvimento de requisitos técnicos e tecnologia computacional implementados para o seu desempenho. Esses elementos convergiram em uma sinergia transformadora, sendo o concerto SimetriaS uma experiência multimodal em que o conhecimento musical foi ampliado através de um entrelaçamento de desempenho e composição. O projeto teve obras compostas especialmente segundo o seu objeto e a participação em uma performance criativa por parte de todos os participantes. O projeto teve artigo publicado no Performa’11: Encontro de Investigação e Performance, da Universidade de Aveiro, Portugal.

Ocultar
TÉCNICAS ESTENDIDAS PARA VIOLÃO: HIBRIDIZAÇÃO E PARAMETRIZAÇÃO DE MANEIRAS DE TOCAR

Coordenador Principal: Professor Dr. José Augusto Mannes

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

Temos como essencial nesta dissertação a revisão bibliográfica sobre nosso tema e o uso de métodos experimentais na composição de peças para violão solo desenvolvidas durante a pesquisa. Na análise dos Estudos sobre maneiras de tocar I, II e III, utilizaremos como metodologia a hibridização de técnicas instrumentais (HTI ) e a análise gestual paramétrica (AGP).

Ocultar
TRANSMUTAÇÃO NA MÚSICA DE ESCRITURA - MESTRADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905


Resumo:

Neste trabalho apresentamos a ideia da transmutação aplicada à composição musical. Técnicas oriundas da música eletroacústica como o morphing (tanto em âmbito melódico como timbrístico), interpolação, crossfading e a manipulação progressiva de elementos são estudados a partir de um olhar tecnomórfico e são utilizados de forma integrada como ferramentas composicionais para a realização de transmutações entre estruturas musicais. O primeiro capítulo trata da transmutação nas questões terminológica e conceitual. O segundo capítulo apresenta as técnicas citadas anteriormente com exemplos retirados do repertório do século XX. O terceiro capítulo versa sobre a aplicação composicional das técnicas expostas no capítulo anterior. No quarto capítulo obras compostas pelo autor são descritas para demonstrar o uso das ferramentas composicionais estudadas nesta dissertação.

Ocultar
TRÊS PONTOS DE VISTA PARA OS ESTUDOS DA TRANSCRIÇÃO MUSICAL. INÍCIO: 2013. DOUTORADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905


Resumo:

Propõe-se neste projeto de pesquisa discutir aspectos do processo criativo musical vistos por meio da análise de três transcrições de obras do compositor Heitor Villa-Lobos, no caso Rudepoema, transcrito para orquestra pelo próprio compositor, as Cirandas, transcritas para orquestra por Achille Picchi e a Prole do Bebê - Suíte No. 2, transcrita para banda sinfônica pelo autor deste projeto. Serão desenvolvidas reflexões a respeito das aproximações e afastamentos entre as ideias de transcrição musical e a teoria da tradução. Além disso, será elaborada uma versão para banda sinfônica da música Rudepoema, versão esta fundamentada no arcabouço técnico reunido durante as análises dos procedimentos composicionais das músicas acima citadas.

Ocultar
VII FESTIVAL UNICAMP DE CORAIS

Coordenador Principal: Dra. Vívian Nogueira

Início: 7/2011

Término: 10/2011


Resumo:

O VII Festival Unicamp de Corais foi realizado em 22 e 23 de Outubro de 2011, no Auditório do Instituto de Artes, com a participação diária de 05 corais, em espetáculo com 02 horas e meia de duração. Desta forma, o evento contou com a apresentação de 08 corais, 05 dos quais participaram do festival pela primeira vez. O público superlotou o Auditório e aplaudiu calorosamente as diferentes propostas de repertório e performance apresentadas pelos grupos, pautadas sempre pela qualidade vocal. Participaram os seguintes grupos: 1)Coral Usina Intendente Câmara (Usiminas) - Ipatinga MG - Regente: Marcelo Melo; 2)Coral Municipal Zanzalá – Cubatão SP- Regente: Maria Fernanda Tavares; 3)Coral Cultura Inglesa - São Paulo SP- Regente: Marcos Júlio Sergl; 4) CUCA: Coral da Pontifícia Universidade Católica - São Paulo SP - Regente: Renato Teixeira Lopes; 5) Madrigal In Casa - Campinas SP - Regente: Beatriz Dokkedall; 6) Madrigal Vivace - Jundiaí SP- Regente: Vasti Atique; 7) Madrigal Sempre en Canto – São Paulo SP- Regente: Regina Kinjo e 8) Coral Unicamp Zíper na Boca (anfitrião) – Regente: Vívian Nogueira

Ocultar
VIII FESTIVAL UNICAMP DE CORAIS

Coordenador Principal: Dra. Vívian Nogueira

Início: 8/2012

Término: 11/2012


Resumo:

A oitava edição do Festival Unicamp de Corais ocorreu nos dias 01 e 02 de Novembro de 2012, respectivamente às 20h30 e 18h30 e contou com a participação diária de 05 corais, em evento com 02 horas e meia de duração. O festival proporcionou ao público que lotou o novo Teatro SESI/Amoreiras, um espetáculo musical diversificado, gratuito e de qualidade, com a apresentação de coros adultos e juvenis, com diferentes propostas de repertório, apresentadas na formação tradicional ou com performance cênica. Participaram coros da capital paulista, de Campinas e região e um coro do estado do Rio de Janeiro, conforme segue: 1) Grupo Vocal Ligaleve (Piracicaba SP) - Regente: Ana Foizer; 2) Coro da Polícia Militar do Estado de São Paulo (São Paulo SP) - Regente: Tenente Ismael Alves de Oliveira; 3) Coral Municipal (Cajamar SP) - Regente: Wilson Nascimento; 4) Academia da Voz (Engenheiro Coelho SP) - Regente: Lineu Soares; 5) Coral do Auditório do Ibirapuera (São Paulo SP) - Daniel Reginato; 6) Coro de Câmara (Campinas SP) - Regente: Wilson Nascimento; 7) Coro Ex-Cêntrico (Niterói RJ) - Regente: Luiz Carlos Franco Peçanha e Coral Unicamp Zíper na Boca - Regente: Vívian Nogueira (Coro anfitrião). A oitava edição trouxe duas inovações importantes: realização fora do campus universitário, ampliando o alcance público do evento e possibilitando uma maior integração com a comunidade campineira, graças à parceria firmada com o Teatro SESI Campinas e a inserção de um “Workshop” de Musicalização na programação, conferindo ao evento um enfoque pedagógico e didático graças à colaboração do Maestro Luiz Carlos Franco Peçanha (Niterói RJ), que ministrou o workshop intitulado “O Método de Musicalização Gazzi de Sá: ferramentas e soluções para a musicalização na escola”

Ocultar
VIOLÃO PERCUSSIVO ESTRUTURAL: UMA ABORDAGEM DE EDINO KRIEGER A ARTHUR KAMPELA. 2009-2013 - TESE DOUTORADO

Coordenador Principal: Professora Dra. Denise Hortência Lopes Garcia

Início: 7/1905

Término: 7/1905


Resumo:

O trabalho propõe investigar as obras para violão dos compositores Edino Krieger (1928) (Ritmata, 1974 para violão solo e Concerto para Dois Violões e Cordas, 1994), Chico Mello (Do Lado do Dedo) (1986) e Arthur Kampela (1960) (Percussion Study 1 e 5, 1991-93) visando a preparação interpretativa. Tal investigação terá como objetivo realizar um mecanismo de abordagem das características complexas do ponto de vista rítmico-percussivo, buscando elencar e afirmar procedimentos articulatórios variáveis como fatores de aprimoramento e enriquecimento da qualidade estética da produção violonística. Os procedimentos articulatórios consistem de processos criativos de viabilização acústica e adequação mecânica, suportes instrumentais e materiais que buscam melhor clareza e exeqüibilidade nas obras. Será elencado e categorizado cada possibilidade sonora expandida encontrada nessas obras, bem como será realizada uma tipologia sonora baseada em Pierre Schaeffer. No Capítulo 1 será abordada a contextualização história internacional e brasileira, no Capítulo 2 a classificação, formas de geração do som e resultante sonora, no Capítulo 3 a leitura musical interpretativa interrelacionando à idéia musical e idioma do instrumento.

Ocultar
Voltar
COCEN Coordenadoria de Centros e Núcleos Interdisplinares de Pesquisa Rua Saturnino de Brito, nº 323, 2º andar Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP CEP: 13.083-889 cocen@reitoria.unicamp.br +55 (19) 3521-4912 Equipe
Links
Voltar ao início Unicamp Escreva sua matéria
Acesse pelo celular